Translate this Page

Rating: 3.0/5 (867 votos)



ONLINE
4




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

site, fee epub, link, get pdf, enter link, free book, download book, this link, free book, download pdf,

biografia de JOÃO CALVINO
biografia de JOÃO CALVINO

                        BIOGRAFIA DE JOHN CALVINO

 

Nome Native     Jean Calvin

Nascido               Jehan Cauvin

10 jul 1509 Noyon , Picardia , França

Morreu 27 de maio de 1564 (54 anos) Genebra , Suíça

Ocupação           Pastor, autor, teólogo

Trabalho notável             Institutas da Religião Cristã

O trabalho teológico

Tradição ou movimento Reformado, o calvinismo

Assinatura           John Calvin signature.png

John Calvin ( / k æ l v ɪ n / ; [ 1 ] Francês : Jean Calvin , pronunciado:  [ʒɑ kalvɛ] ; nascido Jehan Cauvin : 10 de julho de 1509 - 27 maio, 1564) foi um francês influente teólogo e pastor durante o protestante Reforma . Ele era uma figura principal no desenvolvimento do sistema de teologia cristã mais tarde chamado calvinismo , aspectos que incluem a doutrina da predestinação e da soberania absoluta de Deus na salvação da alma humana da morte e condenação eterna . Nessas áreas Calvin foi influenciado pelo agostiniano tradição. Os Reformadas e Presbiterianas igrejas, que olham para Calvin como o principal expositor de suas crenças, se espalharam por todo o mundo.

Calvin foi um incansável polêmica e apologético escritor que gerou muita polêmica. Ele também trocaram cartas cordiais e solidários com muitos reformistas, incluindo Philipp Melanchton e Heinrich Bullinger . Além de seu trabalho seminal Institutas da Religião Cristã , ele escreveu comentários sobre a maioria dos livros da Bíblia, bem como tratados teológicos e documentos confessionais .

Originalmente formado como um humanista advogado, ele rompeu com a Igreja Católica Romana em torno de 1530. Após as tensões religiosas provocou uma revolta violenta contra o protestantismo na França, Calvin fugiu para Basel , na Suíça, onde publicou a primeira edição dos Institutos em 1536. Nesse ano, Calvin foi recrutado por William Farel para ajudar a reformar a igreja em Genebra , onde pregou sermões regularmente ao longo da semana. O conselho da cidade resistiu a implementação de Calvino e Farel das idéias, e os dois homens foram expulsos. A convite do Martin Bucer , Calvin procedeu a Estrasburgo , onde se tornou o pastor de uma igreja de refugiados franceses. Ele continuou a apoiar o movimento de reforma em Genebra, e acabou por ser convidado a voltar para liderar sua igreja.

Após seu retorno, Calvin introduziu novas formas de governo da Igreja e liturgia , apesar da oposição de várias famílias poderosas na cidade que tentou refrear a sua autoridade. Durante este período, Miguel Servet , um espanhol considerado por ambos os católicos e protestantes como tendo heréticas vistas, chegou em Genebra. Ele foi denunciado por Calvino e queimado na fogueira por heresia pelo conselho da cidade. Na sequência de um afluxo de refugiados de apoio e novas eleições para o conselho da cidade, os oponentes de Calvino foram forçados a sair. Calvin passou seus últimos anos a promoção da Reforma tanto em Genebra e em toda a Europa.

Conteúdo  ]

1 Início da vida (1509-1535)

2 trabalho Reforma começa (1536-1538)

3 -ministro, em Estrasburgo (1538-1541)

4 Reforma em Genebra (1541-1549)

5 Disciplina e oposição (1546-1553)

6 Miguel Servet (1553)

7 Protegendo a Reforma (1553-1555)

8 anos finais (1555-1564)

9 Teologia

9.1 Controvérsias

9.2 Calvin e os judeus

10 pensamento político

11 trabalhos selecionados

12 Legado

13 Veja também

14 Notes

15 Referências

16 Leitura

17 Ligações externas

Início da vida (1509-1535)

Calvin estava inicialmente interessado no sacerdócio, mas ele mudou de curso para estudar Direito em Orléans e Bourges . Pintura intitulada Retrato de jovem John Calvin da coleção da Biblioteca do Genebra.

João Calvino nasceu como Jehan Cauvin em 10 de julho 1509, na cidade de Noyon na Picardia região da França . Ele foi o primeiro dos quatro filhos que sobreviveram à infância. Sua mãe, Jeanne le Franc, era filha de um estalajadeiro de Cambrai . Ela morreu na infância de Calvino, a partir de uma causa desconhecida, depois de rolamento mais quatro filhos. O pai de Calvin, Gérard Cauvin , teve uma carreira próspera como a catedral notário e registrador para o tribunal eclesiástico . Gérard Cauvin morreu em 1531, depois de sofrer dois anos com câncer testicular. Gérard destina seus três filhos-Charles, Jean, e Antoine-se para o sacerdócio.

Jean foi particularmente precoce; por 12 anos, ele foi contratado pelo bispo como balconista e recebeu a tonsura , cortar o cabelo para simbolizar sua dedicação à Igreja. Ele também ganhou o patrocínio de uma família influente, os Montmors.] Por meio de sua assistência, Calvin foi capaz de atender o Collège de la Marche, em Paris, onde aprendeu latim a partir de um de seus maiores professores, Mathurin Cordier . ] Uma vez que ele concluiu o curso, ele entrou para o Collège de Montaigu como um estudante de filosofia.

Em 1525 ou 1526, Gérard retirou seu filho do Collège de Montaigu e matriculou na Universidade de Orléans para estudar Direito. Segundo biógrafos contemporâneos Theodore Beza e Nicolas Colladon , Gérard acreditava que seu filho iria ganhar mais dinheiro como advogado do que como um padre. [ 5 ] Depois de alguns anos de estudo calmo, Calvin entrou na Universidade de Bourges em 1529. Ele ficou intrigado com Andreas Alciati , um advogado humanista. Humanismo foi um movimento intelectual europeu que salientou estudos clássicos. Durante a sua estada de 18 meses em Bourges , Calvin aprendeu grego koiné , uma necessidade para estudar o Novo Testamento .

Durante o outono de 1533 Calvin experimentou uma conversão religiosa . Mais tarde na vida, John Calvin escreveu duas contas de sua conversão, que diferem de maneira significativa. Na primeira conta ele retrata sua conversão como uma súbita mudança de mente, provocada por Deus. Esta conta pode ser encontrado em seu Comentário sobre o Livro dos Salmos :

"Deus por uma súbita conversão subjugado e trouxe a minha mente para um quadro de aprendizado, que foi mais endurecidos em tais assuntos do que se poderia esperar de um em minha breve período de vida. Tendo assim recebido algum gosto e conhecimento da verdadeira piedade, eu estava imediatamente inflamado com um desejo tão intenso de progredir nela, que, apesar de eu não sair completamente fora de outros estudos, mas eu persegui-los com menos ardor. "

Em sua segunda conta, ele fala de um longo processo de agitação interna, seguida pela angústia espiritual e psicológico.

