Translate this Page

Rating: 3.0/5 (946 votos)



ONLINE
6




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

mmmmmmmmmmm


// ]]>


Charles Spurgeon comentario biblico de Salmos N.5
Charles Spurgeon comentario biblico de Salmos N.5

                        Tesouro de Davi Salmos 5  

                                versículos 1-12

TÍTULO. "Para o músico-mor sobre Nehiloth, um Salmo de Davi". A palavra hebraica Nehiloth é retirado de outra palavra, significando "perfurar"; "para perfurar", de onde vem a significar um tubo ou uma flauta; de modo que esta canção foi provavelmente pretendia ser cantada com acompanhamento de instrumentos de sopro, como o chifre, trompete, flauta, ou corneta. No entanto, é bom ressaltar que não temos certeza da interpretação desses títulos antigos, para a Septuaginta traduz, "Para aquele que deve obter a herança", e Aben Ezra acha que denota alguma melodia antiga e bem conhecida em que este Salmo era para ser jogado. Os melhores estudiosos confessar que grande escuridão paira sobre a interpretação precisa do título; nem é muito lamentável, pois fornece uma evidência interna da grande antiguidade do Livro. Ao longo do primeiro, segundo, terceiro, e diante Salmos, você deve ter notado que o assunto é um contraste entre a posição, o caráter e as perspectivas dos justos e dos ímpios. Neste Salmo você vai notar a mesma. O salmista realiza um contraste entre ele feito justo pela graça de Deus, e os ímpios que se opunham a ele. Para a mente devota não é aqui apresentada uma visão preciosa do Senhor Jesus, de quem se disse que nos dias da sua carne, ele ofereceu orações e súplicas, com choro e lágrimas forte.

 

DIVISÃO. O Salmo deve ser dividido em duas partes, desde o primeiro até o sétimo verso, e, em seguida, a partir do oitavo para o décimo segundo. Na primeira parte do Salmo David suplica mais veementemente ao Senhor que ouve a sua oração, e, na segunda parte, ele refaz o mesmo terreno.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 1. Há dois tipos de prayers�those expressos em palavras e os desejos não pronunciados que cumprem meditações como silenciosas. As palavras não são a essência, mas as vestes de oração. Moisés no Mar Vermelho clamou a Deus, embora ele não disse nada. No entanto, o uso da linguagem pode impedir distração da mente, pode auxiliar os poderes da alma e pode excitar a devoção. David, observa-se, usa ambos os modos de oração, e anseia por um uma audiência, e por outro uma consideração. Que palavra expressiva!

 

Considere a minha meditação. Se eu ter perguntado o que é certo, dê para mim; se eu omiti para perguntar o que eu mais precisava, preencher a vaga na minha oração. "Considere a minha meditação." Que a tua santa alma considerar que, tal como apresentado pela minha todo-glorioso Mediador: em seguida, conta tu-lo na tua sabedoria, pesá-lo nas escalas, juiz te da minha sinceridade, e do verdadeiro estado das minhas necessidades e me responder em tempo útil pelo amor de tua misericórdia! Não pode ser predominante intercessão, onde não há palavras; e ai de mim! pode haver palavras, onde não há verdadeira súplica. Vamos cultivar o espírito de oração que é ainda melhor do que o hábito da oração. Pode haver parecendo oração onde há pouca devoção. Devemos começar a orar antes de se ajoelhar, e não deve cessar quando se levantam.

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 1. Dá ouvidos às minhas palavras, ó Senhor, considere a minha meditação. É certo que a maior parte dos homens, como eles balbuciar orações vãs, lânguidas e ineficazes, mais indigna o ouvido do Deus bendito, para que eles parecem em algum grau, para definir um apenas estimar sobre eles, nem esperando por qualquer sucesso a partir deles, nem mesmo parecendo ser de todo solícito sobre isso, mas comprometendo-os com o vento como palavras vãs, que na verdade eles são. Mas longe esteja de um homem sábio e piedoso, que ele deveria tão estupidamente e friamente brincar em tão sério um caso; sua oração tem uma certa tendência e alcance, em que ele pretende com os desejos assíduos e repetidas, e não só rezar para que ele possa orar, mas para que ele possa obter uma resposta; e, como ele acredita firmemente que pode ser obtido, por isso ele firmemente e constantemente, e ansiosamente insta suas petições, que ele não pode lisonjear-se com uma esperança vazia. Robert Leighton, DD

 

Ver. 1-2. Observar a ordem e a força das palavras, o meu clamor, a voz da minha oração; e também, dá ouvidos, considere, ouvi. Estas expressões todos evidenciam a urgência e energia dos sentimentos e das petições de Davi. Primeiro temos, "dar ouvidos"; isto é, me ouvir. Mas é de pouco serviço para as palavras para ser ouvido, a menos que o "grito", ou o bramido, ou a meditação, ser considerado. Como se ele tivesse dito, de uma forma comum de expressão, eu falo com profunda ansiedade e preocupação , mas com uma expressão falhando; e eu não posso me expressar, nem fazer-me entender como eu desejo. Não tu, portanto, compreender a partir de meus sentimentos mais do que eu sou capaz de expressar em palavras. E, portanto, eu adiciono meus "Cry;" que o que eu não posso expressar em palavras para te ouvir, eu posso por meu "chorar" significam a teu entendimento. E quando tu me compreendido, então, ó Senhor, Ouve a voz da minha oração, e não desprezar o que tens, portanto, ouvida e compreendida. Não estamos, no entanto, entender que a audição, compreensão e hearkening, são todos diferentes atos de Deus, da mesma forma como eles estão em nós; mas que os nossos sentimentos para com Deus são para ser assim, variada e aumentada; isto é, que são os primeiros a desejo de ser ouvido e, em seguida, que as nossas orações que são ouvidas pode ser entendida; e então, que ser compreendido, eles podem ser ouvidos aos, ou seja, não desconsiderados. Martin Luther.

 

Ver. 1. Meditação combina com a alma de súplica; meditação enche a alma com um bom licor, e, em seguida, a oração aborda-lo, e define-a-corrida. David primeira meditou, e depois falou com a língua, "Senhor, fazei-me a conhecer o meu fim." # Salmos 39: 3-4 . Não, a garantir-nos que a meditação era a mãe que gerou e deu à luz a oração, ele chama a criança pelo nome de seu pai, dá ouvidos às minhas palavras, ó Senhor, considere a minha meditação. A meditação é como a cobrança de uma peça, e na oração a descarga do mesmo. "Isaac foi para o campo para meditar." # Gênesis 24:63 . A Septuaginta, a tradução de Genebra, e Tremellius, em suas notas marginais sobre isso, leia-o de "orar"; e a palavra hebraica (ggh) usado há signifieth tanto para orar e meditar; pelo qual podemos saber que eles são muito perto semelhante; como gêmeos, eles estar no mesmo útero, na mesma palavra. A meditação é o melhor início de oração, e oração é a melhor conclusão da meditação. Quando o cristão, como Daniel, é quem primeiro abriu as janelas de sua alma pela contemplação, então ele pode ajoelhar-se à oração. George Swinnock.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 1-2. A oração em sua forma tríplice. Palavras, meditação, chorar. Mostrando como enunciado é de nenhum proveito sem coração, mas que os desejos fervorosos desejos e silenciosas são aceitos, mesmo quando não expressa.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 2. A voz do meu clamor. Em outro Salmo encontramos a expressão: "A voz do meu pranto." Weeping tem uma voz � uma fusão, o tom lamentoso, uma estridência estridente, que atinge o próprio coração de Deus; e chorando tem voz � uma eloquência que se movem a alma; vindo de nosso coração que ele chegue de Deus coração. Ah! meus irmãos e irmãs, por vezes, não podemos colocar nossas orações em palavras: eles não são nada, mas um grito: mas o Senhor pode compreender o significado, pois ele ouve uma voz em nosso grito. Para um pai amoroso gritos de seus filhos são a música, e eles têm uma influência mágica que o seu coração não consegue resistir.

