Translate this Page

Rating: 3.0/5 (920 votos)



ONLINE
9




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

mmmmmmmmmmm


// ]]>


introdução do apocalipse
introdução do apocalipse

         Introdução comentario e estudo do livro do apocalipse

               Artigo escritor,comentarista Mauricio Berwald

 

A chave deste livro se encontra no verso inicial"revelação de Jesus Cristo.O apocalipse inicial é revelar a pessoa do Senhor Jesus como o redentor do mundo e conquistador,apresentar,de forma simbólica,o plano mediante o qual Ele dará prosseguimento a sua obra.Chama´se livro da revelação pela razão de conter as profecias doutrinarias reveladas ao autor por Jesus .Sua autoria atribuida á João,A palavra"apocalipse"vem do grego"apokalipsis",quer dizer "tirar o véu ,revelar.É revelação que o Apostolo recebeu da parte de Jesus .No antigo testamento há livros ou partes de alguns chamados apocalipticos-isto é,são visões da parte de Deus.(EZ 1.1 DN 10.4-10 APOC 1.1-2). 
No antigo testamento não se encontra a palavra revelação,porem,o verbo revelar emprega-se frequentemente no sentido de descobrir(PV11.13)Deus revela a sua vontade aos homens (DT 11.13 IS 22.14,DN 2.19,22,28 AM 3.7).O livro de apocalipse pertence á categoria geral da literatura apocaliptica,no entanto,desagrada a alguns estudiosos por causa de sua ambiguidade.A própia expressão está baseada na palavra grega significa "revelação'.
O apocalipse é um dos livros mais belos e fascinantes da biblia.Atravez de seus simbolos e figuras,mostra-nos Jesus como serão os últimos dias da humanidade.Se no Gênesis tudo é começo,no apocalipse tudo é consumação quando a nove Jerusalém desce dos céus"atraviada como noiva adornada para seu esposo".

 

                                           Capitulo 1°


Chegamos agora ao ultimo livro da biblioteca de Deus:o apocalipse.você já leu este livro?Já participou de estudos sobre o livro?A opinião geral é que é um livro muito dificil de se entender.Concordo.Porém há uma promessa neSte livro que nos faz superar toda dificuldade.Ele´promete uma benção especial aqueles que leêm e ouvem(AP 1.3).
O apocalipse é não somente o último livro da biblía,mas também o último capítulo da história,aliás,ele o livro fala da parte da história que que já aconteceu,do que estamos vivendo agora,e da que ainda virá.(1.9).Estudando o apocalipse você conhecerá o futuro.Entretanto,mais importante que a revelação do futuro é a revelação que ele faz de Jesus.E a cada vez que você  o ler,irá se emocionar com o climax da histéria:Cristo derrota Satanás e sai vencedor!.
A maioria das pessoas vê o apocalipse um livro misterioso,cheio de segredos.Contudo,a palavra "apocalipse"significa"revelação" exatamente o contrario-significa"desvendamento",indica que o véu foi tirado para que pudéssemos ver o que estava oculto.O enigma foi decifrado.Os segredos sobre os últimos dias foram revelados.

                                      Simbolos e visões
O apocalipse registra uma série de visões espetaculares tidas por João.Verbos como "ver" "observar" e "perseber" aparecem nele 140 vezes.Á medida que você a lê,quadros vivos e coloridos vão-se desenrolando diante de seus olhos.Algumas cenas se passam na terra ,e outros no céu.Outra caraterística interessante é que ele emprega muitos símbolos para falar de coisas reais,inclusive a simbologia dos números.O número 7 ocorre 54 vezes,simbolizando plenitude e perfeição.
Não se preocupe se não conseguir compreender tudo de uma vez.O importante é que você não perca de vista a figura central do livro:Jesus,O Cordeiro de Deus.O principal objetivo deste livro é revelar a verdadeira e plena identidade de Jesus.Deixe seu coração ser penetrado pela menssagem do que ELE fez,faz,e fará por você.
                                   
