Translate this Page

Rating: 3.0/5 (868 votos)



ONLINE
4




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

site, fee epub, link, get pdf, enter link, free book, download book, this link, free book, download pdf,

Geografia os Reis de Israel
Geografia os Reis de Israel

                                               Geografia os Reis de Israel        

                                                         Reino de Israel 

Jeroboão, o primeiro rei. Durante as operações de construção de Salomão Ele descobriu um jovem pelo nome de Jeroboão, filho de Nebate efrateu, que era valoroso e trabalhador, e ele o pôs sobre a carga da casa de José (1 Reis 11: 26-29). Posteriormente, como o jovem estava saindo de Jerusalém, ele foi recebido pelo profeta Aías Quem, de uma maneira muito impressionante, assegurou-lhe que ele reine sobre dez das tribos de Israel (1 Reis 11: 29-39). Solomon em audiência desta tentou matar Jeroboão, e para a proteção que ele fugiu para o Egito (1 Reis 11:40). Após a adesão de Roboão ao trono o povo enviado para Jeroboão, e ele se juntou a seus compatriotas ao solicitar o novo Rei para aliviar seus fardos que ele enfaticamente recusou a fazer, e Jeroboão liderou a revolta (1 Reis 11: 1-24; 1 Crônicas 10: 1-19). 

 

Jeroboão estabeleceu-se em Siquém, na região montanhosa de Efraim, e de modo a impedir as pessoas de ir a Jerusalém para adorar, configurar dois bezerros de ouro, um em Betel e outro em Dã, assegurando ao povo que estes eram os deuses que lhes trouxera fora da terra do Egito (1 Reis 12: 25-30). Ele também ignorou a lei de Deus e fez sacerdotes dos mais baixos do povo, e mudou o tempo de realização das festas anuais ordenados por Moisés (1 Reis 12: 31-33). Durante estes tempos difíceis em que vivemos um profeta do Senhor de Judá a Betel e encontrou Jeroboão Officiating no altar. 

 

O profeta gritou com veemência contra o Altar e previu que uma criança deveria ter nascido para a casa de David, cujo nome será Josias, que iria destruir os sacerdotes desta altar por causa de seu trabalho sacrílego, e enfatizou a autenticidade de sua Comissão fazendo com que o altar para abrir e as cinzas para derramar. Jeroboão estava muito irritado e tentou prender o homem de Deus com resultados desastrosos, mas por intercessão do profeta foi ele restaurado (1 Reis 13: 1-32). Após este Jeroboão aumentado em maldade (1 Reis 13:33, 34). O filho de Jeroboão, Abias adoeceu, e ele enviou sua esposa para Shiloh para entrevistar o profeta Aías, a fim de descobrir o destino da criança. Ele disse a ela que a criança iria morrer, e previu a extinção da casa de Jeroboão por causa da sua maldade inigualável (1 Reis 14: 1-18). Jeroboão reinou vinte e dois anos (1 Reis 14:19, 20). Ele reinou Roboão simultaneamente com dezessete anos (1 Reis 12: 1-20; 1 Reis 14:20; 2 Crônicas 14:20), Abias três anos (1 Reis 14: 31-15: 2), e com Asa dois anos ( 1 Reis 14:20, 31; 1 Reis 15: 1, 2, 8-10; 2 Crônicas 12:13).

 

Aías, o profeta. O profeta Aías floresceu durante o reinado de Jeroboão (1 Reis 14: 1-18).

 

Nadab, o segundo rei. Jeroboão foi sucedido por seu filho Nadab, cujo reinado sem intercorrências continuou apenas dois anos (1 Reis 15:25).

Baasa, a Terceira King - Segunda Dinastia. Nadabe foi derrubado e sucedido por Baasa, que, logo que chegou ao trono, Exterminated a casa de Jeroboão por causa de sua extrema maldade (1 Reis 15: 2-30). Baasha caminhamos os passos de Jeroboão (1 Reis 15:34). Ele foi visitado pelo profeta do Senhor que previu a destruição de sua casa por causa de seus pecados (1 Reis 16: 1-7). Baasha reinou sobre todo o Israel vinte e quatro anos (1 Reis 15:34). Ele reinou simultaneamente com o ácido acetilsalicílico (1 Reis 15: 9, 10, 33).

