Translate this Page

Rating: 3.0/5 (890 votos)



ONLINE
8




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter


Charles Spurgeon comentario biblico de Salmos N.12
Charles Spurgeon comentario biblico de Salmos N.12

Tesouro de Davi Salmos 11 

versículos 1-7

 

. ASSUNTO Charles Simeon dá um excelente resumo deste Salmo nas seguintes frases:. Â € "" Os Salmos são um rico repositório de conhecimento experimental David, nos diferentes períodos de sua vida, foi colocado em quase todas as situações em que um crente , seja rico ou pobre, pode ser colocada; nestas composições celestes que delineia todo o funcionamento do coração ele introduz, também, os sentimentos e comportamentos das várias pessoas que estavam acessório, quer para os seus problemas ou suas alegrias;. e, assim, conjuntos diante de nós um compêndio de tudo o que está passando nos corações dos homens em todo o mundo. Quando ele escreveu este Salmo ele estava sob perseguição de Saul, que procurava a sua morte, e caçou-o `como uma perdiz nos montes". Seus amigos tímidos estavam alarmados por sua segurança, e recomendou-o a fugir para alguma montanha, onde ele tinha um esconderijo, e, portanto, a esconder-se da fúria de Saul. Mas David, ser forte na fé, rejeitou a idéia de recorrer a qualquer tais expedientes pusilânimes, e determinado com confiança para depositar sua confiança em Deus ".

 

Para ajudar-nos a lembrar este Salmo curto, mas doce, vamos dar-lhe o nome de "a canção do STEADFAST."

 

DIVISÃO. A partir de Salmos 11: 1-3 , David descreve a tentação com a qual ele foi assaltado e, a partir Salmos 11: 4-7 , os argumentos pelos quais sua coragem foi sustentado.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 1. Estes versos contêm uma conta de uma tentação a desconfiar de Deus, com o qual David foi, em alguma ocasião de mencionar, muito exercido. Pode ser, que nos dias quando ele estava na corte de Saul, ele foi aconselhado a fugir numa época em que voar teria sido cobrado contra ele como uma violação do dever para com o rei, ou uma prova de covardia pessoal. Seu caso era como a de Neemias, quando seus inimigos, sob o manto da amizade, a esperança de apanhá-lo, aconselhando-o a fugir para salvar sua vida. Se ele tivesse feito isso, eles poderiam então ter encontrado um motivo de acusação. Neemias bravamente respondeu, "é um homem como eu fugiria?" e David, num espírito semelhante, se recusa a recuar, exclamando:

 

No Senhor confio: como dizeis à minha alma: Fugi como um pássaro ? A sua montanha Quando Satanás não pode nos derrubar por presunção, como craftily ele vai buscar para nos arruinar pela desconfiança! Ele vai empregar nossos amigos mais queridos para nós argumentam fora da nossa confiança, e ele vai usar essa lógica plausível, que a menos que uma vez por todas fazer valer a nossa confiança imóveis em Jeová, ele nos fará como o pássaro tímido, que voa para a montanha sempre perigo se apresenta.

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Salmo todo. A conta mais provável de ocasião deste Salmo é aquela dada por Amyraldus. Ele acha que foi composta por David, enquanto ele estava na corte de Saul, num momento em que a hostilidade do rei estava começando a mostrar-se, e antes que ela tinha quebrado para fora em perseguição aberta. Amigos de Davi, ou aqueles que professam ser assim, aconselhou-o a fugir às suas montanhas nativas por um tempo, e permanecer na aposentadoria, até que o rei deveria mostrar-se mais favorável. David não naquele momento aceitar o conselho, embora depois ele parece ter seguido ele. Este salmo aplica-se ao estabelecimento da igreja contra as calúnias do mundo e o conselho comprometendo do homem, em que a confiança que deve ser colocado em Deus, o juiz de todos. W. Wilson, DD, em loc., 1860.

 

Salmo todo. Se alguém pode oferecer para fazer uma conjectura modesta, não é improvável este salmo pode ser composto na triste assassinato dos sacerdotes por Saul ( 1 Samuel 22:19 ), quando após o abate de Abimeleque, o sumo sacerdote, Doegue, o edomita, pelo comando de Saul, "matou em um dia oitenta e cinco homens que vestiam éfode de linho." Eu não sou tão carnal como para construir a igreja espiritual dos judeus nas paredes materiais da cidade dos sacerdotes em Nobe (que, em seguida, por Doegue foi ferido com o fio da espada), mas isso é mais verdadeiro, que "o conhecimento deve preservar as pessoas "; e ( Malaquias 2: 7 )," os lábios dos sacerdotes deve preservar o conhecimento ", e então é fácil concluir, o que um terremoto este massacre poderia fazer nos fundamentos da religião. Thomas Fuller.

 

Salmo todo. Observe como notavelmente todo o Salmo corresponde com a libertação de Ló de Sodoma. Este verso, com a exortação do anjo: "Fuja para as montanhas, para que não pereças", e resposta de Ló, "eu não posso escapar para as montanhas, para que não me apanhe este mal, e eu morra." Gênesis 19: 17-19 . E mais uma vez, "o banco do Senhor está no céu, e sobre os ímpios fará chover laços, fogo, enxofre, vendavais e tempestades", com "Então o Senhor fez chover sobre Sodoma e Gomorra enxofre e fogo do céu:" e novamente "Sua fisionomia atenta para a coisa que é justo ", com" livrou o justo Ló ... porque este justo aborreciam sua alma justa com as obras de impiedade ". 2 Pedro 2: 7-8 . Cassidorus (AD, 560) em John Mason Neal "Comentário sobre o Salmos, de escritores primitivos e medievais", 1860.

 

Salmo todo. Os combatentes no lago Thrasymene são disse ter sido tão absortos com o conflito que nenhuma das partes perceberam as convulsões da natureza que abalaram o € groundâ "

 

"Um terremoto cambaleou unheedingly distância, Nenhum sentiu natureza popa balançando em seus pés."

 

A partir de uma causa mais nobre, é, assim, com os soldados do Cordeiro. Eles acreditam, e, portanto, não fazem nenhuma pressa; nay, eles dificilmente pode ser dito para se sentir convulsões da terra como os outros homens, porque a sua esperança ansiosa pressiona para a frente para a questão com o advento do Senhor. Andrew A. Bonar.

 

Ver. 1. Eu confio no Senhor, como dizeis à minha alma, Swerve sobre a sua montanha como um pássaro? (outros, "ó pássaro." ) Saul e seus adeptos zombado e escarnecido David com tais discursos insultos, como conceber que ele sabia que nenhum outro turno ou refúgio, mas assim betaking se entregou vagando e escondido nas montanhas; hopping, por assim dizer, de um lugar para outro como um pássaro parvo; eles, porém, para iludir e levá-lo bem o suficiente para todos os que, não considerando Deus que era conforto, descanso e refúgio de David. Theodore Haak de "Tradução das Anotações holandeses, como ordenado pelo Sínodo de Dort, em 1618." Londres, 1657.