"Ser extremamente alarmado com a miséria em que eu tinha caído, e muito mais em que me ameaçado, tendo em vista a morte eterna, eu, o dever, fiz o meu primeiro negócio para valer-me a sua maneira, condenando minha vida passada, não sem gemidos e lágrimas. E agora, Senhor, o que resta a um miserável como eu, mas ao invés de defesa, sinceramente a suplicar-lhe para não julgar que o abandono com medo de sua Palavra de acordo com seus desertos, a partir do qual, em sua bondade maravilhosa que você tem finalmente me entregue. "

Os estudiosos têm argumentado sobre a interpretação precisa destas contas, mas é acordado que a sua conversão se correspondia com sua ruptura com a Igreja Católica Romana.] O biógrafo Calvin, Bruce Gordon, sublinhou que "as duas contas não são antitética, revelando alguma inconsistência na memória do Calvin, mas [são] duas maneiras diferentes de expressar a mesma realidade. "  No momento da sua conversão (estudiosos argumentam), Calvin também acreditava ter experimentado um chamado profético para reformar a igreja, o que se reflete brevemente na conta comentário Salmos de sua conversão e em muitos de seus sermões e vários de seus trechos polêmicos "

Por 1532, Calvin recebeu sua licenciatura em Direito e publicou seu primeiro livro, um comentário sobre Seneca 's De Clementia . Após viagens sem intercorrências para Orléans e sua cidade natal de Noyon, Calvin voltou a Paris, em Outubro de 1533. Durante este tempo, as tensões aumentaram no Royal College (que viria a se tornar o Collège de France) entre os humanistas / reformadores e os membros conservadores do corpo docente de alto nível. Um dos reformadores, Nicolas Cop , foi reitor da universidade. Em 01 de novembro de 1533, ele dedicou seu discurso de posse para a necessidade de reforma e renovação na Igreja Católica.

O endereço provocou uma forte reação da faculdade, que o denunciou como heréticas, forçando Cop a fugir para Basel . Calvin, um amigo próximo de Cop, foi implicado no crime, e para o próximo ano, ele foi forçado a se esconder. Ele permaneceu em movimento, abrigando com seu amigo Louis du Tillet em Angoulême e refugiando-se em Noyon e Orléans. Ele foi finalmente forçado a fugir da França durante o Caso do Cartazes em meados de outubro de 1534. Nesse incidente, os reformadores desconhecidos tinha postado cartazes em várias cidades atacando a católica em massa , o que provocou uma reação violenta contra os protestantes. Em janeiro de 1535, Calvin juntou Cop em Basel, uma cidade sob a influência do reformador Johannes Oecolampadius .

Trabalho de reforma começa (1536-1538)

William Farel foi o reformador que convenceu Calvin para ficar em Genebra. Pintura do século 16. No Bibliothèque Publique et Universitaire, Genebra .

Em março de 1536, Calvin publicou a primeira edição de seus Institutio Christianae Religionis ou Institutas da Religião Cristã . O trabalho era uma apologia ou defesa de sua fé e de uma declaração da posição doutrinária dos reformadores. Ele também destina-lo para servir como um livro de instrução elementar para qualquer um interessado na religião cristã. O livro foi a primeira expressão de sua teologia . Calvin atualizado o trabalho e publicou novas edições ao longo de sua vida.  Pouco depois de sua publicação, ele deixou Basel para Ferrara , na Itália, onde ele serviu brevemente como secretário Princesa Renée da França . Em junho, ele estava de volta a Paris com seu irmão Antoine, que estava resolvendo assuntos de seu pai. Seguindo o Édito de Coucy , que deu um período limitado de seis meses para os hereges se reconciliar com a fé católica, Calvin decidiu que não havia futuro para ele na França. Em agosto, ele partiu para Estrasburgo , uma cidade imperial livre do Sacro Império Romano e um refúgio para os reformadores. Devido às manobras militares das forças imperiais e franceses , ele foi forçado a fazer um desvio para o sul, trazendo-o para Genebra .

Calvin só tinha a intenção de ficar uma única noite, mas William Farel , um companheiro reformador francês residente na cidade, implorou a Calvin mais relutantes para ficar e ajudá-lo em seu trabalho de reformar a igreja ali - que era seu dever diante de Deus, Farel insistiu. No entanto, Calvin, por sua vez, desejava apenas paz e privacidade. Mas não era para ser; Súplicas de Farel prevaleceu, mas não antes de ele ter tido que recorrer às imprecações mais severos. Calvin recorda o encontro bastante intensa:

Em seguida, Farel, que estava trabalhando com zelo incrível para promover o evangelho, inclinou todos os seus esforços para me manter na cidade. E quando ele percebeu que eu estava determinado a estudar em privacidade em algum lugar obscuro, e viu que ele não ganhou nada por súplica, ele desceu para amaldiçoar, e disse que Deus certamente amaldiçoar a minha paz se eu impedido de dar ajuda em um momento de tão grande necessidade.] Aterrorizado com suas palavras, e consciente da minha própria timidez e covardia, eu desisti de minha jornada e tentou aplicar o dom que eu tinha em defesa de minha fé.

Calvin aceitou seu novo papel, sem quaisquer condições prévias em suas tarefas ou funções. [ 17 ] O escritório para o qual foi inicialmente atribuído é desconhecida. Ele acabou sendo dado o título de "leitor", o que provavelmente significava que ele poderia dar palestras expositivas sobre a Bíblia. Em algum momento, em 1537, ele foi selecionado para ser um "pastor", embora ele nunca recebeu qualquer consagração pastoral . Pela primeira vez, o advogado-teólogo assumiu as funções pastorais, como batismos , casamentos e serviços religiosos.

Durante o outono de 1536, Farel elaborou uma confissão de fé , enquanto Calvino escreveu artigos separados na reorganização da igreja em Genebra. Em 16 de Janeiro 1537, Farel e Calvino apresentou sua artigos concernant l'organização de l'Église et du culte um Genève (artigos sobre a organização da Igreja e seu culto em Genebra) para o conselho da cidade. [ O documento descreve o forma e da frequência das suas celebrações da eucaristia , a razão para, e do método de, a excomunhão , a obrigação de subscrever a confissão de fé, o uso do canto congregacional na liturgia , e a revisão de leis de casamento. O Conselho aceitou o documento no mesmo dia.

Ao longo do ano, no entanto, a reputação de Calvino e Farel com o conselho começou a sofrer. O conselho estava relutante em fazer cumprir a exigência de subscrição, como a poucos cidadãos tinham subscrito a sua confissão de fé. Em 26 de novembro, os dois ministros debatido acaloradamente o conselho sobre o assunto. Além disso, a França foi tendo um interesse em formar uma aliança com Genebra e como os dois ministros eram franceses, os conselheiros começaram a questionar a sua lealdade. Finalmente, uma grande briga eclesiástica e política desenvolvida quando Bern , aliado de Genebra na reforma das igrejas suíças, propôs a introdução de uniformidade nas cerimônias da igreja. Uma proposta necessário o uso de sem fermento de pão para a Eucaristia . Os dois ministros não estavam dispostos a seguir o exemplo de Berna e atrasou o uso de tal pão até que um sínodo em Zurique poderia ser convocada para tomar a decisão final. O conselho ordenou Calvin e Farel o uso de pão ázimo para a Eucaristia de Páscoa; em protesto, os ministros não administrar a comunhão durante a missa de Páscoa. Isso causou um tumulto durante o serviço e, no dia seguinte, o conselho disse aos ministros sair de Genebra. ]

Farel e Calvino foi para Berna e Zurique para defender seu caso. O sínodo em Zurique colocado a maior parte da culpa em Calvin por não ser simpático o suficiente para com o povo de Genebra. No entanto, ele perguntou Bern para mediar com o objetivo de restaurar os ministros. O conselho de Genebra, recusou-se a readmitir os dois homens, que se refugiaram em Basel. Posteriormente, Farel recebeu um convite para liderar a igreja em Neuchâtel . Calvin foi convidado para liderar uma igreja de refugiados franceses em Estrasburgo pelos principais reformadores que cidade, Martin Bucer e Wolfgang Capito . Inicialmente, Calvin recusou porque Farel não foi incluído no convite, mas cedeu quando Bucer recorreu a ele. Por setembro 1538 Calvin tinha tomado sua nova posição em Strasbourg , esperando que desta vez seria permanente; alguns meses depois, ele pediu e obteve a cidadania da cidade.