 

Jeú o Profeta. O profeta Jeú floresceu durante o reinado de Baasa (1 Reis 16: 1-4).

 

Elá, o quarto rei. Baasa foi sucedido por seu filho Elah, que reinou dois anos simultaneamente com Asa, rei de Judá (1 Reis 15: 9, 10; 1 Reis 16: 6-8).

Zinri, a Quinta King - Terceira Dinastia. Elá foi assassinado por seu servo Zinri que, logo que ele subiu ao trono, destruiu toda a casa de Baasa, conforme a palavra do Senhor. Reinou Zinri Contemporaneamente com Asa sete dias (1 Reis 15: 9, 10; 1 Reis 16: 8-30).

 

Omri, da Sexta King - Quarta Dinastia. Zinri foi sucedido por Omri. Reinou seis anos em posição de autoridade indiscutível. Ele foi contemporâneo com a ASA (1 Reis 15: 9, 10; 1 Reis 16: 21-23). O chefe ato do reinado de Omri, foi a fundação da cidade de Samaria (1 Reis 16:23, 24). Seu reinado foi caracterizado por mal (1 Reis 16: 25-27).

 

Acabe, o sétimo rei. Omri foi sucedido por seu filho Acabe (1 Reis 16:28). Ele introduziu a idolatria no tribunal de Israel, e seu reinado foi distinguido pela sua notável desrespeito à lei de Deus (1 Reis 16: 9-17: 24). Ele reinou simultaneamente com Asa quatro anos (1 Reis 15: 9, 10; 1 Reis 16:29) e Josafá dezoito anos (1 Reis 22; 41,42).

 

Micaías e os profetas Elias. Durante o reinado de Acabe, dois profetas ilustres floresceu.

 

A história de Miquéias é muito breve. Acabe formado uma aliança militar com Josafá, e eles foram para a guerra contra o rei da Síria. Antes de irem para a batalha, os profetas de Acabe foram chamados, e eles fizeram soar as suas previsões quanto ao resultado do concurso, após o que Miquéias foi chamado, e de uma maneira muito impressionante previu o resultado do noivado, e Suas previsões foram cumpridas (2 Crônicas 18: 1-34).

Elias é um dos personagens mais dramáticos da história. Ambos Sua chegada e da partida das cenas de conflito terrestre são mais notável. Ele apareceu num momento em que a idolatria erguida carnaval na corte de Acabe, e quando todo o Israel tinha Aparentemente, afastou-se do Senhor (1 Reis 16: 29-17: 1).

 

Os principais eventos na vida eram,

 

ele apareceu para Acabe, rei de Israel e previu que deveria haver nem chuva nem orvalho, exceto por sua palavra (1 Reis 17: 1; James 5:17);

ele foi alimentado pelos corvos no ribeiro de Querite (1 Reis 17: 2-7);

ele chegou de Sarepta e ali habitou (1 Reis 17: 8-16);

ele restaurou o filho da viúva (1 Reis 17: 17-24);

ele apareceu a Ahab pela segunda vez (1 Reis 18: 1-19);

Elias reparou o altar do Senhor e destruiu os profetas de Baal (1 Reis 18: 20-40);

 

o fim da seca e da corrida de Carmel para Jezreel (1 Reis 18: 41-46);

fugia da ira de Jezabel (1 Reis 19: 1-3);

sentou-se debaixo de um zimbro e oração para a morte (1 Reis 19: 4);

o anjo do Senhor apareceu, alimentado, e fortalecê-lo (1 Reis 19: 5-8);

o Senhor falou com ele no Monte Sinai e garantiu-lhe que havia sete mil em Israel que não tinham dobrado os joelhos diante de Baal (1 Reis 19: 9-18);

pela autoridade do Senhor ungiu Eliseu de Abel-Meolá como seu sucessor (1 Reis 19: 15-21);

 

ele previu o fim terrível de Acabe e sua esposa (1 Reis 21: 17-29);

ele chamou fogo do céu (2 Reis 1: 1-12; Lucas 9:54);

ele previu a morte de Acazias (2 Reis 1: 13-18);

ele foi levado ao céu em uma carruagem de fogo (2 Reis 2: 1-18).

