Translate this Page

Rating: 3.0/5 (946 votos)



ONLINE
7




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

mmmmmmmmmmm


// ]]>


historia geral de Israel
historia geral de Israel

 

                               HISTORIA DE ISRAEL GERAL 

                                  Periodo antigo ,origens 

 

O moderno Estado de Israel como TEM SUAS raízes Históricas e Religiosas na Bíblica Terra de Israel (Eretz Israel), um Conceito de para o centro judaísmo from OS tempos Antigos, 1 2 3 e no Coração dos Antigos Reinos de Israel e Judá.4 apos o nascimento fazer sionismo Político, EM 1897, e da Declaração de Balfour, a Liga das Nações concedeu AO REINO UNIDO o Mandato Britânico da Palestina apos a Primeira Guerra Mundial, com a Responsabilidade de para o estabelecimento de "... os tais CONDIÇÔES Políticas, Administrativas e Econômicas Pará garantir o estabelecimento fazer judaico nacional lar, tal previsto Como No Preâmbulo e No Desenvolvimento de Instituições autónomas, e also parágrafo a Salvaguarda dos DIREITOS Civis e Religiosos de Todos os Habitantes da Palestina, Sem Distinção de Raça e de religião ...

 

Em Novembro de 1947, como Nações Unidas recomendaram a Partição da Palestina los hum Estado Judeu, um Estado Árabe e UMA Administração Direta das Nações Unidas soluço Jerusalém.6 A Partição FOI Aceita Pelos Líderes sionistas, mas rejeitada Pelos Líderes Árabes, o Opaco conduziu à Guerra Civil de 1947-1948. Israel declarou SUA Independência los 14 de maio de 1948 e ESTADOS Árabes Vizinhos atacaram O País não seguinte dia. DESDE entao, Israel travou UMA Série de Guerras com OS ESTADOS Árabes vizinhos7 e, Como consequencia, Israel atualmente ControlA Territórios de Além daqueles delineados no Armistício israelo-Árabe de 1949. Algumas das Fronteiras Internacionais fazer País continuam los Disputa, mas Israel Assinou do Tratados de paz com o Egito e com a Jordânia e apesar de esforços de para resolver o Conflito com OS palestinos, comeu ágora Só se encontrou Sucesso limitado. 1 Origens de Israel

1.1 israelitas Antigos (1200-950 A. C) 1.2 Israel e Judá (c. 1200-576 de corrente alternada) 1.3 Na Biblia 1.4 O Exílio e As Perseguições Antijudaicas 2 O sionismo 2.1 Precedentes Sionistas 2.2 O sionismo Político 3 Nascimento fazer moderno Estado de Israel3.1 Grupos judaicos clandestinos 3.2 A Independência 4 História Geral de Israel 4.1 Migração 5 Décadas de 1950 e 1960 5.1 O Governo de Ben Gurion 5.2 O Caso Lavon 5.3 O Segundo PERÍODO de Ben Gurion 5.4 O Gabinete Eshkol 6 Décadas de 1970 e 1980 6.1 O gabinete Golda Meir 6.2 Desgastes com uma Guerra 6.3 O Primeiro Gabinete Rabin 6.4 O Caso de Entebe 6,5 Escândalos e renúncia 6.6 A Era Beguin 7 Décadas de 1990 e 2000 8 Guerras e Conflitos ARMADOS 8.1 A Primeira Guerra Árabe-Israelense 8.2 A Guerra de Suez 8.3 A Guerra dos Seis Dias 8.4 A Guerra do Yom Kipur fazer 8.5 A Primeira Intervenção no Líbano 8.6 A Primeira Intifada 8.7 A Guerra do Golfo 8.8 Os Acordos de Paz de Oslo 8.9 O Assassinato de Rabin 8.10 Os governos de Netanyahu e Barak 8.11 A Segunda Intifada 8.12 A Segunda Intervenção no Líbano 9 Ataque à Frota Humanitária um Caminho de Gaza 10

                           Origens de Israel Artigo: História de Israel e Judá Antigos

Na Biblia Hebraica o Livro do Gênesis menciona Jacó, um dos Filhos de Isaque, Filho de Abraão, Que térios Mudado Seu Nome de para Israel, e Opaco Teve doze Filhos, Opaco geraram Doze Tribos conhecidas Como os "Filhos de Israel". E Judá O Quarto dos Filhos de Israel.

                                                Antigos israelitas (1200-950 aC

A Estela de Merneptá (JE 31408), Registro Mais Antigo fazer nome "Israel" (Museu do Cairo).

                                      Reino de Israel (monarquia unida), Israelitas e Hebreus

O Primeiro Registro fazer nomo Israel (Como ysrỉ ꜣ r) se Encontra n'uma frase da Estela de Merneptá, erguida Pelo faraó Egípcio Merneptá POR Volta de 1209 aC: ". Israel ESTA destruída e SUA Semente Não" 8 O Arqueólogo americano William Dever ve este "Israel ", SITUADO nn planaltos Centrais, Como UMA Entidade e cultural, provavelmente, politica, porem Como hum Grupo Etnico, e Localidade: Não Como hum Estado organizado.Os ancestrais dos israelitas PODEM ter Sido semitas Opaco ocuparam Canaã, Bem Como OS Povos que Mar.10 Para uma americana Acadêmica Paula McNutt poderia se AFIRMAR com alguma Segurança Opaco los sândalo Ponto anterior à Primeira Idade do Ferro, UMA População começou a se identificar de Como "Israelita", diferenciando-se dos canaanitas atraves de Indicadores Como uma proibição do Casamento consanguíneo, Uma ênfase na genealogia e na História familiar.

 Como aldeias tinham Populações de ATÉ 300 OU 400 Habitantes, 12 13 Que da Viviam de agricultura e Pastoreio e Eram, EM PARTE grande, auto-suficientes; 14 o Intercâmbio Econômico era frequente.15 A Escrita era conhecida e estava Disponivel para Registros de sistema operacional, comeu MESMO los Sitios menores.16 a Evidência Arqueológica indica uMA Sociedade de Centros Urbanos semelhantes a vilas, porem com Recursos Mais limitados e uMA População reduzida.

 Israel e Judá (c. 1200-576 Ac

A Biblia Hebraica descreve Confrontos Militares Constantes empre OS judeus e OUTRAS Tribos, incluíndo OS filisteus, cuja capital social era Gaza. Por Volta de 930 A. C. o reino se dividiu Entre o Reino de Judá, ao Sul, EO Reino de Israel, sem norte. Uma Aliança Entre o rei Acabe de Israel e Ben Hadad II de Damasco conseguiu repelir como incursões DOS assírios APOS UMA vitória nd Batalha de Qarqar (854 aC). O Reino de Israel, não entanto, FOI Destruido posteriormente Pelo rei Assírio tiglato-Pileser III POR Volta de 750 aC O reino filisteu also was Destruido. Os assírios enviaram par o exílio boa Parte da População fazer reino Israelita do Norte, Dando Origem ASSIM como "Tribos Perdidas de Israel '. Os Samaritanos alegam serviços Descendentes dos israelitas Opaco sobreviveram a ESTA conquista Assiria e ficaram na Região. Uma revolta Israelita ocorrida Entre 724 e 722 aC FOI debelada apos o cerco ea conquista da Samaria POR Sargão II. O rei Assírio Senaqueribe tentou, SEM Sucesso, Conquistar o reino de Judá. Registros assírios alegam Opaco elemento térios punido Judá e entao Abandonado o Território; Heródoto descreveu also uma Invasão.

                                                                     Na Biblia

O Povo de Israel (Povo Este Opaco Luta comandado POR YHWH. Nomo fazer Eterno Criador de Todas Coisas como). surgiu de Grupos Nômades Opaco habitavam a Mesopotâmia HÁ cerca de cinco mil Anos e Opaco posteriormente rumaram para à Região do Levante POR Volta do Ano 2000 aC. No Fim Do Seculo XVII aC, Por Motivo de UMA grande fome, Israel emigrou AO Egito, Onde o Governador da época era José, Filho de Jacó (Israel). Dentro de hum PERÍODO de quatrocentos Anos, com a morte de José ea sucessão fazer faraó, o Egito com Medo do Crescimento Grande do Povo Israelita, escravizou Israel.APOS O Fim do Cativeiro não Egito, Os israelitas vagaram Pela Região da Península fazer Sinai, reconquistando UMA Parte de Seu Território original não Levante, soluçar o Comando do Rei Saul POR Volta de 1029 aC. Segundo OS RELATOS Tradicionais, FOI Durante o Reinado de Saul Opaco, pressionados pelas Guerras Constantes com OS Povos Vizinhos, como 12 Tribos de Israel se unificaram, Formando hum Único reino.

Saul FOI POR sucedido David, EM Torno do Ano 1000 aC, Que expandiu o Território de Israel e conquistou a Cidade de Jerusalém, Onde instalou um reino fazer Seu capital. Sob o Reinado de Salomão that Israel alcançou o apogeu, Entre OS Anos 966 aC e 926 de corrente alternada. Roboão, Filho de Salomão, sucede-LHE Como rei los 922 aC porem, o Reino de Israel FOI Dois dividido em:. Uma Norte, o Reino das Dez Tribos, also Chamado de Reino de Israel, e ao Sul, o Reino das Duas Tribos, also Chamado de Reino de Judá, o capital cuja ficou Sendo Jerusalém.

Em 586 A. C. O Imperador babilônio Nabucodonosor invade Jerusalém, destroi o Primeiro Templo e obriga OS israelitas AO Seu Primeiro exílio.

Levados A Força de para a Babilônia, Os prisioneiros de Judá e Israel passaram CERCA de 50 ANOS Escravos Como soluçar o Domínio babilônico. O Fim do Primeiro Exodo possibilitou A Volta dos israelitas a Jerusalém, that was reconstruída, juntamente com Seu Grande Templo. Faça nomo de Judá nasceram como Denominações Judeu e judaísmo.

Entretanto, o Território dos judeus FOI Sendo Conquistado e Influenciado POR DIVERSAS potencias de SUA Época: assírios, Persas, Gregos, Romanos e seleucida. Ao Longo de Toda a dominação romana houve Duas Grandes Revoltas dos judeus. Antes, houve UMA Primeira revolta não Ano 134 aC, Antíoco IV Epifânio when, AINDA Durante um seleucida dominação, profanou o Templo AO sacrificar UMA Porca (animal considerado impuro Pelo judaísmo) altar los Seu. A revolta, Chamada de Hasmoniana FOI Vitoriosa e garantiu a Independência de Israel comeram o Ano 63 aC, o reino E QUANDO Conquistado Pelos Romanos. Seria Durante Este Domínio Opaco surgiria o Cristianismo.

Os Romanos estabeleceram nenhum reino Judeu hum protetorado. Entretanto, a Prática da religião hebraica era constantemente reprimida Pelos Romanos, Opaco interferiam na Administração do Templo e atacavam e profanavam OS CRP de Culto. A revolta contra o grande Primeira Domínio romano se iniciou há Ano 66 da Era Comum. Tambem conhecida Como Grande Revolta Judaica, a Rebelião duraria Ate O Ano 72 dC, o when geral Tito invadir a Região e destroi Jerusalém EO Segundo Templo. Cerca de hum Milhão de judeus teriam morrido combates OS Durante, alguns SEGUNDO pesquisadores. A transformada e Região los Província romana e batizada com o nomo de Província Judaica.

                           ANO 72 OU 70 D.C

O ano 72 d.C. estava próximo de seu fim quando um sentinela judeu, que montava guarda num posto avançado nas montanhas, avistou uma nuvem de poeira aproximando-se no horizonte. Ele sabia que aquilo só podia significar uma coisa: os romanos estavam chegando. Foi dado o alarme. A última fortaleza da resistência judaica despertou. A guerra havia chegado a Massada.

A fortaleza

Massada, que, provavelmente, significa "lugar seguro" ou "fortaleza", é um imponente planalto escarpado, situado no litoral sudoeste do Mar Morto. O local é uma fortaleza natural, com penhascos íngremes e terreno acidentado. Na parte leste, a face do penhasco se eleva 400 metros acima da planície circundante. O acesso só é possível através de uma difícil trilha que serpenteia pela montanha.

As vertentes norte e sul são igualmente escarpadas, mas o lado oeste é um pouco mais fácil de atingir. Ali, embora a montanha ainda se eleve a mais de 100 metros de altitude, o terreno sobe com uma inclinação de vinte graus até cerca de 13 metros do topo. O platô de Massada tem a forma aproximada de um losango, com cerca de 600 metros de comprimento e 300 metros na parte mais larga.

Flávio Josefo, o famoso historiador judeu do primeiro século, é a principal fonte de informação sobre a história de Massada. Embora alguns de seus relatos e números sejam muitas vezes questionados, grande parte do que ele descreveu foi confirmado pela arqueologia.

Massada tornou-se uma fortaleza judaica durante o período dos hasmoneus (cerca de 150-76 a.C.). Mais tarde, o rei Herodes fez ampliações e reforçou suas defesas (37-31 a.C.). Como era de se esperar, as reformas de Herodes foram impressionantes. Uma dupla muralha de pedra, com 140 metros de extensão e quase seis metros de altura em alguns pontos, estendia-se por todo o perímetro do platô. No espaço de 4 metros de largura que separava as duas muralhas, foram construídos vários quartos, que eram usados para guardar armas e alojar as tropas. A muralha tinha quatro portões e mais de trinta torres.

Herodes também construiu dois palácios com todo conforto e luxo da época: pisos de mosaicos, afrescos, colunatas e até uma piscina. Para garantir a auto-suficiência de seu refúgio no deserto, Herodes mandou plantar hortaliças e grãos na montanha, além de construir enormes cisternas escavadas na pedra para coletar água da chuva, com capacidade para mais de 40 milhões de litros. Suas despensas guardavam jarros de azeite, vinho, farinha e frutas. Herodes também tinha um estoque de armas suficiente para um exército de dez mil homens.

Após a morte de Herodes, a fortaleza de Massada foi ocupada por uma guarnição romana que ficou aquartelada ali por quase cem anos.

Os sicários

Durante o censo de Quirino (6 d.C., cf. Lc 2.2), surgiu entre os judeus daquela região uma quarta filosofia ou seita (além dos fariseus, saduceus e essênios). Josefo apontou essa seita como responsável pela destruição do Templo de Jerusalém, em 70 d.C. Esse partido defendia a rebelião contra Roma e não reconhecia nenhuma autoridade, senão a divina. Seus seguidores eram conhecidos como sicários, do latim sica, que significa "adaga curva". Alguns estudiosos identificam os sicários com os zelotes.

Josefo não tinha muitas palavras boas a dizer sobre os sicários. Ele os definiu como bandidos, que não assassinavam só os romanos, mas matavam e saqueavam seus próprios compatriotas, cometendo crimes bárbaros e fomentando a revolta, sob uma capa de patriotismo e ideais libertários.

No ano de 66 d.C., um grupo desses rebeldes entrou furtivamente na fortaleza de Massada e dizimou a guarnição romana aquartelada ali. Pouco depois, o líder dos sicários, Manaém, chegou a Massada com seus homens, saqueou o arsenal e seguiu em direção a Jerusalém, como líder autoproclamado da revolta contra Roma. Chegando em Jerusalém, Manaém agiu com extrema crueldade, assassinando todos os que não se submetiam à sua autoridade. Sua opressão tornou-se tão insuportável que provocou um levante num grupo de judeus de Jerusalém que consideravam sua tirania pior que a de Roma. Nessa revolta, Manaém foi preso e executado. Muitos de seus seguidores, inclusive um parente seu chamado Eleazar ben Jair, fugiram para Massada, onde Eleazar tornou-se líder dos sicários.

Durante os seis anos seguintes, os sicários de Massada demonstraram fervorosa devoção religiosa. Entretanto, em total incoerência com essa aparente piedade, Eleazar e seus homens costumavam atacar as povoações vizinhas, até mesmo as de judeus, para roubar provisões. A vila de En-Gedi, situada a cerca de 25 quilômetros ao norte de Massada, foi alvo de seu ataque mais cruel. Os sicários investiram contra a aldeia durante a Festa dos Pães Asmos, roubaram todos os mantimentos, expulsaram os habitantes judeus e, segundo Josefo, mataram setecentas pessoas.

Quando Jerusalém foi finalmente destruída pelos romanos, no ano 70 de nossa era, um pequeno punhado de sobreviventes dirigiu-se para Massada. Na época em que os romanos atacaram a fortaleza na montanha, no final de 72 d.C., a população judaica que ali vivia já somava 967 pessoas.

O cerco

Após a tomada de Jerusalém, os romanos começaram a operação de limpeza das áreas conquistadas. Dois baluartes judaicos remanescentes – Herodion e Maqueronte – foram rapidamente esmagados. Massada foi deixada para o novo procurador, Flávio Silva.

Silva marchou em direção a Massada com a Décima Legião e uma tropa auxiliar de milhares de soldados, além de milhares de prisioneiros judeus que trabalhavam como escravos, produzindo alimentos e fornecendo água para o exército.

Ao chegar à base da fortaleza de Massada, Silva começou a elaborar uma estratégia para enfrentar o desanimador desafio que se erguia à sua frente. Após avaliar a situação, ele decidiu, primeiramente, construir oito acampamentos de base em torno da fortaleza. Um deles foi colocado na montanha que dava vista para Massada, no lado sul. O local era um ótimo posto de observação, permitindo acompanhar as atividades dos sicários. O quartel-general de Silva estava localizado num dos acampamentos maiores, a noroeste da fortaleza.

O primeiro objetivo de Silva era impedir que os sicários escapassem. Para isso, construiu uma muralha de três quilômetros de extensão e quase dois metros de espessura, circundando toda a montanha.

O segundo objetivo de Silva era transpor a muralha defensiva no alto da montanha e penetrar na fortaleza. Ele sabia que um cerco prolongado estava fora de questão, pois Massada tinha uma abundante reserva de provisões. Então, decidiu construir uma rampa de assalto sobre a elevação natural na encosta oeste de Massada. Esse feito não foi nada desprezível. As tropas de Silva levaram grande quantidade de terra e pedras para o local, e usaram vigas de madeira de tamargueira, com 60 centímetros a 1 metro de comprimento, para escorar a pilha de entulho. Com esse material, construíram um plano inclinado que deve ter tido uns 160 metros de comprimento, 15 metros de largura e 8 metros de profundidade.[1]

 

Mas os sicários sabiam muito bem quais eram as intenções dos romanos, e não ficaram assistindo de braços cruzados. Enquanto os romanos tentavam construir sua rampa, os judeus juntavam grandes pedras, pesando uns 50 quilogramas cada uma, e as mandavam rolando morro abaixo. Além disso, outros sicários arremessavam pedras menores com suas fundas.

Mas a resistência foi em vão. O plano inclinado foi concluído e as enormes máquinas de guerra dos romanos entraram em ação. Uma dessas torres tinha entre 20 e 30 metros de altura, e, lá de cima, os romanos lançavam uma chuva de setas e pedras sobre os atarantados rebeldes.

A torre também tinha um poderoso aríete, composto de uma enorme tora de madeira com uma ponta de ferro no formato de cabeça de carneiro. A tora era suspensa por cordas, dentro da máquina de guerra. Os soldados empurravam a máquina até perto da muralha ou dos portões e, ao chegarem a uma distância suficiente, puxavam a tora para trás e depois a empurravam para a frente com toda a força. Josefo comentou que nenhuma muralha ou torre conseguia resistir à violência desses golpes.

Sabendo disso, os sicários usaram um sistema engenhoso para reforçar a muralha exterior. Usando as vigas dos telhados de 90 por cento das construções de Massada, eles construíram uma muralha de madeira por dentro da muralha de pedra e encheram de terra o espaço entre as duas. A muralha interna "deveria ter entre 20 e 25 metros de extensão, cerca de 18 metros de espessura e 7 a 8 metros de altura".[2] Aparentemente, o aríete tinha pouco efeito sobre este tipo de muralha, exceto o de compactar ainda mais a terra, a cada novo golpe. Mas o sucesso da nova muralha de madeira não durou muito, pois ela tinha uma grande fraqueza: podia ser queimada.

Silva ordenou que suas tropas lançassem tochas flamejantes sobre a muralha, e, em pouco tempo, ela estava em chamas. Quando um vento vindo do norte soprou as chamas de volta na direção dos romanos, os judeus cercados sentiram a esperança renascer. Mas os ventos mudaram outra vez, levando as chamas novamente para a muralha. Enquanto suas defesas queimavam rapidamente, os sicários perceberam que o fim estava próximo.

 

 

 

 

O suicídio

 

 

 

 

Em vez de investirem para a matança, os legionários voltaram a seus acampamentos para passar a noite, preparando-se para desferir o ataque final pela manhã. Porém, durante a noite, Eleazar ben Jair convenceu seus compatriotas, embora com certa dificuldade, de que era melhor morrerem livres do que sofrerem a tortura que certamente estaria reservada para eles e suas famílias, nas mãos dos romanos. O suicídio coletivo era preferível à escravidão. Com grande tristeza, cada chefe de família matou sua mulher e seus filhos. Em seguida, foram sorteados dez homens para matar os restantes. Desses, um foi selecionado para matar os outros nove, incendiar o palácio onde todos haviam tombado e, depois, suicidar-se.

Com o raiar do sol, as tropas romanas precipitaram-se pelas fendas da muralha, preparadas para entrar em combate contra a resistência, mas tudo o que encontraram foi o silêncio. Intrigados, os soldados gritaram para atrair os guerreiros. Em vez disso, viram surgir das sombras duas mulheres e cinco crianças, que haviam escapado do massacre da noite anterior escondendo-se em cavernas subterrâneas. Os sobreviventes contaram aos romanos o que os sicários tinham feito, mas eles só acreditaram quando entraram no palácio incendiado e contemplaram o monte de cadáveres.