Ministro em Estrasburgo (1538-1541)

Igreja de São Nicolau, em Estrasburgo, onde Calvin pregou em 1538. O edifício foi arquitetonicamente modificado no século 19.

Martin Bucer convidou Calvin a Estrasburgo depois que ele foi expulso de Genebra. Ilustração por Jean-Jacques Boissard .

Durante seu tempo em Estrasburgo, Calvino não foi anexado a uma igreja particular, mas realizou seu gabinete sucessivamente na Igreja Saint-Nicolas, a Igreja Sainte-Madeleine e da antiga Dominicana Igreja, rebatizado de Temple Neuf .  (Todos estes ainda existem igrejas, mas nenhum deles está em estado de arquitetura de dias de Calvino.) Calvin ministrou a 400-500 membros de sua igreja. Ele pregou ou palestras a cada dia, com dois sermões no domingo. Comunhão foi celebrada mensalmente e canto congregacional dos salmos foi encorajado.  Ele também trabalhou na segunda edição dos Institutos . Embora a primeira edição esgotou em um ano, Calvin estava insatisfeito com a sua estrutura como um catecismo, uma cartilha para os jovens cristãos.

Para a segunda edição, publicada em 1539, Calvin caiu este formato em favor de apresentar sistematicamente as principais doutrinas da Bíblia. No processo, o livro foi ampliado a partir de seis capítulos de dezessete anos. Ele trabalhou simultaneamente em outro livro, o comentário dos romanos , que foi publicada em março de 1540. O livro foi um modelo para seus comentários posteriores: incluiu o seu próprio tradução latina do grego ao invés do latim Vulgata , uma exegese e uma exposição . [ 27 ] Na carta dedicatória, Calvin elogiou o trabalho de seus antecessores Philipp Melanchthon , Heinrich Bullinger , e Martin Bucer , mas ele também teve o cuidado de distinguir seu próprio trabalho a partir deles e de criticar algumas das suas deficiências. ]

Amigos de Calvino pediu-lhe para casar. Calvin teve uma visão prosaica, escrevendo para um correspondente:

"Eu, que tenho um ar de ser tão hostil ao celibato, eu ainda não sou casado e não sei se eu nunca vai ser. Se eu tomar uma mulher, será porque, sendo melhor libertado de inúmeras preocupações, posso me dedicar para o Senhor ".

Vários candidatos foram apresentados a ele, incluindo um jovem de uma família nobre. Relutantemente, Calvin concordou com o casamento, com a condição de que ela iria aprender o francês. Embora a data do casamento foi planejado para março de 1540, ele permaneceu relutante eo casamento nunca aconteceu. Mais tarde, ele escreveu que ele jamais pensaria em se casar com ela, "a menos que o Senhor tinha me inteiramente desprovido de meu juízo". [ 30 ] Em vez disso, em agosto do mesmo ano, ele se casou com Idelette de Bure , uma viúva que tinha dois filhos dela primeiro casamento. ]

Genebra reconsiderou a sua expulsão de Calvin. A freqüência à igreja tinha diminuído e o clima político tinha mudado; como Berna e Genebra discutiu sobre a terra, sua aliança desgastado. Quando o cardeal Jacopo Sadoleto escreveu uma carta para o conselho da cidade convidando Genebra para retornar à fé católica, o Conselho procurou uma autoridade eclesiástica para responder a ele. No primeiro Pierre Viret foi consultado, mas quando ele se recusou, o Conselho pediu Calvin. Ele concordou e seu anúncio Responsio Sadoletum (Carta a Sadoleto) defendeu fortemente a posição de Genebra sobre reformas na igreja. ] Em 21 de setembro de 1540, o Conselho encarregou um de seus membros, Ami Perrin , para encontrar uma maneira de recordar Calvin. Uma embaixada chegou a Calvin enquanto ele estava em uma conversa , uma conferência para resolver disputas religiosas, em Worms . Sua reação à sugestão foi de horror em que ele escreveu: "Em vez que eu iria submeter-se a morte de uma centena de vezes do que com a cruz em que eu tinha que morrer diariamente milhares de vezes."

Calvin também escreveu que ele estava preparado para seguir o chamado do Senhor. Um plano foi elaborado em que Viret seria nomeado para assumir cargo temporário em Genebra, durante seis meses, enquanto Bucer e Calvin iria visitar a cidade para determinar os próximos passos. No entanto, o conselho da cidade pressionado para a nomeação imediata de Calvino em Genebra. No verão de 1541, Estrasburgo decidiu emprestar Calvin a Genebra durante seis meses. Calvin voltou em 13 de setembro de 1541 com uma escolta oficial e um vagão para sua família.]

Reforma em Genebra (1541-1549) ]

Ao apoiar propostas de Calvino para reformas, o Conselho de Genebra passou os ecclésiastiques ordonnances (Ordenanças Eclesiásticas) em 20 de novembro de 1541. As ordenanças definidas quatro ordens de função ministerial: pastores para pregar e administrar os sacramentos ; médicos para instruir os crentes na fé; anciãos para proporcionar a disciplina; e diáconos para cuidar dos pobres e necessitados. Eles também pediu a criação da Consistoire ( Consistório ), um tribunal eclesiástico composto pelos anciãos leigos e os ministros. O governo da cidade manteve o poder de convocar pessoas perante o tribunal, eo Consistório poderia julgar apenas questões eclesiásticas que não tenham jurisdição civil. Originalmente, o tribunal tinha o poder de infligir penas, com a excomunhão como pena mais grave. No entanto, o governo contestou este poder e em 19 de março de 1543, o Conselho decidiu que todos condenação seria realizada pelo governo.

Calvin pregou em St. Pierre Catedral , a igreja principal, em Genebra.

Em 1542, Calvin adaptado de um livro de serviço utilizada em Estrasburgo, a publicação de La Forme et des Prières Chants Ecclésiastiques (a forma de Orações e Igreja Hymns). Calvin reconheceu o poder da música e ele pretende que ele seja usado para apoiar leituras bíblicas. O Strasbourg originais saltério continha doze salmos por Clément Marot e Calvin acrescentou mais alguns hinos de sua própria composição, na versão de Genebra. No final de 1542, tornou-se um refugiado Marot, em Genebra, e contribuiu mais dezenove salmos. Louis Bourgeois , também um refugiado, viveu e ensinou música em Genebra por 16 anos e Calvin aproveitou a oportunidade para adicionar seus hinos, sendo o mais famoso o Velho Centésimo .

No mesmo ano de 1542, Calvin publicado Catéchisme de l'Eglise de Genève (Catecismo da Igreja de Genebra), que foi inspirado por Bucer Kurze Schrifftliche Erklärung de 1534. Calvin tinha escrito um anteriormente catecismo durante sua primeira estadia em Genebra, que foi em grande parte com base em Martin Luther 's Grande Catecismo . A primeira versão foi organizado pedagogicamente, descrevendo Lei, Fé e Oração. A versão 1542 foi reorganizado por razões teológicas, cobrindo fé em primeiro lugar, em seguida, Direito e oração.

Idelette e Calvino não tinha filhos sobreviver à infância.