Acazias, o Oitavo Rei. Acabe foi sucedido por seu filho Ocozias. Ele seguiu os passos de seus antepassados ​​perversos (1 Reis 22: 51-53). Um acidente se abateu sobre ele, e ele estava perigosamente doente, e ele enviou para consultar Baalzebub o deus da Ekron se ele iria se recuperar. O anjo do Senhor ordenou a Elias para ir e contar os Mensageiros de declarar ao rei que ele deve certamente morrerás. Quando o rei reconheceu o profeta em sua descrição, ele enviou uma delegação de soldados que pedem-lhe para vir com ele de uma vez. Disaster seguido desastre até que o profeta apareceu na corte do rei e previu sua morte rápida (2 Reis 1: 1-16). Acazias reinou simultaneamente com Josafá dois anos (1 Reis 22: 42-51; 2 Reis 3: 1).

 

Jorão, o nono rei. Acazias foi sucedido por seu irmão Jorão (2 Reis 1:17; 2 Reis 3: 1). Seu reinado foi caracterizado por mal (2 Reis 3: 1, 2). A paz do seu reino foi perturbado pela rebelião do rei de Moab. A fim de suprimir essa rebelião que lhe estão associadas, rei de Judá eo rei de Edom. Grande destruição e tristeza seguido (2 Reis 3: 1-27). Ele reinou simultaneamente com Josafá (2 Reis 3: 1), Jorão (1 Reis 22:42; 2 Reis 3: 1; 2 Reis 9:29; 2 Crônicas 21: 1, 5) e Acazias (2 Reis 9:29;

 

Eliseu, o profeta. Eliseu, o profeta floresceu durante estes tempos. Os principais eventos em sua vida foram:

ele foi ungido por Elias como seu sucessor (1 Reis 19: 19-21);

ele recebeu uma porção dobrada do espírito de Elias (2 Reis 2: 9-15);

disse o rei Jorão como obter água durante a sua campanha contra os moabitas (2 Reis 3: 10-20);

ele aumentou o óleo da viúva (2 Reis 4: 1-7);

ele levantou o filho da sunamita dentre os mortos (2 Reis 4: 8-38);

ele realizou um grande milagre em Gilgal (2 Reis 4: 39-41);

ele alimentou uma grande multidão por um aumento miraculoso dos alimentos (2 Reis 4: 42-44);

ele curou a lepra de Naamã (2 Reis 5: 1-19);

ele implicava a lepra na casa de Geazi (2 Reis 5: 20-27);

a grande fome em Samaria (2 Reis 6: 1-7);

ele deu assistência ao rei de Israel contra seus inimigos (2 Reis 6: 8-12);

ele foi capturado pelos sírios (2 Reis 6: 13-18);

ele liderou os sírios a Samaria, alimentá-los, mobilado-los com as necessidades da vida, os despediu, e, assim, ganhou uma grande vitória (2 Reis 6: 19-24);

ele previu abundância repentina, durante a fome de Samaria (2 Reis 7: 1, 2);

sua previsão foi cumprida (2 Reis 7: 3-20);

ele levou a cabo a comissão originalmente dado a Elias (1 Reis 19: 15-18; 2 Reis 8: 1-15; 2 Reis 9: 1-13).

 

Jeú, o Décimo King - Quinta Dinastia. Jorão foi morto e sucedido por Jeú, filho de Josafá, filho de Ninsi. Ele inaugurou uma reforma matando Jezabel, os filhos de Acabe e os profetas de Baal (2 Reis 9: 1-10: 28). Devido ao seu sucesso na destruição do mal, o Senhor prometeu-lhe que os seus filhos devem se assentar no trono há quatro gerações (2 Reis 10: 29-34). Jeú reinou sobre Israel vinte e oito anos, e foi contemporâneo com Atalia sete anos (2 Reis 10:36; 2 Reis 11: 1-4) e Jeoás vinte e um anos (2 Reis 12: 1;

Jeoacaz, o décimo primeiro rei. Jeú foi sucedido por seu filho Jeoacaz, que reinou em Samaria dezessete anos (2 Reis 18: 1). Seu reinado foi caracterizado por uma continuação da prática idólatra Inaugurada pelo Jeroboão. A ira do Senhor se acendeu contra Israel, e ele os entregou nas mãos dos sírios. O rei Parecia ser penitente, mas não se arrependeram (2 Reis 12: 2-8). Ele foi contemporâneo com Jeoás dezessete anos (2 Reis 12: 1; 2 Reis 13: 1).

