Translate this Page

Rating: 3.0/5 (902 votos)



ONLINE
2




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter


Estudo e comentario de livro de Zacarias (4)
Estudo e comentario de livro de Zacarias (4)

Comentário Completo de Matthew Henry sobre a Bíblia 

Zacarias 4 

Introdução

Neste capítulo temos uma outra visão confortável, que, como foi explicado ao profeta, tinha muito nele para o encorajamento do povo de Deus em seus estreitos presentes, que eram tão grandes que eles pensavam seu caso impotente, que o seu templo nunca poderia ser reconstruídas nem sua cidade reabastecido e, portanto, o alcance da visão é a de mostrar que Deus, pela sua própria força, aperfeiçoar o trabalho, embora a assistência dada a ele por seus amigos nunca foram tão fracos, e a resistência dada a -lo por seus inimigos nunca foram tão fortes. Aqui está, I. O despertar do profeta para observar a visão, Zacarias 2: 1 . II. A visão em si, de um castiçal com sete lâmpadas, que foram fornecidos com óleo, e manteve queimando, imediatamente a partir de dois oliveiras que cresciam por ele, um de cada lado, Zacarias 2: 2 , 3 . III. O incentivo geral decide destina a ser dado aos construtores do templo para ir em em que um bom trabalho, assegurando-lhes que ele deve ser levado à perfeição, finalmente, Zacarias 2: 4-10 . IV. A explicação particular da visão, para a ilustração dessas garantias, Zacarias 2: 11-14 .

 

versículos 1-10

O Vision of the Golden Candlestick A Construção do Templo incentivada.          BC 520.

1 E o anjo que falava comigo voltou, e me despertou, como um homem que é despertado do seu sono, 2 E disse-me: Que vês? E eu disse, eu olhei, e eis um castiçal todo de ouro, com uma taça sobre o início da mesma, e suas sete lâmpadas; e sete canudos que as sete lâmpadas, que são em cima dele: 3e duas oliveiras por isso, uma em cima à direita lateral da taça, e a outra à sua esquerda lado da mesma. 4So E falei e disse ao anjo que falava comigo, dizendo: Que são estes, meu senhor? 5 Então o anjo que falava comigo, respondeu, e disse-me: Não sabes tu o que isso é? E eu disse: Não, meu senhor. 6 Então ele respondeu e falou-me, dizendo: Esta é a palavra do L ORD a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o L ORD dos exércitos. 7 Quem és tu, ó grande monte? Diante de Zorobabel serás uma campina; e ele trará a pedra angular da mesma com gritos, choro, Graça, graça a ela. 8 Além disso, a palavra do L ORD veio a mim, dizendo: 9 As mãos de Zorobabel têm lançado os alicerces desta casa suas mãos a acabarão e saberás que o L ORD dos Exércitos me enviou a vós. 10 Porque, quem despreza o dia das coisas pequenas? pois eles se alegrarão, vendo o prumo na mão de Zorobabel com os sete que são os olhos do L ORD , que discorrem por toda a terra.

 

Eis, I. O profeta preparado para receber a descoberta de que era para ser feita a ele: O anjo que falou com ele veio e acordou-o, Zacarias 4: 1 . Parece, embora ele estava em conferência com um anjo, e sobre assuntos de grande público e preocupação, mas ele cresceu aborrecido e caiu no sono, como deveria parecer, enquanto o anjo ainda estava falando com ele. Assim, os discípulos, ao verem Cristo transfigurado, estavam carregados de sono, Lucas 9:32 . O espírito do profeta, sem dúvida, estava disposto a atender o que era para ser visto e ouvido, mas a carne era fraca seu corpo não conseguia acompanhar o ritmo da sua alma em contemplações divinas a estranheza das visões talvez estupefato ele, e então ele foi superado com o sono, ou talvez a doçura das visões compostas ele e até mesmo cantado o adormecido. Daniel estava em um sono profundo, quando ouviu a voz das palavras do anjo, Daniel 10: 9 . Nós nunca deve ser apto para conversar com os espíritos até temos clara desses corpos de carne. Deve parecer, o anjo deixá-lo perder-se um pouco, para que pudesse ser fresco para receber novas descobertas, mas, em seguida, despertou ele, para sua surpresa, como um homem que é despertado do seu sono. Nota, precisamos do Espírito de . Deus, não só para dar a conhecer a nós as coisas divinas, mas para nos fazer tomar conhecimento deles ele acorda todas as manhãs, ele desperta meu ouvido, Isaías 50: 4 . Devemos pedir a Deus que, sempre que ele fala para nós, ele iria despertar-nos, e nós devemos então agitar a nós mesmos.