Durante o seu ministério, em Genebra, Calvino pregou mais de dois mil sermões. Inicialmente ele pregou duas vezes no domingo e três vezes durante a semana. Isto provou ser um fardo pesado demais e tarde, em 1542, o Conselho permitiu-lhe pregar uma única vez, no domingo. No entanto, em outubro de 1549, ele foi novamente obrigado a pregar duas vezes aos domingos e, além disso, todos os dias úteis da semana alternados. Seus sermões durou mais de uma hora e ele não usou notas. Um secretário ocasional tentou gravar seus sermões, mas muito pouco de sua pregação foi preservado antes de 1549. Naquele ano, escriba profissional Denis Raguenier, que havia aprendido ou desenvolveu um sistema de taquigrafia, foi designado para gravar todos os sermões de Calvino. Uma análise de seus sermões por THL Parker sugere que Calvin era um pregador consistente e seu estilo mudou muito pouco ao longo dos anos.

Voltaire escreveu sobre Calvino, Lutero e Zwingli : "Se eles condenaram o celibato dos sacerdotes, e abriu as portas dos conventos, foi apenas para transformar toda a sociedade para um convento Shows e espetáculos foram expressamente proibido pela sua religião, e para muito mais. . de duzentos anos não havia um único instrumento musical permitido na cidade de Genebra Eles condenaram a confissão auricular, mas eles intimados a público um;. e na Suíça, na Escócia, e em Genebra, foi realizada a mesma penitência "

Muito pouco se sabe sobre a vida pessoal de Calvino em Genebra. Sua casa e móveis foram detidas pelo conselho. A casa era grande o suficiente para acomodar sua família, bem como a família de Antoine e alguns funcionários. Em 28 de julho 1542, Idelette deu à luz um filho, Jacques, mas ele nasceu prematuro e sobreviveu por pouco tempo. Idelette adoeceu em 1545 e morreu em 29 de março de 1549. Calvin nunca se casou novamente. Ele expressou sua tristeza em uma carta ao Viret:

I foram enlutadas do melhor amigo da minha vida, de alguém que, se tal tiver sido ordenado, estaria disposta a ter compartilhado não só a minha pobreza, mas também a minha morte. Durante sua vida, ela foi o fiel ajudante do meu ministério. Com ela, nunca experimentou o menor obstáculo.]

Durante todo o resto de sua vida em Genebra, ele manteve várias amizades desde seus primeiros anos, incluindo Montmor, Cordier, Cop, Farel, Melanchthon e Bullinger.

Disciplina e oposição (1546-1553)

Retrato do século XVI, de John Calvin por um artista desconhecido. A partir da coleta da Bibliothèque de Genève (Biblioteca de Genebra)

Calvin encontrou forte oposição ao seu trabalho em Genebra. Por volta de 1546, as forças descoordenadas fundiram-se em um grupo identificável quem ele se referia como os libertinos , mas que preferia ser chamado tanto Spirituels ou Patriots.  De acordo com a Calvin, estas foram as pessoas que achavam que depois de ser libertado mediante graça , eles foram dispensados ​​da lei, tanto eclesiástica e civil. O grupo era composto por ricos e politicamente poderosos, e interrelacionados famílias de Genebra. No final de janeiro de 1546, Pierre Ameaux, fabricante de cartões de jogo que já tinha estado em conflito com o Consistório, atacou Calvin chamando-o de " Picard ", um epíteto que denota sentimento anti-francês, e acusou-o de falsa doutrina. Ameaux foi punido pelo Conselho e forçado a fazer expiação por desfilando pela cidade e pedindo perdão a Deus. Poucos meses depois Ami Perrin, o homem que tinha trazido Calvin a Genebra, mudou-se para a oposição aberta. Perrin havia se casado com Françoise Favre, filha de François Favre, um comerciante de Genebra bem estabelecida. Tanto a mulher de Perrin e pai-de-lei teve conflitos anteriores com o Consistório. O tribunal observou que muitos dos notáveis ​​de Genebra, incluindo Perrin, havia violado uma lei contra a dança. Inicialmente, Perrin ignorou o tribunal, quando ele foi convocado, mas depois de receber uma carta de Calvino, ele apareceu antes do Consistório.

Por 1547, a oposição a Calvin e outros ministros de refugiados francês tinha crescido para constituir a maioria dos síndicos , os magistrados civis de Genebra. Em 27 de junho uma carta ameaçadora não assinado em dialeto genebrino foi encontrado no púlpito de St. Catedral Pierre onde Calvin pregou. Suspeitando de uma conspiração contra tanto a Igreja como o Estado, o Conselho nomeou uma comissão para investigar. Jacques Gruet , um membro do grupo de Genebra Favre, foi preso e provas incriminatórias foi encontrado quando sua casa foi revistada. Sob tortura, ele confessou a vários crimes, incluindo a escrever a carta deixada no púlpito que ameaçava os líderes da igreja. Um tribunal civil condenou Gruet à morte e ele foi decapitado em 26 de julho. Calvin não se opunha à decisão do tribunal civil. ]

Os libertinos continuou organizando oposição, insultar os ministros nomeados, e desafiando a autoridade do Consistório. O conselho montou ambos os lados do conflito, alternadamente, admoestando e sustentando Calvin. Quando Perrin foi eleito pela primeira vez syndic em fevereiro 1552, a autoridade de Calvin parecia estar em seu ponto mais baixo. Depois de algumas perdas perante o Conselho, Calvin acreditavam que ele foi derrotado; em 24 de julho 1553 pediu ao conselho para permitir que ele renuncie. Embora os libertinos controlado do município, o seu pedido foi recusado. A oposição perceberam que poderiam reduzir a autoridade de Calvino, mas eles não têm poder suficiente para bani-lo.

Miguel Servet (1553)

Miguel Servet trocaram muitas cartas com Calvin até que ele foi denunciado por Calvin e executado.

O ponto de viragem nas fortunas de Calvino ocorreu quando Miguel Servet , um fugitivo das autoridades eclesiásticas, apareceu em Genebra em 13 de agosto 1553. Servet foi um médico espanhol e teólogo protestante que corajosamente criticou a doutrina da Trindade e paedobaptism (batismo infantil). ] Em julho de 1530, disputado com Johannes Oecolampadius em Basel e acabou sendo expulso. Ele foi para Estrasburgo, onde ele publicou um panfleto contra a Trindade. Bucer refutou publicamente e pediu Servet para sair. Depois de voltar para Basel, Servet publicou dois livros de Diálogos sobre a Trindade ( Latin : Dialogorum de Trinitate libri duo ), que causou sensação entre os reformadores e os católicos igualmente. A Inquisição na Espanha ordenou sua prisão.