 

Ver. 1. Com Jeová Tomei abrigo; como dizeis à minha alma: Fugi, pardais, no seu monte? "Sua colina", que colina de onde você diz que seu socorro vem: um sorriso de escárnio. Reparar para que ostentava colina, que pode realmente dar-lhe a ajuda que ele dá o pardal:. Um abrigo contra as inclemências de um céu tempestuoso, nenhuma defesa contra nosso poder Samuel Horsley, no loc.

 

Ver. 1. No Senhor confio: como dizeis à minha alma: Fugi como um pássaro a sua montanha? A santa confiança dos santos na hora de grande provação é muito bem ilustrado pelo seguinte balada que Anne Askew, que era queimado em Smithfield, em 1546, fez e cantaram quando ela estava em Newgate: â € "

 

Assim como o cavaleiro armado, | De ti meu cuidado lancei,

nomeado para o campo, | Por toda a sua apesar cruel:

Com este mundo eu vou lutar, | Eu não definido pela sua pressa;

E Cristo será meu escudo |. Pois tu és o meu prazer.

|

 

A fé é a arma forte, | Eu não sou ela essa lista

, que não deixarão a necessidade: | Minha âncora para deixar cair

meus inimigos, portanto, entre, | Para cada névoa chuviscando,

Com isso eu vou continuar. | Meu navio substancial.

 

Como é tido em força | Não oft usar I para escrever,

e a força do caminho do Christe, | Em prosa, nem em rima;

Ele vai prevalecer no comprimento, | No entanto, eu mostrarei uma visão

Apesar de todos os demônios dizem que não. | Que eu vi no meu tempo.

 

Fé nos pais velhos | Eu vi um trono real,

alcançamos a justiça; | Onde a justiça deve ter sit,

que me faz muito ousado | Mas em seu lugar foi uma

Temer angústia não do mundo. | Temperamental, cruel sagacidade.

 

Agora folgo no coração, | Absorvida era a justiça,

e os lances de esperança me fazê-lo; | A partir da inundação furiosa:

Porque Cristo vai levar minha parte, | Satanás, em seu excesso,

e facilidade-me da minha aflição. | Sugado o sangue inocente.

 

Tu dizes: Senhor, aquele que bate, | Então pensei que eu, Jesus Senhor,

Para eles queres participar: | Quando tu deve nos julgar tudo,

Desfazer, portanto, o bloqueio, | É difícil gravar

a tua forte enviar energia. | Em relação a estes homens o que vai cair.

 

Mais inimigos agora eu tenho | No entanto, Senhor, eu te desejo,

do que os cabelos na minha cabeça: | Por que eles fazem para mim,

Que não me depravar, | Deixem eles não provar o aluguer

Mas lutar tu em meu lugar. | Da sua iniqüidade.

 

Ver. 1. Como dizeis à minha alma: Fugi como um pássaro a sua montanha? Podemos observar que David é muito satisfeitos com a metáfora na comparando-se com frequência para um pássaro, e que de vários tipos: primeiro, uma águia ( Salmos 103: 5 ), "Minha mocidade se renova como a da águia," às vezes para uma coruja ( Salmos 102: 6 ): "Eu sou como uma coruja no deserto," às vezes a um pelicano, no mesmo versículo, "Like a pelicano no deserto; "às vezes para um pardal ( Salmos 102: 7 )," Eu assisto, e sou como o pardal; "às vezes a uma perdiz," como quando um Acaso caçar uma perdiz ". Eu não posso dizer que ele vos comparar-se a uma pomba, mas ele iria comparar-se ( Salmos 55: 6 ). "O que eu tinha as asas de uma pomba, para então eu iria fugir e estar em repouso", Alguns dirão: Como é possível que as aves de tão diferente uma pena deve tudo tão voar juntos como reunir-se em caráter de Davi? A quem responder, que não há dois homens podem mais diferem uns dos outros, que o mesmo servo de Deus em várias vezes difere de si mesmo. David na prosperidade, ao comandar, era como uma águia, na adversidade, quando desprezado, como uma coruja, em devoção, quando se aposentou, como um pelicano; na solidão, quando se tem nenhuma empresa, (de Saul ), como um . Perdiz Este metáfora geral de um pássaro , que David tão frequentemente usado em si mesmo, seus inimigos no primeiro verso deste Salmo usado por ele, apesar de não definir com precisão o tipo do mesmo: "Fuja como um pássaro a sua montanha"; isto é, rapidamente valer-te a teu Deus, em quem você espera por socorro e segurança.

 

Vendo esse conselho era bom em si mesmo, e bom neste momento, por que Davi, parece tão irritado e descontente thereat? Essas suas palavras, "Por que dizer-lhe minha alma: Fugi como um pássaro a sua montanha?" Importação alguma paixão, pelo ao menos, um desgosto do conselho. É respondido, David não se ofendeu com o conselho, mas com a maneira do propondo mesmos. Seus inimigos fizeram isso ironicamente em um gibing, zombando forma, como se o seu vôo para lá eram sem propósito, e ele improvável encontrar lá a segurança que ele procurado. No entanto, David não estava decide colocar para fora de vaidade com o conselho, a partir deste Salmo com esta sua resolução firme, No Senhor confio: como dizem vós, pois a minha alma, etc. Saiba que a partir daí, quando os homens nos dar bons conselhos de uma forma zombeteira, vamos dar o conselho, e praticá-la; e deixá-los a jeer a ser punido por isso. Na verdade, licores corporais podem ser envenenado por ser embrulhado em papéis envenenadas; não tão bons conselhos espirituais onde o bom assunto recebe nenhuma infecção da maneira mal da sua entrega. Assim, quando os chefes dos sacerdotes zombava nosso Salvador ( Mateus 27:43 ), "Ele confiou em Deus, livre-o agora, se ele vai tê-lo." Cristo confiou em Deus nunca nem um pouco menos para o fleere e desrespeitam que sua profanação teve o prazer de conceder a ele. Caso contrário, se zomba dos homens deve fazer-nos subestimar bom conselho, podemos nesta idade ser ridicularizado fora do nosso Deus, e Cristo, ea Bíblia, e do céu; o apóstolo Judas, ( Jude 1:18 ), tendo predisse que nos últimos tempos haveria escarnecedores, andando segundo as suas próprias cobiças. Thomas Fuller.

 

Ver. 1. É tão grande um crime fazer uma nova, de negar o verdadeiro Deus. No Senhor confio; como, então, dizer-vos a minha alma (ó sedutores de almas), "que ela deve voar até as montanhas como um pássaro; " procurar desnecessária e estrangeira ajuda, como se o Senhor por si só não foram suficientes? "O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza, e ele que me livra, meu Deus, e minha força, em quem eu confio:. O meu escudo, a força da minha salvação, eo meu refúgio Invoco o Senhor, que é digno de ser louvado, e serei salvo dos meus inimigos. " "A quem tenho eu no céu senão a ti", entre esses milhares de anjos e santos, o que Michael ou Gabriel, o que Moisés ou Samuel, o Peter, o Paul? "e não há ninguém na terra que eu deseje em comparação de ti." John King, 1608.