 

Meu Rei e meu Deus. Observar cuidadosamente estas pequenas pronomes, "meu Rei e meu Deus". Eles são a medula e medula do fundamento. Aqui é um grande argumento por que Deus deve responder prayer� porque ele é o nosso Rei e nosso Deus. Nós não somos alienígenas para ele: ele é o rei do nosso país. Reis são esperados para ouvir os apelos de seu próprio povo. Nós não são estranhos a ele; nós somos seus adoradores, e ele é o nosso Deus: nossa pela aliança, pela promessa, por juramento, pelo sangue.

 

Pois a ti orarei. Aqui Davi expressa sua declaração de que ele vai buscar a Deus e somente a Deus. Deus deve ser o único objeto de culto: o único recurso da nossa alma em momentos de necessidade. Deixar cisternas rotas para os ímpios, e deixe a bebida dos deuses de estar sozinho a fonte divina. "A ti vai vou orar". Ele faz uma resolução, que, enquanto ele viveu, ele iria rezar. Ele nunca deixaria de suplicar, embora a resposta não deve vir.

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 1-2. Observar a ordem e a força das palavras, o meu clamor, a voz da minha oração; e também, dá ouvidos, considere, ouvi. Estas expressões toda evidência a urgência e energia dos sentimentos e das petições de David. Primeiro temos, "dar ouvidos"; isto é, me ouvir. Mas é de pouco serviço para as palavras para ser ouvido, a menos que o "grito", ou o bramido, ou a meditação, ser considerado. Como se ele tivesse dito, de uma forma comum de expressão, eu falo com profunda ansiedade e preocupação , mas com uma expressão falhando; e eu não posso me expressar, nem fazer-me entender como eu desejo. Não tu, portanto, compreender a partir de meus sentimentos mais do que eu sou capaz de expressar em palavras. E, portanto, eu adiciono meus "Cry;" que o que eu não posso expressar em palavras para te ouvir, eu posso por meu "chorar" significam a teu entendimento. E quando tu me compreendido, então, ó Senhor, Ouve a voz da minha oração, e não desprezar o que tens, portanto, ouvida e compreendida. Não estamos, no entanto, entender que a audição, compreensão e hearkening, são todos diferentes atos de Deus, da mesma forma como eles estão em nós; mas que os nossos sentimentos para com Deus são para ser assim, variada e aumentada; isto é, que são os primeiros a desejo de ser ouvido e, em seguida, que as nossas orações que são ouvidas pode ser entendida; e então, que ser compreendido, eles podem ser ouvidos aos, ou seja, não desconsiderados. Martin Luther.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 1-2. A oração em sua forma tríplice. Palavras, meditação, chorar. Mostrando como enunciado é de nenhum proveito sem coração, mas que os desejos fervorosos desejos e silenciosas são aceitos, mesmo quando não expressa.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 3. Observe, este não é tanto uma oração como uma resolução,

 

Meu ás voz tu ouvir; Eu não vou ser mudo, I vai não se cale, não vou negar meu discurso, eu vou chorar-te para o fogo que habita em mim obriga a rezar. "Nós, mais cedo pode morrer a viver sem oração. Nenhum dos filhos de Deus são possuído por um demónio mudo.

 

De manhã. Este é o momento mais apto para a relação com Deus. Uma hora da manhã vale dois à noite. Enquanto o orvalho está na grama, deixe gota graça sobre a alma. Vamos dar a Deus as manhãs dos nossos dias e na manhã de nossas vidas. Oração deve ser a chave do dia e o bloqueio da noite. A devoção deve ser tanto a estrela da manhã e a estrela da noite.

 

Se nós apenas ler a nossa versão em Inglês, e quer uma explicação sobre essas duas frases, podemos encontrá-lo na figura de um arqueiro,

 

Eu apresento a minha oração a ti, vou colocar minha oração sobre o arco, vou dirigi-lo para o céu, e então quando eu tiro a minha seta, eu vou olhar para cima para ver onde ele passou. Mas o hebraico tem um significado ainda mais completa do que este � "Eu vou dirigir a minha oração." É a palavra que é usada para a colocação em ordem de madeira e as peças da vítima sobre o altar, e é usado também para a colocação dos pães da proposição sobre a mesa. Significa apenas isso: "Eu vou organizar minha oração diante de ti;" Vou colocá-lo sobre o altar na parte da manhã, assim como o padre estabelece o sacrifício da manhã. Vou organizar a minha oração; ou, como velho Mestre Trapp tem, "Vou marshall minhas orações:" Vou colocá-los em ordem, chamar todos os meus poderes, e dize-lhes ficar em seus devidos lugares, para que eu possa orar com toda a minha força, e orar aceitável.

 

E vai olhar para cima, ou, como o hebraico poderia ser melhor traduzido, "` Eu vou olhar para fora: "Vou olhar para a resposta;. Depois de eu ter orado, vou esperar que a bênção virá" É uma palavra que é usada em outro lugar onde lemos dos que assistiram pela manhã. Então, eu vou prestar atenção para a tua resposta, ó meu Senhor! Estenderei a minha oração, como a vítima sobre o altar, e eu vou olhar para cima, e espera receber a resposta pelo fogo do céu para consumir o sacrifício.

 

Duas perguntas são sugeridas pela última parte deste versículo. Será que não perca muito da doçura e eficácia da oração por uma falta de meditação cuidadosa, antes disso, e de expectativa esperançosa depois dela? Que muitas vezes correm para a presença de Deus sem premeditação ou humildade. Nós somos como homens que se apresentam diante de um rei sem uma petição, eo que maravilha é que, muitas vezes, perder a final da oração? Devemos ter cuidado para manter o fluxo da meditação sempre correndo; para isso é a água para dirigir a fábrica de oração. É inútil para puxar para cima as comportas de um riacho seco, e depois esperar para ver a roda girar. Oração sem fervor é como caçar com um cão morto, e oração sem preparação está vendendo com um falcão cego. A oração é o trabalho do Espírito Santo, mas ele funciona por meio. Deus fez o homem, mas ele usou o pó da terra como um material: o Espírito Santo é o autor de oração, mas ele emprega os pensamentos de uma alma ardente como o ouro com que a moda do navio. Não permitamos que nossos orações e louvores ser os flashes de um cérebro quente e apressada, mas a queima constante de um fogo bem-acendeu.