Calvin e Servet fossem trazidos para o contato em 1546 através de um conhecido em comum, Jean Frellon de Lyon; eles trocaram cartas debatendo doutrina; Calvin usado um pseudônimo como Charles d 'Espeville , enquanto Servet deixou sua não assinado.  Eventualmente, Calvin perdeu a paciência e se recusou a responder; por esta altura Servet tinha escrito cerca de trinta cartas para Calvin. Calvin foi particularmente indignado quando Servet enviou-lhe uma cópia das Institutas da Religião Cristã fortemente anotado com argumentos apontando para erros no livro. Quando Servet mencionou que ele viria para Genebra, "Espeville" (Calvin) escreveu uma carta a Farel em 13 de fevereiro de 1546 observando que se Servet estavam por vir, ele não iria garantir-lhe salvo-conduto: "Porque, se ele veio, na medida do minha autoridade vai, eu não iria deixá-lo sair vivo. " ]

Em 1553, o homem de frente de Calvin, Guillaume de Trie, enviou cartas tentando resolver a Inquisição francês para Servet. Chamando-o de "Espanhol-Português", suspeitando e acusando-o [ 56 ] de sua recentemente provou judeu converso origem.  De Trie anotou que "seu próprio nome é Miguel Servet, mas ele atualmente se chama Villeneufve, praticar medicina. Ele ficou por algum tempo em Lyon, e agora ele está morando em Vienne." ] Quando o inquisidor-geral da França aprendeu que Servet estava escondido em Vienne , de acordo com a Calvin sob um nome falso, ele contatou o Cardeal François de Tournon , o secretário do arcebispo de Lyon, para levar o assunto. Servet foi preso e levado para interrogatório. Suas cartas a Calvin foram apresentados como prova de heresia, mas ele negou ter escrito eles, e depois disse que não tinha certeza de que era a sua caligrafia. Ele disse que, depois de jurar perante o santo Evangelho, que "ele era Michel De Villeneuve Doutor em Medicina cerca de 42 anos de idade, natural de Tudela do reino de Navarra , uma cidade sob a obediência ao Imperador ". ] No dia seguinte ele disse: ". ..although ele não era Servet ele assumiu a pessoa de Servet para debater com Calvin"  Ele conseguiu escapar da prisão, e as autoridades católicas condenou-o à revelia . à morte por queima lenta

Em seu caminho para a Itália, Servet parou em Genebra para visitar " d'Espeville ", onde foi reconhecido e preso. A secretária de Calvin Nicholas de la Fontaine compôs uma lista de acusações de que foi apresentado perante o tribunal. O promotor foi Philibert Berthelier , um membro de uma família libertino e filho de um famoso patriota Genebra , e as sessões eram liderados por Pierre Tissot, irmão-de-lei de Perrin. Os libertinos permitiu que o julgamento se arraste em uma tentativa de molestar Calvin. A dificuldade em usar Servet como uma arma contra Calvin era que a reputação herética de Servet foi generalizada e na maioria das cidades da Europa estavam observando e aguardando o resultado do julgamento. Isso colocou um dilema para os libertinos, por isso em 21 de agosto, o Conselho decidiu escrever para outras cidades suíças para as suas opiniões, mitigando, assim, a sua própria responsabilidade pela decisão final. [ 64 ] Enquanto aguarda as respostas, o conselho também pediu Servet se ele preferiu ser julgado em Vienne ou em Genebra. Ele implorou para ficar em Genebra. Em 20 de outubro as respostas de Zurique, Basileia, Berna e Schaffhausen foram lidos e o Conselho condenou Servet como um herege. No dia seguinte, ele foi condenado à morte na fogueira, a mesma frase como em Vienne. Calvin e outros ministros pediram que ele fosse decapitado em vez de queimado, sabendo que a queima do jogo foi o único recurso legal. [ 65 ] Esse pedido foi recusado e em 27 de outubro, Servet foi queimado vivo, no topo de uma pira de sua própria livros- no Plateau de Champel à beira de Genebra]

Protegendo a Reforma (1553-1555)

Após a morte de Servet, Calvin foi aclamado um defensor do cristianismo, mas seu último triunfo sobre os libertinos ainda tinha dois anos de distância. Ele sempre insistiu que o Consistório manter o poder de excomunhão, apesar da decisão do Conselho passado para tirá-lo. Durante o julgamento de Servet, Philibert Berthelier pediu ao conselho permissão para tomar a comunhão, como tinha sido excomungado no ano anterior por insultar um ministro. Calvin protestou que o conselho não tem autoridade legal para anular a excomunhão de Berthelier. Sem saber como o conselho iria governar, ele deu a entender em um sermão em 3 de setembro de 1553 que ele poderia ser julgado pelas autoridades. O Conselho decidiu voltar a analisar os Ordonnances e em 18 de setembro ele votou a favor de Calvin-excomunhão era da competência do Consistório. Berthelier pediu readmissão para outro conjunto administrativo de Genebra, os Cents Deux (duzentos), em novembro. Este órgão revogou a decisão do Conselho e afirmou que o árbitro relativa excomunhão final deve ser do conselho. No entanto, os ministros continuaram a protestar, e, como no caso de Servet, os pareceres das igrejas suíças foram procurados. O caso arrastou-se por meio de 1554. Por fim, em 22 de janeiro de 1555, o Conselho anunciou a decisão das igrejas suíças: as originais Ordonnances . deviam ser mantidos e Consistório era recuperar os seus poderes oficiais

Queda dos libertinos começou com as eleições de fevereiro 1555. Até então, muitos dos refugiados franceses tinha sido concedida a cidadania e com o seu apoio, os partidários de Calvino eleito a maioria dos síndicos e os vereadores. Em 16 de Maio, os libertinos tomaram as ruas em um protesto bêbado e tentou incendiar uma casa que era supostamente cheio de franceses. O síndico Henri Aulbert tentou intervir, levando com ele a batuta do escritório que simbolizava o seu poder. Perrin aproveitou a batuta e acenou para a multidão, o que deu a impressão de que ele estava tomando o poder e iniciar um golpe de Estado . A insurreição logo acabou quando outro síndico apareceu e ordenou Perrin para ir com ele para a prefeitura. Perrin e outros líderes foram forçados a fugir da cidade. Com a aprovação do Calvin, os outros conspiradores que permaneceram na cidade foram encontrados e executados. A oposição ao de Calvin governo da igreja chegou ao fim.

Anos finais (1555-1564)

John Calvin em 53 anos de idade em uma gravura por René Boyvin

Autoridade de Calvino era praticamente incontestável durante seus últimos anos de vida, e ele gostava de uma reputação internacional como um distinto reformador de Martin Luther .  Inicialmente, Lutero e Calvino tinha respeito mútuo um pelo outro. No entanto, um conflito doutrinário tinha desenvolvido entre Lutero e Zurique reformador Ulrico Zwinglio sobre a interpretação da eucaristia . Opinião de Calvino sobre a questão forçado Luther a colocá-lo no acampamento de Zwingli. Calvin participou ativamente das polêmicas que foram trocados entre a Luterana e reformadas ramos do movimento da Reforma.  Ao mesmo tempo, Calvin estava consternado com a falta de unidade entre os reformadores. Ele deu passos em direção a reaproximação com Bullinger, assinando o Consenso Tigurinus , uma concordata entre as igrejas de Zurique e Genebra. Ele estendeu a mão para a Inglaterra quando arcebispo de Canterbury Thomas Cranmer chamado para uma ecumênico sínodo de todas as igrejas evangélicas. Calvin elogiou a idéia, mas em última análise, Cranmer não foi capaz de trazê-lo à fruição.

Calvin abrigada exilados marianas (aqueles que fugiram do reinado de católica Mary Tudor, na Inglaterra), em Genebra, a partir de 1555. Sob a proteção da cidade, eles foram capazes de formar a sua própria igreja reformada sob John Knox e William Whittingham e, eventualmente, levou as idéias de Calvino sobre a doutrina e política de volta para a Inglaterra e Escócia.  No entanto, Calvin estava mais interessado em reformar sua terra natal, na França. Ele apoiou a construção de igrejas, distribuindo literatura e enviar ministros. Entre 1555 e 1562, mais de 100 ministros foram enviados para a França. Estes esforços foram financiados pela igreja em Genebra, como a prefeitura havia se recusado a se envolver em atividades missionárias na época. Henry II severamente perseguidos protestantes sob o Édito de Chateaubriand e quando as autoridades francesas se queixou sobre as atividades missionárias, Genebra foi capaz para assumem responsabilidade.

