Translate this Page

Rating: 3.0/5 (920 votos)



ONLINE
5




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

mmmmmmmmmmm


// ]]>


Comentário de Exôdo Exôdus of Commentary (8)
Comentário de Exôdo Exôdus of Commentary (8)

                                ESTUDO DO LIVRO DE EXODO

          Notas de CH Mackintosh no Pentateuco CAP.33

                               versículos 1-35

Jeová se recusa a acompanhá-Israel para a terra da promessa. "Eu não subirei no meio de ti, porque és um povo de dura cerviz, para que não te consuma eu no caminho." Na abertura deste livro, quando as pessoas estavam na fornalha do Egito, o Senhor poderia dizer: "Eu tenho visto a aflição do meu povo que está no Egito, e ouvi o seu clamor por causa dos seus exatores, porque conheço os seus sofrimentos. " Mas agora ele tem a dizer: "Tenho observado este povo, e eis que é povo de dura cerviz." Um povo humilde é um objeto de graça; mas um povo de dura cerviz deve ser humilhado. O grito de Israel oprimidos tinham sido respondidas pela exposição da graça; mas a canção de Israel idólatra deve ser respondida pela voz de repreensão severa.

"Vós sois um povo de dura cerviz: eu subir no meio de ti num momento, e te consumir: Portanto, agora, tira os teus atavios que eu saiba o que te hei de fazer," É só quando estamos realmente despojado de ornamentos de toda a natureza que Deus pode lidar com a gente. Um pecador nu pode ser revestido; mas um pecador enfeitada de ornamentos devem ser retirados. Isto é sempre verdadeiro. Temos de ser despojado de tudo o que se refere a si mesmo, antes de podermos estar vestido com o que diz respeito a Deus.

"E os filhos de Israel se despojaram dos seus atavios, ao pé do monte Horebe." Ali permaneceram abaixo desse memorável montagem, a sua festa e cantando transformado em lamentações amargas, seus ornamentos ido, as tábuas do testemunho em fragmentos. Tal era a sua condição, e Moisés como uma vez que passa a agir de acordo com ela. Ele já não podia possuir as pessoas em seu caráter corporativo. O conjunto tinha-se tornado inteiramente contaminado, tendo criado um ídolo de sua própria criação, no lugar de Deus - um bezerro em vez de Jeová. "E tomou Moisés a tenda e armá-la fora do arraial, desviada longe do arraial, e chamou-lhe a tenda da congregação." Assim, o acampamento foi repudiado como o lugar da presença divina. Deus não era - não podia - estar lá. Ele havia sido deslocado por uma invenção humana. um novo ponto de encontro foi, portanto, configurado. "E aconteceu que todo aquele que buscava o Senhor saiu à tenda da congregação, que estava fora do arraial."

Há aqui uma multa princípio da verdade, que a mente espiritual prontamente apreender. O lugar que Cristo ocupa agora é "fora do acampamento", e nós somos chamados a "ir adiante com ele." Exige muito sujeição à Palavra de poder, com precisão, para saber o que "o campo" realmente é, e muito poder espiritual para ser capaz de ir adiante com isso; e ainda mais para ser capaz, enquanto "longe dele," a agir em relação àqueles em que, no poder combinado de santidade e de graça - a santidade, que separa da contaminação do campo; graça, o que nos permite agir para com os que nela estão envolvidos.

"E o Senhor disse a Moisés face a face, como um homem fala com o seu amigo e ele voltou ao arraial. Mas seu servo Josué, filho de Nun, um jovem, não se apartava da tenda exposições Moisés. um maior grau de energia espiritual de seu servo Josué. é muito mais fácil assumir uma posição de separação do acampamento, do que agir corretamente para com aqueles dentro.

