Translate this Page

Rating: 3.0/5 (887 votos)



ONLINE
10




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

A Book for Her pdf free, download pdf, download pdf, this site, The Adobe Photoshop CC Book for Digital Photographers 2017 pdf free, fee epub, pdf free, site 969919, this link, link 561655,

Conquista de Canaã כיבוש כנען
Conquista de Canaã כיבוש כנען

          Conquista de Canaã historia de ISRAEL כיבוש כנען

 

Um novo líder. Quando os dias de luto por Moisés tinha passado (Deuteronômio 34: 8-12), Joshua assumiu o comando ativo do anfitrião, e o Senhor falou-lhe e disse-lhe para conduzir as pessoas com mais de Jordan. Ele também ordenou que ele fosse corajoso e aderir à Lei de Moisés, e garantiu-lhe que, como ele tinha sido com Moisés, ele estaria com ele (Josué 1: 1-9). Joshua ao mesmo tempo ter o comando de seus subordinados, lembrou aos rubenitas, gaditas ea meia tribo de Manassés de sua aliança com Moisés e recebeu deles uma promessa unânime da Obediência (Josué 1: 10-18).

Espiões enviados para Canaã. Josué enviou dois espiões do acampamento em Sitim outro lado do Jordão até Jericó. Eles foram entretidos por Raabe, a meretriz, e por sua estratégia protegido contra os emissários do rei. Raabe tinha ouvido falar dos poderosos milagres do Senhor e os triunfos de Israel, e ela reconheceu sem reservas sua confiança no futuro vitórias do povo de Deus, e humildemente orou para que quando a cidade deve ser sitiada, ela e seu pai; s casa fosse salvo (Josué 2: 8-14). Os espiões solenemente prometeu fazer o que ela pediu, e disse-lhe para ligar um fio de escarlata à janela de sua casa, a fim de distingui-lo dos outros. Imediatamente após isso eles escaparam e voltaram para o acampamento (Josué 2: 14-22). Após a sua chegada relataram as suas experiências a Josué, e ele expressou sua firme convicção de que o Senhor tinha entregue os seus inimigos em suas mãos (Josué 2: 23,24).

Um novo começo . Na manhã seguinte, o acampamento foi arrombada, e eles se mudaram de Shittim às margens do Jordão (Josué 3: 1). Após a expiração de três dias, os oficiais passaram pelo meio do campo e deu ordem ao povo que eles deveriam, ao ver a arca removido pelos sacerdotes, surgem e segui-lo, mas não para vir mais perto dele do que dois mil côvados (Josué 2: 2-4). Joshua comandou então o povo a santificar-se e previu que eles devem ver maravilhas na Morrow (Josué 3: 5).

Cruzando o Jordão. Josué deu ordem aos sacerdotes para levar a arca e seguir em frente, e novamente o Senhor assegurou-lhe de sua Recognition (Josué 3: 6,7). Ele então ordenou aos sacerdotes para ficar parado na água, e assegurou ao povo que o Senhor expulsou os habitantes da terra antes deles (Josué 3: 9-11). Assim que os pés dos sacerdotes tocou as águas eram, não obstante o fato de que eles estavam transbordando seus bancos, imediatamente dividida. Os Sacerdotes parou no leito do rio, enquanto as pessoas estavam passando por cima (Josué 3: 12-17). Assim que o povo passou, o Senhor ordenou a Josué para selecionar um representante de cada tribo, e exigir-lhe para tirar uma pedra do lugar onde os sacerdotes se levantou e transportá-lo para o acampamento como um memorial do corte das águas em seu nome (Joshua 4: 1-8). Joshua também empilhados doze pedras no meio do Jordão (Josué 4: 9). Após o anfitrião passassem, o Senhor disse a Josué para comandar os sacerdotes que levavam a arca para chegar fora da água, e quando o fizeram, as águas fluíram como antes (Josué 4: 10-18). Quarenta mil homens de guerra, representando Reuben, Gad e da meia tribo de Manassés, passou, com seus irmãos para ajudar na invasão (Josué 4: 12,13). Naquele dia o Senhor engrandeceu a Josué aos olhos de todo o povo, e temiam-no a partir daquele momento, como eles tinham Moisés (Josué 4:14). Eles entraram em Canaã, no décimo dia do primeiro mês do quadragésimo primeiro ano, faltando apenas cinco dias de ser quarenta anos após a sua partida de Ramsés (Êxodo 12: 1-37; Números 14: 29-35; Deuteronômio 1: 3 ; Deuteronômio 02:14; Joshua 4:19). As pedras tomar a partir do leito do rio estavam empilhados no primeiro acampamento, e as pessoas foram ordenados a lembrar os seus filhos do projeto do Monumento assim erigido (Josué 4: 20-24).