 

  1. A descoberta de que foi feita a ele quando ele estava assim preparado. O anjo lhe perguntou: Que vês? Zacarias 4: 2 . Quando ele estava acordado talvez ele não teria tomado conhecimento do que foi apresentado ao seu ponto de vista, se não tivesse sido assim, animado para olhar sobre ele. Quando observou ele viu um castiçal de ouro, um tal como foi no templo antigo, e com o gosto deste templo deverá, em devido tempo, ser decorado. A igreja é um castiçal, criada para a iluminação deste mundo escuro e a quarta realização da luz da revelação divina a ele. A vela é de Deus, a igreja é, mas o castiçal, mas todo de ouro, denotando o grande valor e excelência da igreja de Deus. Este castiçal de ouro tinha sete lâmpadas ramificando-se a partir dele, tantas tomadas, em cada um dos quais foi uma queima e luz brilhante. A igreja judaica era um só, e embora os judeus que foram dispersos, é provável, tinha sinagogas em outros países, mas eles eram, mas como tantas lâmpadas pertencentes a um castiçal mas agora, sob o Evangelho, Cristo é o centro da unidade e não em Jerusalém ou em qualquer um lugar e, portanto, sete igrejas particulares estão representados, e não como sete lâmpadas, mas até sete vários candeeiros de ouro, Apocalipse 01:20 . Este castiçal tinha uma tigela, ou receptor comum, na parte superior, na qual o petróleo era continuamente caindo, ea partir dela, por sete tubos secretos, ou passagens, foi difundido para as sete lâmpadas, de modo que, sem qualquer cuidado, eles receberam óleo de tão rápido quanto eles desperdiçado-lo (como naqueles que chamamos de fonte-ink-chifres, ou fountain-canetas ) que nunca quis, nem nunca foram saturado, e assim manteve sempre queimando claro. E a taça também foi continuamente fornecido, sem qualquer cuidado ou atendimento do homem para ( Zacarias 4: 3 ), ele viu duas oliveiras, uma de cada lado do castiçal, que eram tão gordo e frutífera que por vontade própria que derramou muitas do petróleo continuamente na bacia, que por dois tubos maiores ( Zacarias 04:12 ) dispersa o óleo para os mais pequenos e, assim, as lâmpadas para que ninguém precisava para assistir a este castiçal, para fornecer-lo com óleo (não demorou para o homem, nem esperou que os filhos dos homens), cujo âmbito de aplicação é para mostrar que Deus pode facilmente, e muitas vezes, cumprir seus propósitos graciosos respeito a sua igreja por sua própria sabedoria e poder, sem qualquer arte ou trabalho do homem, e que, embora às vezes ele faz uso de instrumentos, no entanto, ele não precisa deles nem está vinculado a eles, mas pode fazer seu trabalho sem eles, e ao invés do que deve ser desfeita.