"E Moisés disse ao Senhor: Eis que me disseres, Faze subir a este povo; e tu não me fazes saber a quem hás de enviar comigo: e tu disseste: Conheço-te pelo nome, e tu também encontrou graça aos meus olhos ". Moisés roga a presença de acompanhamento de Jeová como uma prova de terem encontrado graça diante dele. Se fosse uma questão de mera justiça , Ele só poderia consumi-los, vindo no meio deles, porque eram "um povo de dura cerviz." Mas diretamente Ele fala de graça, em conexão com o mediador, o muito dura neckedness das pessoas é feito um apelo para exigir sua presença. "Se agora tenho achado graça aos teus olhos, ó Senhor, que meu Senhor, peço-te, ir no meio de nós; pois é um povo de dura cerviz; e perdoa a nossa iniqüidade eo nosso pecado, e toma-nos por tua herança. " Este é comoventemente bonito. um "povo de dura cerviz exigiu a graça ilimitada e paciência inesgotável de Deus. Nada mas Ele poderia suportar com eles.

"E Ele disse: A minha presença irá contigo, e eu te darei descanso." porção precioso! esperança precioso! A presença de Deus conosco, todo o deserto através, e descanso eterno no final! Graça para atender nossa necessidade presente e glória como nossa porção futuro! Bem pode nossos corações satisfeitos exclamar: "É o suficiente, meu precioso Senhor".

Em Êxodo 34: 1-35 o segundo conjunto de quadros é dada, não para ser quebrado, como o primeiro, mas para ser escondido na arca, acima do qual, como já foi notado, Jeová estava para tomar seu lugar, como o Senhor de toda a terra, no governo moral. "E ele alisei duas tábuas de pedra, como as primeiras; e, levantando-se de manhã cedo e subiu ao monte Sinai, como o Senhor lhe tinha ordenado, levando na mão as duas tábuas de pedra E o Senhor. desceu numa nuvem, e ficou com eles, proclamou o nome do Senhor. e o Senhor passado perante Moisés, proclamou o Senhor, o Senhor Deus, misericordioso e piedoso, sofredor, e grande em misericórdia e fidelidade , que guarda a misericórdia em mil gerações, que perdoa a iniqüidade, ea transgressão, eo pecado, e que não tem por inocente o culpado; que visita a iniqüidade dos pais sobre os filhos e sobre os filhos dos filhos, até à terceira e à quarta geração . " Este, seja lembrado, é Deus, como pode ser visto em seu governo moral do mundo, e não como Ele é visto na cruz - não como "Ele brilha na face de Jesus Cristo - não como Ele é proclamada no evangelho sua graça. O que se segue é uma exposição de Deus no Evangelho: "E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo, por Jesus Cristo, e nos deu a o ministério da reconciliação; a saber, que Deus estava em Cristo, reconciliando o mundo para Si mesmo; não lhes imputando os seus pecados, e pôs em nós a palavra da reconciliação ". ( 2 Coríntios 5: 18-19 )" não limpar "e" não imputar "apresentam duas ideias totalmente diferentes de Deus. "Visitando iniquidades" e cancelá-los não são a mesma coisa. O primeiro é Deus no governo, o último é Deus no Evangelho. Em 2 Coríntios 3: 1-18 o apóstolo contrasta o "ministério", gravado em Êxodo 34: 1-35 com o "ministério" do evangelho. Meu leitor faria bem em estudar esse capítulo com cuidado. A partir dele, ele vai aprender que qualquer um que considera o ponto de vista do caráter de Deus dada a Moisés, no monte Horeb, como desdobramento do evangelho, deve ter uma apreensão muito deficiente, de fato, de que é o evangelho. Nem na criação, nem ainda no governo moral, eu, ou eu posso, leia os segredos profundos do seio do Pai. Poderia o filho pródigo ter encontrado o seu lugar nos braços do Um revelada no Monte Sinai? Poderia John ter se inclinou a cabeça no seio do que um? Certamente não. Mas Deus revelou-se na face de Jesus Cristo. Ele tem dito para fora, em harmonia divina, todos os Seus atributos na obra da cruz. Há "a misericórdia ea verdade se encontraram, a justiça ea paz se beijaram." O pecado é perfeitamente arrumar, e o pecador crente perfeitamente justificado "PELO SANGUE DA CRUZ". Quando temos uma visão de Deus, como assim desdobrado, temos apenas, como Moisés, a curvar nossa cabeça à terra e de culto ", - atitude adequada para um pecador perdoado e aceito na presença de Deus!        