                                     A revelação de Jesus

Quase todos,ao ler primeiro versículo de Apocalipse,indagam"a expressão revelação de Jesus significa que a revelação foi dada por ELE,ou que é uma revelação sobre ELE? ambas as coisas estão certas.Este livro é uma revelação feita por Jesus a respeito DELE mesmo.Lendo-o você conhece quem é Jesus e o que ELE tem feito.Ele revela detalhes da sua volta,que se dará em breve:fala de como a igreja deve preparar-se para este grande dia,descreve acontecimentos extraordinários que ocorrerão na terra e no céu antes,durante e depois da sua vinda.

Nomes pelos quais o Senhor Jesus se revela a si mesmo no    apocalipse:O   alfa e o ômega,o principio e o fim,Senhor,o todo poderoso(1.8).etc.
Na ilha de Patmos,que hoje pertence a Grécia,fica a 56 quilômetros da costa sudoeste da Asia menor(atual turquia.Ela mede cerca de 13 quilômetros de comprimentos,e sua largura até seis quilometros.Foi nesta paisagem agreste,de colinas vulcânicas escarpadas,e cercada por mares,que o apóstolo João escreveu o Apocalipse(1.9).
Com mais de 90 anos,ele foi desterrado para esta ilha pelo imperador romano Dominiciano,por se manter leal a Cristo.Era uma época  de tremenda perseguição ao povo de Deus.É por isto que o livro é cheio de consolações para os salvos,não importa o que tivermos de sofrer pelo Senhor,a vitória virá.Na ilha de Patmos,o idoso apóstolo era obrigado a realizar tarefas pesadas nas minas e nas pedreiras.Foi então que Jesus apresentou-se a ele,mostrando-lhe visões e revelações descritas no Apocalipse.O Apocalipse é o único livro profético do (NT),E foi escrito entre os anos 90-96 d.c.(notas revista biblica cpad 1998).

          Jesus o Sumo Sacerdote AP 1.13-18  HB 4.14, 8:1-2
   João viu Jesus glorificado no céu.
    1°.Jesus,o Filho do homem,no céu(AP 1.13).O mesmo Jesus,ressucitou e subiu ao céu,foi agora ,em cumprimento de sua própia palavra(MT 26.64),visto por João,com filho do homem.
         2°O corpo glorificado de Jesus.Jesus apareceu com um corpo glorificado.Essa era a manifestação daquela glória que ELE possuía com Seu Pai,antes que o mundo existisse(JO17.5),mas que resolvera dela se afastar para vir a este mundo,preferindo a humilhação(FP 2.6-8).Deus,porém o exaltou soberanamente(FP 2.9-10)e então seu rosto brilhava como o sol(AP 1.16)seus olhos,como chama de fogo(AP 1.14) podiam ver todas as coisas(SL139.7 AP 2.23),seus pés reluziam como metal polido(AP1.15),simbolizando a plenitude de seu poder(IS 43.13 LC 1.37),e da sua boca saia uma aguda espada(AP1.16),que é a Palavra de Deus(AP 19.13).O detalhe mais importante desta visão é que Jesus aparece como Sumo Sacerdote,visto de vestes cumpridas(AP 1.13).(notas revista.cpad 1998).

                                  Jesus o Sumo Sacerdote

 
1°.Sacerdote ELE É O SUMO SACERDOTE.O sumo sacerdote personagem principal da vida religiosa de israel,era o superintendente dos demais sacerdotes,sobre eles exercendo autoridade e liderança.Chamado também de principe (AT23.5),suas vestes destacavam-no dos demais companheiros(EX28).
2°Acompetencia do sumo sacerdote.Tinha a responssabilidade de ministrar a consagração dos reis(1 RS 1.32-33),presidir julgamentos(DT 17.8,MT 2.6-7) e entrar no Santíssimo uma vez por ano,no dia da grande expiação,com o sangue do sacrifício,ocasião em que trajava uma túnica de linho fino(LV16.1-15),semelhante á que Jesus vestia,quando João O viu. 