As mortes ocorreram no décimo quinto dia do mês de nisã, segundo o calendário judaico, no primeiro dia da Festa dos Pães Asmos do ano de 73 d.C.[3]

Atualmente, o moderno Estado de Israel – a única verdadeira democracia do Oriente Médio – homenageia Massada, não necessariamente por seus defensores, mas por seus ideais. As palavras do hino nacional israelense expressam o anseio do coração de todo judeu, desde que os romanos romperam as defesas de Massada: "Viver em liberdade na terra de Sião e Jerusalém".

www.torahweb.com

Notas:

1.      Dan Gill, "It’s a Natural: Masada Ramp Was Not a Roman Engineering Miracle", Biblical Archaeology Review 27, no. 4 (2001): 30.

2.      Ehud Netzer, "The Last Days and Hours at Masada", Biblical Archaeological Review 17, no. 6 (1991): 23.

3.      Alguns acreditam que essa data tradicional está errada e que a data correta é 74 d.C. Veja Hershel Shanks, "Masada: The Yigael Yadin Excavations 1963-1965, Final Reports", Biblical Archaeology Review 23, no. 1 (1997): 62; Shaye J. D. Cohen, "Masada: Literary Tradition, Archaeological Remains, and the Credibility of Josephus",Journal of Jewish Studies 23 (Primavera-Outono 1982): 401; The New Encyclopedia of Archaeological Excavations in the Holy Land, 1993, sub verbum "Masada".

 

 

                        ARQUEOLOGIA  ANO 70 JERUSALEM

 

Por mais de um século, o povo judeu vinha sofrendo a humilhação de estar sob a dominação romana. Ao entrar triunfante em Jerusalém, em 63 a.C., o general Pompeu teve o atrevimento de penetrar no Templo, iniciando um período de profanação que acentuou ainda mais a perda de independência da nação judaica. Entretanto, enquanto o Templo permanecesse de pé e houvesse um rei judeu no trono (Agripa), haveria a esperança de uma independência futura.

Por isso, à medida que o século se aproximava do fim, a crescente expectativa messiânica combinava-se com as aspirações nacionalistas judaicas e os conflitos provocados pela ambição política de grupos rivais. Do ponto de vista de Roma, o judaísmo era uma autonomia insuportável, só tolerada para manter o nacionalismo judaico sob controle. Entretanto, se os ideais religiosos desencadeassem os sentimentos nacionalistas, Roma estaria pronta para intervir.

Em 44 d.C., a morte do rei Agripa colocou todo o país sob a administração direta de Roma, acabando com a ilusão da independência judaica. A crescente opressão romana, o alinhamento das autoridades romanas ao lado dos gentios que habitavam a terra, e as repetidas violações da santidade do Templo criaram uma atmosfera propícia à revolta. Em abril do ano 66 de nossa era, quando o governador romano confiscou dezessete talentos do tesouro do Templo, os nacionalistas judeus se rebelaram. Eles se apoderaram do Templo, interromperam os sacrifícios diários em honra ao imperador romano e capturaram a fortaleza de Massada.

 

 

A Revolta

 

A Grande Guerra, ou Primeira Revolta Judaica, foi um evento ímpar naquela região, porque os judeus foram o único povo no antigo Oriente Próximo a lançar uma ofensiva em larga escala contra o Império Romano. Ímpar também foi o fato de que nenhum outro conflito da Antigüidade foi relatado com tantos detalhes por uma testemunha ocular. Essa testemunha foi um historiador judeu do primeiro século chamado Yosef ben Mattityahu, mais conhecido como Flávio Josefo. Josefo era um ex-fariseu e comandante das forças nacionalistas judaicas na Galiléia. O historiador romano Dio Cássio também forneceu outro importante relato, baseado em documentos militares oficiais.

Em resposta à insurreição judaica, concentrada principalmente em Jerusalém, Vespasiano, principal comandante romano, foi enviado para sufocar o levante com cerca de cinqüenta mil soldados. O ataque de Vespasiano começou no norte de Israel que, ao contrário de Jerusalém, ofereceu pouca resistência. Por exemplo, as famílias judias que ocupavam a fortaleza galiléia de Jotapata, defendida por Josefo, preferiram cometer suicídio a se renderem ao inimigo. Quanto a Josefo, ele passou para o lado dos romanos.

Uma exceção foi a cidade de Gamla, nas Colinas de Golã, que, no outono do ano 67 d.C., tentou conter o avanço romano em direção a Jerusalém. Os romanos, porém, dizimaram a cidade, massacrando quatro mil judeus. Para que suas famílias não fossem vítimas da brutalidade de Roma, cerca de cinco mil judeus tiraram a própria vida, saltando para a morte do alto dos abismos que cercavam aquela área. A atitude heróica daquela cidade lhe rendeu o título de "Massada do Norte".

 

 

O Cerco de Jerusalém

 

                                          

O Parque Arqueológico Ofel, adjacente ao monte do Templo, em Jerusalém. Pedras do antigo Templo cobrem a rua herodiana, no extremo sul da Muralha Ocidental, da Porta dos Mouros até o lado sudoeste do monte do Templo.

No verão do ano 70 de nossa era, a Décima Legião de Vespasiano chegou às portas de Jerusalém e sitiou a cidade. Por causa da afluência de refugiados vindos de outras cidades judaicas destruídas pelos romanos, além dos próprios habitantes da Judéia que fugiam das legiões, a população de Jerusalém tinha, no mínimo, triplicado. A reputação de Jerusalém como cidade grande e inexpugnável (ela era uma das maiores cidades do mundo antigo) fazia dela um desafio significativo para os já enfraquecidos soldados romanos. Entretanto, como centro da autoridade política e espiritual da revolta judaica, a cidade estava também destinada a ilustrar de forma exemplar o castigo aplicado por Roma a seus inimigos.

Na época do cerco romano, duas das mais combativas facções nacionalistas judaicas, os zelotes e os sicários, tinham assumido o controle do monte do Templo com a ajuda de mercenários idumeus (descendentes dos edomitas). Os idumeus tinham assassinado impiedosamente os saduceus e fariseus que constituíam as alas mais moderadas da sociedade e ocupavam as posições de governo. Desde o início, o objetivo dos combatentes era aniquilar as forças de ocupação romanas e expulsar os invasores da terra de Israel. Agora que a guerra havia chegado à Cidade Santa, era vencer ou morrer.

Para evitar que a população judaica da cidade fugisse ao invés de lutar até a morte, os zelotes destruíram os depósitos de alimentos e proclamaram a inviolabilidade divina de Jerusalém. Como a única maneira de sair da cidade era num caixão, um dos líderes da seita dos fariseus, o rabino Yochanan ben Zakkai, escapou escondendo-se num deles e rendendo-se a Vespasiano.

Ao ser levado à presença do general, o prisioneiro dirigiu-se a ele como imperador e disse que Deus só permitiria que Sua Cidade Santa fosse conquistada por um grande soberano. Segundo a tradição, naquele mesmo instante chegou um mensageiro vindo de Roma para comunicar que o imperador havia morrido e que Vespasiano tinha sido escolhido como seu sucessor.

Impressionado com a profecia do rabino, o novo imperador permitiu-lhe proteger os rolos da Torá e os eruditos que se dedicavam ao seu estudo na cidade de Yavneh. Assim, embora o Templo tenha sido destruído, a Torá foi preservada; e, embora Jerusalém tenha sido arrasada, o judaísmo foi poupado.

 

 

O Golpe Final

 

 

Vespasiano retornou a Roma para assumir seus deveres como imperador e entregou a seu filho Tito, comandante da Décima Legião, a tarefa de completar a tomada de Jerusalém. Apesar da fome que tomava conta da cidade, os judeus celebraram a última Páscoa em seu Templo e se prepararam para a ofensiva romana.

O ataque começou dias depois, com um bombardeio de catapultas que durou dois meses, até que, finalmente, os romanos romperam o muro. Indo de casa em casa, os conquistadores incendiaram a cidade, massacrando todos os judeus que encontravam pela frente. Um testemunho arqueológico da ferocidade dos combates é a "Casa Queimada", localizada dentro do atual Bairro Judeu [da Cidade Antiga]. Ali estão as ruínas de uma das casas destruídas pelos romanos em 70 d.C., com os restos de uma mulher que foi morta com uma lança na mão e tombou na soleira da porta.

Escultura de Vespasiano.

Embora enfraquecidos pela fome, os judeus defenderam o monte do Templo contra a invasão dos romanos por três semanas. Então, no nono dia do mês de Av (agosto), os romanos atingiram o complexo do Segundo Templo. Como um sinal dos céus, o primeiro Templo havia sido destruído pelos babilônios nesse mesmo dia, 656 anos antes.

Dio Cássio descreveu a resistência final dos judeus reunidos em torno do recinto sagrado:

O povo estava posicionado embaixo, no pátio, os anciãos nos degraus, e os sacerdotes no Santuário propriamente dito. E, embora eles fossem apenas um punhado de pessoas lutando contra um exército muito superior, só foi possível derrotá-los depois que uma parte do Templo foi incendiada. Diante disso, eles buscaram a morte. Alguns se lançavam contra as espadas dos romanos, outros matavam seus companheiros, outros tiravam a própria vida e outros se jogavam no meio das chamas. Parecia a todos, e principalmente a eles mesmos, que, longe de ser uma derrota, o fato de perecerem junto com o Templo representava vitória, salvação e felicidade.

Detalhe do Arco de Tito, em Roma,

mostrando os tesouros retirados do Templo.

Depois disso, os romanos saquearam o Templo e retiraram dele todos os objetos de valor. Mais tarde, esses tesouros foram exibidos em Roma, durante a parada da vitória, carregados por milhares de escravos judeus. A imagem desse dia permanece até hoje no Fórum Romano, gravada num dos altos-relevos do monumento conhecido como o Arco do Triunfo de Tito.

Uma vez começado o incêndio do Templo, os romanos cortaram as árvores daquela área para fazer uma grande fogueira em torno da estrutura. A umidade acumulada nos blocos de pedra calcária do Templo se expandiu com a alta temperatura e explodiu as paredes, e todo o edifício sagrado ruiu num só dia.

 

A Segunda e jornal Última Rebelião contra OS ROMANOS was a Revolta de Bar Kochba.

A revolta FOI esmagada Pelo Imperador Adriano los 135 E os judeus Sobreviventes FORAM Feitos Escravos e expulsos de SUA terra. Durante Os Dois mil Anos de duracao fazer Exodo, a judaica Presença los Jerusalém e Seu entorno FOI Constante, embora diminuta. No MESMO ANO DE 135, Adriano renomeou a Judéia Província do Pará Província Siria Palaestina, um nomo Grego derivado de "Filistéia" (Em Hebraico, פלשת, EM Grego, Pəléšeṯ) Como Tentativa de Desligar uma terra de Seu Passado judaico. A Mishná EO Talmude Yerushalmi (Dois dos Textos Sagrados judaicos Mais Importantes) FORAM Escritos na Região Neste PERÍODO. DEPOIS dos Romanos OS bizantinos e Finalmente OS muçulmanos conquistaram a Palestina los 638. Uma área do Levante FOI POR Controlada Diferentes ESTADOS muçulmanos AO Longo dos Séculos (à Exceção fazer Controle dos cristãos cruzados) ATÉ Fazer Parte do Império Otomano, Entre 1517 e 1917. nomos Os de Israel, Jerusale, juda FORAM Postos recentemente parágrafos Nomes politicos

O Exílio e As Perseguições Antijudaicas]

Sob O Dominio de Diversos Povos, Culturas e Religiões, Os judeus exilados Localidade: Não encontraram jamais hum clima da Liberdade plena. MESMO ASSIM, OS judeus sobreviveram como perseguições morais UO violentas los Torno de SUA Religião e Cultura de SUA particular.Na Península Arábica do Século VII, Onde, provavelmente, chegaram apos uma Destruição fazer Segundo Templo, Os judeus viram-se envolvidos NAS Lutas Entre Maomé E os Habitantes de Meca. De inicio, Parte Integrante da umma criada POR Maomé los Medina, Duas Tribos judaicas seriam expulsas da Cidade, enquanto Que a Terceira Seria executada (com excepção das Mulheres e das Crianças). Este episodio nao tem, contudo, nada a ver com manifestações de antissemitismo, encontrando-se Integrado NAS Guerras Entre Meca e Medina e na mentalidade do Século VII

Em 1066, ocorreu o Massacre de Granada e, Entre OS Séculos XII e XV, Os judeus expulsos FORAM fazer Cristão Norte da Europa. Os Grandes massacres de judeus se sucederam los Diversos countries: Alemanha, Inglaterra (1290), França (1306 e 1394) e espanha (1391), culminando na expulsão de 1492 e nenhuma grande massacre de Lisboa los 1506 Os judeus passaram a habitar a. Europa Oriental. Com O Fim da Idade Mídia EO Iluminismo, como perseguições diminuíram, embora prosseguissem. Durante a Era Moderna, Os judeus da Rússia e de Toda a Região Leste da Europa FORAM constantemente perseguidos e massacrados soluçar Os Mais Diversos Pretextos e acusações. O Em meados do Século XIX, pogroms OS forçaram como Ondas de Imigração judaica parágrafo a América e fomentaram o surgimento dos Primeiros Movimentos sionistas.

                                                                 O sionismo

O sionismo (de Sion, colina da Antiga Jerusalém), surgiu na Europa meados do Século XIX EM. Inicialmente de carater Religioso, o sionismo pregava a Volta dos judeus à Terra de Israel, Como forma de estreitar OS Laços Culturais do povo Judeu los Torno de SUA Religião e de SUA Cultura ancestral.

Precedentes Sionistas

Entre OS Séculos XIII e XIX o number of that judeus fizeram Alia (literalmente "Ascensão" - o ato de hum Judeu imigrar par uma Terra Santa) was Constante e Crescente, estimulado POR Periódicos surgimentos de crenças messiânicas e de perseguições antijudaicas. Essas perseguições tinham Quase Semper hum carater Religioso. Vários ESTADOS atacaram e expulsaram OS SEUS judeus de Territórios, soluçar acusações Opaco variavam Entre o deicídio (a suposta culpa dos judeus Pela morte de Jesus) e Lendas sobre envenenamento de Poços, OSU de Sangue de Crianças Cristas los rituais judaicos ("Libelo de Sangue ") e de heresia. Os judeus da Inglaterra FORAM expulsos los 1290, da França los 1391, da Áustria (1421) e da espanha (Decreto de Alhambra), EM 1492.

Os judeus retornaram à Palestina Opaco estabeleceram-se principalmente los Jerusalém, mas also desenvolveram significativos Centros Religiosos los Cidades Mais distantes. A Partir do Século XV a Cidade de Safed se tornaria o Mais Importante locais de reuniao de cabalistas. Mas FOI Durante a Primeira Metade do Século XIX Opaco uma Migração judaica parágrafo a Palestina sofreu golos o Seu Maior Incremento los Quase Vinte Séculos. Os judeus JÁ ERAM a maioria da População de Jerusalém não ANO DE 1844, COM Convivendo muçulmanos, cristãos, armênios, Gregos e OUTRAS minorias, soluçar o Domínio turco-otomano. Um Estes migrantes vieram se juntar Religiosos OS Primeiros migrantes Seculares uma Partir da Segunda Metade do Século. Eram em Geral judeus da Europa Central e Adeptos de Ideologias Socialistas.

O Primeiro estabelecido kibbutz na Palestina was uma colônia de Mikveh Israel (מקוה ישראל; "A Esperança de Israel" em hebraico), Fundado los 1,870 Pela Aliança Israelita Universelle, seguido Pela colônia de Petah Tikva (1878), Rishon Letzion (1882), e OUTRAS communities agrônomas fundadas POR Organizações Como um Bilu e Hovevei Zion. 

                                           O sionismo Político       Theodor Herzl

Em 1895, na França, um militar Judeu FOI acusado de fornecer Informations secretas parágrafo OS Alemães. O capitão Alfred Dreyfus FOI Julgado e Condenado APOS UM Julgamento Opaco se tornou célebre e mobilizou a Opinião Pública Mundial, JA Que da uma ausencia de Provas Opaco comprovassem Seu suposto crime evidenciavam o carater antijudaico do Processo. Um Jornalista húngaro de Origem judaica, Theodor Herzl, estava los Paris cobrindo o Caso Dreyfuss parágrafo O Jornal Neue Freie Presse, when that percebeu como perseguições contra judeus Só teriam FIM when Estes reconquistassem SUA Autonomia nacional. No Ano MESMO, Herzl publica in Vienna O Livro "O Estado Judeu", Onde expunha uma SUA Concepção de UMA Nação judaica.

O sionismo moderno AOS poucos arrebatou e convenceu a maioria dos judeus de TODO o Mundo. Começaram como imigrações judaicas parágrafo A Província palestina, Onde Estes pioneiros adquiriam terras dos Árabes e estabeleciam colônias e fazendas Coletivas (kibutzim). A ESCOLHA da Causa sionista Pelo Território da Província entao palestina derivava de TODO o significado cultural e Histórico Opaco uma Antiga Israel Bíblica possuía parágrafo O Povo Judeu. Herzl E os sionistas defendiam a Criação de hum Estado judaico los TODO o Território originais de Israel, o Opaco incluiria Hoje a Atual Jordânia, embora propostas de cessão de Territórios na Patagônia, no Chipre e Uganda los estudadas tenham Sido.

                                Nascimento fazer moderno Estado de Israel 

APOS O término de da Primeira Guerra de Mundial Queda do Império Turco eA-Otomano, a Antiga Província da Palestina Passou um Ser administrada Pela Grã-Bretanha. Atendendo como solicitações dos sionistas, Ingleses OS promulgaram los 1917 a Declaração Balfour, de Onde A Grã-Bretanha se comprometia a ajudar a Construir hum "lar judaico" na Palestina, com a Garantia de Opaco Este Localidade: Não colocasse los Causa OS DIREITOS Políticos e Religiosos das Populações Não-judaicas. Com uma Reação violenta dos Árabes a Partir da Década de 1920, OS ingleses tentaram regredir na SUA Promessa, Implementando Políticas de Restrição à Imigração de judeus. A Ascensão do Nazismo Inicia UMA Perseguição antijudaica SEM precedentes. Os judeus da Europa começam a serviços perseguidos e aprisionados POR FIM e massacrados, n'uma grande Tragédia Humana igualmente Vivida POR OUTROS Povos envolvidos na Segunda Guerra Mundial. A morte massiva dos judeus e de OUTROS Grupos denominou-se Holocausto.

Na Palestina, nacionalistas Árabes FORAM insuflados uma Localidade: Não Aceitar uma Migração de judeus. Mohammad Amin al-Husayni, Grão-Mufti de Jerusalém (Máxima Autoridade religiosa Muçulmana) se alia AOS nazistas e Promove perseguições antijudaicas.

Grupos clandestinos judaicos omo tensões Entre judeus ea População Árabe da Palestina, Diante das Ações do Mandato Britânico Opaco supostamente beneficiavam Estes ultimos, Gerou Dentro de alguns Setores da Comunidade judaica hum Sentimento de revolta.

Nacionalistas Árabes, EM Oposição AOS TERMOS da Declaração Balfour e AO Mandato Britânico instigavam a Realização de pogroms contra judeus os. Ocorreram incidentes Violentos los Jerusalém, Hebron, Jaffa e Haifa. Em 1921, apos o massacre de dezenas de Idosos judeus EM Hebron, fundada was a Haganá, COM O OBJETIVO de Fazer A Guarda Das Comunidades judaicas na Palestina e revidar Ataques OS Árabes. Da Haganá surgiu o Grupo Irgun (Anteriormente Chamado de Hagana Bet) não ANO DE 1931. O Irgun celebrizou-se los atacar alvos Militares britânicos. O Ataque Mais Famoso fazer Irgun FOI um Explosão fazer Hotel King David, EM JERUSALÉM, funcionava Onde o Quartel Geral do Mandato Britânico na Palestina. No Ataque morreram 91 PESSOAS.

Alem do Irgun, existia also o Lehi, Fundado POR Avraham Stern. Ao Contrário fazer Irgun, Que estabeleceu hum pacto com OS britânicos Durante a Segunda Guerra Mundial parágrafo enviar Voluntários parágrafos A Luta OS contra nazistas, o Lehi de sempre recusou QUALQUÉR Diálogo com OS ingleses. Para ALÉM Disso, o Lehi realizou Contactos secretos com um nazi Alemanha atraves dos cais Quais d'Orsay se oferecia na Luta contra OS britânicos não do Médio Oriente, los Troca da "evacuação" (OU SEJA expulsão) dos judeus da Alemanha.[

Os Grupos clandestinos judaicos (Classificados Pelos britânicos Como Terroristas) repelidos ERAM Tanto Pela Haganá (considerada o EMBRIAO do Exército israelense moderno) Quanto Pela Agência Judaica e Pela Organização Sionista, Opaco Localidade: Não aceitavam SEUS MÉTODOS Violentos e Opaco procuravam trabalhar los harmonia com o Mandato Britânico .

                                                  A Independência  1947

 

                     HISTORIA DE ISRAEL 1947

 

Quem jamais ouviu tal coisa? Quem viu coisas semelhantes? Poder-se-ia fazer nascer uma terra num só dia? Nasceria uma nação de uma só vez? Mas Sião mal sentiu as dores de parto, e já deu à luz a seus filhos. Isaias 66:8

 

 

 

A Guerra da Independência

 

Ao mesmo tempo em que festejava, a população também se preparava para uma guerra que já se anunciava desde que se iniciara a contagem regressiva para a retirada dos britânicos, com a Partilha da Palestina decidida pelas Nações Unidas, em 29 de novembro de 1947. Um conflito iminente, não apenas através da retórica beligerante das lideranças árabes, que se recusaram a aceitar a Resolução da ONU, mas também através dos crescentes ataques violentos contra os moradores do chamado ishuv, denominação dada às comunidades judaicas da então Palestina.

Assim, em 15 de maio de 1948, logo após a saída dos britânicos e um dia depois da criação do Estado de Israel, os exércitos regulares do Egito, Jordânia, Síria, Líbano e Iraque invadiram o país, forçando Israel a defender a soberania que acabara de reconquistar em sua pátria ancestral. Contrariando todas as expectativas e previsões, nessa luta – conhecida como a Guerra de Independência – as recém-formadas Forças de Defesa de Israel (FDI), pobremente equipadas, rechaçaram os invasores em combates ferozes e intermitentes que se prolongaram por 15 meses e custaram a vida de seis mil israelenses (quase 1% da população judaica do país, à época).