 

 

 

           ESTUDO DO LIVRO DE EXODO CAP.35

                  Notas de CH Mackintosh no Pentateuco

                                        versículos 1-38

Estes capítulos contêm uma recapitulação das várias partes do tabernáculo e seu mobiliário; e na medida em que, eu já dei o que eu acredito ser a importação das partes mais importantes, fosse desnecessário acrescentar mais. Há, no entanto, duas coisas nesta seção a partir do qual podemos deduzir instrução mais rentável, e estes são, em primeiro lugar, a dedicação voluntária ; e, por outro, a obediência implícita das pessoas em relação ao trabalho da tenda da congregação. E em primeiro lugar, quanto à sua dedicação voluntária, lemos: "E toda a consagração dos filhos de Israel saiu da presença de Moisés. E eles vieram, cada um cujo coração o moveu, e todo aquele cujo espírito o estimulava, e trouxeram a oferta alçada ao Senhor para a obra da tenda da congregação, e para todo o seu serviço, e para as vestes sagradas. e eles vieram, tanto homens como mulheres, todos quantos eram bem dispostos de coração, e trouxe pulseiras e brincos e anéis, e comprimidos, todas as jóias de ouro:. e todo aquele que queria fazer oferta de ouro ao Senhor e todo o homem que se achou com azul, e púrpura, e carmesim, e linho fino, e pêlos de cabras, e peles vermelhas de carneiros, e peles de texugos, os trouxe todo aquele que fez oferta alçada de prata e bronze, trouxeram a oferta alçada do Senhor:.? e todo homem que possuía madeira de acácia para qualquer obra do serviço, trouxe . e todas as mulheres que eram hábeis fiavam com as suas mãos, e traziam o que tinham fiado, o azul, e de púrpura, e de carmesim, e de linho fino. E todas as mulheres cujo coração as moveu-los no cabelo habilidade fiavam de cabras. E os governantes trouxeram pedras de ônix, e pedras para ser definido para o éfode e para o peitoral; e especiarias e azeite para a luz, para o óleo da unção e para o incenso aromático. Os filhos de Israel trouxeram por oferta voluntária ao Senhor cada homem e mulher, cujo coração voluntariamente se moveu a trazer, para toda a obra que o Senhor tinha ordenado a ser feita pela mão de Moisés "(. Êxodo 35: 20- 29 ). E, mais uma vez, lemos: "E todos os sábios que; faziam toda a obra do santuário vieram, cada um da obra que fazia, e falaram a Moisés, dizendo: O povo traz muito mais do que o suficiente para o serviço da obra que o Senhor ordenou a fazer,. . . . Porque o material que tinham era suficiente para todo o trabalho para torná-lo, e muito. "(Ver. 4-7).

Um encantador esta imagem de dedicação à obra do santuário! É necessário nenhum esforço para mover os corações das pessoas para dar, há apelos veementes, sem argumentos impressionantes. Oh! não; seus " corações agitou-los." Este foi o verdadeiro caminho. Os fluxos de dedicação voluntária fluiu de dentro. "Governantes", "homens", "mulheres" - todos sentimos que a ele sua doce privilégio de dar ao Senhor, e não com um coração estreito ou mão niggard, mas depois de uma forma tão principesca que eles tinham " o suficiente e muito. "