 

III. A pergunta que o profeta fez a respeito do significado deste, ea repreensão suave dado a ele por seu dulness ( Zacarias 4: 4 ): I respondeu e falou ao anjo, dizendo: Que são estes, meu senhor? Observe como respeitosamente ele fala ao anjo que ele chama de meu senhor. Aqueles que seria ensinado deve dar honra de seus professores. Ele viu o que estes eram, mas perguntou-lhe que significava. Note, é muito desejável para saber o significado das manifestações de Deus de si mesmo e sua mente, tanto em sua palavra e por seus preceitos e providências. O que você quer dizer com esses serviços, por esses sinais? E aqueles que entender a mente de Deus deve ser curioso. Então, saberemos se nós prossigamos em conhecer, se nós não só ouvir, mas, como Cristo, fazer perguntas sobre o que ouvimos, Lucas 2:46 . O anjo respondeu-lhe com uma pergunta, dizendo: Não sabes o que é isto? Insinuando que, se ele tinha considerado, e comparou as coisas espirituais com as espirituais, ele poderia ter adivinhado o significado dessas coisas porque sabia que havia um castiçal de ouro na tabernáculo, que era de negócios constante dos padres para abastecer com óleo e para manter a queima, para o uso da tenda quando, pois ele viu, em visão, como um castiçal, com as lâmpadas sempre mantido aceso, e ainda não tem padres para assistir a ela , nem qualquer ocasião para eles, ele pode discernir o significado deste ser que se Deus tinha criado o sacerdócio novamente, mas ele poderia continuar seu próprio trabalho para e do seu povo sem eles. Nota: Nós temos razão para ter vergonha de nós mesmos que não mais facilmente apreender o significado das descobertas divinas. O anjo pediu ao profeta a esta questão, para desenhar a partir dele um reconhecimento de sua própria estupidez, e as trevas, e a lentidão de entender, e ele tinha-o imediatamente: " Eu disse: Não, meu senhor Eu não sei o que são." Visions teve sua importância, mas muitas vezes escuro e difícil de ser entendida, e os próprios profetas nem sempre estavam cientes disso em primeiro lugar. Mas aqueles que seriam ensinados por Deus devem ver e reconhecer sua própria ignorância, e sua necessidade de ser ensinado, e deve aplicar-se a Deus para a instrução. Para ele, que nos deu o gabinete devemos aplicar para o meio do qual a chave para destravá-lo. Deus vai ensinar os mansos e humildes, não aqueles que são arrogantes de si mesmos e inclinar-se sobre a cana quebrada de seu próprio entendimento.

 

  1. A intenção geral dessa visão. Sem um descant crítica sobre todas as circunstâncias da visão, o projeto dele é garantir o profeta, e por ele o povo, que este bom trabalho de construção do templo deveria, pelo cuidado especial da Providência divina, e a influência imediata do graça divina, ser levado a um problema feliz, embora os inimigos de que eram muitos e poderosos e os amigos e furtherers de que poucos e fracos. Nota, Na explicação das visões e parábolas, devemos olhar para o âmbito principal deles, e ficar satisfeito com isso, se isso ficar claro, embora não sejamos capazes de explicar todas as circunstâncias, ou acomodá-lo para o nosso propósito. O anjo deixa o profeta sabe, em geral, que esta visão foi projetado para ilustrar a palavra que o Senhor tinha a dizer a Zorobabel, para encorajá-lo a ir em frente com a construção do templo. Deixe-o saber que ele é um trabalhador junto com Deus nele, e que é uma obra que vai possuir e coroa.

 

  1. Deus vai continuar e completar este trabalho, como antes tinha começado sua libertação da Babilônia, não pela força externa, mas pelas operações secretas e influências internas sobre as mentes dos homens. Ele diz isso, que é o Senhor dos Exércitos, e poderia fazê-lo vi et armis - pela força, tem legiões no comando, mas ele vai fazer isso, não pelo humana força ou poder, mas pelo seu próprio Espírito. O que é feito pelo seu Espírito é feito pela força e poder, mas está em oposição à força visível. Israel foi levado para fora do Egito e em Canaã, pela força e poder em ambas estas obras de maravilha grande matança foi feita. Mas eles foram trazidos de Babilônia, e em Canaã pela segunda vez, pelo Espírito do Senhor dos exércitos de trabalho sobre o espírito de Ciro, e inclinando-a proclamar liberdade para eles, e que trabalham sobre os espíritos dos cativos, e inclinadas -los a aceitar a liberdade lhes ofereceu. Foi pelo Espírito do Senhor dos exércitos que o povo estava animado e animado para construir o templo e , portanto, disse que estão a ser ajudados pelos profetas de Deus, porque, como a boca do Espírito, falou com seus corações, Ezra 5 : 2 . Foi pelo mesmo Espírito que o coração de Darius estava inclinado a favorecer e promover esse bom trabalho e que os inimigos jurados de que fosse apaixonado em seus conselhos, de modo que não poderia impedi-lo como eles concebido. Note, A obra de Deus é muitas vezes exercida com muito sucesso quando ainda é realizado em muito silenciosamente e sem o auxílio de força humana do evangelho-templo é construído, não por força ou poder (para as armas da nossa milícia não são carnais ), mas pelo Espírito do Senhor dos exércitos, cujo trabalho sobre as consciências dos homens é poderoso para destruição das fortalezas, assim, a excelência do poder é de Deus, e não do homem. Quando os instrumentos falham, vamos, portanto, deixá-lo a Deus para fazer o seu próprio trabalho de seu próprio Espírito.