 

Na verdade, o conflito que eclodiu em 15 de maio foi, de certa maneira, apenas a ampliação da luta que já vinha ocorrendo entre os habitantes judeus da re-gião e seus vizinhos árabes. A guerra foi travada ao longo de todas as fronteiras do país, contra o Líbano e a Síria, ao norte; o Iraque e a então Transjordânia (posteriormente, Jordânia), a leste; o Egito e batalhões sudaneses, ao sul; e, no interior do país, contra a população palestina e os voluntários vindos de vários países árabes. Não há dúvida, entre os historiadores, que esta foi a guerra mais sangrenta de todas as que Israel já enfrentou.

 

Segundo o estudioso israelense Netanael Lorch, a Guerra da Independência pode ser dividida em quatro fases: a primeira, de 29 de novembro de 1947 a 1 de abril de 1948 – caracterizou-se pela ofensiva dos árabes palestinos com o auxílio de voluntários oriundos de países vizinhos. A comunidade judaica não obteve muitos êxitos nesta fase, sofrendo inúmeras baixas. A comunicação entre os diversos núcleos judaicos também ficou bastante prejudicada.

A segunda, de 1 de abril a 15 de maio, foi marcada por inúmeras iniciativas da Haganá, que permitiram o controle dos setores árabes de Tiberíades, Haifa, Safed e Acre. Incluíram, também, a abertura temporária da estrada para Jerusalém e garantiram o controle judaico sobre grande parte do território que, de acordo com a resolução da Partilha, seria destinado ao futuro Estado de Israel.

 

A terceira fase estendeu-se de 15 de maio a 19 de julho e é considerada o período mais crítico do conflito, marcado pelo ataque conjunto dos exércitos árabes, cuja superioridade era inegável, tanto em armamentos quanto em forças de combate. O período foi caracterizado pela unificação de todas as forças de combate judaicas, dando origem às FDI.

 

A quarta fase, de 19 de julho de 1948 até 20 de julho de 1949, foi marcada pela ofensiva israelense e por uma série de operações que delimitaram as fronteiras do Estado, entre as quais a Operação Yoav, em outubro de 1948, que levou à captura de Beersheva; a Operação Hiram, também em outubro, que permitiu o controle da Alta Galiléia; a Operação Horev, em dezembro do mesmo ano, e a Operação Uvda, em março de 1949, que completou o controle sobre o deserto de Neguev, região destinada à Israel pela Partilha da ONU.

 

Os números revelam o desequilíbrio entre os combatentes israelenses e seus adversários árabes durante toda a Guerra da Independência. Enquanto Israel contava com 140 mil homens em suas forças armadas, os árabes possuíam 300 mil egípcios, 60 mil transjordanianos, 300 mil sírios, 10 mil iraquianos e 50 mil árabes palestinos, sem considerar o apoio da Arábia Saudita e outros aliados da Liga Árabe. O desequilíbrio de armamentos também prejudicava Israel, que contava, no entanto, com um trunfo que não fora sequer considerado pelos seus inimigos: a certeza de que o país possuía apenas uma chance de obter sucesso e que não havia outra alternativa a não ser a vitória.

 

A derrota nessa guerra representaria para os israelenses a certeza de seu desaparecimento como nação. Em sua luta pela independência, a população judaica da então Palestina contou com a ajuda de voluntários judeus vindos de diversos países, que deixaram para trás sua vida como civis para ajudar seus irmãos na construção de um Lar Nacional na terra de seus antepassados. Reunidos sob uma organização chamada Machal, os voluntários tiveram grande importância tanto em termos militares quanto de apoio moral para o recém-criado Estado.

 

Intercalando períodos de combates ferozes e algumas tréguas, a Guerra da Independência durou quase um ano e meio, encerrando-se em meados de 1949 com armistícios entre Israel e os demais países envolvidos. Em 24 de fevereiro de 1949 foi assinado o armistício com o Egito; em 23 de março, com o Líbano; em 3 de abril, com a Jordânia; e em 20 de julho, com a Síria. Assim, após 15 meses de luta, Israel não apenas garantiu a sua existência como nação soberana no Oriente Médio, rechaçando os exércitos inimigos, mas também assumira o controle sobre uma área cinco mil quilômetros quadrados superior aquela que lhe fora concedida pelas Nações Unidas.

 

Ao Término da Segunda Guerra Mundial, O Mundo Tomou Conhecimento da Dimensão fazer Holocausto e fazer massacre de SEIS Milhões de judeus Pelos nazistas. Com Uma Europa destruida e Os Sentimentos anti-semitas AINDA exaltados, Uma Enorme massa de Milhões de Refugiados deixava a Europa se unirem parágrafo AOS sionistas na Palestina. Mas uma Politica de Restrição à Imigração judaica era mantida Pelo Mandato Britânico. Os Grupos militantes judaicos procuravam infiltrar clandestinamente o Maior Nummer Possível de Refugiados judeus na Palestina, enquanto retomavam OS Ataques contra alvos britânicos e repeliam Ações violentas dos nacionalistas Árabes. Com como pressões se avolumando, a Grã-Bretanha decide abrir Mão da Administração da Palestina e Entrega a Administração da Região à Organização das Nações Unidas (ONU).

O aumento dos Conflitos Entre judeus, ingleses e Árabes forçou uma reuniao da Assembleia Geral da ONU, realizada los 29 de Novembro de 1947, presidida Pelo brasileiro Osvaldo Aranha e Que decidiu Pela Divisão da Palestina Britanica los Dois ESTADOS, um Judeu e Outro Árabe, Que deveriam Formar UMA União Econômica e Aduaneira. A decisão was Bem recebida Pela maioria das lideranças sionistas, embora tenha Recebido Criticas de OUTRAS Organizações, Por Localidade: Não permir o estabelecimento do Estado Judeu los Toda a Palestina. Mas a Liga Árabe Localidade: Não aceitou o plano de Partilha. Deflagra-se, entao, Uma guerra Entre judeus e Árabes.

Na sexta-feira, 14 de Maio de 1948, algumas horas INFORMAÇÃO Antes fazer Término Mandato Britânico sobre fazer uma Palestina (o Horário do Término fazer Mandato FOI Determinado Pela ONU Pará como 12:00 até dia 15 de Maio) - David Ben Gurion Assinou um Declaração de Independência do Estado de Israel. Em janeiro de 1949, Israel Realiza SUAS Primeiras Eleições parlamentares e Aprova leis parágrafo assegurar o Controle Educacional, Alem do Direito de Retorno AO País para Todos OS judeus. A Economia Floresce com o Apoio Estrangeiro e remessas Particulares.

Origem: Wikipédia, a Enciclopédia Livre.

מְדִינַת יִשְׂרָאֵל (Medinat Yisra'el)

دولة إسرائيل (Dawlat Isrā'īl)

                                       Estado de Israel

A temperatura bandeira ao Centro uma Estrela de Davi, simbolo fazer judaísmo.

Emblema da Israel.svg

Bandeira Brasão

Hino nacional: התקווה (Hatikva)

"A Esperança"

MENU0: 00

Gentílico: Israelita; israeliano; 1

israelense [carece de Fontes]

LOCALIZAÇÃO de Israel

LOCALIZAÇÃO de Israel nenhuma Mundial Globo.

Capital Tel Aviv e Jerusalémnota 1

31 ° 47'N 35 ° 13'E

Cidade Mais populosa Jerusalém

Língua oficial Hebraico, Árabe e Inglês

Governo República parlamentarista

  - Presidente Reuven Rivlin

  - Primeiro-Ministro Benjamin Netanyahu

Independência

  - Declaração de 14 de maio de 1948

5 Iyar 5708

Área

  - Total 20 770/22 072 km ² nota 2 km ² (151 º.)  - Água (%) ~ 2População  - Estimativa de 2013 8 134 1002 nota 3 hab. (96. º)  - Censo 1995 5 548 523 hab.  -. Densidade 324 hab / km ² (34 º.)PIB (PPC base) Estimativa de 2014  - Total de EUA $ 286840 Bilhões * 3  - Per capita EUA US $ 35 6583 (. 25 º)PIB (nominal) Estimativa de 2014  - Total de EUA 305.707 $ Bilhões * 3  - Per capita EUA 38 dólares 0043 (. 25 º)IDH (2013) 0,888 (19 º.) - Muito elevado4Gini (2008) 39,25 Moeda Novo shekel (NIS),Fuso Horário (UTC +2),  - Verão (DST) (UTC +3),Cod. Internet. Il,Cod. telef. 972 

Israel (em hebraico: יִשְׂרָאֵל, Yisra'el; los Arabe: إسرائيل, Isrā'īl)?., Oficialmente Estado de Israel (em hebraico Loudspeaker.svg מדינת ישראל, transl Medinat Isra'él; los Arabe: دولة إسرائيل, Dawlat Isra 'Il), E UMA república Parlamentar localizada nenhuma Oriente Medio, AO Longo da costa oriental do Mar Mediterrâneo. O País FAZ Fronteira com o Líbano AO norte, com a Síria a nordeste, com a Jordânia ea Cisjordânia a leste, com o Egito ea Faixa de Gaza AO Sudoeste, e com o Golfo de Aqaba, não Mar Vermelho, AO sul.nota 4 Geograficamente, Contém DIVERSAS characteristics Dentro de Seu Território relativamente pequeno.5 7 Israel e Definido Como hum "Estado Judeu e Democrático" em SUAS Leis Básicas e E O único Estado de maioria judia fazer mundo.

Apos um Adoção de UMA resolução Pela Assembleia Geral das Nações Unidas los 29 de novembro de 1947, recomendando a adesão e implementation fazer Plano de Partilha da Palestina parágrafo substituir o Mandato Britânico, EM 14 maio de 1948, David Ben-Gurion, o chefe-Executivo da Organização Sionista Mundialnota 5 e presidente da Agência Judaica de para uma Palestina, declarou o estabelecimento de hum Estado Judeu los Eretz Israel, um Ser conhecido Como o Estado de Israel, Uma Entidade Independente fazer britânico.9 Controle 10 11 Como Nações Árabes vizinhas invadiram O País Recém-Criado há seguinte dia, EM Apoio EAo Árabes palestinos. Israel, from entao, travou varias Guerras com OS ESTADOS Árabes circundantes, n º 12 decurso das cais Quais d'Orsay ocupou OS Territórios da Cisjordânia, Península fazer Sinai, Faixa de Gaza e Colinas de Gola. Contraditório dessas áreas ocupadas, incluíndo Jerusalém Oriental, FORAM anexadas POR Israel, mas a Fronteira com a Vizinha Cisjordânia AINDA FOI Localidade: Não Definida de forma permanente.13 14 15 16 17 Israel Assinou do Tratados de paz com Egito e Jordânia, porem OS esforços de para solucionar o Conflito israelo-Palestino ATÉ ágora Localidade: Não resultaram los paz.

O centro Financeiro de Israel E Tel Aviv, 18 enquanto Jerusalém e A Cidade Mais populosa fazer País e SUA capitalnota 6 (embora Localidade: Não SEJA Reconhecida Como tal Pela Comunidade internacional). A israelense População, Conforme Definido Pelo Escritório Central de estatisticas de Israel, FOI EM 2012 Estimada los 7 879 500 PESSOAS, das cais Quais d'Orsay 5 930 judias 000 ERAM. Árabes de Os formam uma etnia Segunda Maior do País, com 1 622 500 de pessoas.2 A grande maioria dos Árabes israelenses São muçulmanos, ALÉM de UMA População Menor, mas significativa de Beduínos fazer cristãos Negev E os Árabes. Otras minorias incluem varias Denominações étnicas e etno-religiosas, drusos Como OS, circassianos, Samaritanos, maronitas, ALÉM de OUTROS.

Israel E UMA Democracia representativa com hum Sistema Parlamentar, Representação proporcional e Sufragio universal.19 20 O Primeiro-Ministro servir Como chefe de Governo OE Knesset Como o Corpo legislativo unicameral fazer Pais. Israel das TEM UMA Mais altas Expectativas de Vida que mundo21 e e considerado hum País Desenvolvido, Sendo Membro da OCDE e da ONU.22 Seu PRODUTO interno Bruto (PIB) nominal FOI o 40 º Maior do Mundo los 2011,3 enquanto O País TEM o Mais alto Padrão de Vida do Oriente Médio.23 No entanto, Organizações Como a Anistia Internacional EO Human Rights Watch TEM Sido Críticos das Políticas de Israel los Relação EAo palestinos, enquanto o Governo dos ESTADOS Unidos24 e alguns countries da Europa, Como o REINO UNIDO ea Alemanha, geralmente apoiam Israel Belica e financeiramente.

Sem apropriado Suporte multilíngue, interrogações Vera Voce, quadrados OU OUTROS Simbolos los Vez de letras hebraicas.

Árabe albayancalligraphy.svg this article Contém Árabe text in, Escrito da Direita parágrafo a Esquerda. Sem apropriado Suporte multilíngue, interrogações Vera Voce, quadrados OU OUTROS Simbolos los Vez de letras Árabes.O Primeiro Registro Histórico conhecido fazer Termo Israel vaga na Estela de Merneptá, monumento that celebra como Vitórias Militares fazer faraó Merneptá, datado fazer finais do Século XIII AC26 O nomo Israel E O único precedido Pelo determinativo parágrafo Povo, assinalando um los Relação SUA Distinção como Populações de Cidades-Estado presentes na MESMA INSCRIÇÃO, o Opaco SUGERE uMA Identidade contrastante com a dos SEUS vizinhos.27

E consensual Entre OS Acadêmicos de Derivação de Israel a Partir de UMA forma verbal Semita Ocidental Como Sara (lutar, prevalecer, Reinar [com]), e fazer Elemento teofórico El ("Deus"), o Opaco indícios Opaco uma designação Podera ter Partido fazer proprio Povo Que a usou, podendo-se Supor Opaco partilharia uMA Identidade e cultural uMA Noção Comum de religiosidade (Culto a El), ASSIM como, TALVEZ, parágrafo uMA propensão a guerra.

A Tradição judaica Da O Como acrograma hebraico das Iniciais dos patriarcas e matriarcas, dos cais Quais d'Orsay se originou o Povo de Israel: Isaac e Jacó (י), Sara (ש), Rebeca e Raquel (ר), Abraão (א), Lea (ל). A SUA Etimologia E sugerida na Passagem fazer Gênesis 32:28, na quali Jacó Luta contra hum anjo de Deus EO vence, apos o Opaco recebe de Deus o nomo de Israel. O nomo conteria, ASSIM, o significado de para a Realização de hum pacto Entre Deus e Israel, mantendo uma Memória e Identidade do povo atraves dos Tempos, e definindo como Regras de SUA Relação com o divino.O Atual País FOI POR Designado Medinat Yisrael, UO Estado de Israel, APOS Serem rejeitadas OUTRAS propostas Eretz Israel Como ("Terra de Israel"), Sião e Judeia.30 O USO fazer hebraico Termo israeli parágrafo se referir a hum Cidadão de Israel was Decidido Pelo Governo fazer um País aPOS Independência e Anunciado Pelo entao Ministro das Relações Exteriores de Israel, Moshe Sharett.31 Em português, Os cidadaos de Israel São denominados "israelenses" (no Brasil) OU "israelitas" (em Portugal e n º s PALOP) .

                                    Extensão fazer Reino de Israel e Judá não Século XI aC

A História da Antiga Israel Abrange o PERÍODO from O Século XX aC Ate a expulsão e Diáspora do povo judaico não Século I, na área compreendida Entre o Mar Mediterrâneo, o deserto fazer Sinai, como Montanhas do Líbano EO deserto da Judéia. Concentra-se especialmente no Estudo do povo Judeu Neste PERÍODO, e de forma Secundária dos Outros Povos Opaco com elementos conviveram, Como OS filisteus, fenícios, moabitas, idumeus, hititas, madianitas, amoritas e amonitas. Como Fontes sobre Este PERÍODO São principalmente a Escrita Clássica Como a Biblia Hebraica UO Tanakh (conhecida Pelos cristãos Como Antigo Testamento), o Talmude, o Livro etíope Kebra Nagast e Escritos de Nicolau de Damasco, Artapano de Alexandria, Filon e Josefo. Outra Fonte diretor de Informação São OS Achados arqueológicos não Egito, Moabe, Assiria UO Babilónia, e OS Vestígios e Inscrições no Território Proprio.A Terra de Israel, conhecida los hebraico Como Eretz Israel, E sagrada parágrafo O Povo Judeu from OS tempos Bíblicos. According to a Torá, a Terra de Israel FOI Prometida EAo Três patriarcas do povo Judeu, Por Deus, Como uma Pátria SUA; 32 33 estudiosos TEM colocado Este PERÍODO Início não fazer 2 º milênio aC.34 A terra de Israel guarda hum Lugar especial NAS Obrigações Religiosas judaicas, englobando Os Mais Importantes CRP fazer judaísmo (restos Como OS fazer Primeiro e Segundo Templos do povo Judeu). A Partir do Século X AC35 UMA Série de Reinos e ESTADOS judaicos estabeleceram hum Controle intermitente sobre a Região Que da Durou CERCA de 150 Anos, parágrafo o Reino de Israel, Ate a SUA conquista Pelos assírios los 721 aC, e Quatro Séculos de para o Reino de Judá, Ate a SUA conquista POR Nabucodonosor los 586 aC e Destruição do Templo de Salomão Pelos babilónios.36 Em 140 aC A Revolta dos Macabeus levou AO estabelecimento fazer Hasmoneu Reino de Israel, cuja Existência enquanto reino Independente Durou 77 Anos, Ate a conquista de Jerusalém POR Pompeu los 63 aC, Altura los Opaco se tornou hum reino tributário do Império Romano.

Sob o Domínio Assírio, babilônico, persa, Grego, romano, bizantino e (Brevemente) sassânido, a judaica Presença na Região diminuiu POR Causa de expulsões los massa. Em particular, o Fracasso na revolta de Bar Kokhba contra o Império Romano los 132 resultou los UMA expulsão dos judeus los larga escala. Durante Este ritmo OS Romanos Deram o nomo de Síria Palaestina à Geográfica Região, n'uma Tentativa de apagar Laços judaicos com a terra. No entanto, a judaica Presença na Palestina manteve-se, com o Deslocamento de judeus da Judéia um parágrafo Cidade de Tiberíades, na Galileia.38 No Início do Século XII AINDA permaneciam CERCA de 50 FAMÍLIAS judaicas na cidade.39 A Mishná EO Talmud de Jerusalém, Dois dos Textos judaicos Mais Importantes, FORAM Compostos na Região Durante ESSE PERÍODO. A terra FOI conquistada do Império Bizantino EM 638 de Durante O Periodo Inicial das Conquistas muçulmanas. O niqqud hebraico FOI inventado los Tiberíades nessa Época. Uma área dominada FOI Pelos omíadas, DEPOIS Pelos Hook abássidas, cruzados, OS corésmios e mongóis, os antes de se tornar Parte do Império dos mamelucos (1260-1516) EO Império Otomano los 1.517,40 Embora um judaica na Palestina Presença Constante tenha Sido, Os judeus Opaco "sempre Lá estiveram" reduziam-se à Pequena Comunidade rural de Peki'in, Arabes los Tudo Excepto na religião.41 de Durante Séculos XII e XIII OS, houve hum Pequeno, mas Constante Movimento de Imigrantes judeus parágrafo a Região, especialmente vindos do Norte de África.Apos o Decreto de Alhambra los 1492, muitos judeus expulsos de Espanha partiram par a Terra de Santa, 43 embora se tenham fixado NAS Cidades Onde Viviam da Caridade e que halukka enviado Pelos SEUS pares na Diáspora.41 APOS 1517, soluçar o Domínio Otomano, um Região tornou-Se UMA esquecida Província do Império, declinando los População devido à Pobreza Extrema, Impostos exorbitantes, Doença e Falta de Segurança. A Muçulmana era maioritariamente População, Da quali DEZ POR Cento católicos ERAM. Em 1777, judeus europeus começaram a voltar à Região, juntando-se à Pequena Comunidade sefardita local.44 Por Volta de 1800, uma População judaica rondaria milhares OS tres, 41 Vivendo sobretudo nas "Quatro Cidades Sagradas", Jerusalém, Hebron, Safed e Tiberíades. Despreparados parágrafo a rudeza da Região, Sem conseguir arranjar Emprego e impedidos de possuir terras, Os judeus europeus Viviam na Miséria, sobrevivendo, Mais UMA Vez, fazer halukka.Ja na Década de 1850, OS judeus chegariam MESMO a constituir Pelo Menos um Metade da População de Safed, Tiberíades e Jerusalém.

Theodor Herzl, Visionário do Estado Judeu, EM 1901.