Em seguida, quanto à sua obediência implícita , lemos, " de acordo com tudo o que o Senhor tinha ordenado a Moisés, assim fizeram os filhos de Israel toda a obra. E Moisés olhar para toda a obra, e eis que eles tinham feito; como o Senhor ordenara, assim a fizeram; então Moisés os abençoou ". ( Êxodo 39: 42-43 ) O Senhor tinha dado as instruções mais minuciosos relativos ao conjunto da obra do tabernáculo. Cada pino, cada tomada, a cada ciclo, cada conta-rotações, foi definido com precisão por diante. Não havia espaço para a conveniência do homem, a sua razão, ou o seu senso comum. Jeová não dar uma grande estrutura de tópicos e deixar o homem para preenchê-lo Ele não deixou margem de qualquer que seja na qual o homem pode entrar nos seus regulamentos. De maneira nenhuma. "Veja, diz ele, que tu fazer todas as coisas de acordo com o modelo mostrado a ti no monte. ( Êxodo 25:40 ; Êxodo 26:30 ; Hebreus 8: 5 ). Isto deixou espaço para o dispositivo humano Se o homem tinha sido permissão para fazer um único pino, que o pino seria, certamente, ter sido fora do lugar no juízo de Deus podemos ver o que do homem "buril" produz. Êxodo 32: 1-35 . Graças a Deus, não tinha lugar . na tenda eles fizeram, nesta matéria, apenas o que foi dito - nada mais -. nada menos lição salutar isso pela igreja professa Há muitas coisas na história de Israel, que devemos sinceramente procuram evitar - sua impaciente murmurações, seus votos legal, e sua idolatria, mas nessas duas coisas podemos imitá-los que a nossa dedicação ter mais de todo coração, e nossa obediência mais implícito podemos afirmar com segurança que, se tudo não tinha sido feito "de acordo com o.. padrão mostrou no monte, "não devemos ter que ler", em seguida, uma nuvem cobriu a tenda da congregação, ea glória do Senhor enchia o tabernáculo. E Moisés não podia entrar na tenda da congregação, porque a nuvem permanecia sobre ela, ea glória do Senhor encheu o tabernáculo "(. Êxodo 40: 34-35 ) O tabernáculo era, em todos os aspectos, de acordo com o padrão divino , e, portanto, poderia ser preenchido com a glória divina . Há um volume de instruções deste. Nós somos muito propensos a considerar a Palavra de Deus como insuficiente para os detalhes mais minuciosos relacionados com a Sua adoração, e serviço. este é um grande erro, um erro que se revelou a fonte fecunda de males e erros, na Igreja professa. a palavra de Deus é amplamente suficiente para tudo, seja no que diz respeito a salvação pessoal e caminhada, ou a ordem e regra do conjunto . Toda a escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, para que o homem de Deus seja

perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra. ( 2 Timóteo 3: 16-17 ) Isso resolve a questão. Se a Palavra de Deus envolve um homem completamente até " todas as boas obras", segue-se, pois, uma consequência necessária, que qualquer coisa que eu não encontrar em suas páginas, não pode ser, possivelmente, um bom trabalho. e, ainda, ser lembrado, que a glória divina não pode conectar-se com deveria que não está de acordo com o padrão divino.

- - - - - - -

Amado leitor, agora temos viajado juntos através deste livro mais precioso. Temos, eu carinhosamente espero, colheu algum lucro do nosso estudo. Eu confio nos reunimos com algumas idéias refrescantes de Jesus e Seu sacrifício quando passamos junto. Débil, de fato, devem ser nossos pensamentos mais vigorosos, e superficial nossas apreensões mais profundos, como para a mente de Deus em tudo o que este livro contém. Ele tem o prazer de lembrar que através da graça, estamos no nosso caminho para que a glória onde saberemos, assim como nós somos conhecidos; e onde vamos relaxar sob o sol de Seu rosto, que é o princípio eo fim de todos os caminhos de Deus, seja na criação, na providência, ou o resgate. Para ele, eu faço a maioria carinhosamente elogiá-lo, em corpo, alma e espírito. Que você possa conhecer a profunda bem-aventurança de ter a sua porção em Cristo, e ser mantido em paciente à espera de Seu glorioso advento. Um homem.

FONTE WWW.AVIVAMENTONOSUL.COM