 

Mas, além disso, nós não se esqueça de assistir o resultado de nossas súplicas? Somos como o avestruz, que põe seus ovos e não olha para seus filhotes. Nós semear a semente, e são demasiado ocioso para buscar uma colheita. Como podemos esperar que o Senhor abra as janelas da sua graça, e derramar sobre nós uma bênção, se não vos abrir as janelas de expectativa e olhar para cima para o favor prometido? Vamos santos link de preparação mãos com expectativa do paciente, e teremos respostas muito maiores às nossas orações.

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 3. Meu ás voz te ouvir na parte da manhã, Senhor.

 

Quando primeiros teus olhos revelar, dá a tua licença alma a fazer o mesmo; nossos corpos, mas precursar O dever do espírito: verdadeiros corações se espalhar e alçada seu Deus, como flores de fazer para o sol; Dê-lhe os teus primeiros pensamentos, então, assim tu fazer-lhe companhia durante todo o dia, e nele dormir.

 

No entanto, nunca dormem ao sol-se; oração deve amanhecer com o dia, ali estão os céus Twixt terríveis 'horas e nós; o maná não era bom Depois de sol-nascente, para o dia sullies flores. Subir para impedir que o sol; sono Acaso pecados excesso, e porta do céu se abre quando o mundo está fechada.

 

Ande com teus semelhantes; observe o silêncio E sussurros entre eles. Não uma mola ou folhas, mas tem seu hino da manhã; cada arbusto e carvalho tem conhecimento EU SOU � podes não cantar? O deixar teus cuidados e loucuras! Ir por este caminho, E tu és certeza de prosperar todo o dia.

 

Henry Vaughn, 1621-1695.

 

Ver. 3. Meu ás voz te ouvir na parte da manhã. "Na madrugada a minha oração chega à ti", disse Heman. Esse é o momento mais apto para a devoção, você sendo então fresco em seus espíritos, e livre de distrações. Que oportunidade para deveres sagrados pode apropriadamente ser chamado as asas da manhã. Edward Reyner, 1658.

 

Ver. 3. Na parte da manhã. "Nos dias de nossos pais", diz Bishop Burnet, "quando uma pessoa chegou mais cedo para a porta do seu vizinho, e pediu para falar com o dono da casa, que era uma coisa tão comum para os servos para lhe dizer com liberdade � `meu mestre está em oração ', como é agora a dizer,' meu mestre não é para cima."

 

Ver. 3. Na parte da manhã eu vou a minha oração a ti, e vai olhar para cima, ou, eu vou marshall minha oração, Farei subir petição após a petição, pedindo depois de admitir, mesmo até que eu tornar-se como Jacob, um príncipe com Deus, até eu ter ganho o campo e obteve o dia. Assim, a palavra é aplicada por uma metáfora tanto para disputas com homens e súplicas a Deus. Além disso, podemos tomar o significado claramente sem qualquer estirpe de retórica, Definir as tuas palavras em ordem diante de mim. O método é bom em tudo, seja expressa ou método secreto. Às vezes é o melhor da arte para cobri-lo: em falar há um uso especial de método, pois, embora, como se disse muito bem (falando daqueles que são mais curiosos sobre o método do que sério sobre o assunto), "Método não convertido qualquer homem, " ainda método e a ordem das palavras é muito útil. Nossos discursos não deve ser montes de palavras, mas as palavras ligada; não uma multidão de palavras, mas as palavras definido na matriz, ou, por assim dizer, na classificação e arquivo. Joseph Caryl.

 

Ver. 3. Vou a minha oração a ti e vai olhar para cima. Nas palavras você pode observar duas coisas: primeiro, a postura de David na oração; em segundo lugar, a sua prática após a oração. Em primeiro lugar, sua postura em oração, eu apresento a minha oração a ti. Em segundo lugar, a sua prática depois da oração, e eu vou olhar para cima. O profeta com estas palavras, faz uso de duas palavras militares. Primeiro, ele não só orar, mas marshall suas orações, ele iria colocá-los em ordem de batalha; tanto a palavra hebraica ($ r [) importações. Em segundo lugar, quando ele tinha feito isso, então ele seria como um espião em sua torre de vigia, para ver se ele prevaleceu, se ele tem o dia ou não; e tanto a palavra hebraica (HPC) importações. Quando David tinha definido suas orações, suas petições, em fileiras, em boa matriz, então ele foi resolvido que iria olhar para o exterior, ele iria olhar sobre ele para ver o que porta Deus enviaria em uma resposta à oração. Ele é um tolo ou um louco, ele é ou muito fraco ou muito mau, que reza e reza, mas nunca cuida de suas orações; que atira muitos uma flecha para o céu, mas nunca mente onde sua saia flechas. Thomas Brooks.

 

Ver. 3. David iria dirigir sua oração a Deus e olhar para cima; não para baixo para o mundo, para baixo a corrupção, mas para Deus o que ele iria falar. # Salmos 85: 8 . "Vou ouvir o que Deus, o Senhor vai falar:" Que a resolução do profeta seja teu, "Vou olhar para o Senhor; esperarei no Deus da minha salvação, o meu Deus me ouvirá." # Micah 7: 7 . William Greenhill, 1650.

 

Ver. 3. Eu vou dirigir a minha oração a ti, e olhar para cima, isto é, vou negociar, vou enviar minhas mercadorias espirituais, e esperam um retorno lucrativa; Vou fazer minhas orações, e não dar-lhes para perdido, mas olhar para cima para uma resposta. Deus vai trazer o homem para casa por um caminho contrário àquele pelo qual ele vagou dele. O homem caiu de Deus pela desconfiança, por ter Deus em suspeita; Deus vai trazer ele de volta pela confiança, por ter bons pensamentos sobre ele. Oh, quão ricamente laden pode a embarcação que mandes vir para fora de casa, que tu gostaria, mas longa e procurar o seu retorno! George Swinnock.

 

Ver. 3. A fé tem um ato de apoio depois da oração; ele suporta a alma para esperar uma resposta graciosa: Eu apresento a minha oração a ti, e vai olhar para cima, ou eu vou olhar; para o que, mas para um retorno? Um coração de incredulidade atira ao acaso, e nunca mente, onde as luzes de seta, ou o que vem de sua oração; mas a fé enche a alma com expectativa. Como um comerciante, quando ele lança a sua propriedade, ele conta o que ele enviou para além mar, bem como o que ele tem na mão; assim o faz fé contar sobre o que ele tem enviado para o céu em oração e não recebidas, bem como as misericórdias que tiver recebido, e estão em curso no momento. Agora essa expectativa que a fé se levanta na alma depois da oração, aparece no poder que ela tem para acalmar e compor a alma no ínterim entre o envio diante, como posso dizer, o navio de oração, e seu retorno para casa com sua rica embarque ele vai para, e é mais ou menos, conforme a força da fé é. Às vezes, a fé vem da oração em triunfo, e chora, Victoria. Ele dá um ser tal e existência à mercê orou em alma do cristão antes de qualquer probabilidade de ele parece sentir e razão, que o cristão pode silenciar todos os seus pensamentos conturbados com a expectativa da sua vinda. Sim, ele vai fazer o Christian desembolsar seus elogios para a mercê muito antes do que é recebido. ... Por falta de procura-se muitas orações está perdido. Se você não acredita, por que você reza? E se você acredita, por que não esperar? Orando você parece depender de Deus; por não esperando, você novamente renunciar a sua confiança. O que é isso, mas para tomar o seu nome em vão? O Christian, têm a sua oração em uma expectativa de santo do que você pediu sobre o crédito da promessa ... Mordecai, sem dúvida, tinha colocado muitas orações para Esther, e, portanto, ele espera à porta do rei, procurando que resposta Deus em sua providência dar therunto. Faze da mesma maneira. William Gurnall.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 3. A excelência da devoção manhã.