 

  1. Todas as dificuldades e oposições que se encontram no caminho deve ser superei e removidos, mesmo aqueles que parecem insuperáveis ( Zacarias 4: 7 ): Quem és tu, ó grande monte? Diante de Zorobabel serás uma planície. Veja aqui: (1) Como a dificuldade é representado é uma grande montanha, intransitáveis e imóveis, um monte de lixo, como uma grande montanha, que deve ser obtido de distância, ou o trabalho não pode continue. Os inimigos dos judeus são orgulhosos e duro como grande montanhas, mas, quando Deus tem trabalho a fazer, as montanhas que se interpõem no caminho dele deve diminuir em toupeira-montes para ver aqui, (2.) Como essas dificuldades são desprezados: " Quem és tu, ó grande monte! que tu deves ficar no caminho de Deus e pensar para parar o progresso do seu trabalho? Quem és tu, que olhas tão grande, que, assim, threatenest, e da arte, assim, temia? Diante de Zorobabel, quando ele é de Deus agente, . serás uma planície . todas as dificuldades devem desaparecer, e todas as objeções ser superei Cada montanha e serão humilhados quando o caminho do Senhor é para ser preparado, " Isaías 40: 4 . A fé remove montanhas e torná-los planícies. Cristo é a nossa montanhas Zorobabel de dificuldade estavam no caminho do seu compromisso, mas diante dele todos foram nivelados nada é muito difícil para a sua graça para fazer.

 

  1. A mesma mão que começou a boa obra a aperfeiçoará: Ele trará a cabeça-pedra ( Zacarias 4: 7 ) e novamente ( Zacarias 4: 9 ), As mãos de Zorobabel têm lançado os alicerces desta casa, seja ele falado a sua honra (talvez com suas próprias mãos, ele colocou a primeira pedra), e embora tenha sido retardado, e ainda é muito mais oposição, no entanto, deve ser terminado, finalmente, ele deve viver para vê-lo terminado, ou melhor, e também as suas mãos terminá-lo aqui, ele é um tipo de Cristo, que é tanto o autor e consumador da nossa fé e seu ser o autor dela é uma garantia para nós que ele será o finalizador, para, como para Deus , cuja obra é perfeita foi que ele começou e não o confirmaria um fim? Zorobabel deve-se trazer a cabeça de pedra com aclamações e altas aclamações de alegria, entre os espectadores. As aclamações não são huzzas, mas Graça, graça que é o fardo das canções triunfantes que a Igreja canta. Pode ser tomado: (1) Como ampliação livre graça, e dando para que toda a glória do que é feito. Quando o trabalho é concluído, ele deve ser felizmente reconheceu que não foi por qualquer política ou poder de nossa própria que foi levada à perfeição, mas que era graça que o fez - de boa-vontade de Deus para nós e seu bom trabalho na nós e para nós. graça, graça, deve ser gritou, não só para a cabeça-de pedra, mas a pedra fundamental, a pedra angular, e de fato a cada pedra no edifício de Deus do princípio ao fim não é nada de obras , mas todas de graça, e todos os nossos coroas deve ser lançado aos pés de graça. Não a nós, Senhor! não a nós. (2.) Como dependendo livre graça, e desejando a continuação do mesmo, para o que ainda está por ser feito. Graça, graça, é a linguagem da oração, bem como de louvor agora que este edifício está concluído, toda a felicidade assistir a ela! Haja paz dentro de seus muros, e, para isso, a graça. Deixe a beleza do Senhor nosso Deus estejam sobre ele! Note, que vem da graça de Deus pode, na fé, e sobre bons fundamentos, estar comprometido com a graça de Deus, pois Deus não abandonará o trabalho de suas próprias mãos.