 

Joás, o Rei de Reis. Jeoacaz foi sucedido por seu filho Joás, que seguiu as pegadas de seus progenitores perversos. Durante a última doença de Eliseu, ele foi visitado por Joás, a quem comunicou as informações que ele deveria ferir os sírios três vezes (2 Reis 13: 14-19). Jeoás reinou dezesseis anos, e foi contemporâneo com Jeoás dois anos (2 Reis 13: 9, 10; 2 Reis 12: 1; 2 Reis 14: 1) e Amazias catorze anos (2 Reis 14: 1, 2).

Jeroboão II, o décimo terceiro rei. Joás foi sucedido por seu filho Jeroboam. Ele aderiu aos caminhos dos seus antepassados. Ele restaurou a costa de Israel desde a "entrar de Hamate até o mar da planície", de acordo com a previsão de Jonas, filho de Amitai (2 Reis 14: 23-25). Israel estava muito aflito durante estes tempos, mas o Senhor concedeu-lhes a libertação pela mão do rei (2 Reis 14:26, 27). Ele reinou quarenta e um anos, e foi contemporâneo com Amaziah quinze anos (2 Reis 14: 1, 2, 23) e Uzias catorze anos (2 Reis 15: 1).

 

Jonas, o Profeta. Jonas, o profeta floresceu durante o reinado de Jeroboão II (2 Reis 14: 23-25). Os principais eventos em sua vida foram,

ele recebeu uma comissão do Senhor para irem à grande cidade de Nínive e clama contra ela (Jonas 1: 1, 2); (B), ele foi lançado ao mar e engolido por um grande peixe (Jonas 1: 3-17);

ele orou ao Senhor e foi entregue (Jonas 2: 1-10);

o povo de Nínive arrependeram com a sua pregação (Jonas 4: 1-11).

Interregno. Houve um espaço de cerca de 24 anos entre a morte de Jeroboão II, ea adesão de Zacarias (2 Reis 14:23; 2 Reis 15: 1, 8).

Zacarias, o XIV Rei. Jeroboão II foi sucedido por seu filho Zacarias, em quem foi cumprida a promessa do Senhor a Jeú (2 Reis 14:29; 2 Reis 15: 8-12). Ele reinou seis meses simultaneamente com Uzias (2 Reis 15: 1, 2, 8).

Salum, o XV Rei - Sexta Dinastia. Zacarias foi morto e sucedido por Salum que reinou um mês inteiro, simultaneamente com Uzias (2 Reis 15: 1, 2, 10, 13).

Menahem, o XVI King - Sétima Dinastia. Salum foi morto e sucedido por Menahem. Seu reinado foi marcado por uma grande maldade, a guerra ea tributação excessiva (2 Reis 15: 14-22). Ele reinou dez anos contemporaneamente com Uzias (2 Reis 15: 1, 2, 17).

Pecaías, o Décimo Sétimo Rei. Menahem foi sucedido por seu filho Pecaías. Seu reinado foi distinguido por conta de maldade. Reinou dois anos simultaneamente com Uzias (2 Reis 15: 1, 2, 22-24).

Peca, o XVIII King - Oitava Dinastia. Pecaías foi morto e sucedido por Peca (2 Reis 15: 25-27). Ele não se afastava do exemplo de seus progenitores (2 Reis 15:28). Ele reinou vinte anos (2 Reis 15:27), e foi contemporâneo com Uzias cerca de um ano (2 Reis 15: 1, 2), Jotão dezesseis anos (2 Reis 15:32, 33; anos (2 Reis 16: 1) .

Interregno. Houve um interregno de cerca de oito anos entre a morte de Peca, e a adesão de Oséias (2 Reis 15:27 2 Reis 16: 1, 2; 2 Reis 17: 1).

 

Oséias, o XIX King - Nona Dinastia. Peca foi morto e Sucedido por Oséias (2 Reis 15:30). Durante o reinado de Oséias, Israel foi levado pelos assírios para o cativeiro, e seu país foi ocupado por seus inimigos (2 Reis 17: 1-41). 

fonte www.mauricioberwaldoficial.blogspot.com