O Collège Calvin é agora uma escola preparatória da faculdade para a Swiss Maturité .

Dentro de Genebra, a principal preocupação da Calvin foi a criação de um Colégio , um instituto para a educação das crianças. Um site para a escola foi selecionada em 25 de março 1558 e foi inaugurado no ano seguinte, em 5 de junho de 1559. Embora a escola era uma única instituição, que foi dividido em duas partes: uma escola de gramática chamado o Collège ou Schola privata e uma escola avançada chamado a Académie ou Schola publica . Calvin tentou recrutar dois professores para o instituto, Mathurin Cordier, seu velho amigo e latinista que agora foi baseado em Lausanne , e Emmanuel Tremellius , o professor de Regius do hebraico em Cambridge. Nem estava disponível, mas ele conseguiu obter Theodore Beza como reitor. Dentro de cinco anos, havia 1.200 alunos da escola secundária e 300 na escola avançada. O Collège eventualmente se tornou o Collège Calvin , uma das escolas preparatórias de Genebra, enquanto a Academia tornou-se a Universidade de Genebra .

Túmulo tradicional de Calvin no Cimetière de Plainpalais , em Genebra; a localização exata de seu túmulo é desconhecido.

No outono de 1558, Calvin ficou doente com uma febre. Desde que ele tinha medo de que ele poderia morrer antes de completar a revisão final dos Institutos , forçou-se a trabalhar. A edição final foi muito ampliado na medida em que Calvin se refere a ele como um novo trabalho. A expansão dos 21 capítulos da edição anterior para 80 deveu-se ao tratamento prolongado de material existente ao invés de a adição de novos temas.  Pouco depois ele se recuperou, ele esticou sua voz enquanto pregava, que trouxe em um ataque violento de tosse. Ele estourou um vaso sanguíneo em seus pulmões, e sua saúde diminuiu de forma constante. Ele pregou seu sermão final em St. Pierre em 6 de fevereiro de 1564. Em 25 de abril, ele fez seu testamento, em que ele deixou pequenas somas para sua família e para o Collège . Poucos dias depois, os ministros da igreja veio visitá-lo, e ele mandou sua despedida final, que foi gravado em Discours d'adieu ministres aux . Ele contou sua vida em Genebra, às vezes lembrando amargamente algumas das dificuldades que ele tinha sofrido. Calvin morreu no dia 27 de maio de 1564 envelhecido 54. A princípio seu corpo foi colocado no estado, mas uma vez que muitas pessoas vieram para vê-lo, os reformadores estavam com medo de que eles seriam acusados ​​de promover um novo culto do santo. No dia seguinte, ele foi enterrado em uma cova sem marcação no Cimetière des Rois . Enquanto a localização exata da sepultura é desconhecida, uma pedra foi acrescentado no século 19 para marcar um grave tradicionalmente pensado para ser Calvino.

Teologia

Calvin desenvolveu sua teologia em seus comentários bíblicos, bem como os seus sermões e tratados, mas a expressão mais concisa de suas opiniões é encontrada em seu opus magnum, as Institutas da Religião Cristã . Ele pretende que o livro ser usado como um resumo de seus pontos de vista sobre a teologia cristã e que ser lido em conjunto com os seus comentários. [ 78 ] As várias edições de que o trabalho extensão quase toda a sua carreira como um reformador, e as sucessivas revisões o livro mostra que sua teologia mudou muito pouco desde a sua juventude até sua morte. [ 79 ] A primeira edição de 1536 consistiu em apenas seis capítulos. A segunda edição, publicada em 1539, foi três vezes mais tempo porque ele acrescentou capítulos sobre temas que aparecem na de Melanchthon Loci Comunas . Em 1543, novamente ele acrescentou material novo e ampliado um capítulo sobre o Credo dos Apóstolos . A edição final dos Institutos apareceu em 1559. Até então, o trabalho consistiu em quatro livros de oitenta capítulos, e cada livro foi nomeado após declarações do credo: Book 1 sobre Deus, o Criador, Livro 2 no no Cristo Redentor, Book 3 ao receber a graça de Cristo, através do Espírito Santo, e Livro 4 sobre a Sociedade de Cristo e da Igreja.

Frontispício da edição final do Calvin opus magnum , Institutio Religionis Christiane , que resume sua teologia.

A primeira instrução no Institutes reconhece o seu tema central. Ele afirma que a soma da sabedoria humana consiste em duas partes:. O conhecimento de Deus e de nós mesmos  Calvin argumenta que o conhecimento de Deus não é inerente à humanidade, nem pode ser descoberto através da observação deste mundo. A única maneira de obtê-lo é estudar as escrituras. Calvino escreve: "Para qualquer um para chegar a Deus, o Criador, ele precisa da Escritura como seu guia e mestre."  Ele não tenta provar a autoridade das Escrituras, mas sim o descreve como autopiston ou auto-autenticação. Ele defende a trinitária vista de Deus e, em uma posição forte polêmica contra a Igreja Católica, argumenta que as imagens de Deus levar à idolatria.  No final do primeiro livro, ele oferece seus pontos de vista sobre a providência , a escrita, "por seu Poder de Deus nutre e protege o mundo que ele fez e por sua providência governa suas partes individuais ".  Os seres humanos não são capazes de compreender plenamente por que Deus realiza qualquer ação particular, mas o que quer boas ou más as pessoas podem praticar, seus esforços sempre resultam na execução de vontade e os juízos de Deus.

O segundo livro inclui vários ensaios sobre o pecado original e da queda do homem , que se referem diretamente a Augustine , que desenvolveu essas doutrinas. Muitas vezes ele citou os Padres da Igreja , a fim de defender a causa reformada contra a acusação de que os reformadores estavam criando nova teologia. ] Na visão de Calvin, o pecado começou com a queda de Adão e propagado para toda a humanidade. O domínio do pecado é a completa, a ponto de as pessoas são levadas para o mal.  Assim, a humanidade caída está na necessidade de redenção que pode ser encontrada em Cristo. Mas antes de Calvino expôs sobre essa doutrina, ele descreveu a situação especial dos judeus que viveram durante a época do Antigo Testamento . Deus fez uma aliança com Abraão , prometendo a vinda de Cristo. Por isso, a Antiga Aliança não estava em oposição a Cristo, mas era sim uma continuação da promessa de Deus. Calvin, em seguida, descreve a Nova Aliança com a passagem do Credo dos Apóstolos que descreve o sofrimento de Cristo sob Pôncio Pilatos e seu retorno para julgar os vivos e os mortos. Para Calvino, todo o curso da obediência de Cristo ao Pai removido a discórdia entre a humanidade e Deus.