Foes desencorajado. Quando os governantes da terra ouviu falar da passagem triunfante do Jordão, ficaram muito assustados, e seu espírito de guerra fugiram (Josué 5: 1).

Renovação da Aliança. Durante as andanças no deserto As pessoas esqueceram de observar o pacto da circuncisão (Gênesis 17: 1-14), e em Gilgal o Senhor ordenou a Josué para renovar o pacto. Após o trabalho foi feito, Ele lhe disse que naquele dia Ele tinha rolado longe deles o opróbrio do Egito (Josué 5: 2-9).

Primeira Páscoa em Canaã. Posteriormente, os filhos de Israel celebraram a páscoa em obediência ao comando dado a seus pais. Isso ocorreu exatamente quarenta anos depois o anjo destruidor feriu os primogênitos do Egito e passou por cima das casas dos filhos de Deus (Êxodo 12: 1-51; Deuteronômio 1: 3; Joshua 5:10). No dia seguinte, cessou o maná (Êxodo 16:35), e as pessoas subsistiu sobre os produtos da terra naquele ano (Josué 5: 11,12).

Capitão do Senhor s Host '. O capitão do exército do Senhor apareceu a Josué perto de Jericó, e Josué tratou com o respeito devido a sua elevada posição (Josué 5: 13-15).

Destruição de Jericó. A presença de Israel provocou o fechamento dos portões de Jericó, mas o Senhor assegurou a Josué que ele tinha dado a cidade, seus homens poderosos e ao seu rei em suas mãos (Josué 6: 1,2). Ele deu instruções simples pelo qual a cidade estava a ser tomadas. Eles foram para abranger a cidade sete dias em sucessão, e no sétimo dia, estavam a abranger sete vezes. A ordem da marcha era,

os homens armados,

sete sacerdotes que levavam as sete trombetas de chifre de carneiro soprando sobre eles,

a arca do Senhor,

o anfitrião encontro.

No final da estrita obediência, Josué ordenou a gritar Porque o Senhor lhes tinha dado a cidade (Josué 6: 1-20) as pessoas. A cidade foi totalmente destruída, salvo Raabe e sua casa (Josué 6: 21-25; Hebreus 11:31). Joshua previu que uma maldição deve descansar sobre a cidade em ruínas, declarando que o homem que tentou reconstruí-lo deve lançar as bases de seu primogênito, e em seu filho mais novo, ele deve configurar as portas do ele (Josué 06:26). A destruição de Jericó feita Joshua famosa (Josué 06:27).

 

Pecar o Camp. O Senhor passou o período da destruição total Após Jericho com excepção dos metais preciosos que deveriam ser depositados em Seu tesouro (Josué 6: 21-24). Achan, filho de Carmi, da tribo de Judá, se apropriou de um capa babilônica, duzentos siclos de prata, e uma cunha de ouro do peso de cinqüenta siclos "(Josué 7: 1-21). As leis violados por Achan foram:

lei contra roubo,

e a lei contra a cobiça (Êxodo 20: 15-17; Joshua 7:21).

Por conta desse pecado Israel foi derrotado e desonrado pelos cananeus (Josué 7: 2-5). O indivíduo culpado e toda a sua família foram destruídos no vale de Acor (Josué 7: 22-26).