                               Jesus,o nosso sumo Sacerdote
1.Ungido de Deus.Na noite em que Jesus foi nasceu,um anjo proclamou aos pastores a seguinte menssagem:"nasceu hoje,Cristo,o Senhor"(LC2.9-14).Cristo é um nome grego com mesmo sentido de "MESSIAS,em hebraico.Ambos significam o UNGIDO.No inicio do seu ministério terreno,Jesus foi ungido pelo poder do Espirito Santo(LC 3.22).Ele mesmo disse:"O Espirito do Senhor é sobre mim,pois me ungiu..."(LC4.18).
2.O tríplice ministério de Cristo.Cristo,O Ungido de Deus(SL2.2 45.7 is 61.1),foi investido por Deus de três ministérios:Profeta(MT 13.57,Sacerdote(HB 3.1-4 7.27),Ele iniciou seu ministério sacerdotal quando subiu ao Gólgota,e continua a exercê-lo á destra de Deus(HB 8.1-2),até que seja declarado Rei eterno.(notas revista cpad 1979). 

O oficio sacerdotal.Cabia ao sacerdote levar a vitima do sacrifício ao altar(LV 4.24).Jesus assim agiu quando de uma vez por todas(RM 6.10) subiu ao Gólgota e sacrificou a si mesmo(EF 5.2),como Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo(JO 1.29).Deste modo"tudo está consumado"(JO19.30).
O sangue e o propiciatório.Após o sacrifício,o sumo sacerdote espargia o sangue sobre o propiciatório.Era deste modo que o sumo sacerdote levava a efeito o cerimonial da expiação(EX 25.22,NM 7.89).Jesus fez o mesmo,pois com seu própio sangue entrou no santuário do céu(HB 9.120.Ele é o nosso propiciatório(1 JO 5.6).
A benção depois da expiação.Depois da expiação o sacerdote saía para abençoar o povo(LV9.18-22).Assim fez Jesus também.Do céu,enviou o Espirito Santo,para habitar junto aos que aceitam a redenção proporcionada pelo seu sangue(JO 7.38-39,AT 2.1-4 32.33).Assentado á destra de Deus(HB 8.1,2).Ele intercede por nós(HB 7.25,RM 8.34),convidando a todos para se chegarem a ELE a fim de serem ajudados em tempo oportuno,porque se compadece de nossa fraqueza(HB 4.14-16).Maravilhoso Jesus.(notas rev.cpad 1979). 
                              Jesus supervisiona as igrejas
Jesus conhece a igreja.Jesus andava entre os 7 castiçais,(AP 1.13,20),das quais é a cabeça(EF 1.22,23),o grande Pastor(HB 13.20)e Edificador(MT 16.18).Ele as conhece nos minimos detalhes,chegando mesmo a afirmar:"Eu sei as tuas obras"(AP 2.2,913).O senhor conhece o modo como seus ministros exercem o ministério(HB13.17),e como cada membro anda em sua casa(1TM 3.15,EC 5.1).Ele vê tanto o progresso espiritual dos crentes(AP 2.14),como os perigos que os ameaçam.
Jesus está no meio da igreja.Jesus O Onipotente,sempre está em contato com Sua igreja(MT 28.20).Como inspecionou as igrejas da Asia Menor,observa com grande atenção as de hoje.Peçamos,portanto,de coração:"sonda´me ó Deus,e conhece o meu coração....e vê se há um caminho mau..."(SL 139.23-240).(notas rev.cpad,1979).