 

Ver. 1. Em tentações de problemas dentro e terror, não é conveniente para disputar o assunto com Satanás. David em Salmos 42:11 , parece se corrigir o seu erro; sua alma foi derrubado dentro dele, e para a cura de que a tentação, ele se preparou por argumentos para uma disputa; mas percebendo-se em um curso errado, ele chama-lhe a alma do inquietação para uma aplicação imediata a Deus e as promessas, "A confiança ainda em Deus, pois ainda o louvarei;" mas aqui ele é mais aforehand com o seu trabalho; pois enquanto seus inimigos foram agiu por Satanás para desencorajá-lo, ele rejeita a tentação no início, antes que se estabeleceram em seus pensamentos, e chaseth-lo como uma coisa que ele não daria ouvidos a. No Senhor confio: como digo -vos à minha alma: Fugi como um pássaro a sua montanha? E há razões de peso que deve dissuadir-nos de entrar nas listas com Satanás em tentação de problemas para dentro. Richard Gilpin.

 

Ver. 1. A sombra não vai esfriar, exceto nele. Que bom ter a sombra apesar de um poderoso rocha, quando se sentar ao sol aberto? Para ter poder onipotente contratado por nós, e devemos lançar-nos fora dele, por sallies negrito na boca da tentação! Quedas dos Santos ter sido quando eles saem de sua trincheira e forte; pois, como os coelhos, eles são um povo fraco em si mesmos, e sua força reside na rocha da onipotência de Deus, que é a sua habitação. William Gurnall.

 

Ver. 1. Os santos do passado não aceitaria libertações em termos de base. Eles desprezado a voar para o gozo de descanso não ser que fosse com as asas de uma pomba, cobertas com a inocência de prata. Como dispostos eram muitos dos mártires para morrer como para jantar. Os algozes estavam cansados em torturar Blandina. "Temos vergonha, O Imperador! Os cristãos rir de sua crueldade, e fazer crescer o mais firme", disse um dos nobres de Julian. Este nações contados obstinação; mas não sabia que o poder do Espírito, nem a armadura segredo da prova, que santos desgaste sobre os seus corações. John Trapp.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 1. confissão ousada de Faith, e corajoso recusa.

 

Ver. 1. Teacheth-nos a confiar em Deus, quão grande soever nossos perigos ser; também que deve ser muitas vezes agredidos fazer-nos para longe de nós esta confiança, mas ainda que devemos apegar-se a ela, como a âncora de nossa alma, segura e firme. Thomas Wilcocks.

 

Ver. 1. O conselho de covardia, ea jeer de insolência, ambos responderam pela fé. Lessona € "Tentativa nenhuma outra resposta.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 2. Como forçosamente o caso é posto! O arco é dobrado, a seta é montado na cadeia: "Foge, foge, tu pássaro indefeso, a tua segurança está em voo; begone, por teus inimigos vão enviar os seus eixos em teu coração; pressa, pressa, pois em breve estarás tu destruído!" David parece ter sentido a força do conselho, para ele chegou em casa para a sua alma; mas ainda assim ele não iria ceder, mas prefere desafiar o perigo do que apresentar uma desconfiança no Senhor seu Deus. Sem dúvida, os perigos que abrangeu David foram grande e iminente; era bem verdade que seus inimigos estavam prontos para atirar em segredo para ele;

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 2. Pois eis que a curva perverso o arco, etc. Este verso apresenta um combate desigual entre poder armado, favorecidos com a política, de um lado; e inocência nu no outro. Em primeiro lugar, poder armado: "Eles dobrar seus arcos, e apronta suas flechas", sendo toda a artilharia daquela idade; em segundo lugar, com vantagem com a política: "Para que atirarem", surpreendê-los com uma surpresa de emboscada, provavelmente, fingindo amizade e amizade entre eles; em terceiro lugar, a inocência nua: se a inocência pode ser chamado nu, que é a sua própria armadura; ", aos retos de coração." Thomas Fuller.

 

Ver. 2. Pois eis que a curva ímpio o seu arco, e apronta suas setas dentro da aljava: que te atirarem para eles que . São verdadeiros de coração As tramas dos principais sacerdotes e fariseus que Jesus a sutileza e Mate ele. Eles armaram o arco, quando eles contrataram Judas Iscariotes pela traição de seu Mestre; eles prepararam suas flechas na aljava quando procuraram "falsas testemunhas contra Jesus, para o matarem." Mateus 26:59 . "Aqueles que são verdadeiras do coração." Não só o próprio Senhor, o único verdadeiro e justo, mas seus apóstolos, e a longa fila de pessoas que devem unir fielmente a ele de que o tempo para isso. E como com o Mestre, assim com os servos: testemunhar as calúnias e os ultrajes que a partir do momento da acusação de Joseph por sua amante até os dias de hoje, têm sido o grande número de pessoas de Deus. Michael Ayguan, 1416, no Comentário de JM Neale.

 

Ver. 2. Que eles possam secretamente atirar neles que são retos de coração. Eles carregam não os seus arcos e flechas como espantalhos em um jardim de pepinos, a briga, mas para atirar, não em apostas, mas os homens; suas flechas são jacula mortifera ( Salmos 7: 2 ), flechas mortais, e para que não se deve deixar de bater, eles se aproveitam do escuro, da privacidade e sigilo; eles atiram em segredo. Agora, este é o pacto do próprio inferno. Para o que criou poder na terra é capaz de dissolver o trabalho que a crueldade e sutileza, como Simeão e Levi, irmãos de mal, são combinados e confederado para trazer para passar? Onde sutileza é engenhosa, insidiosa de inventar, crueldade bárbara para executar, sutileza dá conselhos, crueldade dá o acidente vascular cerebral. Sutileza ordena o tempo, o lugar, os meios, acomoda, concinnates circunstâncias; crueldade compromete o ato: sutileza esconde a faca, crueldade corta a garganta: subtileza com uma cabeça astuto ajunta a emboscada, plotteth o trem, o estratagema; e crueldade com um coração tão selvagem, não sticketh nas mais terríveis objetos, mais medonhos, pronto para percorrer até os tornozelos, pescoço, em um mar vermelho toda a humana, sim, o sangue país: como temível é a sua situação, que são assim assaltado! John king.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 2. A astúcia dos nossos inimigos espirituais.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 3. Foi igualmente correcto que as próprias fundações de direito e da justiça foram destruídas sob o governo injusto de Saul: mas o que eram todas essas coisas para o homem cuja confiança foi só em Deus? Ele poderia enfrentar os perigos, poderia escapar dos inimigos e desafiar a injustiça que o rodeava. Sua resposta para a pergunta: "O que pode fazer o justo?" seria a questão balcão, "O que eles não podem fazer?" Quando a oração se engaja Deus do nosso lado, e quando a fé assegura o cumprimento da promessa, o que causa pode haver para o vôo, no entanto cruéis e poderosos os nossos inimigos? Com uma funda e uma pedra, David ferira um gigante diante do qual todo o exército de Israel estavam tremendo, e o Senhor, que o livrou da incircunciso filisteu, certamente poderia livrar do rei Saul e seus esbirros. Não existe essa palavra como "impossibilidade" na linguagem da fé; que a graça marcial sabe lutar e conquistar, mas ela não sabe como fugir.