 

  1. Esta será uma ratificação integral das profecias que foram feitas a respeito retorno dos judeus, e sua liquidação novamente. Quando o templo estiver concluído, em seguida, saberás que o Senhor dos exércitos me enviou a vós. Nota, a realização exata das profecias das escrituras é uma prova convincente de sua origem divina. Assim, Deus confirma a palavra do meu servo, por dizer a Jerusalém, serás edificada, Isaías 44:26 . Nenhuma palavra de Deus deve cair no chão, como não devem deixar um iota ou til dele. Profecias da proximidade do dia de libertação para a igreja de Zacarias iria aparecer em breve, pela realização deles, para ser de Deus.

 

  1. Esta é efetivamente silenciar aqueles que olhavam com desprezo sobre o início deste trabalho, Zacarias 04:10 . Quem, onde, é ele agora que despreza o dia das coisas pequenas, e pensei que este trabalho nunca viria a alguma coisa? Os próprios judeus desprezavam a fundação do segundo templo, porque era provável que seja tão longe inferior ao primeiro, Esdras 3:12 . Seus inimigos desprezado a parede quando ela estava no prédio, Neemias 2:19 , 4 : 2,3 . Mas que não fazê-lo. Note-se, na obra de Deus o dia das coisas pequenas não é para ser desprezado. Embora os instrumentos ser fraco e improvável, Deus muitas vezes escolhe como, por eles para realizar grandes coisas. Como uma grande montanha torna-se uma planície diante dele quando ele agrada, então um pouco de pedra, cortada de uma montanha, sem mãos, trata de encher a terra, Daniel 2:35 . Embora os primórdios ser pequeno, Deus pode fazer o último estado grandemente para aumentar a um grão de mostarda pode tornar-se uma grande árvore. Não deixe o luz da aurora ser desprezado, pois vai brilhar mais e mais para o dia perfeito. O dia das coisas pequenas é o dia de coisas preciosas, e será o dia de grandes coisas.

 

  1. Esta é abundantemente satisfazer todas as saudáveis pessoas bem-intencionadas para o interesse de Deus, que será feliz de ver-se enganado ao desprezar o dia das pequenas coisas. Aqueles que se desesperou do acabamento da obra se alegrará quando vendo o prumo na mão de Zorobabel, quando vê-lo ocupado entre os construtores, dando ordens e instruções sobre o que fazer, e tomando cuidado para que o trabalho seja feito com grande exatidão, que pode ser tanto fina e firme. Nota: É motivo de grande alegria a todos boas pessoas para ver magistrados atento e activo para a edificação da casa de Deus, para ver o prumo na mão de quem tem poder para fazer muito, se eles têm, mas um coração de acordo a ele que vemos não Zorobabel com a espátula na mão (que é deixado para os operários, os ministros), mas podemos vê-lo com o prumo na sua mão, e não é por menosprezo, mas uma honra para ele. Magistrados são para inspecionar o trabalho dos ministros, e falar confortavelmente aos levitas que fazem o seu dever.