                           O sumo Sacerdote cuida dos castiçais  
1.No passado.No antigo testamento o cuidado do castiçal estava sob a responssabilidade do sacerdote,que,cada manhã e tarde,na hora de queimar o incenso,também punha em ordem as lâmpadas(EX30.7-8),ocasião em que renova o azeite(EX 27.20-21).Com espevitadores e apagadores(EX 25.38),ele também as mantinha acesas,sem fazer fumaça e sem exalar mau cheiro. 
2.Na atualidade.É exatamente isto,que Jesus,o nosso Sumo Sacerdote,está fazendo.Quando os crentes"queimavam incenso",isto é,buscam o Senhor no(AT),em Oração(SL 141.2),Ele,então,renova-lhe o azeite que suas lampadas consumiram e batiza com Espirito Santo (AT2.1-4,4.31,2COR4.16).É por meio da oração continuamente que nossas lampadas se conservam acesas(RM 12.11-12).Jesus deseja também que nossas lâmpadas posssam arder,sem que haja fumaça ou mau cheiro.Os espaviadores e apagadores do antigo testamento simbolizam aplicação da doutrina para uso correto dos dons do Espirito Santo.Aquele,pois,cujo pavio está fumegando de meninice e exagero,deve aprender a brilhar atravez da sã doutrina,de modo a glorificar a Jesus,beneficiar os pecadores(FP2.15)e trazer plena edificação a igreja(1FP14.12). 
3.O trabalho dos pastores.Deus considera o serviço dos pastores ligados ao céu,ou seja chamados.Por isso Ele os chama de"anjos".Os sacerdotes também eram assim chamados(ML2.7)E ,igualmente João Batista(ML3.1,MT 11.10-11).Assim como os anjos,os pastores são chamados por Deus para serem ministros e servirem a favor dos que hão de herdar a salvação.Que previléjo,qualquer homem poderá livremente escolher a profissão que desejar,se para isso estiver condições.Porém,para ser obreiro é necessário ter a chamada de Deus(HB 5.4).Os pastores,também não são absolutos,mas inteiramente submissos á obra de Deus.Eles devem estar sempre á disposição de Deus para cumprir Sua vontade,como anjos.

                           A responssabilidade do anjo da igreja
A igreja tem um responssável.Jesus considera o anjo da igreja como responssavel por ela.Embora houvesse vários anciãos(AT 20.18),Jesus se dirigia,quando tinha um assunto de alta responssabilidade,ao anjo da igreja,porque a ele o Espirito Santo havia constituído como responssavel pelo rebanho(AT13.1-4,20.28).
Jesus chama a atenção do anjo da igreja."tenho contra ti"(AP 2.5,20)."porque tens lá"(AP2.14).Vemos aqui a grande respossabilidade que pesa sobre os ombros do pastor.Ele não está somente encarregado da edificação da igreja(EF4.12) ou de leva-la a pastor verdejantes(SL23.2,3).Todavia deve também vigiar para que o lobo não venha arrebatar as ovelhas(AT20.28-30),e zelar para que o mundo não tome de desprevinido a igreja(AP2.14,15).É seu dever cuidar,outrossim,para que o fogo do altar espiritual não venha a se apagar(LV6.13,RM12.11)."sê pois zeloso"(AP3.19),é que o Senhor recomenda aos pastores á trabalho da sua igreja.(notas rev.cpad 1979).
Oração pelos pastores.A igreja deve orar por seus pastores.O apóstolo Paulo pedia sempre orações pelo seu trabalho(RM15.30,2COR1.11,EF 6.18).A carga sobre ele era dificil respossabilidade como lider.Sejamos como Arão e Hur,que seguram os braços de MoisÉs até á vitória final(EX17.8-15).Deus recompenssará os que assim fizeram(HB6.10).