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 3. Quando os fundamentos são destruídos, que pode fazer o justo? Mas agora estamos vai de encontro com uma objeção gigante, que com Golias devem ser removidos, ou então ele irá obstruir os nossos processos atuais. É possível que os fundamentos da religião deve ser destruído? Deus pode estar em tão longo sono, sim, uma tão longa letargia, como pacientemente para permitir que as suas ruínas? Se ele olha, e ainda não se vê essas fundações , quando destruído, onde, em seguida, é a sua onisciência? Se ele vê-lo, e não posso ajudá-lo, onde, em seguida, é a sua onipotência? Se ele vê-lo, pode ajudá-lo, e não, onde, em seguida, é a sua bondade e misericórdia? Marta disse a Jesus ( João 11:21 ): "Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido." Mas muitos vão dizer, Se Deus efetivamente presente no mundo com seus atributos citados acima, certamente as fundações não tivesse morrido, não tinha sido destruída . Nós responder negativamente, que é impossível que os fundamentos da religião nunca deve ser totalmente e finalmente destruído, seja em relação à igreja em geral, ou em referência a todo verdadeiro e animado membro da mesma. Para o primeiro, temos a promessa explícita de Cristo. Mateus 16:18 . "As portas do inferno não prevalecerão contra ela." Fundamenta tamen constante inconcussa Sionis . E, como para todos os particulares Christian ( 2 Timóteo 2:19 ), "No entanto, o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são dele." No entanto, embora pelas razões acima mencionadas nas acusações (a inconsistência das mesmas com os atributos de onipotência, onisciência e bondade de Deus), as fundações nunca pode totalmente e, finalmente, ainda que eles possam ser parcialmente destruído, quoad gradum, em um grau de quatro vezes, como segue. Em primeiro lugar, nos desejos e máximos esforços dos homens maus,

 

  1. Hoc velle, Eles trazem theirâ € "2. Hoc agere,

 

  1. Totum posse.

 

Se eles destruir não os fundamentos, não é graças a eles, vendo todo o mundo vai suportar testemunha que eles têm feito o seu melhor (ou seja, o seu pior ), o seu poder e malícia poderia realizar. Em segundo lugar, na sua própria imaginação vaidoso: eles podem não só vão se vangloriar, mas também realmente acredito que eles tenham destruído as . Fundações aplicável a este propósito, é que a alta discurso do imperador romano ( Lu 2: 1 ): "E aconteceu aconteceu naqueles dias que saiu um decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo fosse recenseado ". Todo o mundo! Considerando que ele tinha, embora muito, nem todos na Europa, pouco na Ásia, menos na África, nenhum na América, que foi tão longe de ser conquistado, não foi tanto como conhecida pelos romanos. Mas hipérbole não é uma figura, mas a linguagem comum de orgulho; porque, na verdade Augustus tinha muito que ele proclama-se a ter todo o mundo ... Em terceiro lugar, os fundamentos podem ser destruídos como a todos aparição ilustre externa visível. A igreja em perseguição é semelhante a um navio em uma tempestade; vão para baixo todos os seus mastros, sim, às vezes por mais velocidade que eles são obrigados a cortá-las: não é um pedaço de lona para jogar com os ventos, há velas para ser visto; Eles mentem perto atado ao próprio quilha, que a tempestade pode ter menos poder sobre eles, embora quando a tempestade acabou, eles podem içar as velas tão alto, e espalhar suas telas tão amplo como nunca. Assim, a igreja no tempo de perseguição temido , mas especialmente sentida, loseth todos gayness e galhardia que podem atrair e seduzir os olhos dos espectadores, e contenta-se com o seu próprio segredo. Em uma palavra, nos dias de trabalho de aflição ela weareth seus piores roupas, enquanto seu melhor são colocados em seu guarda-roupa, na esperança segura e certa de que Deus vai dar-lhe um santo e feliz dia, quando, com alegria que ela deve vestir seu melhor vestuário. Por último, eles podem ser destruídos nos ciumentos apreensões dos melhores santos e servos de Deus, especialmente em seus acessos de melancolia. Eu vou instância em nenhum insignificante, mas em uma estrela de primeira grandeza e maior eminência, até mesmo o próprio Elias reclamando ( 1 Reis 19:10 ): "E eu, mesmo somente eu, fiquei, e buscam a minha vida, para levar -lo afastado. " Thomas Fuller.

 

Ver. . 3. Se É a única palavra de conforto no texto, que o que é dito não é positivo, mas suppositive; não thetical, mas hipotética. E, no entanto este conforto que é apenas uma faísca (pelo que estaria disposta a acender nossas esperanças), está rapidamente se entristecido com uma consideração dupla. Em primeiro lugar, suposições impossíveis produzir consequências impossíveis, "Tal mãe, tal é a filha." Portanto, certamente, o Espírito Santo de Deus não poderia supor tal coisa, mas o que era viável e possível, mas o que quer tinha, fez, ou pode vir a passar. Em segundo lugar, a palavra hebraica não é condicional im, si, forte si , mas chi, quia, quoniam, porque, e (embora aqui seja favorável proferida se ), parece contra a importar, mais nele, que o triste caso já tinha acontecido em dias de Davi. Entendo, portanto, que esta se, a nossa única esperança no texto, é provável que provar com os amigos de Jó, mas um miserável edredom. Bem, é bom saber que o pior das coisas, para que possamos fornecer-nos em conformidade; e, portanto, vamos contemplar neste caso triste, não como duvidosa, mas como foi feito; não como temia, mas sentiu; não como suspeito, mas neste momento realmente acontecido. Thomas Fuller.

 

Ver. 3. Se as fundações, etc. Meu texto é uma resposta a uma objeção tácita que alguns podem levantar; ou seja, que os justos estão querendo para si mesmos, e por sua própria facilidade e inatividade (não ousado e fazendo tanto quanto poderiam e deveriam), trair-se a esse mau estado. Em cuja defesa David mostra que, se Deus em sua vontade sábio e prazer vê-lo de montagem, por razões mais conhecidas para si mesmo, para sofrer a religião a ser reduzidos a termos de extremidade, não é colocado no poder do melhor homem vivo para remédio e corrigir o mesmo. "Quando os fundamentos são destruídos, que pode fazer o justo?" meu texto é pendurado sobre com o luto, como para um sermão fúnebre, e contém: em primeiro lugar, um caso triste supostamente, "Quando os fundamentos são destruídos . " em segundo lugar, uma pergunta triste proposto, " o que pode fazer o justo? " em terceiro lugar, uma resposta triste implícita, ou seja, que eles podem fazer nada, como a esse ponto de restabelecer a fundação destruída. Thomas Fuller.