 

Ver. 3. (últimas duas cláusulas)

 

  1. A oração dirigida.
  2. Respostas esperado.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 4. E agora o Salmista tendo assim expressou sua resolução para orar, você ouvi-lo colocando-se a sua oração. Ele está defendendo contra os seus inimigos cruéis e perversos. Ele usa um argumento mais poderoso. Ele implora de Deus para colocá-los longe dele, porque eles estavam desagradando ao próprio Deus.

 

Porque tu não és um Deus que tenha prazer na iniqüidade, nem contigo habitará o mal de ti. "Quando rezo contra meus tentadores", diz David, "Eu rezo contra as mesmas coisas que tu mesmo abominas." Tu odeias o mal: Senhor, eu te rogo, livra -me do it!

 

Vamos aprender aqui a verdade solene do ódio que um Deus justo deve ter para com o pecado. Ele não tem prazer na iniqüidade, no entanto espirituosamente, grandiosamente, e orgulhosamente for matriz em si. Seu brilho não tem o charme para ele. Os homens podem se curvar diante vilania bem-sucedido, e esquecer a maldade da batalha na gaudiness do triunfo, mas o Senhor de Santidade não é tão-an-um como nós somos.

 

Nem o mal habito contigo. Ele não vai permitir isso o abrigo mais médio. Nem na terra como no céu deve mal partes da mansão de Deus. Oh, como tolos somos nós, se tentar entreter duas pessoas tão hostis uns aos outros como Cristo Jesus eo diabo! Tenha certeza, Cristo não vai viver no salão de nossos corações se entreter o diabo no porão de nossos pensamentos.

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 4. Não és tu um Deus que tenha prazer na iniqüidade. Como um homem que corta com uma faca cega é a causa do corte, mas não do mal de corte e cortando da faca knife�the é a causa disso; ou se um homem greve mediante um instrumento que está fora de sintonia, ele é a causa do som, mas não do sound� rangendo que a culpa é das cordas desafinados; ou, como um homem montado num cavalo coxo, agita him�the homem é a causa do movimento, mas o próprio do movimento de parada cavalo: assim Deus é o autor de cada ação, mas não do mal do que actionï¿ ½that é de homem. Ele que faz instrumentos e ferramentas de ferro ou outro metal, ele não traz a ferrugem e cancro que lhes corrupteth, que é de uma outra causa; nem o faz que trabalhador dos céus, Deus Todo-Poderoso, trazer o pecado ea iniqüidade; nem pode ele ser justamente responsabilizado se suas criaturas do solo e besuntar-se com a impureza do pecado, pois ele fez-lhes bem. coisas novas e velhas de Spencer.

 

Ver. 4-6. Aqui alienação do Senhor dos ímpios é apresentada de forma gradual, e parece aumentar em seis etapas. Primeiro, ele não tem prazer neles; Em segundo lugar, eles não permanecerão com ele; Em terceiro lugar, ele atira-os para fora, eles não pararão à sua vista; em quarto lugar, o seu coração se volta a partir deles, odeias todos os que praticam a iniqüidade; Em quinto lugar, a mão está ligado a eles, tu destruir os que falam leasing; Em sexto lugar, o seu espírito se levanta contra eles, e é alienado deles, o Senhor aborrecerá o homem sanguinário. Este distanciamento é realmente um estranho (ainda um certo) punição para os que praticam a iniqüidade. Estas palavras, "os que praticam a iniqüidade", pode ser considerado de duas maneiras. Primeiro, como a intenção (nem todos os graus de pecadores, ou pecadores de todos os graus, mas) o mais alto grau de pecadores, grande, e grandes pecadores, resolvidos e pecadores intencionais. Tal como o pecado industriously, e, por assim dizer, artificialmente, com habilidade e cuidado para obter-se um nome, como se tivessem a ambição de ser contabilizados operários que não precisa ter vergonha de fazer isso do que todos deveria envergonhar; estes, por sua rigidez sentido Escritura, são "praticam a iniqüidade." Por isso, note que os pecadores notórios tornar o pecado seus negócios ou comércio. Apesar de todo o pecado ser uma obra de maldade, mas apenas a alguns pecadores são "obreiros da iniqüidade"; e os que são chamados assim, fazer a sua vocação para o pecado. Lemos sobre alguns que amo e fazer uma mentira. # Apocalipse 22:15 . Uma mentira pode ser contada por aqueles que nem o amor nem fazê-lo; mas há mentira-makers, e eles, com certeza, são amantes de uma mentira. Tais artesãos em pecado também são descritos em # Salmos 58: 2 ½ ". Sim, de coração vos trabalho maldade; fazeis pesar a violência das vossas mãos na terra" O salmista não vos dizer, eles tinham maldade em seu coração, mas eles não trabalham lá; o coração é uma loja no interior, uma loja subterrânea; aí se intimamente inventar, forja, e forjar seus efeitos perversos, e encaixá-los em ações. Joseph Caryl.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 4. O ódio de Deus pelo pecado um exemplo para seu povo.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 5. Os loucos não pararão à tua vista. Os pecadores são tolos escrita grande. Um pequeno pecado é uma grande loucura, e o maior de todos loucura é grande pecado. Esses tolos pecaminosas como estes devem ser banidos da corte celestial. Reis terrenos estavam acostumados a ser tolos em seus trens, mas o único Deus sábio não terá tolos em seu palácio acima.

 

Odeias todos os que praticam a iniqüidade. Não é um pouco de desagrado, mas um ódio profundo que Deus dá aos trabalhadores da iniqüidade. Para ser odiado de Deus é uma coisa horrível. O sejamos muito fiel em advertir os ímpios em torno de nós, por isso vai ser uma coisa terrível para ele cair nas mãos de um Deus irado!