                    João viu o anjo de cada igreja como estrela
As estrelas são astros da imensidão do universo.Deus as criou(SL 8.3,148.3-5).e conhece tanto o numero como seu nomes de todas elas(SL1474,is40.26).Ele fixou leis para governa-las.Cada uma tem órbita própia determinada(JZ5.20).Quando Deus chama seus servos de estrelas,deseja com isto,destacar a grandeza que consiste em presta-lhe serviço.
A trajetória das estrelas.As estrelas têm sua trajetória determinada pelo criador.Assim também o servo do Senhor deve ter a sua trajetória"rota"por Ele definida,já que,de antemão,preparou as boas obras,a fim de andarmos nelas(EF2.10).Um obreiro fiel á direção de Deus pode ser um exemplo a ajudar outros a acharem o rumo certo.Se,porém se afastar da "direção"tornar-se á uma estrela errante(JDv.13).que nos guarde dos errantes que aparecem por ai trazendo liberalismo e corrosão espiritual e apostasia que estamos vendo claramente em nosso tempo,outros se tornado falso profeta com doutrinas liberalistas e corrompendo o rebanho do Senhor,trazendo mancha e escandalos ao evangelho de Jesus Cristo.  As estrelas tem brilho permanente.As estrelas são luzentes(SL148.3).A biblia mesma fala do fulgor das estrelas(DN12.3).Elas diferem,em glória,uma das outras,porém todas manifestam a glória do criador(SL 8.3,9,IS 20.26),e foram colocadas para aluminar a noite(SL136.9,GN1.14-16,JR31.35).Feliz é a igreja cujo pastor,o qual e estrela cintilante,é capaz de dirigi-las sem tropeços em meio ás densas trevas deste século de apostasia,hipocrisia,falsidade etc.
Os servos de Deus devem resplandecer.Deus quer que os seus servos respladeçam como astros do mundo(FP2.15).Lemos na biblía que João Batista(JO5.35)Moisés(EX34.29),Estevão(AT6.15)e tantos outros servos brilharam e se tornaram uma benção.Resplandecer,é a luz do evangelho em nós e atravez de nós(2 COR 4.4)."levantate-te e resplandece.."(IS60.1),é o que nos recomenda o Senhor.

                          João viu as estrelas na mão do Senhor
vejamos as ricas bençãos que acompanham aos que estão na mão do Senhor.
São instrumentos para o bem.O Senhor os escolhe e os transforma como ferramentas úteis.Jesus disse á Paulo ,que era um "instrumento escolhido ou vaso"por Ele(AT9.15).A mão do Senhor apera milagres(AT4.30).Quando o servo de Deus está seguro em sua mão,Deus está seguro em Suas mãos,dos servos seus,sinais e pridígios(AT14.3).A mão do Senhor deu vitória aos crentes em Jerusalém(AT11.21). 
A mão do Senhor tem poder.(IS 66.2 EX 15.6).Nela somos beneficiados,pois no fortelece(EZ3.14)conforta(DN10,18),sustenta (SL 63.8)e abre caminhos diante de nós quando nossos recursos se esgotam(NE2.8 ED8.310.O Senhor diz"não temas que eu te ajudo"(IS 41.13).
A mão do Senhor nos guia.(SL73.23).Assim como o pai ou mãe segura pela mão o filhinho quando este começa andar,a fim de que não tropece e caia,da mesma forma Deus segura a mão dos que ministram para que eles não tropecem e caiam,fazendo os caminhar pelos caminhos que Ele própio traçou(EF2.10).
A mão do Senhor guarda.(JO10.28,29).Aqueles que estão na mão do Senhor,estão a salvo do perigo(SL27.5).
A mão do Senhor leva á vitória.Os que estão na mão do Senhor,reconhecem que por Ela venceram.Estes dizem:"saibam,que nisto está a tua mão,e que tu,Senhor,o fizeste"(SL109.27,IS 26.16).Toda glória pertence exclusivamente.

                  Como as estrelas chagam na mão do Senhor
Jesus quer o homem espontáneo.Jesus não força o homem,mas o abençoa,á medida que sua própia vontade permita.Quando ele abre a porta Jesus entra em sua casa(o coração(AP3.20).E quem mais quiser,Jesus lhe dará da água da vida(AP22.17).Só quando o homem clama,contrito,Deus se inclina para ele e o tira do lago horrivel dos temores(SL40.1-3).Assim também Jesus não usa força para te-nos em suas mãos.Embora Ele nos tenha comprado(1COR6.20).Devemos ,pois,voluntariamente,fazer como os crentes da Macedônia,que"a si mesmos se deram primeiramente ao Senhor"(2COR8.5).A maior necessidade presente é que todos os servos do Senhor entreguem a sua vida inteiramente a Jesus.Ele quer ser o Senhor sobre nossas vidas(RM14.9).Aquele que entram no caminho da plena obediencia experimentam a plenitude de seu poder(AT5.32).(notas rev.cpad 1979).