Algumas Fontes afirmam Opaco Primeira grande onda de Imigração moderna, conhecida Como a Primeira Aliyah (hebraico: עלייה), começou EM 1881, QUANDO OS judeus fugiram DOS pogroms nd Europa Oriental.47 Otras, não entanto, apresentam Dados demonstram Opaco Opaco OS Fluxos de Imigração judaica provenientes da Europa Entre OS Anos de 1880 a 1929 tinham Como Destino los SUA Maior Parte, OS countries Americanos e Localidade: Não uma Palestina do Pará Onde se dirigiu hum Nummer minoritário de judeus Ate O Início da Segunda Guerra MundialEnquanto o Movimento Sionista JÁ existia, em Teoria, Theodor Herzl FOI creditado Como o Fundador fazer sionismo Politico, 49 hum Movimento Opaco inspirado no nacionalismo Alemão pretendia estabelecer hum Estado judaico na terra de Israel, buscando UMA Solução estadista parágrafo uma Questão judaica.50 Em 1896, Herzl publicou Der Judenstaat ("O Estado Judeu"), Que oferece um SUA Visão de um Futuro Estado Judeu. No seguinte Ano, elemento presidiu o Primeiro Congresso Mundial Sionista.51 Aliá Segunda (1904-1914), começou apos o pogrom de Kishinev. Cerca de 40 000 judeus se estabeleceram na Palestina.47 Tanto a Primeira Quanto a Segunda onda de Imigrantes FOI principalmente de judeus Ortodoxos, 52 porem na Segunda Aliyah also vieram alguns Socialistas pioneiros Que criaram o Movimento kibbutz.53 A 2 de novembro de 1917, Durante a Primeira Guerra Mundial, o Ministro Britânico de Relações Exteriores, Arthur Balfour emitiu o Opaco ficou conhecido Como a Declaração de Balfour, Que Diz "O Governo de Suá Majestade encara favoravelmente o estabelecimento na Palestina de hum lar Nacional para o Povo Judeu ..." . Um Pedido de Edwin Samuel Montagu e de Lord Curzon, Uma Linha FOI inserida na declaração afirmando "Que SEJA claramente entendido Que Nada Será, será Feito Opaco POSSA prejudicar OS DIREITOS Civis e Religiosos Das Comunidades Nao-judaicas na Palestina, OU OS DIREITOS e Estatuto Político usufruídos Pelos judeus EM País QUALQUÉR Outro ".

A Declaração de Balfour de 1917, that apoiou o estabelecimento de UMA Nação judaica na Palestina.

A Legião Judaica, um Grupo de batalhões Compostos sobretudo de Voluntários sionistas, havia assistido OS britânicos na conquista da Palestina. A utilização fazer ambiguo Termo "lar nacional" alarmou OS Árabes e, de forma a aplacá-los, EM 7 de novembro de 1918 o REINO UNIDO Assinou com a França a Declaração Anglo-Francesa, 55 declarando Como Objectivo Comum um Ambos OS countries "uma final Libertação e Completa dos Povos que HÁ Muito VEM Sendo oprimidos Pelos turcos, EO estabelecimento de governos Nacionais e Administrações [na Síria, Iraque e Palestina] cuja Autoridade deriva do Livre Exercício da Iniciativa e ESCOLHA POR Parte das Populações Indígenas ".56 No entanto, EM 1919, num Memorando governamental interno, Balfour declarou that Localidade: Não tinha intenção de Consultar OS Habitantes da Palestina sobre como SUAS aspirações, contrariando ASSIM uma Declaração de 1918 ea Declaração de Balfour na SUA Promessa de Nao prejudicar OS DIREITOS Civis e Religiosos das Comunidades Não-judaicas da Palestina.55 a Oposição Árabe this plano levou AOS Distúrbios de 1920 na Palestina e à Formação da Organização judaica conhecida Como Haganah ("a Defesa", EM hebraico), da quali Mais Tarde se separaram OS Grupos Irgun e Lehi .Em 1922, a Liga das Nações concedeu AO REINO UNIDO hum Mandato na Palestina los CONDIÇÔES semelhantes à Declaração Balfour.58 A População da área Neste Momento era predominantemente Muçulmana, enquanto na área urbana Maior da Região, Jerusalém, era maioritariamente judaica.59 A Terceira (1919-1923) ea quarta Aliyah (1924-1929) trouxeram 100 000 judeus para à Palestina.47 a Partir de 1921 britânicos OS sujeitaram a Imigração judaica a quotas ea maioria do Território Designado parágrafo O Estado judaico FOI alocado à Transjordânia.A Ascensão do nazismo na Década de 1930 levou à quinta Aliyah, com hum Fluxo de 250 mil judeus. Este Fluxo provocou a Revolta Árabe de 1936-1939, e levou OS britânicos um Conter a Imigração atraves do Livro Branco de 1939. Com countries De Todo O Mundo recebendo Refugiados judeus fugidos fazer Holocausto, um Movimento clandestino conhecido Como Aliyah Bet FOI Organizado parágrafo Transportar judeus parágrafo um Palestina.47 Pelo finais da Segunda Guerra Mundial, judeus OS representavam 33% da População da Palestina, QUANDO ERAM 11% los 1.922,O atentado terrorista AO Hotel King David los 1945 marcou o Início da Luta pela Independência judaica na Palestina. Apos 1942, com a rejeição do Livro Branco de 1939 POR Parte dos Líderes sionistas, o REINO UNIDO tornou-se CADA Vez Mais envolvido num Conflito violento com OS judeus.62 Vários Ataques ARMADOS FORAM levados a Cabo Pelos Hook sionistas contra alvos britânicos, dos cais Quais d'Orsay se destacam o Assassinato do Ministro de Estado Britânico Lord Moyne nenhum Cairo los Novembro de 1944 Pelo Stern Gang, liderado POR Yitzhak Shamir, ea Explosão do Hotel King David Pelo Irgun, liderado POR Menachem Begin, EM 1946. no Inicio de 1947, o Governo Britânico, percebendo o encargo Político e Económico Que estava a servi o Conflito na Palestina, decidiu Acabar com o Mandato, declarando Que era incapaz de chegar a uMA Solução aceitável parágrafo Ambos OS Lados, Árabes e judeus.A Recém-criada Organização das Nações Unidas recomendou uma application fazer Plano de Partição da Palestina, Aprovado Pela Assembleia Geral das Nações Unidas atraves da Resolução 181, de 29 de novembro de 1947, propondo uma Divisão que Pais los DOIS ESTADOS, um Árabe e hum Judeu. Segundo ESTA proposal, a Cidade de Jerusalém térios hum Estatuto de Cidade Internacional - hum corpus separatum - administrada pelas Nações Unidas de para evitar hum Possível Conflito sobre o Seu estatuto.64 A Partição proposal Pelo Comitê Especial das Nações Unidas Para a Palestina (UNSCOP, Pela sigla los tradução) concedia AO terço populacional Judeu 56% do Território, Deixando AOS Dois Terços Árabes 44% da terra. A Divisão demográfica dos Dois putativos countries that não significava ESTADO Arabe deveriam Viver 818,000 palestinos, hospedando 10.000 judeus. Não Judeu estado, viveriam 438,000 palestinos between 499.000 judeus. O novo Estado judaico Detinha uma grande maioria das terra férteis e, Das 1.200 Aldeias palestinas, Approximate 400 estavam incluidas los Seu interior.

Sobreviventes Judeus fazer campo de Concentração de Buchenwald na Cidade israelense de Haifa, julho de 1945.David Ben-Gurion FAZ uma Declaração de Independência do Estado de Israel los 14 de maio de 1948 A Agência Judaica aceitou o plano, 67 embora tivesse afirmado Nunca Opaco limitaria o Futuro Estado judaico à área proposal Pela Resolução 181. A 30 de novembro de 1947, um Alta Comissao Árabe rejeitou o plano, na Esperança de Que o ASSUNTO fossa Revisto e UMA proposal apresentada alternativa. Altura Nesta, a Liga Árabe Localidade: Não considerava AINDA UMA Intervenção armada na Palestina, à quali se opunha a Alta Comissao Árabe.68 No dia seguinte à rejeição do plano, o Conflito armado estendeu-se uma Toda a Palestina. Como Organizações paramilitares sionistas, EM especial o Haganah E os Voluntários Internacionais Que se lhes juntaram, iniciaram o Opaco David Ben Gurion Chamou de "Agressiva Defesa", na quali QUALQUÉR Ataque Árabe Seria respondido de forma DECISIVA, com Destruição Do Lugar, expulsão dos SEUS moradores e Captura da POSIÇÃO. Em março de 1948 FOI colocado los Prática o Plano Dalet, com o Objectivo de Capturar aldeias, bairros e Cidades Árabes. No Mês seguinte, Dois Importantes acontecimentos geraram Ondas de choque atraves da Palestina e de TODO O Mundo Árabe: A morte de Abd al-Qader al-Husseini defendendo a aldeia de Al-Árabe Qastal, EO massacre da aldeia de Deir Yassin, perpetrado Pelo Irgun e Stern Gang Pelo. Estes acontecimentos levaram OS countries Árabes, Reunidos na Liga Árabe, a UMA considerar Intervenção na Palestina com OS SEUS exércitos regulares.69 A Economia Árabe-palestina desmoronou e 250 000 Árabes-palestinos fugiram OU FORAM expulsos.

Em 14 de maio de 1948, um dia Antes do Fim Mandato Britânico fazer, a Agência Judaica proclamou a Independência, nomeando o País de Israel. No dia seguinte, cinco countries da Liga Árabe, Egito, Síria, Jordânia, Líbano e Iraque, apoiados Pela Arábia Saudita e Iêmen Pelo, invadiram71 o Território do Mandato Britânico Antigo da Palestina, Iniciando uma Guerra Árabe-israelense de 1.948,72 Marrocos, Sudão, Iêmen e Arábia Saudita tambem enviaram Tropas parágrafos ajudar Invasores OS. APOS UM ANO DE combates, um cessar-fogo declarado FOI UMA Fronteira e temporaria, conhecida Como Linha Verde, estabelecida FOI. Os Territórios anexados da Jordânia tornaram-se conhecidos Como Cisjordânia e Jerusalém Oriental, o Egito assumiu o Controle da Faixa de Gaza.Israel FOI admitido Como Membro das Nações Unidas los 11 de maio de 1.949,73 Durante o Conflito de 1948, 711 000 Árabes, according to Estimativas das Nações Unidas, cerca de UO 80% da População Árabe anterior, fugiram fazer país.74 O Destino dos Refugiados palestinos de Hoje é hum grande Ponto de discórdia não Conflito israelo-palestino.75 76 Em retaliação, Os governos de Diversos countries Árabes e muçulmanos iniciaram UMA Politica de Perseguição e expulsão de SUAS Populações judaicas, Que resultou não Exodo de cerca de 700 mil PESSOAS, a maioria absorvida POR Israel, Entre o último da Década de 1940 EO Início da Década de 1970.

Homem los hum campo de Refugiados palestinos fazem Nakba (desastre los Árabe) Resultante da Guerra Árabe-israelense de 1948. Nos Primeiros Anos do Estado, o sionismo trabalhista, Movimento sionista liderado Pelo Primeiro-Ministro entao David Ben-Gurion dominava a politica israelita.79 80 Anos FORAM ESSES marcados Pela Imigração maciça dos Sobreviventes fazer Holocausto e hum influxo de judeus perseguidos los Terras Árabes. A População de Israel aumentou de 800 000 parágrafo Dois Milhões Entre 1948 e 1958,81 A maioria dos Refugiados Opaco chegaram posses SEM e FORAM alojados los campos temporários conhecidos Como ma'abarot. Em 1952, Mais de 200 000 Imigrantes Viviam nestas "Cidades tenda". A necessidade de resolver a Crise levou Ben-Gurion a assinar hum according to a Alemanha Ocidental Opaco desencadeou protestos los massa de judeus Opaco ERAM contrários a ideia de Israel "Fazer Negócios" com um Alemanha.Durante a Década de 1950, Israel FOI atacado constantemente POR militantes, principalmente a Partir da Faixa de Gaza, Que estava soluçar egípcio.83 Controle Em 1956, Israel CRIOU UMA Aliança secreta com o REINO UNIDO ea França destinada a recapturar o canal do Suez, Opaco OS egípcios tinham nacionalizado (ver Guerra fazer Suez). Apesar da Captura da Península do Sinai, Israel FOI Forcado a recuar devido à pressao dos ESTADOS UNIDOS e da União Sovietica, EM Troca de Garantias de Direitos Marítimos de Israel não Mar Vermelho e não Canal.84No Início da Década seguinte, Israel capturou Adolf Eichmann, um dos criadores da Solução final escondido na Argentina, EO Trouxe parágrafo julgamento.85 O Julgamento Teve hum Impacto de suma importância sobre a conscientização sobre o fazer Público Holocausto, 86 Eichmann was Única Pessoa executada POR Israel , 87 embora John Demjanjuk tivesse Sido Condenado a Morrer Antes de SUA Condenação serviços anulada Pela Suprema Corte de Israel.Ao Longo dos Anos OS countries Árabes recusaram-se a Manter Relações diplomáticas com Israel Localidade: Não reconhecendo a Existência do Estado Judeu e, de Além Disso, Árabes nacionalistas liderados POR Nasser lutaram Pela Destruição do Estado judeu.12 89 Em 1967, o Egito, a Síria ea Jordânia mandaram SUAS Tropas ATÉ como Fronteiras israelenses, expulsando como Forças de paz da ONU e bloqueando o Acesso de Israel ao Mar Vermelho. Israel Viu essas Ações Como hum casus belli parágrafo hum Conflito, Iniciando uma Guerra dos Seis Dias. Israel conseguiu vitória UMA DECISIVA Nesta guerra e capturou OS Territórios Árabes da Cisjordânia, Faixa de Gaza, Península do Sinai e fazer como Colinas de Golã.90 DESDE 1949 uma Chamada Linha Verde Passou um serviços de Fronteira Administrativa between Israel Territorios E os ocupados. Como Fronteiras de Jerusalém FORAM ampliadas POR Israel Opaco incorporou Jerusalém Oriental. A Lei de Jerusalém, promulgada los 1980, reafirmou ESTA Medida e reacendeu polêmica internacional sobre o Estatuto de Jerusalém.

O Fracasso dos ESTADOS Árabes na guerra de 1967 levou AO surgimento de Organizações Não-Árabes estatais sem Conflito, Sendo a Mais Importante a Organização de Libertação da Palestina (OLP), that was concebida soluço o lema "A Luta armada Como Única forma de libertar a Pátria. ".92 93 Sem da Década de final de 1960 e Início da Década de 1970, Grupos palestinos94 95 lançaram uMA onda de Ataques contra alvos israelenses AO Redor do Mundo, 96 incluíndo hum massacre de Atletas israelitas n º s Jogos Olímpicos de Verão de 1972 , EM Munique na Alemanha. Israel reagiu com a Operação Cólera de Deus, não decurso da quali OS responsáveis ​​Pelo massacre de Munique FORAM Encontrados e executados.97 Em 6 de outubro de 1973, sem o Yom Kippur, dia Mais Santo do Calendário Judaico, exércitos OS do Egito e da Síria lançaram hum Ataque Surpresa contra Israel. A guerra terminou los 26 de outubro com o Êxito israelense, Opaco conseguiu repelir como Forças egípcias e Sirias, porem sofrendo Grandes perdas.98 Um Inquérito interno exonerou o Governo israelense da Responsabilidade Pelo Conflito, porem a insatisfação popular, forçou um entao Primeira-Ministra Golda Meir um renunciar.

 

                                                    GUERRA YONKIPUR 1973

 

Outubro de 1973. Enquanto Israel se preparava para a celebração de Yom Kipur, o dia mais sagrado do calendário judaico, a Síria e o Egito se preparavam para a guerra.

 

Edição 42 - Setembro de 2003

 

Às 14h do dia 6 de outubro, enquanto a maioria da população israelense estava nas sinagogas, rezando, as forças armadas da Síria e do Egito, contradizendo todas as previsões e afirmações dos serviços de Inteligência de Israel, iniciaram uma ofensiva coordenada contra o país na região do deserto do Sinai, ao sul, e nas Colinas do Golã, ao norte. Era o início da chamada Guerra de Yom Kipur referência direta ao dia no qual eclodiu e o começo do maior e inimaginável pesadelo de Israel nos últimos anos: um ataque surpresa e conjunto dos maiores exércitos inimigos.

 

Desde o dia 1º de outubro a Síria e o Egito haviam decretado o estado de alerta máximo ao longo de sua fronteira. Damasco movimentou tropas a partir da fronteira com a Jordânia em direção às Colinas do Golã e, no dia seguinte, fez uma ampla mobilização dos reservistas. Para os serviços de segurança do país, tudo isso era apenas uma retaliação à ação de Israel que derrubou 13 aviões de combate sírios no dia 13 de setembro. Diante dessa movimentação, David (Dado) Elazar, então chefe do Estado-Maior das Forças de Defesa de Israel (FDI), determinou o deslocamento da 7ª Brigada para a área, que foi completado às vésperas de Yom Kipur.

 

Elazar havia pedido também a mobilização dos reservistas, para o que contava com o apoio da então primeira-ministra Golda Meir. Sua recomendação, no entanto, não contou com a aprovação do então ministro da Defesa, Moshe Dayan. Ao mesmo tempo, forças egípcias se mobilizavam ao longo do Canal do Suez, mas tal medida também foi menosprezada, sendo considerada apenas um gesto de solidariedade com a Síria.

 

No dia 2 de outubro, em uma entrevista à revista Time, mais um indício do que estava por vir. O então rei Hussein, da Jordânia, afirmava que, a menos que Israel se retirasse de todos os territórios ocupados durante a guerra de 1967, em troca de uma garantia para a paz, "um novo desastre de grande magnitude seria inevitável". No dia 4 de outubro, a ex-União Soviética, totalmente alinhada com os países árabes na sua luta contra Israel, retirava centenas de assessores e seus familiares do Egito e da Síria.

 

Segundo os analistas, a somatória desses fatos deveria ter alertado a Inteligência israelense e as FDI sobre a iminência do conflito e preparado o país para a guerra. No entanto, em uma reunião especial do Gabinete, no dia 5 de outubro, o governo decidiu pela não convocação dos reservistas, como maneira de evitar acusações internacionais de que Israel se estaria preparando para iniciar uma guerra contra os árabes. No dia 6, horas antes do ataque, o gabinete reuniu-se novamente em sessão extraordinária. Em seguida, Golda Meir informou o embaixador norte-americano Kenneth Keating sobre a movimentação nas fronteiras e sobre um ataque iminente, ressaltando que o Gabinete decidira não fazer nenhuma ação preventiva, incluindo a convocação dos reservistas, em relação à ação árabe por razões políticas e não militares. A pergunta "por que os reservistas não foram mobilizados" foi o slogan principal das críticas a Golda Meir desde o primeiro dia do conflito.

 

Assim, sem saber muito bem o que acontecia ao longo de suas fronteiras, a população de Israel se preparava para celebrar Yom Kipur, acreditando ser uma força militar invencível, segura ao longo de suas fronteiras desde as Colinas do Golã até o Canal de Suez.

 

A verdade dolorosa, no entanto, surgiu rapidamente, quando logo após as 14hs, as emissoras de rádios, que haviam suspendido suas transmissões em função de Yom Kipur, foram ao ar com a notícia sobre os ataques ao norte e ao sul do país. Em seguida, a primeira-ministra Golda Meir fez um comunicado à nação sobre o início das hostilidades e sobre a convocação dos reservistas. Imediatamente a defesa civil divulgou medidas para reforçar a segurança, incluindo o fechamento das escolas, a restrição ao uso de carros e telefones a não ser em situações de emergência, além do blecaute total. O país estava em guerra. Mais uma vez.

 

No início do conflito, os inimigos de Israel conseguiram mobilizar o equivalente ao total das forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) ao longo das fronteiras israelenses. Nas Colinas do Golã, cerca de 180 tanques de Israel enfrentaram aproximadamente 1.400 tanques sírios. Ao longo do Canal do Suez, cerca de 80 mil egípcios atacaram menos de 500 soldados israelenses situados ao longo da chamada Linha Bar Lev.

 

No total, nove estados árabes, incluindo quatro nações que não são do Oriente Médio, participaram do esforço de guerra da Síria e do Egito. Poucos meses antes da Guerra do Yom Kipur, o Iraque transferiu um esquadrão de jatos Hunter para o Egito. Durante o conflito, uma divisão iraquiana de 18 mil homens e centenas de tanques foram deslocados para a região central do Golã e participaram de 16 ataques contra posições israelenses. Aviões Mig do Iraque começaram a operar nas Colinas do Golã a partir de 8 de outubro.

 

Além de garantir suporte financeiro para a continuidade do conflito, a Arábia Saudita e o Kuwait também enviaram homens. Uma brigada saudita de aproximadamente três mil soldados foi para a Síria e lutou na região próxima a Damasco. A Líbia, violando o acordo com a França que proibia a transferência de armas francesas, enviou aviões Mirage para o Egito. Além disso, de 1971 a 1973, o presidente Muamar Khadafi deu mais de US$ 1 bilhão para o rearmamento egípcio. A Argélia mandou três esquadrões de aviões de combate e bombardeios, além de uma brigada de blindados e 150 tanques. Entre mil e dois mil soldados tunisinos estavam estacionados no delta do Nilo. O Sudão enviou cerca de 3.500 homens para o sul do Egito e o Marrocos, três brigadas para as linhas de frente, incluindo 2.500 soldados para a Síria.

 

Assim, durante os primeiros dois dias do conflito, em função do elemento surpresa, Israel encontrava-se em uma posição defensiva, tendo perdido o controle sobre a quase totalidade das áreas asseguradas durante a Guerra de 1967, além de se ver diante da invasão iminente de seu território. Apesar da forte pressão exercida pela Síria e pelo Egito para que a Jordânia também declarasse guerra a Israel, o rei Hussein afirmou que a concentração de forças de seu país na margem oriental do rio Jordão seria uma medida suficiente. Tal atitude garantiu a Israel maior tranquilidade para concentrar seus esforços nas fronteiras ao norte e ao sul.

 

Com a rápida mobilização dos reservistas, a situação inicial reverteu-se e, ao final de pouco mais de duas semanas de combates, os exércitos invasores foram repelidos e as posições israelenses reasseguradas. A um preço alto: 2.688 soldados das FDI foram mortos; 243 foram capturados pelos egípcios; 68 pelos sírios; e quatro pelos libaneses. Em contrapartida, Israel capturou 8.372 egípcios, 392 sírios, treze iraquianos e seis marroquinos. A troca de prisioneiros com o Egito foi realizada no período de 15 a 22 de novembro de 1973. No dia 4 de abril de 1975, o Egito devolveu o corpo de 39 soldados israelenses mortos em combates durante a Guerra de Yom Kipur. Israel, por sua vez, devolveu 92 terroristas e outros detentos que estavam em prisões do país.