 

Ver. 3. Se forem destruídos os fundamentos, etc. A fundação civil, de uma nação ou povo, é suas leis e constituições. A ordem e poder que está entre eles, que é a base de um povo; e quando uma vez que esta fundação é destruído, o que pode fazer o justo? O que pode o melhor, o mais sábio do mundo, fazer em tal caso? O que qualquer homem pode fazer, se não existe uma base de governo de esquerda entre os homens? Não há nenhuma ajuda nem resposta, nesse caso, mas o que se segue no quarto verso do Salmo, "O Senhor está no seu santo templo, o trono do Senhor está nos céus; os seus olhos contemplam, as suas pálpebras provam os filhos dos homens ; " como se ele tivesse dito, em meio a essas confusões, quando, como é dito ( Salmos 82: 5 )," Todos os fundamentos da terra estão fora de curso "; contudo, Deus mantém seu curso ainda, ele é onde ele era e como ele era, sem variableness ou sombra de mudança. Joseph Caryl.

 

Ver. 3. O justo. O justo indefinidamente, o que equivale ao justo universalmente; não só os justos como uma única flecha, mas em todo o maço; não só os justos em seu pessoal, mas em sua capacidade difusora. Todos eles foram recolhidos em um só corpo, foram todos os justos vivos na mesma idade em que os fundamentos são destruídos, convocou-se e modelada em uma corporação, todos os seus esforços conjuntos provaria ineficaz para o restabelecimento dos caídos fundações, como não sendo do homem trabalho, mas apenas a obra de Deus para executar. Thomas Fuller.

 

Ver. 3. As fundações. Posições, as coisas anteriormente fixos, colocados, e liquidadas. Não é dito, se o telhado ser ruinoso, ou se as paredes laterais ser quebrado, mas se as fundações.

 

Ver. 3. Fundações ser destruída. No plural. Aqui eu não vou justificar minha habilidade em arquitetura, mas conceber isso pode passar por uma verdade incontestável: é possível que um edifício se estabeleceram em várias inteiras fundações (suponho que eles pilares ) perto uns aos outros, se um deles cair, ainda a estrutura pode ficar parado, ou melhor pendurar (pelo menos por um curto período de tempo), em virtude da complicativo , que recebe a partir de tais fundações que estão ainda seguro. Mas no caso de haver uma derrota total e uma total ruína de todas as fundações, ninguém pode fantasia para si a possibilidade de subsistência desse edifício. Thomas Fuller.

 

Ver. 3. O que pode fazer o justo? A lata do justo é limitada pode, limitar-se à regra da Palavra de Deus; eles podem fazer nada, mas o que eles podem legalmente fazer. 2 Coríntios 13: 8 . "Para nós pode fazer nada contra a verdade, mas a verdade:" Illud . Possumus, quod jure possumus Os homens maus podem fazer nada; sua consciência, que é tão grande que é nenhuma, irá suportá-los para fora para agir qualquer coisa como soever ilegal, à facada, veneno, massacre, por qualquer meio, a qualquer momento, em qualquer lugar, qualquer que permanece entre eles ea efetuando dos seus desejos. Não é assim o justo; eles têm uma regra segundo a qual a andar, que eles não vão, eles não devem, eles não se atrevem, cruz. Se, portanto, um homem justo foram certeza, que pela violação de um dos mandamentos de Deus, ele pode restaurar a religião decadente e reassentar-lo statu quo prius, suas mãos, cabeça e coração estão amarrados, ele pode não fazer nada, porque a condenação deles é apenas que dizem ( Romanos 3: 8 ), "Façamos o mal que venha o bem dela."

 

Ver. 3. Do. Não é dito, que eles podem pensar? É uma grande bênção que Deus permitiu que as pessoas feridas, que, embora de outra forma oprimidos e angustiados, eles podem livremente ampliar-se em seus pensamentos. Thomas Fuller.

 

Ver. 3. vezes Sinning já estive vezes orando dos santos: este enviou Esdras com o coração pesado que confessar o pecado de seu povo, e para lamentar suas abominações diante do Senhor. Ezra 9: 1-15 . E Jeremias diz o ímpio da sua idade degenerada, que "sua alma deve chorar em lugares secretos para seu orgulho." Jeremias 13:17 . Na verdade, às vezes o pecado vem a uma altura tal, que este é quase o divino pode fazer, para entrar em um canto, e chorará das corrupções gerais da idade. Tudo "Quando os fundamentos são destruídos, que pode fazer o justo?" Tal dias sombrios de confusão nacional nossos olhos viram, quando fundações do governo foram destruídos, e todos atiraram em confusão militar. Quando é assim, com um povo, "O que pode fazer o justo fazer?" Sim, este que pode, e deve fazer ", jejuar e orar." Ainda há um Deus no céu a ser procurado, quando a libertação de um povo é lançada para além da ajuda da política ou poder humano. Agora é o momento adequado para fazer seu apelo a Deus, como as palavras seguinte sugestão: "O Senhor está no seu santo templo, o trono do Senhor está nos céus," em que as palavras, Deus é apresentado sentado no céu como um templo, para a sua incentivo, eu conceber, em um estado tão desesperada de coisas, para dirigir suas orações para lá para a libertação. E, certamente, este tem sido o motor que tem sido instrumental, acima de qualquer, para restaurar esta nação pobre novamente, e põe-na sobre a fundação de que o governo legal de que tinha tão perigosamente partiu. William Gurnall.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 3. Isto pode fornecer um discurso duplo.

 

  1. Se juramento e promessa de Deus poderia remover , o que poderíamos fazer? Aqui a resposta é fácil.

 

  1. Se todas as coisas terrenas falhar , ea queda estado muito em pedaços, o que podemos fazer? Podemos sofrer com alegria, a esperança alegremente, esperar pacientemente, orar fervorosamente, acredito que com confiança, e triunfar finalmente.

 

Ver. 3. A necessidade de manter e pregando verdades fundamentais.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 4. David declara aqui a grande fonte de sua coragem inabalável. Ele empresta sua luz heavenâ € "da grande órbita central da divindade. O Deus do crente nunca está longe dele; Ele não é apenas o Deus dos fortaleza das montanhas, mas dos vales perigosos e planícies de batalha.