 

  1. Este será altamente ampliar a sabedoria e cuidado da providência de Deus, que é sempre utilizada para o bem de sua igreja. Zorobabel faz a sua parte, não tanto quanto o homem pode fazer para encaminhar o trabalho, mas é com os sete, esses sete olhos do Senhor que lemos de Zacarias 3: 9 . Ele não podia fazer nada se o vigilante poderosa providência,, da graça de Deus não ir antes dele e ir junto com ele dentro. Se o Senhor não construiu esta casa, Zorobabel eo resto teria trabalhado em vão, Salmo 127: 1 . Estes olhos do Senhor são aqueles que correm para lá e para cá por toda a terra, de que tomar conhecimento de todas as criaturas e todas as suas ações ( 2 Crônicas 16: 9 ), e inspirar e direta de tudo, de acordo com os desígnios divinos. Nota, não devemos pensar que Deus está tão ocupado com os assuntos da sua igreja como a negligenciar o mundo, mas é um conforto para nós que a mesma providência todo-poderoso onisciente que governa as nações da terra é de uma maneira particular versado sobre a igreja. Aqueles sete olhos que atravessam a terra são todos sobre a pedra que Zorobabel está colocando em linha reta com o seu prumo, para ver que ser bem definidos. E aqueles que têm o prumo na sua mão deve olhar para aqueles olhos do Senhor, deve ter uma relação constante à Divina Providência, e agir na dependência de sua orientação e submissão a suas alienações.

 

versículos 11-14

A Visão do oliveiras.     BC 520.

11Então eu respondi, e disse-lhe: Que são estas duas oliveiras à direita lado do castiçal e à sua esquerda lado dela? 12 E eu respondi, e disse-lhe: Que ser estes dois ramos de oliveira que estão junto aos dois tubos de ouro esvaziar o dourado óleo fora de si? 13 E ele respondeu-me e disse: Não sabes tu o que estes ser? E eu disse: Não, meu senhor. 14Then ele disse: Estes são os dois ungidos, que assistem junto ao Senhor de toda a terra.

 

Suficiente é dito a Zacarias para encorajá-lo, e para capacitá-lo para incentivar outras pessoas, com referência ao bom trabalho de construção do templo que eles estavam agora sobre, e que era a principal intenção de a visão que ele viu, mas ele ainda está curioso sobre as indicações, que iremos atribuem, não a qualquer vã curiosidade, mas para o valor que tinha para descobertas divinas e o prazer que ele tomou no relacionar-se com eles. Aqueles que sabem muito das coisas de Deus não pode deixar de ter um humilde desejo de saber mais. Agora observe,

 

  1. O que o inquérito foi. Ele entendeu o significado do candelabro com as suas lâmpadas: É Jerusalém, é o templo, e sua salvação que está a avançar como uma lâmpada que arde , mas ele quer saber o que são essas duas oliveiras ( Zacarias 04:11 ), estas duas oliveiras ramos? Zacarias 04:12 . Observe aqui, 1. Ele perguntou. Nota, Aqueles que se familiarizar com as coisas de Deus deve ser curioso a respeito dessas coisas. Pergunte, e você deve ser contada. 2. Ele pediu duas vezes, sua primeira pergunta não tendo nenhuma resposta dada a ele. Nota: Se respostas satisfatórias não ser dada às nossas perguntas e pedidos rapidamente, devemos renovar-los, e repeti-los, e continuar instantâneas e importuna neles, e a visão deve longamente falar, e não mentem. 3. Sua segunda consulta variou pouco desde o primeiro. Ele pediu em primeiro lugar, Quais são estas duas oliveiras, mas depois, Que são estas duas oliveiras ramos? Isto é, aqueles ramos da árvore que pendiam sobre a bacia e destilados de petróleo para ele. Quando indagamos a respeito da graça de Deus, ele deve ser um pouco como nos é comunicada pelos ramos frutíferos da palavra e ordenanças (por isso é uma das coisas reveladas, que pertencem a nós e aos nossos filhos ) do que como é residente na boa oliveira, onde todas as nossas fontes são, por isso é uma das coisas secretas, que não pertencem a nós. 4. Em sua investigação, ele mencionou as observações que tinha feito sobre a visão que ele tomou conhecimento não só do que era óbvio à primeira vista, que as duas oliveiras cresceu, um no lado direito e outra do lado esquerdo do candelabro ( tão perto, tão pronto, é a graça divina para a igreja), mas ele observou ainda, após uma inspeção mais estreita, que as duas oliveiras ramos, a partir do qual, em particular, o candelabro que recebem da raiz e da seiva da oliveira (como o apóstolo diz da igreja, Romanos 11:17 ), fez esvaziar o óleo dourado (ou seja, o óleo claro brilhante, o melhor no seu género, e de grande valor, como se fosse potabile aurum - ouro líquido) para fora de si mesmos através dos dois tubos de ouro, ou (como a margem de lê-lo), que pela mão dos dois tubos de ouro vazias fora de si óleo no ouro, isto é, para a taça de ouro na cabeça do candelabro. Nosso Senhor Jesus esvaziou-se, para nos encher seu precioso sangue é o óleo de ouro em que são fornecidos com tudo o que precisamos.