 

Vitória. Após a destruição da casa de Achan, o Senhor Assegurada Joshua que ele iria dar-lhe uma grande vitória sobre Ai, e também concedeu ao povo o privilégio de apropriar-se dos despojos da cidade para si (Josué 8: 1,2). Joshua imediatamente equipado um exército de trinta mil homens e prosseguiu contra a cidade condenada. Por um estratagema Magnífico, ele seduziu os habitantes da cidade e destruíram totalmente (Josué 8: 3-28). Enforcaram o rei, tirando-o ao anoitecer, em obediência à lei do Senhor (Deuteronômio 21: 22,23), eo sepultaram na entrada da cidade (Josué 8:29).

Um novo altar. Josué construiu um altar ao Senhor Deus de Israel, no monte Ebal acordo com as especificações gravadas por Moisés (Êxodo 20: 24-26), e apresentou ofertas pacíficas sobre ele (Josué 8: 30,31). Sobre as pedras Joshua escreveu uma cópia da lei de Moisés (Josué 8:32).

Leitura da lei. Em obediência ao mandamento do Senhor Através de Moisés, Josué colocou metade das tribos sobre o monte Garizim, ea outra metade no Monte Ebal, e depois leu a lei de Moisés, sem adição ou subtração (Deuteronômio 11: 26-32; Joshua 8: 30-35).

United Oposição. Os triunfos de Israel fez com que os hititas, amorreus, cananeus, perizeus, heveus e jebuseus a se unir contra eles (Joshua 9: 1,2).

Enganado por um inimigo. Os gibeonitas, ao ouvir sobre as vitórias de Israel, enganou-los para fazer uma aliança com eles. No terceiro dia, foi descoberto que os gibeonitas eram seus vizinhos próximos. Por conta de seu juramento, não obstante a murmuração da congregação, os príncipes se recusou a quebrar o pacto. Joshua Doomed os gibeonitas a uma servidão perpétua (Josué 9: 1-27).

Conspiração contra Gibeão. Adonizedek formaram uma confederação Com Hoão, rei de Hebron; Piram, rei de Jarmute; Jafia, rei de Laquis; e Debir, rei de Eglom; e procederam contra Gibeão (Josué 10: 1-5). Os homens de Gibeão enviado para Joshua e urgentemente pediu-lhe para vir em seu socorro. Josué levantou-se de noite e prosseguiu contra o inimigo. O Senhor ajudou Israel e abatida grandes Hailstones sobre o inimigo (Josué 10: 6-11). A fim de ter tempo para ganhar uma maior vitória, Joshua comandou o sol ficar parado sobre Gibeão ea lua no vale de Ajalon. Deus ouviu a Ele e o sol se deteve no meio do céu para um dia inteiro, e esse dia está sozinho nos anais do tempo (Josué 10: 12-14). Josué tomou os cinco reis e os executou (Josué 10: 15-30). Victory seguido vitória (Josué 10: 31-42), até trinta e um reis foram superados e uma grande parte da terra posto em sujeição (Josué 11: 1-23Joshua 12: 1-24).

Fronteiras tribais. Joshua descrita e definir os limites das possessões dos diferentes tribos (Josué 14: 1-15; Joshua 15: 1-63Joshua 16: 1-10; Joshua 17: 1-18).

Configurando o Tabernáculo. Joshua, por autoridade divina, armaram a tenda em Silo (Deuteronômio 12: 4-15; Joshua 18: 1; Jeremias 7:12). Neste momento, havia sete tribos que não tinham recebido suas heranças, e três homens de cada tribo foram enviados para inspecionar a terra (Josué 18: 2-8).

Cidades de refúgio. Josué, em obediência ao comando de Moisés (Números 35: 1-15), separou seis cidades de refúgio para os homicidas. Estas cidades eram Quedes, Siquém e Hebron oeste do Jordão; e Bezer, Ramote e Golan leste do Jordão (Josué 20: 1-9).

Cidades atribuídos aos levitas. Os levitas chegaram a Josué e lembrou da promessa do Senhor a eles através de Moisés e os filhos de Israel deram a eles de acordo com o mandamento do Senhor (Josué 21: 1-3). Os bens distribuídos aos levitas,

(A) os filhos de Arão, treze cidades (Josué 21: 4); (B) o restante dos coatitas receberam dez cidades (Josué 21: 5); (C) gersonitas receberam treze cidades (Josué 21: 6); (D) e os meraritas receberam doze cidades (Josué 21: 7).