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 4-6. Aqui alienação do Senhor dos ímpios é apresentada de forma gradual, e parece aumentar em seis etapas. Primeiro, ele não tem prazer neles; Em segundo lugar, eles não permanecerão com ele; Em terceiro lugar, ele atira-os para fora, eles não pararão à sua vista; em quarto lugar, o seu coração se volta a partir deles, odeias todos os que praticam a iniqüidade; Em quinto lugar, a mão está ligado a eles, tu destruir os que falam leasing; Em sexto lugar, o seu espírito se levanta contra eles, e é alienado deles, o Senhor aborrecerá o homem sanguinário. Este distanciamento é realmente um estranho (ainda um certo) punição para os que praticam a iniqüidade. Estas palavras, "os que praticam a iniqüidade", pode ser considerado de duas maneiras. Primeiro, como a intenção (nem todos os graus de pecadores, ou pecadores de todos os graus, mas) o mais alto grau de pecadores, grande, e grandes pecadores, resolvidos e pecadores intencionais. Tal como o pecado industriously, e, por assim dizer, artificialmente, com habilidade e cuidado para obter-se um nome, como se tivessem a ambição de ser contabilizados operários que não precisa ter vergonha de fazer isso do que todos deveria envergonhar; estes, por sua rigidez sentido Escritura, são "praticam a iniqüidade." Por isso, note que os pecadores notórios tornar o pecado seus negócios ou comércio. Apesar de todo pecado ser uma obra de maldade, mas apenas a alguns pecadores são "obreiros da iniqüidade"; e eles que são chamados assim, fazer a sua vocação para o pecado. Lemos sobre alguns que amam e fazem uma mentira. # Apocalipse 22:15 . Uma mentira pode ser contada por aqueles que nem o amor nem fazê-lo; mas há mentira-makers, e eles, com certeza, são amantes de uma mentira. Tais artesãos em pecado também são descritos em # Salmos 58: 2 ½ ". Sim, de coração vos trabalho maldade; fazeis pesar a violência das vossas mãos na terra" O salmista não vos dizer, eles tinham maldade em seu coração, mas eles não trabalham lá; o coração é uma loja no interior, uma loja subterrânea; aí se intimamente inventar, forja, e forjar seus efeitos perversos, e encaixá-los em ações. Joseph Caryl.

 

Ver. 5. Que coisa surpreendente é o pecado, o que preparou o Deus do amor e Pai de misericórdias um inimigo para suas criaturas, e que só poderia ser purificados pelo sangue do Filho de Deus! Embora todos devem acreditar que isso que crêem na Bíblia, mas a excessiva malignidade do pecado é, mas fracamente apreendido por aqueles que têm o sentido mais profundo dela, e nunca será totalmente conhecido neste mundo. Pensamentos privados de Thomas Adam, 1701-1784.

 

Ver. 5. (última cláusula) . Odeias todos os que praticam a iniqüidade. Para o que Deus pensa do pecado, veja # De 07:22 ; Provérbios 6:16 ; Apocalipse 2: 6 ; Apocalipse 2:15 ; onde ele expresseth seu ódio eo ódio dele, a partir do qual o ódio procede todas essas pragas medonhos e julgamentos trovejou da boca de fogo de sua lei santíssima contra ela; ou melhor, não só o trabalho, mas trabalhador também da iniqüidade torna-se o objeto de seu ódio. William Gurnall.

 

Ver. 5. (última cláusula) . Odeias todos os que praticam a iniqüidade. Se o ódio de Deus ser contra os que praticam a iniqüidade, quão grande é contra a própria iniqüidade! Se um homem odeia uma criatura venenosa, ele odeia veneno muito mais. A força do ódio de Deus é contra o pecado, e nós também devemos odiar o pecado, e odeio-o com força; isso é uma abominação a Deus, que assim seja para nós. # Provérbios 6: 16-19 : "Estas seis coisas o SENHOR odeia; sim, há sete que ele abomina; um olhar altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, coração que maquina projetos iníquos, pés que seja pronto para o mal, a testemunha falsa que profere mentiras, e ele que a discórdia entre os irmãos lança a. " William Greenhill.

 

Ver. 5. (última cláusula) . Aqueles a quem o Senhor odeia deve perecer. Mas ele odeia os pecadores impenitentes, odeias todos os que praticam a iniqüidade. Agora, quem são tão corretamente que praticam a iniqüidade como aqueles que estão tão ansiosos para ele que não vai deixar este trabalho, embora eles estar em perigo de perecer por isso? Cristo coloca-lo para fora de dúvida. Os que praticam a iniqüidade deve perecer. # Lu 13:27 . Aqueles a quem o Senhor vai rasgar em sua ira deve perecer com uma testemunha; mas aqueles a quem odeia, ele rasga, & c. # Job 16: 8 . O que mais devido a tais pecadores impenitentes que o ódio? O que mais adequada do que a ira, uma vez que entesourar ira? # Romanos 2: 5 . Será que ele vai entreter aqueles no seio do amor a quem sua alma odeia? Não; destruição é a sua parte. # Provérbios 21:15 . Se todas as maldições da lei, todas as ameaças do evangelho, todas as decisões em terra ou no inferno, será a ruína dele, ele deve perecer. Se o braço do Senhor seja forte o suficiente para feri-lo morto, ele deve morrer. # Salmos 68:21 ... Evite tudo o que Cristo odeia. Se você ama, aprovar, entreter o que é odioso a Cristo, como pode amar você? O que é que Cristo odeia? O salmista (# Salmos 45: 7 ) nos diz, e é um dos atributos de Cristo, a odiar maldade ... Como Cristo odeia a iniqüidade, para que os "praticam a iniqüidade." Você não deve amá-los, de modo a ter intimidade com -los, deliciar-se com a companhia dos malfeitores, abertamente profano, escarnecedores de piedade, obstrutores do poder dele. # 2 Coríntios 6: 14-18 . Se você ama tão perto relações com homens maus, Cristo terá nenhuma relação com você. Se você teria comunhão com Cristo em atos doces de amor, você não deve ter comunhão com as obras infrutuosas das trevas, nem aqueles que os agir. David Clarkson, BD, 1621-1686.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 5. "O tolo." Mostre porque os pecadores são justamente chamado de tolos.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 6. Observe-se, que os falantes mal deve ser punido, bem como maus obreiros, porque tu destruir os que falam leasing. Todos os mentirosos terão a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre. Um homem pode mentir sem perigo de a lei do homem, mas ele não vai escapar à lei de Deus. Mentirosos têm asas curtas, o seu voo deve acabar em breve, e eles cairão no mar impetuoso da destruição.

 

O SENHOR aborrecerá o homem sanguinário e fraudulento. Homens de sangue devem ser embebedaram com o seu próprio sangue, e os que começou por enganar os outros devem terminar com sendo enganados. Nosso velho provérbio diz, "os homens sanguinário e fraudulento cavar suas próprias sepulturas." A voz do povo é, neste caso, a voz de Deus. Como forçada é a palavra abomino! Será que não nos mostrar o quão poderoso e profundo é o ódio do Senhor contra os que praticam a iniqüidade?

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 4-6. Aqui alienação do Senhor dos ímpios é apresentada de forma gradual, e parece aumentar em seis etapas. Primeiro, ele não tem prazer neles; Em segundo lugar, eles não permanecerão com ele; Em terceiro lugar, ele atira-os para fora, eles não pararão à sua vista; em quarto lugar, o seu coração se volta a partir deles, odeias todos os que praticam a iniqüidade; Em quinto lugar, a mão está ligado a eles, tu destruir os que falam leasing; Em sexto lugar, o seu espírito se levanta contra eles, e é alienado deles, o Senhor aborrecerá o homem sanguinário. Este distanciamento é realmente um estranho (ainda um certo) punição para os que praticam a iniqüidade. Estas palavras, "os que praticam a iniqüidade", pode ser considerado de duas maneiras. Primeiro, como a intenção (nem todos os graus de pecadores, ou pecadores de todos os graus, mas) o mais alto grau de pecadores, grande, e grandes pecadores, resolvidos e pecadores intencionais. Tal como o pecado industriously, e, por assim dizer, artificialmente, com habilidade e cuidado para obter-se um nome, como se tivessem a ambição de ser contabilizados operários que não precisa ter vergonha de fazer isso do que todos deveria envergonhar; estes, por sua rigidez sentido Escritura, são "praticam a iniqüidade." Por isso, note que os pecadores notórios tornar o pecado seus negócios ou comércio. Apesar de todo pecado ser uma obra de maldade, mas apenas a alguns pecadores são "praticam a iniqüidade;" e os que são chamados assim, fazer a sua vocação para o pecado. Lemos sobre alguns que amam e fazem uma mentira. # Apocalipse 22:15 . Uma mentira pode ser contada por aqueles que nem o amor nem fazê-lo; mas há mentira-makers, e eles, com certeza, são amantes de uma mentira. Tais artesãos em pecado também são descritos em # Salmos 58: 2 ½ ". Sim, de coração vos trabalho maldade; fazeis pesar a violência das vossas mãos na terra" O salmista não vos dizer, eles tinham maldade em seu coração, mas eles não trabalham lá; o coração é uma loja no interior, uma loja subterrânea; aí se intimamente inventar, forja, e forjar seus efeitos perversos, e encaixá-los em ações. Joseph Caryl.