 

Foi na Guerra de Yom Kipur também que, pela primeira vez no século XX, os países árabes produtores de petróleo decidiram usar este precioso líquido como instrumento político. Ameaçando reduzir a produção e aumentar os preços, impuseram um embargo aos países que apoiavam Israel. Foi o chamado primeiro choque do petróleo, que tanto abalou a economia mundial, então muito mais dependente do ouro negro dos árabes do que atualmente. Foi também com base neste instrumento de pressão que os países árabes, com apoio da então União Soviética e dos chamados países não-alinhados, fizeram com que as Nações Unidas apresentassem e aprovassem a resolução que equiparou sionismo a racismo, em 1975. Esta moção, no entanto, foi revogada em 1991, com 111 votos a favor e 25 contra. Seis países árabes não participaram da votação.

 

6 de outubro

 

Às 14 horas do dia 6 de outubro, cerca de 200 aviões egípcios sobrevoaram o Canal de Suez, bombardeando campos, instalações, aeroportos, estações de radares e baterias israelenses na área. Simultaneamente, ataques maciços de artilharia voltavam-se para pontos estratégicos nas primeiras e segundas linhas das defesas israelenses. Tropas egípcias atravessaram o Canal de Suez atacando as FDI ao longo do canal e os batalhões de blindados que as protegiam. Cerca de 20 mil homens participaram da operação e capturaram a Margem Oriental que, então, estava sob controle israelense.

 

Logo no primeiro dia da guerra, o exército egípcio conseguiu construir várias pontes ao longo do Suez através das quais suas forças de blindados e de infantaria passaram, assumindo o controle sobre as posições israelenses. Ao mesmo tempo, helicópteros egípcios aterrissaram trazendo numerosas tropas para a margem ocidental do Canal.

 

Simultaneamente à ação no Sinai, aviões sírios atacavam as unidades e instalações israelenses no Golã, enquanto a artilharia bombardeava assentamentos civis. Rapidamente, três helicópteros da Síria pousaram próximo ao Monte Hermon chamado de Olhos de Israel trazendo comandos especiais. Em poucas horas, as forças de Damasco conseguiram capturar uma das mais importantes posições da Inteligência israelense, atingindo duramente a moral das FDI. Dezenas de soldados se renderam e os sofisticados equipamentos eletrônicos foram levados para a Síria. Centenas de tanques sírios invadiram as Colinas do Golã e foram avançando sem encontrar quase nenhuma resistência. Em pouco tempo, a Força Aérea de Israel (FAI) descobriu a principal arma secreta do inimigo: os mísseis anti-aéreos, que se tornaram o terror dos pilotos israelenses.

 

Ao final do primeiro dia, o quadro era bastante assustador e inédito para o país: quase todo o Canal do Suez estava sob controle egípcio; todas as posições israelenses foram isoladas; numerosas unidades de blindados haviam atravessado o canal e começado a se movimentar, em direção à região leste. Os blindados sírios, por sua vez, chegaram a sete quilômetros do lago Kineret e muito próximos do Vale de Hulla. Poderiam continuar avançando, pois não havia nada para os deter. Enquanto isso, as forças regulares de Israel aguardavam o reforço que viria com a mobilização dos reservistas.

 

7 e 8 de outubro

 

O segundo dia dos combates foi um dos mais intensos e difíceis, pois marcou o início da contra-ofensiva israelense. Tropas exaustas enfrentaram centenas de tanques no Sinai e nas Colinas do Golã, além de terem de conter os avanços dos exércitos inimigos com seus últimos resquícios de força. Os reservistas começaram a chegar apenas no período da tarde nas duas frentes. Diante da gravidade na fronteira com a Síria, o comando das FDI decidiu enviar toda a FAI para reverter o ataque sírio, bombardeando posições estratégicas na área e também em território sírio. Foram necessárias 24 horas para que as divisões terrestres, sob as ordens de Dan Laner e Rafael Eitan, conseguissem deter ao avanço das forças sírias.

 

A situação no sul continuava complicada, no terceiro dia da Guerra. Os rabinos militares levaram os rolos sagrados de Torá que estavam no Muro das Lamentações para as linhas de batalha. A divisão comandada pelo General-de-Brigada Avraham (Bren) Adan lutava no setor norte do Sinai enquanto a divisão sob as ordens do General-de-Brigada Ariel Sharon (atual primeiro-ministro de Israel) vinha pelo sul, para dar-lhe suporte. Apesar das informações iniciais de que o contra-ataque israelense estava obtendo êxito, logo o fracasso se tornou evidente.

 

A divisão de Bren foi repelida pelas forças egípcias, sofrendo pesadas perdas; 400 tanques foram destruídos e dezenas de soldados foram mortos ou feridos. As forças lideradas por Sharon atacaram diretamente o 3º Exército egípcio, ao invés de apoiar a ofensiva de Bren sobre o 2º Exército. Enquanto o comando das FDI analisava a situação e decidia o deslocamento de mais forças para tentar fazer os egípcios retrocederam através do Canal de Suez, o Egito lançou uma nova ofensiva, repelida apenas graças a um enorme esforço das divisões envolvidas.

 

Neste mesmo dia, Dayan dizia aos jornalistas que estava surpreso com o poder das forças armadas do Cairo e com o fracasso das FDI na contra-ofensiva. Dizia também estar muito pessimista e acreditar que as tropas israelenses deveriam recuar na região do Sinai e estabelecer uma nova linha de defesa nas áreas de Gidi e do Estreito de Mitleh.

 

Na noite do dia 8, Dayan convocou novamente a imprensa e afirmou que a situação era muito grave e poderia levar à destruição do Terceiro Templo. Os editores ficaram chocados com suas palavras. O ministro da Defesa queria fazer um pronunciamento em cadeia pela televisão falando sobre a situação, mas foi impedido por Golda Meir.

 

11 de outubro

 

Na manhã do dia 11, as tropas israelenses receberam uma ordem do Estado Maior: lançar uma grande ofensiva sobre a Síria. Até então, as FDI vinham lutando para levar a guerra para o território do inimigo. Durante as 24 horas do dia anterior, a FAI bombardeara alvos estratégicos nos arredores de Damasco, incluindo aeroportos, bases militares, refinarias, prédios do governo, entre outros. Ao mesmo tempo, os israelenses avançavam para recuperar o controle sobre toda a região das Colinas do Golã os sírios, por sua vez, recuaram deixando para trás cerca de 900 tanques, a maioria danificada.

 

O ataque à Síria foi liderado por Rafael Eitan e Moshe Peled. No início da noite, suas divisões avançaram sobre as posições fortificadas sírias e chegaram a 40 quilômetros da capital. Por razões políticas e estratégicas, as FDI não seguiram adiante, mantendo-se em posições facilmente defensáveis. No dia 12 de outubro, não havia mais combates no Golã e Israel havia recuperado todos os territórios anteriores a 6 de outubro. O Estado-Maior decidiu, então, enviar o máximo de unidades para continuar a luta na fronteira sul. 15 a 22 de outubro

 

Na noite de 15 de outubro, pára-quedistas das divisões lideradas por Sharon atravessaram o Canal de Suez em botes de borracha e estabeleceram uma cabeça de ponte na Margem Ocidental. O local escolhido para a travessia foi justamente uma lacuna entre o 2º e o 3º Exércitos egípcios. No dia seguinte, depois de árduos combates, os soldados de Bren também atravessaram o canal, ampliaram o corredor criado pelos pára-quedistas, movimentaram-se em direção ao sul e eliminaram as baterias de mísseis que até então impediam os jatos da FAI de operar na região. A Brigada de Sharon se deslocou rumo ao norte, em direção a Ismailia, tentando empurrar o 2º Exército de volta para o Egito. Os egípcios, por sua vez, continuavam tentando atacar a cabeça de ponte israelense na Margem Ocidental, visando isolar seus inimigos. Mas não o conseguiram.

 

No dia 19 de outubro, os egípcios perceberam o quanto as tropas israelenses haviam penetrado em seu território. No dia 22, o Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou a resolução 338, pedindo o fim da guerra e o início das negociações para implementação de uma paz justa e duradoura no Oriente Médio. As FDI continuaram lutando por mais dois dias e conseguiram cercar totalmente o 3º Exército. No dia 24, uma unidade comandada por Bren tentou conquistar a cidade de Suez, mas foi repelida, sofrendo muitas baixas: 80 soldados foram mortos e dezenas ficaram feridos.

 

Enquanto isso, depois de vários dias de lutas sangrentas, uma Brigada Golani conseguiu recuperar o controle do Monte Hermon, que estava em mãos dos sírios desde o início da guerra. A luta, praticamente frente a frente com o inimigo, aconteceu ao longo da noite e durou 12 horas. O silêncio voltou à fronteira norte. Quando o local foi reconquistado, um dos soldados disse a um jornalista de televisão: "Estes são os olhos de Israel".

 

Às 18h do dia 26 de outubro, após 18 noites na escuridão, o blecaute em Tel Aviv foi encerrado. Os restaurantes reabriram, foram retiradas as camuflagens das lanternas de carros e as luzes voltaram a brilhar através das janelas das casas e edifícios. As pessoas recomeçaram a circular pelas ruas, tentando voltar à normalidade.

 

No dia 11 de novembro, o acordo de cessar-fogo foi assinado entre o Egito e Israel, em uma tenda militar no quilômetro 101 da estrada Suez-Cairo, no mesmo local ao qual chegaram as FDI durante os combates ou seja, a 101 quilômetros da capital egípcia. Segundo os termos acordados, Israel e Egito manteriam o cessar-fogo; as negociações começariam com a retirada para as posições ocupadas em 22 de outubro; liberação de mantimentos e medicamentos diariamente para a cidade de Suez; acesso de equipamentos e suplementos não militares para o 3º Exército egípcio, ainda sobre cerco; movimentação de profissionais das Nações Unidas na estrada Suez-Cairo; início imediato da troca de prisioneiros entre os países envolvidos. Não houve a assinatura de um cessar-fogo formal com a Síria.

 

Segundo os especialistas, a derrota dos árabes na Guerra de Yom Kipur foi fundamental para a mudança gradativa nas relações entre Israel e o Egito. Dizem que foi a partir deste episódio que o presidente Anuar Sadat conscientizou-se de que não poderia obter concessões dos israelenses através do conflito armado, mas apenas através de negociações. Sadat foi o primeiro presidente egípcio a visitar Israel, em 1977, durante o governo do primeiro-ministro Menachem Begin. Assinaram, em 1978, o primeiro acordo de paz entre Israel e um país árabe, o chamado Acordo de Camp David, ratificado em 1979 através do Tratado de Camp David.

 

Fonte: Mishal, Nissim (organizador), Those Were the years..., Yedioth Ahronoth, 1998.

 

 

.Como Eleições de 1977 fazer Knesset marcaram UMA Virada de suma importância na História

Politica israelense, Menachem Begin when fazer Partido Likud assumiu o Controle do Partido Trabalhista.100 Mais Tarde, não Ano MESMO, o entao Presidente Egípcio Anwar El Sadat fez UMA Visita a Israel e falou perante o Knesset, ESTA FOI uma Primeira Vez Que hum chefe de Estado Árabe reconheceu o Estado de Israel.101 Nos Dois Anos Que se seguiram, Sadat e Menachem Begin assinaram o a Acordo de Camp David EO TRATADO de Paz Israel-Egito.102 Israel retirou -se da Península do Sinai e concordou fazer los iniciar negociações sobre uMA Possível Autonomia parágrafo palestinos los Toda a Linha Verde, um plano that was Nunca executado. O Governo israelense começou a encorajar assentamentos judeus não Território da Cisjordânia, criando atritos com OS palestinos Opaco Viviam nessas áreas.

Em 7 de junho de 1981, Israel bombardeou pesadamente o reator nuclear Osirak nenhuma Durante Iraque a Chama Operação Ópera, com Fim de desabilitá-lo. A UMA Inteligência israelense tinha Suspeita de Opaco o Iraque pretendia utilizar Este reator par o Desenvolvimento de Armas Nucleares. Em 1982, Israel interveio na Guerra Civil Libanesa, destruindo como bases da Organização de Libertação da Palestina, Opaco, EM RESPOSTA, lançou Ataques e Misseis AO norte de Israel. ESSE Movimento se desenvolveu um parágrafo Guerra fazer Líbano de 1982.104 Israel retirou a Maior Parte se SUAS Tropas fazer Líbano, EM 1986, mas manteve Uma "zona de Segurança" comeu 2000. A Primeira Intifada, um levante Palestino contra Israel, eclodiu los 1987 105 COM Ondas de violencia nsa Territórios ocupados. Ao Longo dos Anos SEIS seguintes, Mais de mil pessoas FORAM Mortas, muitas das cais Quais d'Orsay POR atos Internos de Violência dos palestinos.106 Durante a Guerra do Golfo los 1991, uma OLP E os palestinos apoiaram OS Ataques de Misseis lançados contra Israel Pelo Líder iraquiano Saddam Hussein, na Tentativa de provocar uma Entrada de Israel parágrafo um guerra.Yitzhak Rabin e Yasser Arafat DAO como Mãos, acompanhados POR Bill Clinton, when ocorreu a assinatura dos Acordos de Oslo, EM 13 de setembro de 1993.Em 1992, Yitzhak Rabin tornou-se Primeiro-Ministro, elementos e Seu Partido estabeleceram Compromissos com OS Vizinhos de Israel.109 110 No seguinte Ano, Shimon Peres e Mahmoud Abbas, em Nome de Israel e da OLP, assinaram OS Acordos de Paz de Oslo, Opaco Deram à Autoridade Nacional Palestina O Direito de contraditório auto-governar da Cisjordânia e da Faixa de Gaza.111 A intenção era fazer o reconhecimento do Estado de Direito Israel Existir e UMA forma de dar FIM AO Terrorismo. Em 26 de outubro de 1994 FOI Assinado o TRATADO de paz Israel-Jordânia, Sendo a Jordânia o Segundo País Árabe Opaco normalizou SUAS Relações com Israel.112 O Apoio Público dos Árabes AOS Acordos FOI danificado Pelo Massacre fazer Túmulo dos Patriarcas, 113 Pela Continuação dos assentamentos judeus, e Pela deterioração das CONDIÇÔES Econômicas. O Apoio da Opinião Pública israelense AOS Acordos diminuiu when was Israel atingido POR Ataques suicidas palestinos.114 Em Novembro de 1995 o Assassinato de Yitzhak Rabin POR UM militante de extrema-Direita Judeu, chocou o país.Não da Década de final de 1990, Israel, um soluçar Liderança de Benjamin Netanyahu, desistiu de Hebron, 116 assinando o Memorando de Wye River, Dando Maior Controle da Região de para uma Autoridade Nacional Palestina.117 Ehud Barak, eleito Primeiro-Ministro los de 1999 começou POR retirar Forças israelenses do sul do Líbano, Realizando negociações com a Autoridade Palestina Yasser Arafat EO entao Presidente dos ESTADOS UNIDOS, Bill Clinton, Durante a Cúpula de Camp David de 2000. Durante ESTA Cimeira, Barak ofereceu hum plano de para o estabelecimento de hum Estado Palestino na Faixa de Gaza e 91% da Cisjordânia, retendo porem o Controlo sobre como Todas Fronteiras e principais Cursos de Água, e anexando definitivamente 12% do Vale do Jordão, a Região Mais fértil da Cisjordânia, a favor de Israel, reservando-SE AINDA O Direito de Permanecer Entre 12 a 30 Anos los OUTROS 10% Dessa região.118 Yasser Arafat rejeitou o according, exigindo como pré-Condição parágrafo como negociações a Retirada de Israel parágrafo como Fronteiras de Junho de 1.967,119 apos o Colapso das negociações, começou a Segunda Intifada.120 121 Ariel Sharon FOI escolhido Como novo Primeiro-Ministro los 2.001 Durante uMA eleição especial. Durante Seu Mandato, Sharon realizou Seu plano de Retirada unilateral da Faixa de Gaza e also liderou a Construção da Barreira israelense da Cisjordânia.122 Em janeiro de 2006, DEPOIS de sofrer hum túmulo Acidente vascular cerebral Que o deixou los coma, Ariel Sharon deixou o carga e SUAS Competências FORAM transferidas par o gabinete de Ehud Olmert.

 

Em julho de 2006, um Ataque da Artilharia fazer Hezbollah um communities da Fronteira Norte de Israel e hum rapto de Dois soldados israelenses desencadeou uma Segunda Guerra fazer Líbano.124 125 126 Os Confrontos Duram POR UM Mês ATÉ UM cessar-fogo (Resolução 1701 da Organização das Nações Unidas) mediado Pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Em 27 de novembro de 2007, o Primeiro-Ministro israelense Ehud Olmert EO Presidente Palestino Mahmoud Abbas concordaram los negociar sobre questões como Todas e lutar POR UM ATÉ AO according finais de 2008. Em abril de 2008, o presidente Sírio Bashar al-Assad Disse um hum Jornal do Qatar Opaco um Síria e Israel tinham vindo a discutir hum TRATADO de paz POR uM Ano, com uma Turquia Como mediador. ISTO FOI POR Confirmado Israel, EM Maio de 2008.127

No final, De Dezembro de 2008, o cessar-fogo Entre o Hamas e Israel acabou APOS foguetes disparados a Serem Partir da Faixa de Gaza, Controlada Pelo Hamas. Israel respondeu com UMA Série de intensos Ataques aéreos.128 Em RESPOSTA, protestos eclodiram los TODO o mundo.129 Em 3 de janeiro de 2009, Tropas israelitas entraram los Gaza marcando o Inicio de UMA Ofensiva terrestre.130

Em julho de 2014 eclodiu Outro Conflito Entre como Forças Militares de Israel EO Hamas, na Faixa de Gaza.

 

 

                                             Paisagem tipica não Deserto de Negev.

 

O Estado de Israel, EM SUA área total de 27 800 km, E descrito Dentro das Linhas de cessar-fogo e fazer autogoverno da Palestina. De forma alongada e Estreita, TEM los Seu comprimento 470 km, e los SUA LARGURA Máxima, 135 km. SUAS Fronteiras estao Entre o Líbano, a Síria, a Jordânia, o Egito eo Mar Mediterrâneo.5 132 133 Dividido los Quatro regions Geográficas - Três FAIXAS paralelas e UMA GRANDE Área Arida - TEM SUA los Planície Costeira do Mediterrâneo, OS Sitios Mais férteis, Opaco avançam los hum total de quilómetros de Quarenta par o interior fazer País. A nordeste, Nascem SUAS Cadeias de Montanhas, Onde Localiza-se AINDA o Planalto de Golan, Formado POR Rochas de basalto, resultantes de erupções vulcânicas, Opaco beiram o Vale do Hula. Seguindo um rochosa Cadeia, localizam-se como Montanhas da Galileia, compostas de rocha calcária branda e dolomita, atingem Opaco ATÉ 1 200m de Altura.

Acompanhando como Cadeias montanhosas seguem córregos Que Mantem A Região verde POR TODO o Ano. Entre como Montanhas da Galileia e da Samaria, Encontra-se o Vale de Jizreel, dita A Região Mais Agrícola de Israel. Seguindo uma Cadeia rochosa parágrafo o sul, Ve-se o Neguev, Opaco compõe Quase um Metade não território.134 Adiante, ESTA área Torna-se Mais Arida, Composta POR Planícies de Arenito los Cumes de Pedras, crateras, platos, Montanhas AINDA Mais altas e Três crateras erosivas, cuja Maior mede 35 km de comprimento, de clima seco. Próximo a Eilat e ao Mar Vermelho, uma Paisagem apresenta agudas elevações compostas POR granito Cinza e Vermelho e Arenito. Ao oriente, Percebe-se uma Fenda Sírio-Africana, divisora ​​da crosta terrestre. Ao Contrário do sul Semiárido, o oriente é Sua área setentrional e fértil, ALÉM de serviços atravessada de norte a sul Pelo rio Jordão, Opaco possui hum total de de Trezentos quilómetros. Este rio, nascido de neves derretidas Monte Hermon fazer nenhuma Verão, atravessa o Vale do Hula, eo Mar da Galileia, o Maior Reservatório de Água potável fazer País SITUADO ENTRE COMO EO Planalto Montanhas de Golan, e desemboca no Mar Morto, o Ponto Mais Baixo da superficie terrestre.135 nota 7 MESMO Cheio Durante um DAS Estação Chuvas, o rio Jordão e raso e Estreito, com Profundidade Máxima de 5,20 metros e LARGURA Máxima de 18,30 metros.136 Ao sul do Mar Morto, Encontra-se o Arava, 137 Chamada savana de Israel, Que se estende Ate O golfo de clima sub-tropical e Águas Profundas, com Recifes de corais e fauna variada UMA marinha.138

Como Temperaturas variam Muito los Israel, principalmente Durante o inverno. Como regioes montanhosas fazer Pais frias de São Paulo, inclusive com Ocorrência de neve; o pico do Monte Hermon E Coberto POR neve na Maior Parte do Ano e Jerusalém recebe Pelo Menos UMA Queda de neve POR ano.139 Entretanto, Cidades costeiras, Como Tel Aviv e Haifa, TEM clima Mediterrâneo Típico, com frio e chuva Durante o inverno e com Verão Quente e seco. A Temperatura Maior não Continente Asiático (53,7 ° C) Registrada was los 1942 não kibutz Tirat Zvi, nenhum norte fazer jordaniano.

 

Chão forrado de flores da especie Anemone coronaria, Nativa fazer País, não moshav de Shokeda, Próximo à Cidade de Netivot.De maio a setembro, uma chuva los Israel E rara.141 142 Com sistema operacional escassos Recursos Hídricos, Israel TEM DIVERSAS Desenvolvido Tecnologias de economia de Água, incluíndo Irrigação POR gotejamento.143 Os israelenses also aproveitam uma grande Incidência de luz solar, de para a Produção de Energia solar, tornando a Israel, a OSU Nação Líder em Energia solar los por capita.