Os levitas também recebeu subúrbios para o gado que eram para estender dois mil côvados em todas as direções da cidade (Números 35: 1-5 Josué 21: 8). O número de cidades dadas por cada tribo era,

 

Simeão e Judá, nove (Josué 21: 9-16);

Benjamin, quatro (Josué 21: 17,18);

Efraim, quatro (Josué 21: 20-22);

Dan, quatro (Josué 21: 23,24);

Manassés, quatro (Josué 21: 25-27);

Issacar, quatro (Josué 21: 28,29);

Asher, quatro (Josué 21: 30,31);

Naftali, três (Josué 21:32);

Zabulon, quatro (Josué 21: 34,35);

Reuben, quatro (Josué 21: 36,37);

e Gad, quatro (Josué 21: 38,39).

Demissão das duas tribos e meia. A conquista da Terra foi substancialmente concluída. Assim Josué chamou os rubenitas, gaditas e os filhos de Manassés, deu-lhes sua Bênção, elogiou a eles a lei de Moisés, e exortou-os a repartir o despojo dos seus inimigos com seus irmãos (Josué 22: 1-8). Ele, então, despediu-os, e eles partiram para as suas posses leste do rio. Quando chegaram às margens do Jordão, erigiram um grande altar. Quando as outras tribos ouviu isso, eles enviaram uma delegação Para eles consistindo de Finéias, o sumo sacerdote e dez príncipes. Representantes dos Josué e Israel repreendido-los com grande severidade, mas após receber garantias de que o altar foi erguido como testemunha e não para um sacrifício, eles voltaram em paz para suas casas (Josué 22: 8-34).

Joshua s Exortação '. Perto do fim da vida de Joshua, ele convocou os principais homens da nação juntos, e ensaiou a eles alguns dos incidentes principais em sua história. Ele deu glória e honra a Deus por todas as suas vitórias, exortou-os a desviar-se de seu ambiente idólatra e apegar fielmente ao Senhor. Ele assegurou-lhes se eles iriam fazer isso, um homem seria capaz de perseguir mil. Ele exortou-os, tendo em vista a sua partida rápida ea bondade infalível de Deus, para continuar no caminho certo. Ele também previu que, se eles deveriam abandonar o Senhor, a sua ira se acenderia e eles seriam rapidamente destruídos da terra que Ele lhes tinha dado (Josué 23: 1-16).

Joshua s Farewell Address '. Josué reuniu todo o Israel Em Siquém, e chamou seus homens representativos. Ele novamente ensaiado Alguns dos eventos importantes na sua história e, com fervor profundo, exortou-os a servir ao Senhor com sinceridade e verdade, e para fazer a sua escolha naquele dia, declarando que ele e sua família iria servir ao Senhor. As pessoas responderam que não abandonariam o Senhor, porque Ele tinha feito grandes coisas para eles em entregá-los de seus inimigos e lutar suas batalhas para eles (Josué 24: 1-24). Joshua entrou em um pacto com o povo, fez um registro dele no livro da lei, e criar uma pedra como uma testemunha para o que tinham prometido fazer (Josué 24: 25-27). Depois disso, ele despediu o povo e eles voltaram para suas casas (Josué 24:28).

Morte de Josué. Joshua morreu com a idade de cento e dez anos, e foi enterrado no território da sua herança, em Mount Ephraim. Tão grande era o personagem de Joshua que o povo serviu ao Senhor durante todos os seus dias e durante a vida de seus contemporâneos que sobreviveram (Josué 24: 29-31).

Joseph S Bones '. Os restos mortais de José, que havia sido trazido do Egito, a seu pedido (Gênesis 50:25), foram finalmente enterrados em Siquém (Josué 24:32).

Eleazar s Sucessor '. Eleazar morreu e foi enterrado em Mount Ephraim, e foi sucedido por seu filho Finéias (Números 25: 10-13; Joshua 24:33 Juízes 20:28).

fonte www.avivamentonosul21.comunidades.net