No terceiro livro, Calvin descreve como a união espiritual de Cristo e da humanidade seja alcançado. Ele primeiro define a fé como o conhecimento firme e determinada de Deus em Cristo. Os efeitos imediatos da fé são arrependimento e a remissão dos pecados. Isto é seguido por espiritual regeneração , que retorna o crente para o estado de santidade diante de transgressão de Adão. No entanto, completa perfeição é inatingível nesta vida, e que o crente deve esperar uma luta contínua contra o pecado. Vários capítulos são, então, dedicado ao tema da justificação pela fé somente . Ele definiu a justificação como "a aceitação pela qual Deus nos considera como justo a quem recebeu em graça". ] Nesta definição, é claro que é Deus quem inicia e realiza a ação e que as pessoas não têm um papel; Deus é completamente soberano na salvação. Perto do fim do livro, Calvin descreve e defende a doutrina da predestinação , uma doutrina avançou por Agostinho em oposição aos ensinamentos de Pelágio . Teólogos companheiros que seguiram a tradição agostiniana sobre este ponto incluído Tomás de Aquino e Martin Luther, ] embora formulação da doutrina de Calvino foi mais longe do que a tradição que foi antes dele.  O princípio, nas palavras de Calvino, é que "All não são criados em condições de igualdade, mas alguns são predestinado para a vida eterna, outros para a condenação eterna; e, consequentemente, como cada um foi criado para um ou outro desses fins, dizemos que ele foi predestinado para a vida ou para a morte. "

O último livro descreve o que ele considera ser a verdadeira igreja e seu ministério, autoridade e sacramentos . Ele negou a alegação papal a primazia e a acusação de que os reformadores foram cismático . Para Calvino, a Igreja foi definido como o corpo de crentes que colocaram Cristo, na sua cabeça. Por definição, houve apenas um "católico" ou "universal" da Igreja. Por isso, ele argumentou que os reformadores "teve que deixá-los a fim de que possamos vir a Cristo." Os ministros da Igreja são descritas a partir de uma passagem de Efésios , e consistiu de apóstolos, profetas, evangelistas, pastores, e médicos. Calvin considerados os três primeiros escritórios temporários, limitados em sua existência ao tempo do Novo Testamento. Os dois últimos cargos foram estabelecidos na igreja, em Genebra. Embora Calvin respeitado o trabalho dos concílios ecumênicos , considerou-os a estar sujeitos a Palavra de Deus encontrada na Escritura. Ele também acreditava que as autoridades civis e eclesiásticas estavam separados e não deve interferir com o outro. ]

Calvin definido um sacramento como um sinal terrestre associada a uma promessa de Deus. Ele aceitou apenas dois sacramentos como válida sob a nova aliança: batismo e da Ceia do Senhor (em oposição à aceitação Católica de sete sacramentos ). Ele rejeitou completamente a doutrina católica da transubstanciação e do tratamento da Ceia como um sacrifício. Ele também não pôde aceitar a doutrina luterana da união sacramental em que Cristo estava "em, com e sob" os elementos. Sua própria visão estava perto de vista simbólico de Zwingli , mas não era idêntico. Ao invés de sustentar uma visão puramente simbólico, Calvin observou que, com a participação do Espírito Santo, a fé foi alimentada e fortalecida pelo sacramento. Em suas palavras, o rito eucarístico era "um segredo muito sublime para a minha mente para entender ou palavras para expressar. Eu experimentá-la, em vez de compreendê-lo." ]

Controvérsias

Joachim Westphal discordou com a teologia de Calvino sobre a eucaristia .

Teologia de Calvino não foi sem controvérsia. Pierre Caroli , um pastor protestante em Lausanne acusado Calvin bem como Viret e Farel de Arianismo em 1536. Calvin defendeu suas crenças sobre a Trindade em Confessio de Trinitate propter calumnias P. Caroli .  Em 1551 Jérôme-Hermès Bolsec , um médico, em Genebra, atacou a doutrina da predestinação de Calvino e acusou-o de fazer de Deus o autor do pecado. Bolsec foi banido da cidade, e depois da morte de Calvin, que escreveu uma biografia que caluniado severamente caráter de Calvino. [ 99 ] No ano seguinte, Joachim Westphal , um Gnesio-Lutheran pastor em Hamburgo, condenou Calvin e Zwingli como hereges em negar a doutrina eucarística da união do corpo de Cristo com os elementos. Calvin Defensio sanae et orthodoxae doctrinae de sacramentis (A Defesa do Sober e Ortodoxa Doutrina do Sacramento) foi a sua resposta em 1555.  Em 1556 Justus Velsius , um dissidente holandês, realizou um público disputa com Calvin durante sua visita a Frankfurt , em que Velsius defendeu o livre arbítrio contra doutrina da Calvin predestinação . Após a execução de Servet, um colaborador próximo de Calvin, Sebastian Castellio , rompeu com ele sobre a questão do tratamento dos hereges. Em de Castellio Treatise on Hereges (1554), ele defendeu um foco em ensinamentos morais de Jesus no lugar da vaidade da teologia,  e ele mais tarde desenvolveu uma teoria da tolerância baseada em princípios bíblicos.]

Calvin e os judeus

Estudiosos têm debatido a visão de Calvino dos judeus e do judaísmo. Alguns argumentaram que Calvin era o menos anti-semita entre todos os grandes reformadores do seu tempo, especialmente em comparação com Martin Luther.] Outros têm argumentado que Calvin estava firmemente dentro do campo anti-semita. ] Os estudiosos concordam, no entanto, que é importante fazer a distinção entre as visões de Calvino para com os judeus bíblicos e sua atitude em relação aos judeus contemporâneos. Em sua teologia, Calvin não diferencia entre a aliança de Deus com Israel e da Nova Aliança. Ele afirmou: "todos os filhos da promessa, renascer de Deus, que obedeceram os comandos pela fé que atua pelo amor, ter pertencido à Nova Aliança, desde o princípio." ] Ainda assim, ele foi um teólogo aliança e argumentou que os judeus são um povo rejeitado que deve abraçar Jesus para voltar a entrar na aliança. [ 106 ]

A maioria das declarações de Calvino sobre o judaísmo de sua época eram polêmicos. Por exemplo, Calvino escreveu uma vez: "Eu tive muita conversa com muitos judeus:. Eu nunca ter visto nem uma gota de piedade ou um grão de verdade ou ingenuidade - ou melhor, eu nunca encontrei o senso comum em qualquer judeu"] A este respeito, ele diferia pouco de outros teólogos protestantes e católicos de sua época.] Entre seus escritos existentes, Calvin apenas tratou explicitamente com questões de judeus contemporâneos e judaísmo em um tratado, [ 109 ] Resposta a questões e objeções de um certo judeu .] Nela, ele argumentou que os judeus descaracterizou as suas próprias escrituras, porque eles perdem a unidade do Antigo e Novo Testamentos.]

Pensamento político

O objetivo da teoria política de Calvin era salvaguardar os direitos e liberdades das pessoas comuns. Embora ele estava convencido de que a Bíblia não continha qualquer plano para uma certa forma de governo, Calvin favoreceu uma combinação de democracia e aristocracia ( governo misto ). Ele apreciou as vantagens da democracia. Para minimizar ainda mais o mau uso do poder político, Calvin proposto para dividi-lo entre várias instituições políticas, como a aristocracia, propriedades inferiores, ou magistrados em um sistema de freios e contrapesos ( separação de poderes ). Finalmente, Calvin ensinou que, se os governantes se levantam contra Deus, eles perdem o direito divino e deve ser colocado para baixo Estado e Igreja são separados, embora eles tenham de cooperar para o benefício do povo. Magistrados cristãos tem que ter certeza de que a igreja possa cumprir as suas funções em liberdade. Em casos extremos, os magistrados têm de expulsar ou executar hereges perigosos. Mas ninguém pode ser forçado a se tornar um protestante.