 

Ver. 6. Tu destruir os que falam leasing, seja em tom de brincadeira ou sério. Aqueles que se encontram em tom de brincadeira vai (sem arrependimento) ir para o inferno a sério. John Trapp .

 

Ver. 6. Tu destruir os que falam leasing, etc. No mesmo campo onde Absalão levantou batalha contra seu pai, estava o carvalho, que era a sua forca. A mula, sobre que ele montou foi seu carrasco, para a mula levou-o para a árvore, e os cabelos em que se vangloriou serviu por uma corda para pendurar. Pouco sabem os ímpios como tudo que agora eles têm deve ser uma cilada para prendê-los quando Deus começa a puni-los. William Cowper, 1612.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Nenhum.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 7. Com este verso a primeira parte do Salmo termina. O salmista tem dobrou o joelho em oração; ele descreveu diante de Deus, como um argumento para a sua libertação, o caráter eo destino dos ímpios; e agora ele contrasta isso com a condição dos justos.

 

Mas quanto a mim, eu entrarei em tua casa. Eu não vou ficar a uma distância, entrarei no teu santuário, assim como uma criança entra em casa de seu pai. Mas eu não virá lá por meus próprios méritos; não, eu tenho uma multidão de pecados e, portanto, eu entrarei pela grandeza da tua misericórdia. Vou aproximar-te com confiança por causa da tua graça imensurável. os juízos de Deus estão todos contados, mas suas misericórdias são inumeráveis; ele dá a sua ira em peso, mas sem peso sua misericórdia.

 

E em teu temor me inclinarei para o teu santo templo, �towards o templo da tua santidade. O templo não foi construído na terra naquele tempo; que era, mas um tabernáculo; mas David estava acostumado a virar os olhos espiritualmente para esse templo da santidade de Deus, onde entre as asas dos querubins Senhor habita em inefável luz. Daniel abriu a janela em direção a Jerusalém, mas nós abrimos nossos corações para o céu.

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 7. Em teu medo eu vou adorar. Como o medo natural faz com que os espíritos se aposentar a partir das partes externas do corpo para o coração, para o santo temor de perder o filho em tão solene dever seria um meio de chamar os teus pensamentos de todos os objetos carnais exteriores, e corrigi-los em cima do direito em mão. À medida que a escultura é sobre o selo, assim será a impressão na cera de ser; se o temor de Deus ser profundamente gravados em teu coração, não há dúvida, mas ele vai fazer uma impressão adequada sobre o dever tu performest. William Gurnall.

 

Ver. 7. David diz, em teu temor vou adorar para o teu santo templo. O templo tinha sombra para trás o corpo de nosso Senhor Cristo, o Mediador, no qual só as nossas orações e serviço são aceitas com o Pai, que Salomão respeitado em olhando para o templo. Thomas Manton, DD, 1620-1677.

 

Ver. 7. Mas, quanto a mim, etc. Um verso abençoada isso! um ditado abençoado! As palavras eo próprio sentido, carregam com eles um contraste poderoso. Porque há duas coisas com que esta vida é exercido, a esperança eo medo, que são, por assim dizer, essas duas fontes de # Jude 1:15 , a um a partir de cima, o outro por baixo. O medo vem de contemplar as ameaças e terríveis juízos de Deus; como sendo um Deus, em cuja visão ninguém é limpo, cada um é um pecador, cada um é condenável. Mas a esperança vem de contemplar as promessas e as misericórdias all-doce de Deus; como está escrito (# Salmos 25: 6 ), "Lembra-te, Senhor, a tua benignidade, e as tuas misericórdias que são eternas." Entre esses dois, como entre a mó superior e inferior, devemos sempre ser moído e manteve, que nunca pode se desviar nem para a direita nem para a esquerda. Por esta viragem é o estado peculiar de hipócritas, que são exercidas com a duas coisas contrárias, de segurança e presunção. Martin Luther.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 7. grandeza da tua benignidade. Habitam sobre a multiforme graça e bondade de Deus.

 

Ver. 7. A resolução devota

 

Ver. 7.

 

  1. Observe a singularidade da resolução.

 

  1. Marca o objecto da resolução. Ele diz respeito ao serviço de Deus no santuário. "Vou entrar em tua casa ... em teu temor me adorar em direção teu santo templo".

 

  1. A forma em que ele se realizar a resolução. (1) Impressionado com um sentimento de bondade divina: "Virei em tua casa . A grandeza da tua benignidade" (2) Cheios de veneração santo: "E em teu temor me inclinarei."

 

William Jay, 1842.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 8. Agora chegamos à segunda parte, em que o salmista repete seus argumentos, e passa sobre o mesmo chão novamente.

 

Guia-me, Senhor, como uma criança pequena é conduzida por seu pai, como um cego é guiado por seu amigo. É seguro e agradável caminhada quando Deus conduz o caminho.

 

Na tua justiça, não na minha justiça, que é imperfeito, mas em tua, porque és a própria justiça.

 

O teu caminho, e não o meu caminho, em frente de meu rosto. Irmãos, quando aprendemos a desistir da nossa própria maneira, e muito tempo para andar no caminho de Deus, é um sinal feliz da graça; e não é pequena misericórdia para ver o caminho de Deus com uma visão clara em frente de nossa cara. Erros sobre o dever pode levar-nos a um mar de pecados, antes de sabermos onde estamos.