 

A fauna ea flora Nacionais São diversificadas, devido, EM contraditório, uma LOCALIZAÇÃO SUA, na Junção de Três Continentes. Na Vida vegetal, MAIS de 2 800 PLANTAS JA FORAM catalogadas, Entre o papiro ea Peonia Vermelho-coral Brilhante. Ao Longo do Território HÁ AINDA hum misto de flores cultivadas e Plantas Nativas: íris, Açucena e tulipa, misturam-se AO açafrão e à cila, chamadas litófitas. Ja los Meio a Vida animais de Israel, Ha UMA grande variedade de Espécies de borboletas e Pássaros, Entre 135 e 380 parágrafo hum parágrafo O Outro. Gazelas, Raposas, gatos Selvagens e OUTROS Mamíferos, formam uma fauna dos bosques; Cabritos monteses Vivem nn rochedos Desertos; e Camaleões e cobras juntam-se a oitenta Espécies Nativas de lagartos. Para Preservar a Vida das Espécies animais e vegetal, o Governo CRIOU o Fundo Nacional Judaico, Que Atua na Acumulação de Água, não Reflorestamento e na SUA Manutenção. Disso de Além, Severas leis adotadas FORAM um Fim de Preservar a Vida Natural, tornando hum ato ilegal ATÉ MESMO uma Retirada de UMA flor nascida na beira da estrada; ea conscientização da População E promovida atraves de atos Públicos Como excursões guiadas, Campanhas de esclarecimento, Publicações e Dentro das escolas.145

 

 

                                                                   Pirâmide etária de Israel.

 

Em 2010, a População de Israel calculada was los 7.587 Milhões de habitantes. Desses, Segundo Dados de 2009, MAIS de 300 000 cidadaos de Israel Viviam los assentamentos na Cisjordânia, 147 Como Ma'ale Adumim e Ariel e como communities that antecederam a Criação do Estado, mas FORAM restabelecidas apos uma Guerra dos Seis Dias, EM Cidades Como Hebron e Gush Etzion. Cerca de 18 000 israelenses Vivem NAS Colinas de Gola. Em 2006, havia 250 000 judeus Residentes los Jerusalém Oriental. O Nummer total de colonos israelenses de E superiores a 500 000 (6,5 POR Cento da População). Cerca de 7 800 Viviam assentamentos israelenses na Faixa de EM de Gaza ATÉ Terem Sido evacuados Pelo Governo Como contraditório fazer Seu plano de Retirada de 2005.

Ao Longo da Década jornal Última, Os Fluxos migratórios Tem, also, incluido hum Nummer Significativo de Imigrantes Localidade: Não judeus de countries Como a Roménia, Tailândia, República Popular da China e da África Vários countries e da América do Sul; Estimar hum Nummer Exato E Difícil devido à Presença de Imigrantes ilegais, mas como Estimativas executadas na Região apresentaram cerca de 200 000 pessoas.148 A retenção da População de Israel from 1948 e A MESMA OU Maior, when comparado parágrafo OUTROS countries com Imigração maciça. 149

 

 

 

A Emigração da População israelense (yerida) To Us Link parágrafos countries, principalmente parágrafo OS ESTADOS UNIDOS EO Canadá, E POR descrito demógrafos Como modesta, mas 150 E muitas Vezes CITADA Pelos Ministérios do Governo israelense Como UMA Ameaça de suma importância para o Futuro de Israel.151

Israel FOI CRIADO com o Propósito de Ser UMA Pátria parágrafo O Povo Judeu e e muitas Vezes referida Como o Estado Judeu. A Lei do Retorno conceder um de Todos os judeus e Os de linhagem judaica O Direito à cidadania israelense.152 Um Pouco Mais de tres edições in quarto, OU 75,5 Cento POR, da População São judeus de varias Origens judaicas. Approximate 68 POR Cento dos judeus israelenses nasceram no país, 22 POR Cento São Imigrantes da Europa e das Américas e 10 POR Cento São Imigrantes da Ásia e da África (incluíndo o Mundo Árabe) 0,153

Israel temperatura Três LÍNGUAS OFICIAIS: hebraico, Árabe e inglês5. O hebraico E o idioma principais do Estado e e Falada Pela maioria da População. O Árabe E Falado Pela Minoria Árabe e POR judeus Opaco imigraram uma Partir de countries Árabes. A maioria dos israelenses se comunica razoavelmente Bem los Inglês: muitos Programas de Televisão São los Inglês e, Em muitas Escolas, se Ensina Inglés. Como hum País de Imigrantes, dezenas de Línguas PODEM serviços ouvidas NAS Ruas de Israel. Um grande afluxo de PESSOAS da Antiga União Sovietica e da Etiópia fizeram, não russo e fazer amárico, LÍNGUAS faladas los Israel. Entre 1990 e 1994, a Imigração de judeus da Antiga União Sovietica fez com Opaco uma População israelense aumentasse los doze POR cento.154

 

Cidades populosas MAIS los Israel

 

Censo de 2009 do Escritório Central de estatisticas de Israel155

Jerusalém.jpg

Jerusalém

Azriely.jpg

Tel Aviv

POSIÇÃO Localidade Distrito Pop. POSIÇÃO Localidade Distrito Pop. Haifa horizonte view.jpg

Haifa

Rishon LeZion Ocidente aérea view.jpg

Rishon LeZion

1 Jerusalém 773 600 11 Ramat Gan Tel Aviv 145 000

2 Tel Aviv Tel Aviv 403 700 12 Bat Yam Tel Aviv 130 000

3 Haifa 265 600 13 112 700 Rehovot Central

4 Rishon LeZion Central 228 200 14 111 900 Ascalão Sul

5 Petah Tikva Central 209 600 15 Herzliya Tel Aviv 87 000

6 Ashdod Sul 206 400 16 Kfar Saba Central 83 600

7 Berseba Sul 194 300 17 Hadera Tel Aviv 80 200

8 Holon Tel Aviv 184 700 18 Beit Shemesh Jerusalém 77 100

9 Netanya Central 183 200 19 Modi'in-Maccabim-Re'ut Central 72 700

10 Bene Beraq Tel Aviv 154 400 20 72 200 Nazaré Norte

Religião [editar | editar Código-Fonte]

Religião los Israel (2006) 156

Religião Porcentagem

Judaísmo

 

         JUDAISMO 5,4%              islamismo   /  16,9%Sem religião  / 4%  Cristianismo  /2,1% Drusos 1,7%

 

O Muro das Lamentações (o local, Mais sagrado fazer judaísmo), com o Domo da Rocha AO Fundo (um dos CRP Mais Sagrados fazer islamismo), EM Jerusalém.

 

A afiliação religiosa dos judeus israelitas varia Muito: 55 POR Cento dizem Que São "Tradicionais", enquanto 20 POR Cento consideram-se "judeus" Seculares, 17 POR Cento definem-se Como "sionistas" Religiosos; OS FINAIS 8 POR Cento definem-se Como "haredi judeus" .157

Perfazendo 16,2 ATÉ POR Cento da População, Os muçulmanos Constituinte a Maior Minoria religiosa de Israel. Dos cidadaos Arabes de Israel, Que representam 19,8 POR Cento da População, Mais de Quatro quintos (82,6 POR Cento) São muçulmanos. Dos restantes Arabes israelenses, 8,8 POR Cento São cristãos e 8,4 POR Cento São drusos.158: Membros de muitos To Us Link Grupos Religiosos, incluíndo budistas e hindus, Mantem Presença los Israel, embora los Menor número.159 Os cristãos totalizam 2, 1% da População de Israel e São constituídos de cristãos e judeus Árabes messiânicos.160

A Cidade de Jerusalém E hum Lugar sagrado de para judeus, muçulmanos e cristãos, POIs sedia Lugares Que da São FUNDAMENTAIS parágrafos SUAS crenças religiosas, Como o Muro das Lamentações, o Monte do Templo, a Mesquita de Al-Aqsa ea Igreja do Santo Sepulcro. OUTROS Monumentos Religiosos de importancia estao localizadas na Cisjordânia, Entre enguias o local de nascimento de Jesus de uma tumba de Raquel los Belém ea Caverna dos Patriarcas, EM Hebron. O Centro Administrativo da Fé Bahá'í e fazer Santuário do Báb estao localizadas no Centro Mundial Bahá'í los Haifa e não Líder da Fé, Enterrado nenhum Acre. Localidade: Não existe UMA Comunidade Baha'i los Israel, embora SEJA UM Destino de peregrinações. PESSOAS Que seguem a Fé Baha'i los Israel Localidade: Não ensinam a SUA Fé a israelenses seguindo UMA POLITICA rigorosa.161 162

 

 

Israel figurativa Entre OS dez countries com Maior number of ateus UO agnósticos, e, com hum total de de 25,6 POR Cento da População declarando-se ateista, FICA na quarta POSIÇÃO POR countries com Maior proporção de ateístas não mundo.

A grande maioria das PESSOAS Seculares los Israel São de etnia judaica. Muitos judeus respeitam OS feriados Religiosos Como algoritmo Comum, os dados UMA estabelecida Pelo Governo, Nao São Como SEUS País UO Avós, Que tinham Fé na religião, afinal era Este o Legado de Séculos Passado de Geração a Geração, elo Que unia O Povo Judeu e dava um elemento hum SENTIDO de pertença a Comunidade uMA MESMA. Hoje, Os sabras JÁ Localidade: Não sentem Tanto a necessidade de Seguir preceitos Religiosos. MESMO Opaco Entre OS Árabes Haja tambem alguns indivíduos ateus UO Não-Religiosos, e Mais Comum Entre OS Arabes de Israel, Como hum todo, encontrar PESSOAS Bastante ligadas à religião, Sejam ELAS Cristas UO muçulmanas, especialmente Entre cessos ULTIMOS. Embora como Religiões, Tanto o judaísmo Quanto o Isla, Sejam responsáveis ​​POR UMA boa fazer Conflito Árabe-israelense (POR Exemplo na Questão de Jerusalém), uma Fé religiosa Localidade: Não e Mais Determinante na Vida das PESSOAS, Pelo Menos um parágrafo Maior Parte dos judeus , Que estao CADA Vez Mais Seculares (à Exceção dos haredim). Os judeus Laicos continuam a compartilhar hum Sentimento de Identidade ea Crença num Destino Comum, porem Localidade: Não Mais e A Fé Que determinação ESSA Destino. AINDA ASSIM, preocupa a radicalização de UMA parcela dos Líderes Religiosos Que Tem Bastante Influência na politica nacional. A Há hum Certo Medo da Sociedade em Geral de Opaco o laicismo deixe de CONTAR com o Apoio dos Políticos, com hum aumento do Poder dos ultraortodoxos.

 

 

 

Israel E UMA Democracia parlamentar  EO Presidente de Israel E o chefe de estado, mas SUAS funções São los grande contraditório simbólicas.165 Um Membro fazer parlamento apoiado Pela maioria dos parlamentares Torna-se o Primeiro-Ministro, normalmente o presidente fazer Maior Partido. O Primeiro-Ministro E o chefe de Governo e chefe fazer Gabinete.165 Israel governado E POR UM parlamento Composto POR 120 Membros, conhecido Como Knesset. A Composição fazer Knesset E baseada na Representação proporcional dos Partidos políticos.166

Como Eleições parlamentares São realizadas uma CADA Quatro Anos, mas o Knesset PODE dissolver o Governo, um momento QUALQUÉR, Por Falta de Confiança na votação. O Processo de Paz, O Papel da religião não ESTADO e escândalos polítcos TEM causado Ruptura de coalizões UO uma antecipação das eleições.167 Como Leis Básicas de Israel funcionam Como UMA Constituição Localidade: Não Escrita. Em 2003, o Knesset começou a redigir UMA Constituição oficial baseada nestas leis.5 168

Em 2012, Israel FOI classificado na 92 ª POSIÇÃO nenhum Índice de Liberdade de Imprensa, elaborado Pela Organização Repórteres Sem Fronteiras, um Classificacao Mais Alta da região.169 O Relatório da Liberdade no Mundo de 2013, divulgado anualmente Pela Organização norte-americana Freedom House e que Tenta Medir o grau de Democracia e da Liberdade politica dos countries, classificou Israel Como uma Única Nação Livre do Oriente do Médio e do norte da África.170

 

Sistema judicial

 

Israel temperatura Três níveis nenhum Sistema judicial. O do Nível Mais Baixo São Magistrados Judiciais, situados na maioria das Cidades do País. Acima Deles São Tribunais de comarca, Servindo simultaneamente Como Tribunais de Apelação e Tribunais de Primeira Instancia, estao situados los Cinco dos Seis distritos de Israel. O Terceiro do Nível EO Mais Elevado E a Suprema Corte de Israel, situada los Jerusalém. Sirva hum Papel duplo Como o Mais alto tribunal de Apelação e de Supremo Tribunal de Justiça. Nesta jornal Última função mo dita Supremo Tribunal como Regras de Como hum tribunal de Primeira Instancia, permitindo Opaco OS indivíduos, Os cidadaos e Localidade: Não cidadaos, façam UMA petição contra decisões como Das autoridades estatais.

 

 

Suprema Corte de Israel, EM Jerusalém.

 

Israel Localidade: Não E hum Membro fazer Tribunal Penal Internacional POIs teme Que o tribunal SEJA elemento tendencioso contra, devido a pressões de Políticas OUTROS countries membros.173 Israel combinação OS Sistemas Jurídicos de Ingles lei comum, o Direito Civil, e como leis judaicas.5 ESSE Sistema baseado e não Princípio do stare decisis e e hum Sistema acusatório, Onde como contraditório envolvidas não Fato trazem Provas perante o tribunal. Precessos Sistemas Operacionais Tribunal São Julgados POR Juízes Profissionais, EM Vez de jurados.171 Casamento e Divórcio estao soluçar de Jurisdição dos Tribunais Religiosos: judeus, muçulmanos, drusos e cristãos.

A Lei Básica: Dignidade Humana visto e Liberdade defensor OS DIREITOS Humanos e das liberdades los Israel.174 Israel was los classificada 2009 Como "livre" Pela Freedom House los função fazer do Nível dos DIREITOS Civis e Políticos; 175 os "Territórios Ocupados Israel / Autoridade Palestina "FORAM Classificados Como" Nao-livres ". 176 Não MESMO Ano, Os Repórteres sem Fronteiras classificaram Israel na 93 ª POSIÇÃO Entre 175 countries los TERMOS da Liberdade de Imprensa, ultrapassada los TERMOS Regionais Pelo Kuwait, Pelo Líbano e Pelos Emirados Árabes Unidos. A Freedom House classificou o País Como "parcialmente livre" los TERMOS da Liberdade de imprensa.177 Grupos Como a Anistia Internacional178 e Human Rights Watch, 179 reprovam Israel los Relação AOS DIREITOS Humanos par o Conflito Árabe-israelense. Como liberdades Civis de Israel permitem uma autocrítica, a Partir de Grupos Como B'Tselem, Uma Organização israelense de Direitos humanos.

 

Relações Internacionais

 

Benyamin Netanyahu, o Primeiro-Ministro Atual de Israel, EM UM Encontro com o Secretario de Estado dos ESTADOS UNIDOS, John Kerry, EM JERUSALÉM los junho de 2013.

Israel Mantem Relações diplomáticas com 161 ESTADOS E TEM 94 Missões Diplomáticas los TODO o mundo.181 Apenas Três Membros da Liga Árabe normalizaram SUAS Relações com Israel, o Egito ea Jordânia assinaram do Tratados de paz los 1979 e 1994, respectively, ea Mauritânia optou POR Manter Relações diplomáticas com Israel Completas from 1999. Dois OUTROS Membros da Liga Árabe, Marrocos e Tunísia, Que tinham algumas Relações diplomáticas com Israel, encerram SUA Relações nenhum Início da Segunda Intifada, EM 2.000,182 DESDE 2003, Marrocos Mantem Laços Econômicos com Israel, EO Ministro das Relações Exteriores de Israel visitou o país.183 Como Resultado da Operação Chumbo Fundido los de 2009, Mauritânia, Qatar, Bolívia e Venezuela suspenderam Relações Políticas e Econômicas com Israel.184 185 Sob a lei israelense, Líbano, Síria, Arábia Saudita, Iraque e Iêmen São considerados countries inimigos186 e os cidadaos israelenses Localidade: Não PODEM Visita-los SEM uma Permissão do Ministério do Interior.187 DESDE 1995, Israel TEM Sido Membro fazer Diálogo Mediterrâneo, Que Promove a Cooperação Entre Sete countries da Bacia do Mediterrâneo e os Membros da Organização não TRATADO do Atlântico Norte (OTAN) .

 

Os ESTADOS UNIDOS, Turquia, Alemanha, REINO UNIDO e Índia estao Entre Os Mais proximos aliados de Israel. Um Estudo revelou Que era uma Índia uma Nação Mais pró-Israel do Mundo SEGUIDA Pelos ESTADOS Unidos.189 Os ESTADOS UNIDOS FORAM O Primeiro País a reconhecer o Estado de Israel, Seguidos Pela União Sovietica. Os E.U.A. consideram Israel Como Seu diretor Aliado do Sudoeste Asiático, baseado los Valores Políticos e Religiosos comuns.190 Embora a Turquia Localidade: Não tenha estabelecido Relações diplomáticas Integrais com Israel comeram 1991.191 O País TEM colaborado com o Estado de Israel from o Seu reconhecimento los 1949. Os Laços da Turquia com a OUTRAS Nações muçulmanas, Por Vezes, resultou los pressao dos countries Árabes parágrafo Opaco O País cessasse SUAS Relações com Israel.192 a Alemanha possui fortes Laços com Israel sobre a Cooperação Científica e Educacional de Além de Os Dois ESTADOS permanecerem fortes Parceiros Econômicos e militares.193 a Índia estabeleceu Laços diplomáticos plenos com Israel los 1992 e temperatura promovido fortes Parcerias Militares e Culturais com O País from então.194 O REINO UNIDO manteve integralmente como Relações diplomáticas com Israel from um SUA Formação. Tem also UMA forte Relação comercial, Israel E o 23 º Maior Mercado. Como Relações Entre Os Dois countries also FORAM feitas Pelo Primeiro-Ministro anterior, Tony Blair. O REINO UNIDO E descrito Como em Tendo Relação Solida COM Israel, o MAS COM Diferenças de opinião.195 O Irã tinha Relações diplomáticas com Israel de Durante a Dinastia Pahlavi, 196 mas retirou o reconhecimento de Israel de Durante a Revolução iraniana.197 Israel EO Relações Vaticano estabeleceram UMA diplomáticas los 30 de Dezembro de 1993, sem o papado de João Paulo II.

 

Forças Armadas

 

Cacas F-16 Fighting Falcon da Força Aérea Israelense sobrevoando Tel Aviv.

Como Forças de Defesa de Israel São formadas Pelo Exército confere, marinha e aeronáutica israelenses. FOI fundada Durante a Guerra Árabe-israelense de 1948 Organizações POR paramilitares - principalmente a Haganah - Opaco precedeu a Criação do Estado de Israel.200 A FDI also EUA OS Recursos da Direção de Inteligência Militar (Aman), Que trabalha com a Mossad e Shabak 0,201 O Envolvimento das Forças de Defesa de Israel EM Grandes Guerras e Conflitos fronteiriços tornou-a UMA das Forças Armadas MAIS capacitadas fazer planeta.202 203 A maioria dos israelenses São convocados par o SERVIÇO militar Obrigatório EAo 18 Anos de idade. Homens devem SERVIR POR Três Anos e como Mulheres devem SERVIR POR dois.204 Na Sequência DO SERVIÇO Obrigatório, Homens israelenses juntam-se uma Força militar de reserva POR VARIAS Semanas uma CADA Ano ATÉ completar 40 Anos de idade. A maioria das Mulheres estao isentas fazer Imposto de reserva. Arabes israelenses (com excepção dos drusos) e aqueles Que da exercem Estudos Religiosos em Tempo isentos estao integrante DO SERVIÇO militar.205 Uma alternativa parágrafo aqueles Que recebem isenções sobre Vários Motivos E o Sherut Leumi, UO Serviço Nacional, Que hum envolvem o Programa de Serviços los hospitais, Escolas e OUTROS Quadros de Bem-Estar social. Como Resultado de Seu Programa de conscrição, a FDI Mantem aproximádamente 168 000 Tropas Ativas e hum Adicional de 408 000 reservistas.