Calvin pensou que a agricultura e os ofícios tradicionais eram atividades humanas normais. No que diz respeito ao comércio e ao mundo financeiro era mais liberal do que Lutero, mas ambos foram rigorosamente oposta à usura. No entanto, Calvin permitida a cobrança de taxas de juros sobre os empréstimos modestos. Como os outros reformadores Calvin entendido trabalho como um meio através do qual os crentes expressaram sua gratidão a Deus por sua redenção em Cristo e como um serviço para seus vizinhos. Todo mundo foi obrigado a trabalhar; vadiagem e mendicância foram rejeitadas. A ideia de que o sucesso econômico era um sinal visível da graça de Deus desempenhou apenas um papel de menor importância no pensamento de Calvino. Tornou-se mais importante para depois, formas parcialmente secularizadas do calvinismo e tornou-se o ponto de partida de Max Weber teoria 's sobre a ascensão do capitalismo .

Os trabalhos selecionados

O primeiro trabalho publicado de Calvino foi um comentário do Seneca o mais novo 's De Clementia . Publicado às suas próprias custas, em 1532, mostrou que ele era um humanista, na tradição de Erasmus com um profundo conhecimento da erudição clássica.  Seu primeiro trabalho teológico, o Psychopannychia , tentou refutar a doutrina do sono da alma , promulgada pela os anabatistas . Calvin provavelmente o escreveu durante o período que se seguiu o discurso de Cop, mas não foi publicado até 1542, em Estrasburgo.

Calvino escreveu muitas cartas aos líderes religiosos e políticos de toda a Europa, incluindo este enviado para Edward VI de Inglaterra .

Calvin produzidos comentários sobre a maior parte dos livros da Bíblia. Seu primeiro comentário sobre Romanos , foi publicado em 1540, e que ele planejava escrever comentários sobre todo o Novo Testamento. Seis anos se passaram antes que ele escreveu sua segunda, um comentário sobre I Coríntios , mas depois que ele dedicou mais atenção a alcançar seu objetivo. Dentro de quatro anos, ele havia publicado comentários sobre todas as epístolas de Paulo , e ele também revisou o comentário sobre Romanos. Ele então voltou sua atenção para as epístolas gerais , dedicando-lhes para Edward VI de Inglaterra . Por 1555 ele havia terminado seu trabalho sobre o Novo Testamento, terminando com os Atos e os Evangelhos (ele omitiu apenas os breves segundos e terceiros Epístolas de João eo Livro do Apocalipse ). Para o Antigo Testamento, ele escreveu comentários sobre Isaías , os livros do Pentateuco , o Salmos , e Joshua . O material para os comentários muitas vezes originado de palestras para estudantes e ministros que ele retrabalhadas para publicação. No entanto, a partir de 1557 em diante, ele não poderia encontrar o tempo para continuar com este método, e ele deu a permissão para suas palestras a ser publicado a partir de notas 'stenographers. Estes Praelectiones cobriu os profetas menores , Daniel , Jeremias , Lamentações , e em parte de Ezequiel . ]

Calvin também escreveu muitas cartas e tratados. Na sequência do anúncio Responsio Sadoletum , Calvino escreveu uma carta aberta a pedido de Bucer de Charles V em 1543, Supplex exhortatio anúncio Caesarem , defendendo a fé reformada. Isto foi seguido por uma carta aberta ao papa ( Admonitio paterna Pauli III ) em 1544, em que Calvin admoestou Paulo III para privar os reformadores de qualquer perspectiva de reaproximação. O papa passou a abrir o Concílio de Trento , que resultou em decretos contra os reformadores. Calvin refutou os decretos, produzindo o Acta Synodi Tridentinae cum Antidoto em 1547. Quando Charles tentou encontrar uma solução de compromisso com a Provisório Augsburg , Bucer e Bullinger pediu Calvin para responder. Ele escreveu o tratado, Vera Christianae pacificationis et ratio reformandae Ecclesiae , em 1549, no qual ele descreve as doutrinas que devem ser defendidos, incluindo a justificação pela fé.

Calvin fornecido muitos dos documentos fundamentais para igrejas reformadas, incluindo documentos sobre o catecismo, a liturgia, e governo da igreja. Ele também produziu várias confissões de fé, a fim de unir as igrejas. Em 1559, ele redigiu a confissão de fé francês, o gaulês Confissão , e do sínodo em Paris aceitou com poucas mudanças. A Confissão Belga de 1561, uma confissão de fé holandês, foi parcialmente baseado no gaulês Confissão.

Legado

Retrato de Calvin por Titian

Após a morte de Calvin e seu sucessor, Beza, o conselho da cidade de Genebra gradualmente ganhou o controle sobre as áreas da vida que antes eram de domínio eclesiástico. O aumento da secularização foi acompanhada pelo declínio da igreja. Mesmo a Genebra Académie foi eclipsado pelas universidades em Leiden e Heidelberg , que se tornaram os novos redutos de idéias de Calvino, identificado pela primeira vez como " Calvinismo ", de Joachim Westphal em 1552. Em 1585, Genebra, uma vez que a fonte do movimento de reforma, tornou-se meramente seu símbolo. No entanto, Calvin sempre advertiu contra descrevendo-o como um "ídolo" e Genebra como um novo "Jerusalém". Ele incentivou as pessoas a adaptar-se a ambientes em que se encontravam. Mesmo durante a sua troca polêmica com Westphal, ele aconselhou um grupo de refugiados de língua francesa, que se tinham estabelecido em Wesel , Alemanha, para se integrar com as igrejas luteranas locais. Apesar de suas diferenças com os luteranos, ele não negou que eles eram membros da Igreja verdadeira. Reconhecimento de Calvino sobre a necessidade de se adaptar às condições locais tornou-se uma característica importante do movimento de reforma, uma vez que se espalhou pela Europa.

Os últimos momentos de Calvin (Barcelona: Montaner y Simón, 1880-1883)

Devido ao trabalho missionário de Calvino na França, o seu programa de reformas, eventualmente, chegou às províncias de língua francesa da Holanda. Calvinismo foi adotada no eleitorado do Palatinado sob Frederick III , o que levou à formulação do Catecismo de Heidelberg , em 1563. Esta ea Confissão Belga foram adotados como padrões confessionais no primeiro Sínodo da Igreja Reformada Holandesa em 1571. Vários teólogos líderes , seja calvinista ou aqueles simpáticos ao Calvinismo, estabeleceu-se em Inglaterra (Martin Bucer, Peter Martyr , e Jan Laski ) e Escócia ( John Knox ). Durante a Guerra Civil Inglês , os calvinistas puritanos produziu a Confissão de Westminster , que se tornou o padrão confessional para presbiterianos no mundo de fala Inglês. À medida que o Império Otomano não forçar a conversão muçulmana em seus territórios ocidentais conquistados, idéias reformadas foram rapidamente adotada nos dois terços da Hungria que ocupavam (o Habsburg -ruled terceira parte da Hungria permaneceu católica). A Reformed Sínodo Constitucional foi realizada em 1567, em Debrecen, o principal hub de Hungarian calvinismo, onde a Segunda Confissão Helvética foi adotado como a confissão oficial de húngaros calvinistas . Tendo-se estabelecido na Europa, o movimento continuou a se espalhar para outras partes do mundo, incluindo América do Norte, África do Sul e Coreia. ]

Calvin não viveu para ver a base do seu trabalho se transformar em um movimento internacional; mas a sua morte permitiu que suas idéias para sair da sua cidade de origem, para ter sucesso muito além de suas fronteiras, e procurando estabelecer a sua própria personalidade distinta.

Calvin é reconhecido como um renovador da Igreja em igrejas luteranas, e como um santo na Igreja da Inglaterra , que é comemorado em 26 de maio,  e em 28 de Maio pela Igreja Episcopal (EUA).

FONTE www.estudarhistoriadaigreja.blogspot.com

fonte wikipedia