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

nenhum

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 8. orientação de Deus necessária sempre e, especialmente, quando os inimigos estão nos observando.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 9. Esta descrição do homem depravado foi copiado pelo Apóstolo Paulo, e, juntamente com algumas outras citações, ele a colocou no segundo capítulo de Romanos, como sendo uma descrição precisa de toda a raça humana, não de apenas inimigos de Davi , mas de todos os homens, por natureza. Note-se que figura notável,

 

A sua garganta é um open sepulcro, um sepulcro cheio de repugnância, de miasma, da pestilência e morte. Mas, pior do que isso, é uma aberta sepulcro, com todos os seus gases maus emissão diante, para espalhar a morte ea destruição por toda parte. Assim, com a garganta dos ímpios, que seria uma grande misericórdia se ele poderia estar sempre fechada. Se pudéssemos selar em silêncio contínuo a boca dos ímpios que seria como um sepulcro fechadas, e não produziria muito mal. Mas, "a sua garganta é um aberta sepulcro," consequentemente, toda a malícia dos seus exala do coração, e sai. Como perigoso é um sepulcro aberto; homens em suas viagens pode facilmente tropeçar nele, e encontram-se entre os mortos. Ah! tomar cuidado do homem mau, pois não há nada que ele não vai dizer para arruiná-lo; ele vai muito tempo para destruir o seu personagem, e enterrá-lo na sepultura hedionda de sua própria garganta ímpios. Um pensamento doce aqui, no entanto. Na ressurreição, haverá uma ressurreição, não só de corpos, mas caracteres. Este deve ser um grande conforto para um homem que tem sido abusado e caluniado. "Então os justos resplandecerão como o sol". O mundo pode pensar que você vil, e enterrar o seu caráter; mas se você tem sido na posição vertical, no dia em que as sepulturas devem desistir de seus mortos, este sepulcro aberto da garganta do pecador virá a ser obrigado a desistir de seu personagem celestial, e você sairá, e ser honrado aos olhos dos homens.

 

Lisonjeiam com a sua língua. Ou, como podemos ler, "Eles têm uma língua oleosa, uma língua suave." Uma língua suave é um grande mal; muitos têm sido enfeitiçado por ela. Haver muitos tamanduás humanos que, com as suas longas línguas cobertas com palavras oleosas seduzir e prender os incautos e fazer o seu ganho assim. Quando o lobo lambe o cordeiro, ele está se preparando para molhar os dentes em seu sangue.

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 9. Se toda a alma estar infectado com uma doença tão desesperada, que grande e difícil trabalho é para se regenerar, para restaurar os homens de novo à vida e vigor espiritual, quando cada parte deles é apreendido por um cinomose tais mortais! Como é grande a cura o faz o Espírito de Deus efeito na restauração de uma alma, santificando-o! Para curar, mas os pulmões ou o fígado, se corrompido, é contado um grande cura, embora realizados, mas em cima de uma parte de ti; mas todo o teu interior peças são muito podridão. Porque não há fidelidade na boca deles; o seu interior está muito maldade; A sua garganta é um sepulcro aberto; lisonjeiam com a sua língua. Como é grande a cura é, em seguida, para curar-te! Tal como é apenas na habilidade e poder de Deus para fazer. Thomas Goodwin.

 

Ver. 9. A sua garganta é um sepulcro aberto. Esta figura retrata graficamente a conversa suja dos ímpios. Nada pode ser mais abominável aos sentidos do que um sepulcro aberto, quando um corpo morto começando a apodrecer vapores adiante suas exalações contaminados. O que sai da sua boca é infectada e pútrido; e, como a expiração de um sepulcro comprova a corrupção dentro, assim é com a conversa corrupta dos pecadores. Robert Haldane do "Exposições da Epístola aos Romanos," 1835.

 

Ver. 9. A sua garganta é um sepulcro aberto. Este Acaso nos admoestar, (1) que os discursos dos homens naturais não regenerados são desagradável, podre, e doloroso para os outros; pois, como um sepulcro faz ouvir a sabores fétidas e cheiros sujos, por isso os homens maus fazer palavras podres e imundas total. (2) Como um sepulcro Acaso consumir e devorar corpos expressos nele, assim que os homens maus fazem com suas palavras cruéis destruir os outros; eles são como um golfo para destruir outros. (3) Como um sepulcro, tendo devorado muitos cadáveres, ainda está pronto a consumir mais, sendo nunca satisfeito homens, tão maus, tendo derrubado muitos com as suas palavras, é que procedem em sua indignação, buscando a quem eles podem devorar. Thomas Wilson, 1653 .

 

Ver. 9. A parte interna, etc. Seus corações são armazéns para o diabo. John Trapp.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Nenhum.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 10. Contra ti; não contra . Me Se fossem meus inimigos eu perdoá-los, mas eu não posso perdoar teu. Estamos a perdoar nossos inimigos, mas os inimigos de Deus não está em nosso poder para perdoar. Estas expressões têm sido muitas vezes notado por homens de mais de refinamento como sendo dura, e ralar na orelha. "Oh!" dizem eles, "eles são vingativos e vingativo." Lembremo-nos que poderia ser traduzido como profecias, não como desejos; mas nós não nos importamos de aproveitar este método de fuga. Nós nunca ouvi falar de um leitor da Bíblia que, depois de olhar essas passagens, foi feita vingativo lendo-as, e é, mas justo para testar a natureza de uma escrita pelos seus efeitos. Quando ouvimos um juiz condenar um assassino, porém grave sua sentença, não sentimos que devemos ser justificado em condenar os outros por qualquer ferimento pessoal feito para nós. O salmista fala aqui como um juiz, de ofício; ele fala como boca de Deus, e na condenação dos ímpios ele nos dá nenhuma desculpa alguma para proferir qualquer coisa na maneira de maldição sobre aqueles que nos causaram ofensa pessoal. A maneira mais vergonhosa de amaldiçoar outra é por fingir que o abençoasse. Estávamos todos um pouco divertido por perceber a malícia desdentado desse velho padre miserável de Roma, quando ele tolamente amaldiçoou o imperador da França com a sua bênção. Ele estava abençoando-o na forma e amaldiçoando-o na realidade. Agora, em contraste direto colocamos esta cominação saudável de David, que se destina a ser uma bênção, avisando o pecador da maldição iminente. O homem impenitente, não se fica sabendo que todos os teus amigos piedosos vai dar o seu acordo solene a terrível sentença do Senhor, que ele deve pronunciar sobre ti no dia da desgraça! Nosso veredicto deve aplaudir a maldição condenando que o Juiz de toda a terra se trovejar contra o ímpio.

 

No verso seguinte que mais uma vez encontrar o contraste que marcou o precedente Salmos.

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver.10. Todas essas partes onde se encontra, aparentemente, orações que respiram vingança, nunca estão a ser pensado como algo mais do que o parecer favorável respirou de almas justas para a justiça do seu Deus, que tira vingança contra o pecado. Quando tomado como as palavras do próprio Cristo, eles não são outros senão um eco da aquiescência do Intercessor finalmente na sentença sobre a figueira estéril. É como se ele gritou em voz alta ", desbaste-lo agora, eu já não vai interceder, a condenação é justo, destruí-los, ó Deus, expulsá-los em (ou, para) a multidão de suas transgressões, pois se rebelaram contra ti. " E no mesmo momento em que ele pode ser suposto convidar seus santos a simpatizar em sua decisão; assim como em # Apocalipse 18:20 , "Alegra-te sobre ela, ó céu, e vós santos apóstolos e profetas". De modo semelhante, quando um dos membros de Cristo, em toda a simpatia com a cabeça, vê a figueira estéril a partir do mesmo ponto de observação, e vê a glória de Deus em causa em infligir o golpe, ele também pode chorar, "Deixe o machado desbaratar!" Teve Abraham ficou ao lado do anjo que destruiu Sodoma, e visto como o nome de Jeová necessária a ruína destes rebeldes impenitentes, ele teria gritou: "Deixe o chuveiro descer;! Deixe o fogo e enxofre que descer" não de qualquer espírito de vingança; não por falta de terno amor às almas, mas de intenso fervor de preocupação para a glória do seu Deus. Consideramos esta explicação para ser a verdadeira chave que abre todas as passagens difíceis neste livro, onde maldições parecem ser chamado para sobre a cabeça dos ímpios. Eles não são mais do que uma realização de # De 27: 15-26 : "Que todas as pessoas dizem, Amém", e um entrando em santa aversão ao pecado do Senhor, e se deleitam em atos de justiça expressa no "Amém, aleluia, "de # Apocalipse 19: 3 . Andrew A. Bonar, 1859.