 

O Senhor está no seu santo templo. Os céus estão acima de nossas cabeças em todas as regiões da terra, e assim é o Senhor sempre perto de nós em cada estado e condição. Esta é uma razão muito forte por isso que não devem adotar as sugestões vis de desconfiança. Há que invoca seu precioso sangue em nosso favor no templo acima, e há um sobre o trono que nunca é surdo à intercessão de seu Filho. Por que, então, devemos temer? O que parcelas homens pode conceber que Jesus não vai descobrir? Satanás tem, sem dúvida, desejava ter nós, para que vos peneirar nós como trigo, mas Jesus está no templo orando por nós, e como a nossa fé pode falhar? Que tentativas pode a marca mau que o SENHOR não vê? E desde que ele está no seu santo templo, deliciando-se com o sacrifício de seu Filho, será que ele não derrotar todos os dispositivos, e envie-nos uma libertação certeza?

 

Trono de Jeová está nos céus; ele reina suprema. Nada pode ser feito no céu, ou terra, ou para o inferno, que ele não vos ordenamos e ignorar. Ele é grande imperador do mundo. Pelo que, então, devemos fugir? Se nós confio este Rei dos reis, este não é o suficiente? Que não pode livrar-nos sem o nosso retiro covarde? Sim, bendito seja o Senhor, nosso Deus, podemos saudá-lo como Jehovahnissi; em seu nome montamos nossos banners, e em vez de vôo, que mais uma vez levantar o grito de guerra.

 

Os seus olhos contemplam. O observador eterna nunca cochila; seus olhos nunca sabe um sono.

 

As suas pálpebras provam os filhos dos homens: ele estreitamente inspeciona suas ações, palavras e pensamentos. Como os homens, quando atentamente e por pouco inspecionar algum objeto muito minuto, quase fechar as pálpebras para excluir todos os outros objetos, assim o Senhor olha todos os homens através de e. Deus vê cada homem tanto e tão perfeitamente como se não houvesse nenhuma outra criatura no universo. Ele nos vê sempre; ele nunca tira o olho de nós; ele nos vê totalmente, lendo os recessos da alma tão facilmente como as glancings do olho. Não é este um terreno de confiança suficiente, e uma resposta abundante para as solicitações de desânimo? Meu perigo não está escondida dele; ele sabe a minha extremidade, e eu posso ter a certeza de que ele não vai sofrer me a perecer enquanto eu confiar só nele. Por que, então, devo tomar asas de um pássaro tímido, e fugir dos perigos que me cercam?

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 4. O entendimento infinito de Deus Acaso, exatamente conhecer os pecados dos homens; ele sabe, de modo a considerar. Ele Acaso, não só conhecê-los, mas intensamente eis que eles: as suas pálpebras provam os filhos dos homens, uma metáfora tomada dos homens, que o contrato das pálpebras quando eles iriam wistly e precisa contemplar uma coisa: não é um olhar transitória e descuidado. Stephen Charnock.

 

Ver. 4. Seus olhos contemplam, etc. Deus não esquadrinha como o homem penetra, na curioso por aquilo que antes estava escondido dele; sua busca não é mais, mas a sua contemplação; ele vê o coração, se contempla as rédeas; Muito olhos de Deus está à procura. Hebreus 4:13 . "Todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos", tetrachlidmena, dissecados ou anatomised . Ele tem ao mesmo tempo tão exata uma visão das coisas mais escondidas, as próprias entranhas da alma, como se tivessem sido com nunca tão grande curiosidade anatomised antes dele. Richard Alleine, 1611-1681.

 

Ver. 4. Seus olhos contemplam, etc. Considere-se que Deus não só vê em tudo que você faz, mas vê-la a esse mesmo fim que ele possa examinar e procurar nele. Ele Acaso, não só eis-lo com um olhar comum e indiferente, mas com uma busca, vigilante, e olhos curiosos:. Ele ergue sobre as razões, os motivos, as extremidades de todas as suas ações o trono do Senhor está nos céus; os seus olhos contemplam ., as suas pálpebras provam os filhos dos homens , Apocalipse 01:14 , onde Cristo é descrito, diz-se, os seus olhos são como chama de fogo: você sabe a propriedade do fogo é para procurar e fazer julgamento das coisas que estão expostos a ela, e para separar as impurezas do metal puro: assim, o olho de Deus é como o fogo, para tentar analisar as ações dos homens: ele sabe e percebe o quanto seus deveres muito mais puros têm em si de mistura, e base acaba de formalidade, a hipocrisia, a distração, e deadness: ele vê através de todas as suas pretensões ilusórias, que você joga como uma névoa diante dos olhos dos homens quando todavia tu és, mas um malabarista na religião: todos os seus truques e estratagemas de profissão exterior, todas essas coisas que você usa para cozen e iludir os homens, além disto, não pode aplicar-lhe: ele é um Deus que pode olhar através de todas aquelas folhas de figueira de profissão exterior, e discernir a nudez de seus deveres através deles. Ezequiel Hopkins, DD

 

Ver. 4. Seus olhos contemplam, etc. Tome Deus em teu conselho. Céu com vista para o inferno. Deus a qualquer momento pode dizer-te o que parcelas são incubação não contra ti. William Gurnall.

 

Ver. 4. Seus olhos contemplam, as suas pálpebras provam os filhos dos homens. Quando um criminoso, ou um acusado por qualquer ofensa, é levado perante um juiz, e se destaca no bar para ser acusado, o juiz olha para ele, os olhos dele, define seu olho sobre ele, e ele ordena o ofensor olhar na cara dele: "Olhe para mim", diz o juiz, "e falar:" culpa geralmente obscurece a testa e as roupas da testa; o peso da culpa mantém para baixo a cabeça! o malfeitor tem olhar doente, ou não ousa olhar para cima; quão feliz é ele, se o juiz olha de cima dele. Temos uma tal expressão aqui, falando do Senhor, o grande juiz do céu e da terra: "Suas pálpebras provam os filhos dos homens," como um juiz tenta uma pessoa culpada com seu olho, e lê os caracteres de sua maldade impressas em a cara dele. Assim, temos um discurso comum em nossa língua, tal pessoa é suspeita, ou, ele tem um olhar culpado. Naquele grande entrega prisão descrito em Apocalipse 06:16 , Todos os presos gritam para ser escondida do rosto daquele que sentou-se no trono. eles não podiam olhar para Cristo, e eles não podiam suportar Cristo deve olhar sobre eles; as pálpebras de Cristo tente os filhos dos homens ... A maldade não pode suportar a estar sob a observação de qualquer olho muito menos do olho da justiça. Por isso, os atores do que dizer: " Quem vê nós?" É muito difícil não demonstrar a culpa do coração no rosto, e é tão difícil tê-lo visto lá. Joseph Caryl.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 4. A elevação, mistério, supremacia, pureza, everlastingness, invisibilidade, etc., do trono de Deus.

 

Ver. . 4-5 Nestes versos marcar o fato de que os filhos dos homens, bem como o justo, são julgados; trabalhar para fora o contraste entre os dois ensaios em seus projetos e resultados, etc.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 5. O Senhor prova o justo; ele não vos odeiam, mas apenas tenta-los. Eles são preciosos para ele, e, portanto, ele refina-los com aflições. Nenhum dos filhos do Senhor pode esperar para escapar do julgamento, nem, de fato, em nossas mentes certas, que qualquer um de nós o desejo de fazê-lo, para o julgamento é o canal de muitas bênçãos.