 

 

Como Forças Armadas fazem País dependem Fortemente de Sistemas de Armas de Alta Tecnologia concebidos e FABRICADOS los Israel, ALÉM de algumas IMPORTACOES Estrangeiras. Os ESTADOS UNIDOS São hum dos Maiores contribuintes Estrangeiros; estima-se Que liberem AO PAIS 30 Bilhões de Dólares los Ajuda militar Entre OS Anos de 2008 e 2017,207 O Missil Seta, Desenvolvido Pelos EUA e Israel POR, E hum dos Únicos Sistemas de Misseis antibalísticos los Operação não mundo.208 from uma Guerra que Yom Kipur, Israel TEM UMA Desenvolvido Rede de Satélites de reconhecimento. O Sucesso do Programa Ofeq fez de Israel hum dos Sete countries capazes de independentemente desenvolver, fabricar e Lancar Satélites Desse tipo.209 O País also desenvolveu o Seu Proprio tanque, o Merkava. From a Criação SUA, Israel TEM UMA Gasto parcela significativa fazer Seu PRODUTO interno Bruto los Defesa. Em 1984, Por Exemplo, O País Gastou 24% 210 fazem Seu PIB los Defesa. Hoje, ESSE Nummer Caiu de para cerca de 10% .211

Israel Localidade: Não Assinou o TRATADO de Não-Proliferação Nuclear e Mantem UMA Politica de ambigüidade deliberada los à Direção SUA capacity nuclear, apesar de Ser amplamente considerado Como possuidor de armas nucleares.212 DEPOIS da Guerra do Golfo los 1991, when O País FOI POR atacado Misseis Scud iraquianos, FOI uMA aprovada lei exigindo Opaco de Todos os apartamentos e Casas em Israel devessem ter uMA mamad, Uma sala de Segurança reforçada e Impermeável a substancias Químicas e biológicas.213

 

Subdivisões Administrativas

 

 

O Estado de Israel ESTA dividido los SEIS principais distritos Administrativos, conhecido Como mehozot (מחוזות; singular: mahoz) - Centro, Haifa, Jerusalém, Norte, Sul e Tel Aviv. Distritos de Os dividem-se los quinze subdistritos conhecidos Como nafot (נפות; singular: ANPA), Que São enguias próprios Divididos los cinquenta regions naturais.214

ver • editar

Distrito Cidade diretor Subdistritos Numéro de Residentes

Norte Nazaré Illit Kinneret, Safed, Acre, Gola (disputado com a Síria), Jizreel 1.242.100

Haifa Haifa, Hadera 880.000

Central Ramla Rishon LeZion, Sharon (Netanya), Petah Tikva, Ramla, Rehovot 1.770.200

Tel Aviv Tel Aviv Tel Aviv 1.227.000

Jerusalém (Jerusalém Oriental inclui) Jerusalém 910,300

Sul Beersheba Ascalão, Beersheba 1.053.600

Judéia e Samaria (Cisjordânia) Modi'in Illit (Maior Cidade) --- 304,569 215 (População com cidadania Israelita)

Barbatanas Pará Estatísticos, O País ESTA dividido los Tres Áreas Metropolitanas: Tel Aviv e Gush Dan (População 3 150 000), Haifa (População 996 000), e Beersheba (População 531 600) .216 A Maior Cidade de Israel, Tanto los População Quanto EM JERUSALÉM área E COM 732 100 Habitantes los UMA área de 126 km ² 0,217

Como estatisticas do Governo israelense sobre Jerusalém incluem a População EO Território de Jerusalém Oriental, Opaco E amplamente Reconhecida Como Parte dos Territórios palestinos soluçar ocupação de Israel.218 Tel Aviv, Haifa e Rishon LeZion São tão seguintes Cidades populosas fTerritórios ocupados [editar | editar Código-Fonte]

Ver Artigos principais: Territórios ocupados POR Israel, israelenses Colonias, Territórios palestinos, Estado da Palestina e Conflito israelo-Palestino

 

 

Territorios de Os ocupados POR Israel São um Cisjordânia, Jerusalém Oriental e Colinas de Gola como. Estás São como áreas that Israel Tomou da Jordânia e da Síria Durante a Guerra dos Seis Dias. O Termo also was USADO parágrafo descrever a Península do Sinai fazer, that was devolvida AO Egito los 1.979 Como contraditório fazer TRATADO de paz israelo-egípcio.220

O Termo "Territórios ocupados POR Israel" also was USADO parágrafo englobar a Faixa de Gaza, that was Ocupada Pelo Egito e Tomada POR Israel los de 1967. Em 2005, Israel desocupou a Faixa de Gaza e retirou Quatro assentamentos na Cisjordânia, Como fazer Seu contraditório Plano de Retirada unilateral. No entanto, Israel continua a Controlar o Acesso AO Espaço aéreo e marítimo de Gaza. Israel also regulamenta como Viagens EO Comércio de Gaza com o resto do mundo.221 O interior do Território ESTA soluço Controle fazer Hamas, majoritário Partido nenhum Conselho Legislativo da Palestina, Cujo Braço militante executou from OS Anos 1990 Atentados Terroristas Vários contra Israel Como o atentado suicida fazer Dizengoff Center EO atentado terrorista da pizzaria Sbarro.

 

Na Sequência da Captura deusas Territórios POR Israel, assentamentos constituídos POR cidadaos israelitas FORAM estabelecidas Dentro de Cada hum Deles. Israel Aplica SUAS colares los Golan e Jerusalém Oriental, incorporando-os AO Seu Território e oferecendo AOS SEUS Habitantes o estado de Residentes Permanentes ea possibilidade de obtenção da cidadania israelense, enguias Caso a solicitem. Em contraste, a temperatura Cisjordânia permanecido soluçar ocupação militar e e largamente vista Junto com a Faixa de Gaza - Por Parte de Israel, palestinos e Pelos Pela Comunidade internacional - Como o local, de Um Futuro Estado Palestino. O Conselho de Segurança declarou Opaco uma incorporação de Jerusalém Oriental e das Colinas de Gola e "nula e sem juros Efeito" e Contínua Territórios considerando-OS ocupados.226 227

O estatuto de Jerusalém Oriental, em Qualquer Possível according de paz, TEM Sido Visto POR Vezes Como hum obstáculo Difícil NAS negociações Entre OS governos de Israel e dos palestinos Representantes. A maioria das negociações relativas AOS Territórios se Dão com base de na Resolução 242 do Conselho de Segurança das Nações Unidas, apela that that Israel desocupe OS Territórios ocupados los Troca da Normalização das Relações com countries Árabes, um Princípio conhecido Como "terra pela Paz".

 

 

A temperatura UMA Cisjordânia População constítuida principalmente POR Árabes palestinos, incluíndo OS Residentes Históricos dos Territórios e dos Refugiados da Guerra Árabe-israelense de 1948.230 from um los ocupação 1967 ATÉ 1993, Os palestinos Que Vivem sas Territórios estavam soluçar um israelense Administração militar. Assinadas from that FORAM como cartas de reconhecimento Entre Israel ea Organização de para a Libertação da Palestina, a maioria da População palestina e SUAS Cidades TEM Estado soluçar o Controle da Autoridade Palestina e POR UM Controle militar parcial POR Parte dos israelenses, apesar de Israel ter los DIVERSAS ocasiões reorganizado SUAS Tropas e reinstituído plena Administração militar Durante periodos de grande Agitação. Em RESPOSTA AOS Ataques CADA Vez Mais numerosos Como Parte da Segunda Intifada, o Governo israelense iniciou uma Construção fazer Chamado "Muro da Cisjordânia", 231 Opaco Segundo o Relatório da Organização de Direitos Humanos israelense B'Tselem ESTA parcialmente construido Dentro do Território da Cisjordânia 0,232

 

A Faixa de Gaza FOI Ocupada Pelo Egito de 1948 a 1967 e los SEGUIDA POR Israel, de 1967 a. Em 2005 2005, Como Parte fazer plano de Retirada unilateral, Israel retirou de Todos os SEUS colonos e Forças do Território Palestino. No entanto, Israel continua a Controlar O Espaço aéreo EO Acesso marítimo da Faixa de Gaza e temperatura enviado Tropas parágrafo um área.233 Gaza FAZ Fronteira com o Egito. Um according Entre Israel, a União européia, a Autoridade Palestina EO Egito estabeleceu Como a Passagem da Fronteira poderia Ser Feita (o Opaco era monitorado POR Observadores europeus) 0,234 No entanto a eleição de hum Governo do Hamas Trouxe Problemas na SUA Aplicação, o que temperatura ocasionado o fechamento da Passagem da Fronteira na Maior Parte não tempo.235 O interior da Faixa de Gaza ESTA NAS Mãos do Governo que Hamas.236

Evolução do Mandato de da Palestina e Territórios Palestinos DOS Modernosv • e

 

  Propostas de 1916-1922: As Três propostas de para a Administração da Palestina apos a Segunda Guerra Mundial. A Linha Vermelha e A "Administração Internacional" proposal los de 1916 não a Acordo Sykes-Picot; a Linha Azul pontilhada FOI proposal Pela Organização Sionista Mundial Durante a Conferência de Paz de Paris los 1919 ea Linha Azul se, comunique como Fronteiras FINAIS fazer Mandato Britânico da Palestina Entre 1923-1948.

 

Propostas de 1916-1922: As Três propostas de para a Administração da Palestina apos a Segunda Guerra Mundial. A Linha Vermelha e A "Administração Internacional" proposal los 1916 não a Acordo Sykes-Picot; a Linha Azul pontilhada FOI proposal Pela Organização Sionista Mundial Durante a Conferência de Paz de Paris los 1919 ea Linha Azul se, comunique como Fronteiras FINAIS fazer Mandato Britânico da Palestina Entre 1923-1948.

 

Situacao los 1947: Mandato da Palestina, mostrando los azul como áreas Controladas POR judeus na Palestina los de 1947, that constituíam 6% da área territorial Do Mandato, das cais Quais d'Orsay Mais da Metade ERAM Controladas Pelo Fundo Nacional Judaico (FNJ) e Pela Associação da Colonização judaica da Palestina. A População de judeus cresceu de 83 790 PESSOAS los Pará 1922 608 000 los 1946.

 

Situacao los 1947: Mandato da Palestina, mostrando los azul como áreas Controladas POR judeus na Palestina los de 1947, that constituíam 6% da área territorial Do Mandato, das cais Quais d'Orsay Mais da Metade ERAM Controladas Pelo Fundo Nacional Judaico (FNJ) e Pela Associação da Colonização judaica da Palestina. A População de judeus cresceu de 83 790 PESSOAS los Pará 1922 608 000 los 1946.

 

Proposto de 1947:. Proposto fazer plano da ONU parágrafo A Partilha da Palestina de 1947 (Assembleia Geral das Nações Unidas - Resolução 181 (II), 1947), Antes da Guerra Árabe-israelense de 1948 proposal incluía o corpus separatum de Jerusalém, estradas extraterritoriais empreendedorismo como áreas Localidade: Não contíguas ea Consolidação de Jaffa como UMA exclave Arabe.

 

Proposto de 1947:. Proposto fazer plano da ONU parágrafo A Partilha da Palestina de 1947 (Assembleia Geral das Nações Unidas - Resolução 181 (II), 1947), Antes da Guerra Árabe-israelense de 1948 proposal incluía o corpus separatum de Jerusalém, estradas extraterritoriais empreendedorismo como áreas Localidade: Não contíguas ea Consolidação de Jaffa como UMA exclave Arabe.

 

Situacao Entre 1948-67: Ocupação da Cisjordânia e Jordânia Pela ocupação da Faixa de Gaza Pelo Egito (observe a Linha pontilhada Entre OS Territórios palestinos e Jordânia / Egito) apos uma Guerra Árabe-israelense de 1948, mostrando uma Linhas de armistício criadas los 1949 com Israel (azul Linha).

 

Situacao Entre 1948-67: Ocupação da Cisjordânia e Jordânia Pela ocupação da Faixa de Gaza Pelo Egito (observe a Linha pontilhada Entre OS Territórios palestinos e Jordânia / Egito) apos uma Guerra Árabe-israelense de 1948, mostrando uma Linhas de armistício criadas los 1949 com Israel (azul Linha).

 

Situacao Atual: Em verde, a Região Restante Opaco AINDA E administrada Pela Autoridade Nacional Palestina (soluçar Oslo 2). A Linha Azul demarcação como Fronteiras dos Territórios controlados Pelo Governo israelense.

Situacao Atual: Em verde, a Região Restante Opaco AINDA E administrada Pela Autoridade Nacional Palestina (soluçar Oslo 2). A Linha Azul demarcação como Fronteiras dos Territórios controlados Pelo Governo israelense.

 

Economia 

 

Distrito da Bolsa de Diamantes, EM Ramat Gan, não Distrito de Tel Aviv, um dos principais Centros Financeiros fazer País.

Israel E considerado hum dos countries Mais AVANÇADOS do Sudoeste da Ásia los Desenvolvimento Econômico e industrial. O País FOI classificado Como o de Nível Mais Elevado da Região Pelo Banco Mundial, 237 Bem como, não Fórum Econômico Mundial. Tem o Maior number of Empresas cotadas na bolsa NASDAQ fóruns da América fazer Norte.238 Em 2008, Israel tinha o 41 º PRODUTO interno Bruto (PIB) Mais alto239 EO 22 º Maior PIB per capita do Mundo (em Paridade de Poder de Compra), com 199,5 Bilhões de Dólares e 33,299 de Dólares, respectivamente.240 Em 2007, Israel FOI convidado a aderir à Organização de para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), 241 Que Promove a Cooperação Entre OS countries that Aderem AOS principios Democráticos e Explorar economias de mercado.

 

Apesar dos limitados Recursos Naturais, o Intensivo Desenvolvimento industrial e da agricultura AO Longo das Décadas ÚLTIMAS fez com Opaco Israel se tornasse amplamente autossuficiente na Produção de Alimentos, especialmente Grãos e carne. Entre OS Produtos Importados Muito POR Israel, totalizando 47,8 Bilhões de Dólares los 2006, incluem-se Combustíveis fósseis, como MATÉRIAS-primas e Equipamentos Militares. Os Produtos Que Israel Mais Exporta São frutas, Vegetais, Produtos Farmacêuticos, softwares, Produtos Químicos, Tecnologia militar, diamantes. O Em 2006, o volume Ó de fazer Exports País atingiu 42,86 Bilhões de dólares.243

 

 

Complexo de Alta Tecnologia de Matam, EM Haifa, Onde Empresas Como Google, Microsoft e Intel Mantem Centros de Pesquisa e desenvolvimento.244

Israel E hum dos Líderes Globais los Conservação da Água, Energia e geotérmica245 los Alta Tecnologia, atuando não Desenvolvimento de softwares, Comunicações e Ciências da Vida, o Opaco provocantes Comparações AO Vale do Silício na Califórnia.246 247 Intel248 e Microsoft249 construiram los Israel SEUS Primeiros Centros de Pesquisa e Desenvolvimento fóruns dos ESTADOS UNIDOS de Além de OUTRAS Multinacionais de Alta Tecnologia Como a IBM, a Cisco Systems ea Motorola, Terem Aberto INSTALACOES no país. Em julho de 2007, o bilionário americano Warren Buffett, CEO da Companhia Berkshire Hathaway, comprou uma Empresa israelense Iscar, SENDO um SUA Primeira Aquisição fóruns do Território americano, POR 4 Bilhões de dólares.250 Israel possui uma Segunda Maior aglomeração de Indústrias de Tecnologia de ponta, o Silicon Wadi, Atrás apenas do Vale do Silício da Califórnia.251 from a Década de 1970, Israel temperatura Recebido Ajuda Econômica dos ESTADOS UNIDOS, cujos empréstimos representam a Maior Parte da Dívida externa fazer País. Em 2007, o sistema operacional ESTADOS UNIDOS aprovaram MAIS 30 Bilhões de Dólares los Ajuda a Israel Pelos proximos dez anos.

 

Em 2010, Israel FOI classificado Pelo "Anuário de Competitividade Mundial do IMD" no 17 º Lugar Entre OS Nações Mais desenvolvidas economicamente. TAMBEM FOI qualificado nessa MESMA Publicação Como um Mais Duravel Economia los tempos de Crise e los 1 º Lugar nenhum nivel de Pesquisas Investimentos em enviar um e los Centros de desenvolvimento.252 No Ano MESMO, FOI convidado parágrafo aderir a OCDE.253 Israel possui o Segundo Maior Nummer de companhias start-up no Mundo, logotipo DEPOIS DOS ESTADOS Unidos.254 Apesar Disso, a Produtividade POR Trabalhador no país E uMA das Mais Baixas Entre OS Membros da OCDE.255

O turismo, especialmente do Turismo Religioso, E outra Importante Fonte de Renda los Israel. Com hum clima Mediterraneo, Praias, sitios arqueológicos e Históricos, ALÉM da Única Geografia, O País Atrai Milhões de Turistas de Todos os Anos. Problemas de Segurança de Israel afetam a Indústria do Turismo, mas o number of Turistas continua los alta.256 Em 2008, Mais de 3 Milhões de Turistas visitaram Israel.257 Abundantes São como Informations Turísticas NAS Rodovias, concomitantemente los Tres idiomas: hebraico, Árabe e Inglês, Nesta Ordem.

 

Infraestrutura

 

 

Vista aérea do campus fazer Technion instituto, EM Haifa. Apenas Dessa Instituição Sairam Três dos dez ganhadores israelenses fazer Prêmio Nobel.

 

 

Centro de Pesquisa Neurológica da Universidade Bar-Ilan, EM Ramat Gan.

 

Israel TEM uma Maior Esperança de Vida Escolar do Sudoeste da Ásia, e ESTA empatado com o Japao na Segunda Maior Esperança de Vida Escolar fazer Continente Asiático (a Coreia do Sul ESTA los Primeiro Lugar) 0,259 O País also TEM uma Maior taxa de alfabetização fazer Asiático Sudoeste, according to Dados da Organização das Nações Unidas.260 A Lei de Educação do Estado, promulgada los de 1953, estabeleceu cinco TIPOS de Escolas: Estado laico, o Estado Religioso, ortodoxo ultra, Escolas Municipais e Escolas Árabes. O Público seculares e O Maior Grupo Escolar e e frequentado Pela maioria DOS Alunos judeus e Não-los Árabes Israel. A maioria dos Árabes enviam SEUS Filhos como Escolas Onde o Árabe e A Língua de instrução.261 O Ensino e Obrigatório los Israel, parágrafo children Entre as Idades de Tres uma Dezoito anos.262 263 A escolarização E Dividida los Tres níveis - da Escola Primária (série 1/6), a Escola de mídia (série 7/9) e ensino médio (séries 10/12) - terminando com UMA série de Exames de matrícula los varias MATÉRIAS. Como Notas nestes Exames Constam não padronizado diploma nacional - o diploma Bagrut. Proficiência los temas de Fundamentos Como Matemática, bíblia, hebraico, literatura hebraica e Geral, Inglês, História, educação cívica e UMA Matéria eletiva E necessaria parágrafo receber hum Certificado Bagrut.264 o Em Escolas Árabes, Cristas e drusas, OS ESTUDOS Bíblicos São substituídos POR Exames baseados nd ISLAMICA Cultura, Crista UO drusas.265 Em 2003, o Mais de Metade dos Alunos da ultima classe fazer ensino secundário conseguiram passar los de Todos os Exames de para receber o diploma Bagrut.

 

Como Oito Universidades Públicas de Israel São subsidiadas Pelo Estado.264 267 A Universidade Hebraica de Jerusalém, uma universidade Mais Antiga de Israel, ea Biblioteca Nacional de Israel, possuem o Maior Repositório de Livros sobre temas judaicos.268 A Universidade Hebraica de Liberdade de Informação classificada como empreendedorismo 100 publicação Melhores Universidades do mundo269 Pelo prestigioso ranking de Acadêmico ARWU. Em hum Levantamento Mais RECENTE, de 2009, ESTA MESMA FOI universidade classificada na 64 ª POSIÇÃO No Mundo (e quarta na Região da Ásia e do Oceano Pacifico) 0,270 Otras Grandes Universidades fazem País incluem o Technion, o Instituto Weizmann da Ciência, Universidade de Tel Aviv, Universidade Bar-Ilan, a Universidade de Haifa, e Universidade Ben-Gurion de Negev fazer. As Sete Universidades de Pesquisa de Israel (com Exceção da Universidade Aberta) FORAM classificadas empreendedorismo como 500 Melhores do mundo.271 Israel Ocupa Terceira POSIÇÃO No Mundo los Numéro de cidadaos Que da possuem diplomas Universitários (20% da População) 0,272 273

 

Universidades israelenses destacam-se Entre As Melhores CEM No Mundo los física274 (TAU, UHJI e IWC), matemática275 (TAU, UHJI e Technion), química276 (TAU, UHJI e Technion), Ciência da computação277 (TAU, UHJI, IWC, UBI e Technion), economia278 (TAU e UHJI), engenharia279 (TAU, UHJI e Technion), Ciências sociais280 (TAU e UHJI) e Ciências naturais281 (TAU, UHJI, Technion e IWC). O Technion EO IWC destacam-se na Liderança da Lista fazer escalão em Ciência da Computação, Junto com Universidades de somente Dois countries - os ESTADOS UNIDOS EO Canadá.277 Apesar Disso, OS RESULTADOS dos Alunos los Israel permanecem INFERIORES AOS dos countries da OCDE, Segundo o Exame afazeres PISA.282

 

Ciência e Tecnologia

 

O Acelerador de Partículas do Instituto Weizmann da Ciência los Rehovot.

 

Considerado hum País Pequeno, Israel necessitou Ser Preciso e generoso na Distribuição de Recursos de para o Setor de Ciência e Tecnologia: 40% da verba des-SE AO Progresso Científico. Neste ramo, a Investe com Qualidade Competitiva internacional Localidade: Não somente los UMA área, mas varias los, Sendo Três delas como principais: industrial, agrotecnológica e Médica. From a Fundação SUA, Que o Estado de Israel Investe na Pesquisa, EM Primeiro, parágrafo sanar dificuldades encontradas quanto los SUA terra infértil, Como tornando-se o pioneiro los Biotecnologia Agrícola, Irrigação POR gotejamento, um DOS solarização solos, a Reciclagem de Águas de esgoto parágrafo OSU Agrícola ea utilização fazer Enorme Reservatório subterraneo de Água salobra fazer Negev.283 Na área medica, Seu Crescimento DEU-se a Partir da Primeira Guerra Mundial, apos a Fundação do Centro Hebraico de Saúde, e continuou a ampliar-se, ágora nn Departamentos de Bioquímica, bacteriologia, microbiologia e higiene da Universidade Hebraica de Jerusalém, Opaco iniciaram uma base do Centro Médico Hadassa, uma Instituição de Maior importancia nacional na área. Relacionada a Indústria, o Desenvolvimento de Liberdade de Informação dos Laboratórios proximos ao Mar Mediterrâneo, Onde FOI CRIADO o Instituto de Tecnologia Technion-Israel, Cujo Investimentos São destacados na Óptica, na Computação, na aeronáutica, na robótica e na eletrônica.284 285 Inserido Nesta área, ESTA AINDA o departamento de Pesquisa e Desenvolvimento, Cujas funções estao relacionadas como Telecomunicações, Produção Elétrica e de Energia, e Administração de Recursos hídrico, Ligado à Indústria e à agricultura.286 Entre SEUS Profissionais estao OS chegados da Extinta União Sovietica, dos cais Quais d'Orsay 40 % ERAM graduados Universitários e ajudaram a impulsionar Israel não Setor de Alta tecnologia.272 Destacando-se internacionalmente, possui cinco Cientistas that were vencedores fazem Prêmio Nobel: tres los química e Dois los economia.287 O Físico David Gross, estadunidense laureado Pelo Nobel de Física, bacharelado e mestre e Pela Universidade Hebraica de Jerusalém.288 Em 2010, o israelense Elon Lindenstrauss, Jovem matemático Dessa MESMA universidade, recebeu uma Medalha campos, considerada Como o "nobel da Matemática" .289

 

 

A energia solar Maior parabólica fazer mundo  nenhum Centro Ben-Gurion.