                                 A menssagem de Jesus á sua igreja
                                           AP 1.v.1,6,9,11,19
                                     Jesus deseja falar as igrejas 


Jesus havia andado entre os 7 castiçais,ou seja,as 7 igrejas(AP1.12,13),e que queria comunicar-se sobre o que vira em seu meio.Ele deseja,também,ter contato com o Seu povo,nos dias de hoje também(IS1.2,10,19).
A situação espiritual de cada igreja.Cristo deseja falar sobre a situação espiritual de cada igreja.Ele disse:"eu sei as tuas obras"(AP2.2,9,13).Na luz da presença de Cristo tudo revela(EF5.13,14,IS6.1-7).A vitória ante as dificuldade.Jesus mostra o caminho da vitória ante os problemas que surgem.Assim ele fez com as 7 igrejas,mandado-lhes uma receita conforme a situação de cada uma.Para a de Esmirna escreveu:"nada temas"(AP 2.10).As de éfeso,Pergamo,Sardo e Laodicéia receberam esta palavra:"arrepende-te"(AP2.5,16,AP3.3,19),enquanto a de filadelfia recebeu uma palavra de encorajamento(AP3.7-8).

                   Jesus se manifesta a João pelo Espirito Santo
No dia do Senhor,isto é,no domingo,quando o apóstolo foi arrebatado em Espirito,Jesus se manifestou,e João pôde ve-lo e ouvi-lo(AP1.10).
O Espirito Santo revela Jesus.Esta é a grande missão do Espirito Santo na atual dispensação(2COR3.8).Jesus disse"voltarei para vós"(JO14.18).Aqui vemos,então,que Jesus se fez presente quando o Espirito Santo opera.Ele revela a pessoa de Cristo.Assim o fez para Pedro(MT16.16-17).Ele revela ainda que Jesus veio em carne(1JO4.2)e que Ele é O Senhor(1COR12.3).
O Espirito Santo glorifica a Jesus.(JO14.16), o Espirito Santo também testifica de Jesus(JO15.26)e nos traz á lembrança tudo quando tem falado e que está escrito na Sua Palavra(Jo 14.260.Só uma vida cheia do Espirito Santo é capaz de levar-nos a uma manifestação mais plena de Jesus,GLORIA DE DEUS.(notas rev. cpad 1979). 