 

"É a minha felicidade abaixo

 

Não viver sem a cruz;

 

Mas o poder do Salvador de saber,

 

Santificando cada perda. "

 

"Trials fazer a doce promessa;

 

Trials dar nova vida à oração; Trials traga-me a seu € feetâ "

 

Coloque-me baixa, e me manter lá. "

 

"Será que eu me encontro há estudos Hereâ €"

 

Sem castigo pela Waya € "Não poderia eu, com razão, o medo

 

Eu deveria provar a jogar fora? "

 

"Bastards pode escapar da haste,

 

Afundado em delírio vão terrena; Mas o verdadeiro filho nascido de Deus

 

Deve nota € "não iria, se pudesse." William Cowper.

 

Não é esta uma razão muito convincente por que não devemos desconfiança esforçar-se para evitar um julgamento? â € "porque, fazendo isto que estamos procurando evitar uma bênção.

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 5. O Senhor prova o justo. Exceto os nossos pecados, não há tal abundância de qualquer coisa em todo o mundo, há de problemas que vêm do pecado, como um mensageiro pesado veio a trabalho após o outro. Uma vez que não está no paraíso, mas no deserto, devemos procurar um problema atrás do outro. Como um urso vieram a Davi depois de um leão e um gigante depois de um urso, e um rei depois de um gigante, e filisteus depois de um rei, assim, quando os crentes têm lutado com a pobreza, eles devem lutar com inveja; quando eles lutaram com inveja, estas devem lutar com infâmia; quando a ter lutado com infâmia, eles devem lutar com a doença; se-ão como um trabalhador que nunca está fora do trabalho. Henry Smith.

 

Ver. 5. O Senhor prova o justo. Tempos de aflição e perseguição vai distinguir o precioso do vil, ele vai diferença o professor contrafacção do verdadeiro. A perseguição é pedra de toque de um cristão, é um Lydius lapis que vai tentar o que os homens de metal são feitas, quer se trate de prata ou de estanho, ouro ou escória, trigo ou joio, sombra ou substância, carnal ou espiritual, sincero ou hipócrita. Nada fala mais solidez e retidão do que uma perseguir a santidade, mesmo assim, quando a santidade é mais afligidos, perseguidos e perseguidos no mundo: manter-se firme em provas de fogo argumenta muita integridade dentro. Thomas Brooks.

 

Ver. 5. Observe a oposição singular das duas frases. Deus odeia o ímpio, e, portanto, em contraste, ele ama os justos; mas é dito aqui que ele tenta-los; por isso segue-se que para tentar amar está com Deus a mesma coisa. CHS

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. . 4-5 Nestes versos marcar o fato de que os filhos dos homens, bem como o justo, são julgados; trabalhar para fora o contraste entre os dois ensaios em seus projetos e resultados, etc.

 

Ver. 5. O Senhor prova o justo.

 

  1. Quem são julgados?

 

  1. O que neles é tentado? â € "A fé, amor, etc.

 

  1. De que maneira? â € "Trials de toda espécie.

 

  1. Quanto tempo?

 

  1. Com que objetivo?

 

Ver. 5. Sua alma odeia. O rigor do ódio de Deus pelo pecado. Ilustre por julgamentos providenciais, ameaças, sofrimentos do Fiador, e os terrores do inferno.

 

Ver. 5. A prova do ouro, eo varrendo para fora do lixo.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 6. Mas ao ímpio e ao que ama a violência a sua alma odeia : por que, então, fugirei da estes homens maus? Se Deus os odeia, eu não temê-los. Haman foi muito grande no palácio até que ele perdeu o favor, mas quando o rei desprezou-o, como negrito foram os atendentes mais médios para sugerir a forca para o homem em quem eles tinham muitas vezes tremeu! Olhe para a marca negra sobre os rostos de nossos perseguidores, e não deve fugir deles. Se Deus está na briga, assim como nós, seria insensato a questionar o resultado, ou evitar o conflito. Sodoma e Gomorra pereceram por uma chuva de fogo, e por uma chuva de enxofre do céu; assim será a todos os ímpios. Eles podem se reunir como Gog e Magog para a batalha, mas o Senhor vai chover sobre eles "uma chuva inundante, e grandes pedras de saraiva, fogo e enxofre:" Ezequiel 38:22 . Alguns expositores pensam que no termo "vento tempestuoso," não há no hebraico uma alusão a que a queima, sufocando vento, que sopra através dos desertos árabes, e é conhecido pelo nome de Simoom. "Uma tempestade de queima", Lowth chama, enquanto outro grande comentarista lê-lo "ira vento," em qualquer versão da linguagem é cheia de terrores. O que uma tempestade será isso que deve dominar os inimigos do Deus! Oh! o que é um chuveiro será isso que deve derramar-se para sempre sobre a cabeça indefesas de pecadores impenitentes no inferno! Arrependei-vos, ó rebeldes, ou esse dilúvio de fogo em breve rodeiam. Horrores do inferno será a sua herança, sua propriedade implicou,

 

a porção do seu copo. Os restos de que o copo que você deve torcer para fora, e beber para sempre. Uma gota de inferno é terrível, mas o que deve um copo cheio de tormento ser? Pense em itâ € "um copo de miséria, mas nem uma gota de misericórdia. O povo de Deus, quão tolo é a temer os rostos dos homens que em breve será lenha no fogo do inferno! Pense em seu fim, seu fim com medo, e todo o medo deles deve ser alterado em desprezo de suas ameaças, e piedade por sua miserável propriedade.

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. . 6. Sobre os ímpios fará chover laços laços para mantê-los; em seguida, se eles não ser entregue, siga fogo e enxofre, e eles não podem escapar. Este é o caso de um pecador, se ele não se arrepender; se Deus o perdão não, ele está em um laço para a tentação de Satanás, ele está em um laço para a vingança divina; deixá-lo, portanto, clamam por sua libertação, que ele pode ter seus pés em uma grande sala. As armadilhas perversas leigos para os justos, mas Deus quer impede-lhes que as suas almas nunca escapar deles, ou então ele subverte-os: ". Os laços são quebrados e nós são entregues" Não há armadilhas manter-nos tão rápido quanto os de nossos próprios pecados; eles mantêm as nossas cabeças, e inclinar-nos que não podemos olhar para cima:. um pouco facilidade elas são para ele que não tem uma consciência cauterizada Samuel Página, 1646.