 

  1. Que resposta foi dada ao seu inquérito. Agora, novamente o anjo obrigou-o expressamente de possuir sua ignorância, antes que o informou ( Zacarias 04:13 ): " Não sabes tu o que isso é? Se tu sabes que a igreja seja o candelabro, podes pensar que as oliveiras, que fornecê-lo com óleo, para ser outra senão a graça de Deus? " Mas ele possuía ele ou não compreendê-lo totalmente ou tinha medo que ele não entender corretamente-lo: ? Eu disse: Não, meu senhor, como deve entender, se alguém me guiar E então ele disse a ele ( Zacarias 4:14 ): estes são os dois filhos do óleo (por isso é no original), os dois ungidos (assim nós lê-lo), em vez disso, os dois oleosas. Aquilo que lemos ( Isaías 5: 1 ) um outeiro fértil está em o original do chifre do filho de óleo, uma gordura e do solo engorda. 1. Se pelo castiçal de nós compreendemos a igreja visível, particularmente a dos judeus na época, para cuja conforto foi destinado principalmente, estes filhos de petróleo, que estão diante do Senhor de toda a terra, são as duas grandes ordenanças e escritórios da magistratura e ministério, na época apresentado nas mãos desses dois grandes e bons homens Zorobabel e Josué. Reis e sacerdotes foram ungidos este príncipe, este padre, foram as oleosas, dotados com os dons e graças do Espírito de Deus, para qualificá-los para o trabalho para o qual foram chamados. Eles se apresentaram diante do Senhor de toda a terra, para o servirem, e para receber direção dele e uma grande influência que tiveram sobre os assuntos da igreja naquele momento. Sua sabedoria, coragem e zelo, eram continuamente esvaziando-se na taça de ouro, para manter a queima de lâmpadas e, quando eles se foram, outros se levantará para realizar o mesmo trabalho Israel já não deve estar sem príncipe e sacerdote. Bons magistrados e bons ministros que se estão ungidos com a graça de Deus e se destacam pelo Senhor de toda a terra, como fiéis seguidores para a sua causa, contribuem muito para a manutenção e desenvolvimento da religião e a resplandecer da Palavra de vida . 2. Se pelo castiçal de nós compreendemos a igreja do primogênito, de verdadeiros crentes, estes filhos de óleo pode ser significado de Cristo e do Espírito, o Redentor e o Consolador. Cristo não é apenas o Messias, o Ungido si mesmo, mas é a boa oliveira à sua igreja e de sua plenitude nós recebemos, João 1:16 . E o Espírito Santo é a unção ou unção que recebemos, 1 João 2:20 , 27 . De Cristo, o oliveira, pelo Espírito, o ramo de oliveira, todo o óleo de ouro da graça é comunicada aos crentes, o que mantém as suas lâmpadas acesas, e sem um fornecimento constante de que em breve iria sair. Eles assistem junto ao Senhor de toda a terra, que é de uma forma especial Senhor da Igreja para o Filho era para ser enviado pelo Pai, e por isso foi o Espírito Santo, na hora marcada, e eles apoiá-lo pronto para ir .
  2. fonte www.avivamentonosul.com