 

Ver.10. (Ou passagens imprecatórios em geral.) Senhor, quando no meu serviço diário Eu li Salmos de David, dá-me a alterar o sotaque da minha alma de acordo com as suas várias disciplinas. Em tais salmos em que ele confessa seus pecados, ou requesteth teu perdão, ou a louva para o ex ou ora por favores futuros, em todas estas dar-me a levantar a minha alma a um tão alto tom que pode ser. Mas quando eu chegar a tais Salmos onde ele amaldiçoar seus inimigos, ó lá que eu leve minha alma para baixo para uma nota mais baixa. Por essas palavras foram feitas apenas para caber boca de David. Eu tenho o fôlego como o, mas não o mesmo espírito de pronunciá-las. Também não deixe-me lisonjear-me, que é lícito para mim, com David, para amaldiçoar os teus inimigos, para que o meu coração enganoso direito meus inimigos para serem a tua, e assim o que era a religião em Davi, provar maldade em mim, enquanto eu agir vingança sob a pretensão de piedade. Thomas Fuller, DD, 1608-1661.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver.10. Visto como um ameaçador. A sentença, expulsá-los da multidão de suas transgressões, é especialmente equipada para ser a base de um discurso muito solene.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 11. A alegria é o privilégio do crente. Quando os pecadores são destruídos a nossa alegria será completa. Eles riem primeira e chorar para sempre; choramos agora, mas se alegrará eternamente. Quando eles uivam vamos gritar, e como eles devem gemer para sempre, assim, estaremos para sempre gritar de alegria. Esta felicidade sagrada de nosso tem uma base sólida, pois, ó Senhor, estamos alegre em ti. O Deus eterno é a fonte da nossa felicidade. Nós amamos a Deus e, portanto, deliciar-se com ele. Nosso coração está à vontade em nosso Deus. Nós tarifa suntuosamente todos os dias porque nós alimentar dele. Temos música na casa, a música no coração, e música no céu, pois o Senhor Deus é a nossa força e nossa canção; e se tornou a nossa salvação.

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Nenhum.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 11.

 

  1. O caráter dos justos: fé e amor.

 

  1. Os privilégios dos justos. (1) Alegria � grande, puro, satisfazendo, triunfante, (grito) constante (sempre) . (2) Defesa � pelo poder, providência, anjos, graça, etc.

 

Ver. 11. Alegria no Senhor, tanto um dever e um privilégio.

 

EXPOSIÇÃO

 

Ver. 12. Jeová ordenou seu povo os herdeiros da bem-aventurança, e nada vos roubar-lhes a herança. Com toda a plenitude de seu poder ele vai abençoá-los, e todos os seus atributos devem unir-se para saciar-los com contentamento divino. E isso não é apenas para o presente, mas a benção atinge o futuro longo e desconhecido.

 

Tu, Senhor, abençoas o justo. Esta é uma promessa de comprimento infinito, de amplitude ilimitada, e de preciosidade indizível.

 

Quanto à defesa que o crente precisa nesta terra de batalhas, é aqui prometida a ele na medida máximo. Havia grandes escudos usados ​​pelos antigos como extensas como toda pessoa de um homem, o que rodeiam-lo inteiramente. É o que diz David,

 

Com favor queres bússola dele como de um escudo. De acordo com Ainsworth, há aqui também a ideia de ser coroado, para que possamos usar um capacete real, que é ao mesmo tempo a nossa glória e defesa. Ó Senhor, nunca dar-nos essa coroação graciosa!

 

Notas explicativas e PROVÉRBIOS pitoresca

 

Ver. 12. Quando o homem forte armado vem contra nós, quando ele se lança seus dardos inflamados, o que pode nos ferir, se Deus nos cercam com a sua benignidade como de um escudo? Ele pode desarmar o tentador e restringir sua malícia, e andará ele sob nossos pés. Se Deus não é conosco, se ele não nos dão graça suficiente, tão sutil, tão poderoso, tão politic um inimigo, vai ser muito difícil para nós. Como certamente estamos frustrados, e obter o pior, quando pretendemos lidar com ele em nossa própria força! Quantas quedas, e quantas contusões por essas quedas temos nós, por confiar demais em nossa própria habilidade? Quantas vezes nós tivemos a ajuda de Deus, quando nós humildemente pediu ele! E como certeza é que vamos conseguir a vitória, se Cristo rogai por nós que não falhar! # Lu 22:31 . Onde podemos ir para o abrigo, mas a Deus nosso Criador! Quando este leão da floresta não começa a rugir, como ele vai aterrorizar e maltratar-nos, até que aquele que o permite por algum tempo para nos preocupar, o prazer de acorrentá-lo de novo! Timothy Rogers, 1691.

 

Ver. 12. Como com um escudo. Lutero, ao fazer o seu caminho para a presença do Cardeal Caetano, que o havia convocado para responder por suas opiniões heréticas em Augsburg, foi perguntado por um dos asseclas do cardeal, onde ele deve encontrar um abrigo, se seu patrono, o eleitor da Saxônia , deve abandoná-lo? "Sob o escudo do céu!" foi a resposta. O servo silenciados virou-se, e seguiu seu caminho.

 

Ver. 12. Com favor queres bússola dele como de um escudo. A blindagem não é para a defesa de qualquer parte específica do corpo, como quase todas as outras peças são: capacete, equipado para a cabeça; placa, projetado para o peito; e assim os outros, eles têm as suas várias partes, os quais são fechadas para; mas a blindagem é uma peça que se pretende para a defesa do corpo inteiro. Utilizou-se, por conseguinte, para ser feito muito grande; pela sua amplitude, chamado um portão ou da porta, porque tão longa e larga, como de um modo a cobrir todo o corpo. E se o escudo não eram grandes o suficiente de uma só vez para cobrir todas as partes, mas sendo uma peça móvel da armadura, o soldado hábil pode transformá-lo desta ou daquela maneira, para pegar o golpe ou seta da iluminação em qualquer parte, eles foram encaminhados para . E este fato o faz excelentemente bem estabelecido o uso universal de que a fé é para o cristão. Defende o homem todo: cada parte do cristão por ele é preservada ... O doth escudo não só defender a todo o corpo, mas é uma defesa para a armadura do soldado também; ele mantém a seta do capacete, bem como cabeça, da mama e peitoral também. Assim, a fé, é armadura sobre a armadura, uma graça que preserva todas as outras graças. William Gurnall.

 

DICAS ao pregador VILLAGE

 

Ver. 12. (cláusula primeira). A bênção divina sobre os justos. É antiga, eficaz, constante, extensa e irreversível, superando, eterno, infinito.

 

Ver. 12. (segunda cláusula). Um sentimento de favor divino uma defesa para a alma.

fonte www.avivamentonosul.com