 

Ver. 6. Ele fará chover laços. Como na caça com o laço, o caçador lança um laço de cima em sua presa para enredar a sua cabeça ou os pés, assim o Senhor de cima com muitas torções da linha de terror, surround, bind, e levamos cativo os inimigos de sua lei. CHS

 

Ver. 6. Ele fará chover laços, etc. Ele fará chover sobre eles quando menos pensar sobre isso, mesmo no meio de sua jovialidade, como a chuva cai em um dia justo. Ou, ele deve chover a vingança quando ele vê o bem, pois nem sempre chove. Embora ele adia-lo, ainda vai chover. William Nicholson, Bispo de Gloucester, em "Harp Strung de David e afinado", 1662.

 

Ver. 6. Sobre os ímpios fará chover laços, fogo e enxofre, e vento tempestuoso. O estranho dispensação de coisas neste mundo é um argumento que o faz de forma convincente provar que haverá um tal dia em que toda a involucra e complicações da providência deve ser claramente se desenrolava. Então o enigma ser dissolvido, por que Deus deu este e aquele canalha profano tanta riqueza, e tanto poder para fazerem o mal: não é que eles poderiam ser destruídos para sempre? Então eles serão chamados para uma conta rigorosa para todos que a abundância e prosperidade para a qual estão agora invejava; e quanto mais eles têm abusado, mais terrível será a sua condenação ser. Em seguida, ele será visto que Deus lhes deu não como misericórdias, mas como ". Armadilhas" Diz-se que Deus "vai chover na armadilhas mau, fogo e enxofre, e vento tempestuoso:" quando ele espalha as coisas desejáveis de neste mundo, riquezas, honras, prazeres, etc., então ele chove "armadilhas" sobre eles; e quando ele deve chamá-los para uma conta para estas coisas, então ele vai chover sobre eles "fogo e enxofre, e vento tempestuoso" de sua ira e fúria. Mergulhos, que caroused na terra, mas, no inferno não foi possível obter sequer um pobre gota de água para esfriar sua língua queimada e fogo: não tinha o seu excesso e intemperança sido tão grande em sua vida, a sua sede de fogo não tivesse sido tão atormentando após a morte; e, portanto, nesse ponto triste que Abraham dá-lo ( Lu 16:25 ), ele lhe ordena "lembre-se que tu, na tua vida, recebeste os teus bens, e do mesmo modo Lázaro somente males; e agora este é consolado, e tu és atormentado ". Eu olho para isso como uma mais amargo e um sarcasmo mais merecia; censurando-o por sua loucura bruta, em fazer as ninharias desta vida suas boas coisas. Tu recebeste os teus bens, mas agora tu atormentado. Oh, nunca chamam de tarifa roxas e deliciosos mergulhar coisas boas , se eles assim acabar em tormentos! Foi bom para ele ser envolvido em roxo, que agora está envolto em chamas? Foi bom para ele se sair deliciosamente que só foi assim fatted contra o dia da matança? Ezequiel Hopkins.

 

Ver. 6. brasas de fogo e enxofre, vendavais e tempestades: este deve . Ser a porção do seu copo Após o julgamento segue a condenação: prefigurado como vimos, pela destruição de Sodoma e Gomorra. "As armadilhas:" porque as seduções do Satanás nesta vida será seus piores castigos no próximo; o fogo da raiva, o enxofre de impureza, a tempestade de orgulho, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos ea soberba da vida. "Este será o seu quinhão;" compará-lo com a própria palavra do salmista, " o próprio Senhor é a porção da minha herança e do meu cálice ". Salmos 16: 5 . Cassidorus, no Comentário de JM Neale.

 

Ver. 6. A porção do seu copo. Hebrew, a atribuição do seu copo. A expressão se refere ao costume de distribuir a cada convidado a confusão de carne. William francês e George Skinner, 1842.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 6. Ele deve chover. Rain Gracious e chuva destruir.

 

Ver. 6. A parcela do impenitente.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 7. O delicioso contraste do último verso é bem digno de nossa observação, e que proporciona uma outra razão esmagadora por isso que devemos ser firmes e constantes, não levado com medo, ou levou a adotar expedientes carnais a fim de evitar o julgamento.

 

Porque o Senhor justo, e ama a justiça. Não é apenas seu escritório para defendê-lo, mas sua natureza a amá-la. Ele iria negar a si mesmo se ele não defendeu o justo. É essencial para o próprio ser de Deus que ele deve ser apenas; medo não, então, o fim de todas as suas provações, mas "ser justo, e não medo." Deus aprova, e, se os homens se opõem, o que importa isso?

 

Seu rosto olha para os retos. Nós nunca precisamos estar fora do semblante, pois Deus nos semblante. Ele observa, ele aprova, ele se deleita na vertical. Ele vê sua própria imagem neles, uma imagem de sua própria confecção, e, portanto, com a complacência ele considera-los. Devemos ousar colocar diante de nossa mão para a maldade, a fim de escapar aflição? Vamos ter feito com atalhos e aparas curtas, e vamos manter para esse caminho justo de direita ao longo da qual sorriso de Jeová deve nos iluminar. Somos tentados a colocar nossa luz debaixo do alqueire, para esconder nossa religião de nossos vizinhos? É sugeriu-nos que existem formas de evitar a cruz, e evitando a reprovação de Cristo? Não vamos ouvir a voz do encantador, mas procuram um aumento da fé, para que possamos lutar com os principados e potestades, e seguir o Senhor, totalmente indo para fora do arraial, levando o seu opróbrio. Mammon, a carne, o diabo, tudo vai sussurrar em nossos ouvidos: "Fuja como um pássaro a sua montanha," mas nos levantar e desafiar todos eles. "Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós." Não há espaço ou razão para o recuo. Avançar! Deixe a vanguarda empurrar! Para a frente! todos os poderes vós e paixões da nossa alma. Em! em! em nome de Deus, em! para "o Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio."

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 7. Que Deus dê graça, sem glória é inteligível; mas para admitir um homem à comunhão com Ele na glória sem a graça, não é inteligível. Não é agradável para a santidade de Deus para fazer qualquer habitante do céu, e conversar livremente com ele de uma forma de amor íntimo, sem tal qualificação da graça: o Senhor é justo e ama a justiça; seu rosto olha para os retos; ele olha para ele com um olhar sorridente, e, portanto, ele não pode favoravelmente olhar para uma pessoa injustos; de modo que essa necessidade não se baseia apenas no comando de Deus que deve ser renovada, mas na própria natureza da coisa, porque Deus, no que diz respeito à sua santidade, não pode conversar com uma criatura impura. Deus deve mudar sua natureza, ou a natureza do pecador deve ser mudado. Não pode haver comunhão amigável entre dois de diferentes naturezas, sem a mudança de um deles à semelhança do outro. Lobos e ovelhas, escuridão e luz, nunca pode concordar. Deus não pode amar o pecador como um pecador, porque ele odeia impureza por uma necessidade da natureza, bem como uma escolha de vontade. É tão impossível para ele amá-la como deixar de ser santo. Stephen Charnock.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 7. O Senhor possui justiça como um atributo pessoal, ama-lo em abstracto, e abençoa aqueles que o praticam.

fonte www.avivamentonosul.com