 

Israel Investe Muito em Energia solar, COM Engenheiros na vanguarda Desse Tipo de tecnologia.291 SUAS Empresas trabalham los Projetos AO Redor De todo o Mundo 292 293 e Mais de 90% dos lares israelitas utilizam energia solar Energia parágrafo ESQUENTAR a Água, o Opaco da Uma Economia de 8% los Seu Consumo de Energia anual.294 295 296

DESDE 1988, um Israel Aerospace Industries desenvolveu e fabricou de Maneira Independente Pelo Menos 13 Satélites Comerciais, de Pesquisas e de espionagem.297 A maioria FORAM lançados parágrafo órbita terrestre da base de da Força Aérea israelense de Palmachim, EM SUA Costa Mediterranea a sul de Tel Aviv, POR Veículos lançadores de Satélites Shavit. Alguns dos Satélites de Israel classificam-se empreendedorismo OS Sistemas Espaciais Mais AVANÇADOS não mundo.298 Em 22 de junho de 2010, Israel lançou Base da aérea de Palmachim o Seu Satélite de espionagem Ofeq 9, Equipado com câmera de Alta resolução.299 O Piloto de Caça Ilan Ramon FOI O Primeiro astronauta israelense; Atuou Como Especialista de Carga Durante a missão STS-107, na jornal Última Missão e fatal fazer Ônibus espacial Columbia.

 

Israel ESTA los Terceiro Lugar Entre OS countries that Mais publicam ARTIGOS CIENTÍFICOS per capita do Mundo, 300 los Terceiro Lugar also los number of Patentes por capita301 Ocupa AINDA o Segundo Lugar Entre OS Vinte countries com Mais Impacto Relativo los ARTIGOS CIENTÍFICOS sobre Ciências Espaciais, num Estudo levado a cabo Pela Agência Thomson Reuters.302 Três de SEUS Cientistas de Computação receberam o Prêmio Turing: Michael Rabin, Adi Shamir e Amir Pnueli

 

Comunicações

 

Sede fazer Yedioth Ahronoth, EM Tel Aviv, o Jornal de Maior Tiragem fazer país.306

Faz Parte da Rotina do povo de Israel Manter-se Informado sobre as notícias do País e do Mundo. A Liberdade de Imprensa E algoritmo respeitado Pelo Governo, EXCETO não Opaco toca assuntos sobre a Segurança Nacional, Que recebe censura. Para manterem-se atualizadas e informadas, como PESSOAS contaminação com a Presença de Mais de doze Jornais Diferentes los hebraico, e inúmeros OUTROS los OUTROS idiomas. Impreciso e O total mas São Mais de mil Periódicos Entre Jornais e Revistas. O rádio, Outro Meio de Comunicação de Massas no país, Das TEM UMA Como Maiores Representantes um Kol Israel ("Voz de Israel" in english), also EXISTENTE na Televisão, Oito Que ópera Estações de rádio, los dezessete idiomas, com Variedades Musicais , parágrafo atingir um de Todos os Públicos. Neste Meio de Comunicação existe AINDA UMA Rádio destinada especificamente AOS soldados e hum Sistema de Transmissão los Ondas Curtas, also los Vários idiomas e Destinado a ouvintes de OUTRAS Nações, um Fim de fornecer UMA segura Fonte de Informações sobre Israel, o Oriente do Médio EO judaísmo . A Televisão los surgiu 1967 e Mantem Seu canal Estatal não fazer ar Início da Manhã, comeu o Princípio da Madrugada, EM Três idiomas com Programação informativa e educativa. Um canal comercial reserva Horas de Programação SUA parágrafo a Educação also. Alem, Israel Conta com OUTROS Canais Independentes e com a Televisão a cabo, that atinge Quase Toda a Nação. SEUS SERVIÇOS DE Radiodifusão São financiados Pela propaganda e POR UMA taxa Paga Pelos consumidores.

 

Para um Telecomunicação, Que inclui um sistema operacional Telefonia e Serviços de Internet, Israel Detinha, comeu 2001, um total de 2,8 Milhões superior uns de Linhas Diretas, usando UMA Rede digitais de 100%, Que fornecem hum SERVIÇO AOS CLIENTES Avançado. Em 2000, o Ministério das Comunicações publicou propostas de para Serviços de Telefonia FIXA não INTEIRO Mercado interno, inclusa uma Entrada web via wireless e banda larga, cuja Tecnologia e Líder. Na Telefonia Móvel, Israel possui Três Operadoras e, comeu meados dos Anos 2000, 58% de SUA População JÁ Detinha hum Aparelho celular, o Opaco correspondia um Pouco Mais de 3,5 Milhões de usuários.308

Saúde [editar | editar Código-Fonte]

 

 

Centro Médico Rabin los Petah Tikva.

 

Israel dispoe de hum Sistema de Cuidados de Saúde universal e de Contribuição OBRIGATÓRIA, administrado POR UM Pequeno number of Organizações financiadas Pelo Estado. De Todos os cidadaos de Israel TEM Direito constitucional AO Acesso AO Pacote de Serviços Sanitários, independentemente fazer Tipo de Contribuição Que façam par o Sistema, e OS Tratamentos Médicos São financiados para Todos de forma Independente da Condição Financeira individual. Um Estudo da OMS de 2000 colocou Israel no 28 º Lugar. Na Lista de countries POR DO SERVIÇO Qualidade de Saúde. A lei que regulamenta o País Opaco SERVIÇO de Saúde FOI colocada los de vigor Pelo Knesset los 1 de janeiro de 1995, o tendão Sido baseada nn Conselhos de UMA comissão de Inquérito Opaco analisou o Sistema de Saúde do País não finais da Década de 1.980,309

A politica do Governo de Israel los Relação AO Acesso dos cidadaos palestinianos EAo Cuidados de Saúde em Israel TEM Sido um da insistir na SUA Cobertura Pela Autoridade Palestiniana: em janeiro de 2009, apos uma palestiniana Ofensiva militar na Faixa de Gaza, a Autoridade Palestiniana cancelou uma Cobertura Financeira para Todos OS SEUS Tratamentos Médicos dos cidadaos los Israel, incluíndo AOS PACIENTES COM Doenças crónicas UO Que necessitem de Cuidados Complexos Localidade: Não available los OUTROS Centros Médicos da Região, o Opaco motivou hum protesto de DIVERSAS Organizações humanitárias.310

 

Transportes

 

Trevo Rodoviário no Monte Carmelo, Haifa los.

 

Israel temperatura de 18 096 km de estradas pavimentadas311 e 2,4 Milhões de automóveis.312 O number of Automóveis POR 1 000 Pessoas e de 324, relativamente Baixo EM Relação EAo To Us Link countries desenvolvidos.312 Israel dez 5 Rotas 715 Ônibus EM REGULARES, 313 operadas Transportadores POR vários, o Maior dos cais Quais d'Orsay E Egged, Servindo a Maior Parte do País. Ferrovias atravessam 949 km País e fazer São operadas Unicamente Pelo Governo, Proprietario Da Israel Railways (de Todos os Valores de São 2008). Na Sequência de Grandes Investimentos, começando não Início à meados da Década de 1990, a S Numéro de Passageiros de Trens POR ANO cresceu de 2,5 Milhões EM 1990, parágrafo 35 milhoes los de 2008; Ferrovias also São USADAS parágrafo Transportar 6,8 Milhões de TONELADAS de Carga POR ano.314

Israel E servido POR Dois Aeroportos Internacionais, o Aeroporto Internacional Ben Gurion, o hub principal faria País parágrafo o Transporte aéreo internacional Perto de Tel Aviv-Yafo, EO Aeroporto Internacional de Ovda nenhuma Sul do País, Bem Como Vários Pequenos Aeroportos nacionais.315 Os Aeroportos atendem 11,1 Milhões de Passageiros (Entradas e Saidas) EM 2008, SENDO Que da 11 Milhões passaram Pelo Aeroporto Ben Gurion.

 

Costa de Na fazer Mediterrâneo, o Porto de Haifa E um Maior e Mais Antiga porto do País, enquanto o Porto de Ashdod E hum dos poucos Portos de Águas Profundas No Mundo construido sobre o mar aberto.315 de Além destes, o Pequeno Porto de Eilat, SITUADO não Mar Vermelho, E USADO principalmente par o Comércio com countries do Extremo Oriente.318

 

Cultura

 

Centro de Artes Cênicas de Tel Aviv.

 

Israel possui UMA Cultura pluralizada devido à Diversidade de SUA População: os judeus de TODO O Mundo trouxeram SUAS Tradições Culturais e Religiosas com enguias, criando hum caldeirão de crenças e costumes judaicos.319 FORAM Quatro mil Anos de Tradição, um Século de sionismo e Quase cinquenta Anos Como Estado moderno, that also contribuíram parágrafo SUA Notável mescla das culturais Mais de setenta communities that a compõem. Suá População Nacional, respeitosa à Cultura, TEM SUA uma Disposição uma revista Ariel, Opaco, publicada from 1962, o cobre Toda a Produção Artística, from a poesia à Arquitetura, Passando Pela pintura, escultura e comeu um arqueologia

 

E Israel O único Pais No Mundo Onde a Vida gira los Torno fazer hebraico Calendário. Férias de Trabalho e Escolares São determinadas pelas festas judaicas, EO dia oficial de descanso E o Sábado, o shabat.321 A subtancial Minoria Árabe, also deixou um SUA IMPRESSÃO sobre a Cultura israelense los áreas Como Arquitetura, 322 música323 e culinária, Que ma Entre SEUS principais Pratos Tradicionais, o Pessach, o Chanucá, o Charosset, o Farfel EO Kamish Broit.324 325 No cinema, AO contrario de Produção Localidade: Não e Tao do mesclada: Conta, from de Seu Início los de 1950, uma Realidade israelense ea Experiência 0,32

 

Cinema e teatro

 

Teatro Habima, EM Tel Aviv.

 

Nove Filmes israelenses FORAM finalistas de Melhor Filme Estrangeiro nenhum Oscar, from o estabelecimento do Estado de Israel. Ajami, um Filme de 2009 sobre a discriminação ea Violência los hum bairro Judeu-Árabe nenhum sul de Tel Aviv-Jaffa, FOI Escrito e dirigido conjuntamente Pelo Palestino Scandar Copti e Pelo Judeu israelense Yaron Shani. FOI uma Terceira indicação consecutiva de hum Filme israelense e ganhou menção honrosa UMA nenhum Festival de Cannes.327 cineastas israelenses palestinos fizeram UMA Série de Filmes, alguns Deles Muito controversos, ilustrando o Conflito Árabe-israelense ea situacao dos palestinos Dentro de Israel. O Filme de Mohammed Bakri, Jenin, Jenin, sobre a Invasão militar israelense fazer campo de Refugiados de Jenin, na Cisjordânia, EM 2002, ganhou o Prémio de Melhor Filme no Festival de Cinema Internacional de Cartago. No entanto, o EM Israel, O Filme FOI acusado de apresentar UMA version distorcida da História. A Noiva Síria, sobre hum Casamento druso Entre FAMÍLIAS de Lados Opostos da Linha de cessar-fogo Entre Israel ea Síria, NAS Colinas de Gola, FOI POR dirigido hum Judeu israelense (Eran Riklis), mas tinha hum elenco Quase Totalmente druso.

 

Continuando como Fortes Tradições do Teatro iídiche na Europa Oriental, Israel Mantem UMA vibrante cena teatral. Fundado los de 1918, o Teatro Habima, EM Tel Aviv, E o Mais Antigo Teatro do país.328 Este Cenário de Produção teatral Localidade: Não existia na Cultura Hebraica Antiga E até se desenvolveu a Partir da Segunda Guerra Mundial, percorrendo OS campos Contemporâneo, Classico, e importado local, Tradicionais e experimentais.

 

Literatura e   MUSEUS

 

Shmuel Yosef Agnon, ganhador fazer Prêmio Nobel de Literatura de 1966, o Opaco partilhou com Nelly Sachs.

A literatura israelense E Feita, principalmente, poesia e prosa los e e Escrita los hebraico, Como fazer Parte Renascimento fazer hebraico UMA Como Língua Falada from meados do Século XIX, embora hum Pequeno Corpo de literatura E OUTRAS LÍNGUAS Publicada em, Como o Árabe e Inglés. Por lei, Duas Cópias de Todos os Impressos publicados los Israel desen serviços depositada na Biblioteca Nacional na Universidade Hebraica de Jerusalém. Em 2001, uma lei de Liberdade de Informação alterada parágrafo Incluir Gravações de audio e vídeo, e OUTROS TIPOS de Mídia Não-impressa.

 

Em 2006, 85% dos 8000 Livros da Biblioteca Nacional FOI transferido par o hebraico.331 A Semana do Livro Hebraico (He: שבוע הספר) E UMA realizada Vez POR Ano, EM junho, com Feiras, Leituras Públicas e Visitas de Autores israelenses. Durante ESSA Semana, o Maior Prêmio literário de Israel, o Prêmio Sapir, E apresentado. Em 1966, Shmuel Yosef Agnon partilhou o Prêmio Nobel de Literatura com a Autora Alemã judia Nelly Sachs.

 

O Museu de Israel, EM JERUSALÉM, E UMA das Mais Importantes Instituições Culturais Da nação333 e abriga pergaminhos do Mar Morto OS, 334 juntamente com UMA extensa Coleção de arte EUROPEIA e judaica.333 O Museu Nacional do Holocausto de Israel, o Yad Vashem, abriga o Maior ARQUIVO do Mundo de Informações relacionadas this episódio.335 O Beth Hatefutsoth (Museu da Diáspora), nenhum campus da Universidade de Tel Aviv, E hum museu Interativo Dedicado a História das Comunidades judaicas de TODO o mundo.

 

De Além dos principais MUSEUS de Grandes Cidades, Ha UMA grande QUANTIDADE de Espaços de artes de Qualidade em Cidades de Pequeno Porte e kibutzim los. O museu Mishkan Le'Omanut não Kibutz Ein Harod Meuhad E o Maior Museu de Arte nenhuma Norte do país.

 

Culinária

 

 

Sufganiya, doce semelhante AO "Sonho" brasileiro.

Ver Principal Artigo: Culinária de Israel

Israel dispõe de pratos da cozinha local e pratos trazidos ao país por imigrantes judeus de todo o mundo. Desde a criação do Estado em 1948, e particularmente desde a década de 1970, uma cozinha propriamente israelense se desenvolveu.338

A cozinha israelense adquiriu, e continua adquirir, elementos de vários estilos da culinária judaica, em particular os estilos da culinária mizrahi, sefardita e ashkenazi, junto com as influência culinárias de judeus marroquinos, iraquianos, etíopes, indianos, iranianos e iemenita. Ela incorpora também muitos alimentos tradicionalmente consumidos nas cozinhas dos estados árabes, Oriente Médio e mar Mediterrâneo, como falafel, homus, xacxuca, cuscuz e za'atar, que se tornaram pratos essenciais em Israel.

 

Belas artes

 

A produção artística organizada de Israel, iniciada em 1906, é um misto de culturas orientais e ocidentais, agregadas ao desenvolvimento e ao caráter individual de cada cidade, que têm na diversificada paisagem natural as principais inspirações para produzir imagem e escultura.341

 

 

Obra de Joseph Zaritsky (1949);Museu de Israel, Jerusalém

 

Na pintura, a nação passou por vários períodos de produção, assim como o restante do mundo. Na busca por uma identidade, o primeiro momento foi o de criar uma arte original judaica, em uma fusão de técnicas européias com toques de influenciado Oriente Médio. Entre os artistas da época estiveram Samuel Hirszenberg (1865-1908), Ephraim Lilien (1874-1925) e Abel Pann (1883-1963). Em 1921, ocorreu a primeira mostra artística de pintura, na Cidadela de David. Conforme a nação foi se renovando, sua produção artística modificou-se junto: durante a década de 1920 houve a produção de vanguarda; já da década de 1930, a influência foi sob a modernidade, emotiva e mística. Adiante, o Holocausto alimentou a ideologia do canaanita, que buscava identificar-se com uma identidade nacional e criar um novo povo hebreu.

 

Em 1948, chegou a passar por um período de obras militantes, repletas de mensagens sociais, e das chamadas "Novos Horizontes", advindas da Guerra de Independência e do espírito de libertação. Entre as décadas de 1970, 1980 e 1990, passou pelo individualismo e pela busca de sentido no que significava o espírito de Israel, em uma mescla de técnicas e emoções humanas, que ainda prevalecem. Já nas esculturas, a produção e o reconhecimento só foi possível devido aos esforços de alguns escultores. Influenciados pelos momentos históricos, passaram pelo cubismo e pelo canaanita, em seu princípio, conceituando modernamente o corpo humano e usando formas animais para lembrarem das paisagens rochosas do deserto. A partir da década de 1950, a produção de esculturas tomou ares mais abstratos, alimentada pela chegada do aço inoxidável e do ferro como formas de expressão. Na década seguinte, a inspiração principal era a de imortalizar a imagem daqueles que lutaram nas guerras de Israel. Com o passar do anos, agregou a influência francesa e o expressionismo em sua evolução conceitual.

 

A produção fotográfica, que vive entre a fotografia de documentação e a arte fotográfica, caracterizou-se, de início, pela intimidade, contenção e preocupação com o ego. Durante o século XIX, a área produziu apenas trabalhos bíblicos, retratando locais santos. De 1880 em diante, passou-se a retratar a evolução da comunidade judaica, nos quais até prisioneiros eram inspiração. No século XX, a fotografia como expressão artística, passou a ter maior produção nacional, demonstrando características mais pessoais, confrontando a vida e a morte, de estilo formalista, minimalista e intelecto conceitual.341

Música e dança

 

A Orquestra Filarmônica de Israel durante seu 70º aniversário.

 

 

Companhia de Dança Batsheva em Tel Aviv.

 

A música de Israel contém influências adquiridas através de imigrantes de todo o mundo. Música iemenita, melodias chassídicas, árabes e europeias, jazz, pop, rock, reggae, rap e hip-hop são as mais presentes e influentes na produção musical contemporânea.342 343

As canções folclóricas nacionais, conhecidas como "Sons da Terra de Israel", lidam com as experiências dos pioneiros na construção da pátria judaica.344 Umas das orquestras de maior renome do mundo345 é a Filarmônica de Israel, fundada há mais de sete décadas, que realiza mais de duzentos concertos por ano em todo o mundo.346 Israel produziu também muitos músicos de qualidade, alguns de estrelato internacional e na categoria de virtuosos: Itzhak Perlman, Pinchas Zukerman e Ofra Haza. Arik Einstein, Yardena Arazi, Ishtar, Idan Raichel e Naomi Shemer são outras das estrelas israelenses.

 

O Estado tem participado do Festival Eurovisão da Canção quase todos os anos desde 1973, no qual conquistou a competição por três vezes e a sediou por duas.348 A cidade de Eilat realiza seu próprio festival de música internacional, o Festival de Jazz do Mar Vermelho, todos os verões desde 1987.349 O país também é visto como um ícone da música eletrônica, com DJ's bem conceituados, como Sesto Sento, Offer Nissim e Infected Mushroom

 

Acompanhando a produção musical, está a dança, que, em Israel, divide-se entre a artística e a folclórica. Considerada uma expressão de alegria, a dança faz parte das celebrações religiosas, nacionais, comunitárias e familiares. A ramificação folclórica é um misto de tradição judaica e não judaica, cultivada desde os idos de 1940, e apresenta-se em constante desenvolvimento, entre as fontes históricas e as modernas, misturando estilos bíblicos e contemporâneos, não servindo apenas para manter as tradições. Já a artística foi introduzia na década de 1920, por professores e praticantes fiéis vindos da Europa. Cada grupo nascido no país atingiu alto nível profissional de seus estilos próprios, das quais destacam-se seis grandes companhias: o Teatro de Dança Inbal, a Companhia de Dança Batsheva, a Companhia de Dança Bat-Dor, a Companhia de Dança Contemporânea do Kibutz, o Balé de Israel e o Koll-Dmamá.351azer MAIS País, com 384 600 , 267 000 e 222 300 Habitantes, respectivamente.

 

Feriados e eventos

 

Dados Nome in english de Nome Dados locais Possíveis (Calendário Gregoriano)

1 de Tishrei Ano Novo ראש השנה

Rosh Hashaná Entre 6 Set e 5 Out

10 de Tishrei Dia do Perdão יום כיפור

Yom Kipur Entre 15 Set & 14 Out

15 de Tishrei Festa das Cabanas / Festa dos Tabernáculos סוכות

Sucot Entre 20 Set & 19 Out

22 de Tishrei reuniao fazer Oitavo Dia שמיני עצרת

Shemini Atzeret Entre 27 Set & 26 Out

25 de Kislev Festival das Luzes (Primeiro de diâmetro) חנכה

Chanucá Entre 27 de novembro e 26 de Dez

14 de Adar

(Alguns 15 EM Lugares) Lembrança da vitória de Ester פּוּרִים

Purim Entre 25 Fev e 26 de marco

15 de Nissan Páscoa (Primeiro dia) פסח

Pessach Entre 27 de março e 25 de Abr

21 de Nissan Páscoa (Sétimo e Último dia) פסח

Pessach Entre 2 Abr & 1 Mai

27 de Nissan Dia da Lembrança fazer Holocausto יום השואה

Yom Hashoa Entre 8 Abr & 7 Mai

4 de Iar Dia de Lembrança dos soldados caídos יום הזכרון

Yom HaZikaron between 15 Abr & 14 Mai

5 de Iar Dia da Independência יום העצמאות

Yom Ha'atzma'ut Entre 16 Abr & 15 Mai

6 de Sivan Festa das Colheitas שבועות

 

Shavuot en

 

FONTE WIKIPEDIA