                        Menssagem de Jesus ás 7 igrejas da Asia

Jesus mandou que João escrevesse ás 7 igrejas (AP1.11,19),e ele o fez conforme a determinação divina:"assim diz Aquele que tem...(AP2.1,8).(AP1.11).A palavra de Deus escrita.Por terem sido feitas seguindo a orientação divina,as cartas escritas pelos apóstolos João tornaram-se Palavra de Deus.Semelhantemente surgiu toda biblia.Algumas vezes Deus disse"escreve num livro todas as palavras que te tenho dito"(JR30.2,36.2,HC2.1-2.).Em outras ocasiões os própios autores escreveram:"veio a mim a palavra do Senhor"(JR1.4 IS1.2).
A respeito de Moisés é dito que recebeu as palavras de vida para as dar(AT7.38).O rei Davi disse antes de falecer:"O Espirito do Senhor falou por mim e a sua palavra esteve em minha boca"(2SM23.2,3).Expressando sobre o texto v.11,o PR.Sererino P.S registra""...o que vês,escreve num livro".A ordem de escrever ocorre por 13 vezes neste livro(veja 1.11,19 2.1,8,12,18 3.1,7,14 10.4,14.13,19.9,21.5).A ordem ocorre uma vez em cada uma das 7 cartas.O intuito do Senhor era que a revelação fosse preservada para as gerações seguintes,e até hoje a forma escrita é a melhor maneira de preservar uma comunicação." 
A lista das 7 igrejas v.11 está na ordem de sua ocorrencia na estrada que ia de éfeso para o norte atravez de Esmirna para Pergamo e então para o sul passando por Tiatira,Sardes,Filadélfia e Laodicéia.Hermer sugere que esse intinerario já existia desde os dias de Paulo e concordou com Sir w.Ramsay em que as 7 cidades tinham adquirido"importancia especial como centros organizacionais e de difusão para a igreja da região".As cidades eram centros sedes tanto postais"correios"quanto administrativos.Tem-se estimado que na época em João escreveu,essa região ainda tinha a maior concentração de (cristãos no mundo).A o escrever a essas igrejas,João podia atingir não somente outros cristãos na Asia Menor,como também os cristãos espalhados pelo mundo inteiro.(notas novo coment.da biblia, editor D.A.Carson,edição 2009).
As sete igrejas localizavam-se em uma rota romana principal e estão listadas na ordem na qual um menssageiro alcançaria as cidades,fazendo movimento semicircular a partir de Éfeso.Essas igrejas desempenhavam papéis importantes na prática cristã da Asia Menor por causa de sua localização em uma rede de transportes,ligando diferentes partes da região.
A biblia como norma de conduta.Toda a biblia se constitui norma de conduta da igreja.Embora os diferentes autores da biblía tenham recebido a menssagem de modo distinto,todos foram igualmente inspirado pelo Espirito Santo(2PD1.21).Por isto a biblía é em si mesma uma revelação completa,que não deve ser ampliada e nem diminuida(AP22.18,19).
Interesse pela menssagem de Jesus.É  indispenssavel mantermos o contato com menssagem de Jesus.Ele é a cabeça da igreja(EF1.22,23),ponto a orientar ao longo de todo a sua caminhada de peregrinação na terra.Sem comunhão com Jesus ,a igreja estará abandonada á sua própia sorte.Que a igreja tenha a consciência de que sozinha,independente de Jesus,nada é e nada pode fazer(JO15.5). 
A igreja precisa ouvir a mensságem de Jesus.Jeremias falou,dizendo"terra,terra,terra!ouve a palavra do Senhor"(JR22.29).Ao falar do Senhor,Samel respondeu prontamente;"fala porque o teu servo ouve"(1SM3.10).O salmista afirmou"escutarei o que Deus,o Senhor,disser"(SL 85.8).Daniel também respondeu;"fala ,meu Senhor!"(DN10.19).Devemos evitar o que impede de ouvir a voz do Senhor.Isaías precisou experimentar uma purificação profunda,para poder dizer,o que esta registrado(IS50.4).(notas rev.cpad 1979).

Pela menssagem podemos captar á menssagem de Jesus.Orientação atravez da oração.a oração é um meio eficaz do crente obter a orientação divina.Quando falamos com Jesus e Ele conosco(EX19.19).Todos os que vivem em comunhão com o Senhor ja O  ouviram falar.Foi assim que Pedro,Daniele Moisés receberam revelações de grande significado(AT 10.9-14 DN2.17-23,EX33.9 SL103.7).

Jesus ditou a Jão 7 cartas para serem enviadas aos pastores das 7 provincias romana da Asia (região que hoje é parte da turquia ocidental).Cda uma dessas igrejas leva o nome da sua localidade.Tudo foi dito a essas igrejas aplica-se á igreja inteira,pois representam todas as igrejas de todos  os lugares,do primeiro século.(fonte.rev. cpad 1979).
Enquanto em apocalipse 2 e 3,observe que as 7 cartas seguem um mesmo modelo.Todas começam com uma descrição do Cristo exaltado,conforme visto no"primeiro ato"da visão,e que estamos vendo.Depois Jesus faz algumas recomendações,advertencia,repreensão ou elogio,de acordo com a condição da igreja,e termina cada uma promessa ao crente vencedor.não podemos ler estas cartas como se estivesse lendo uma carta num museu,escrita a uma extinta comunidade do passado,leia se como se houvessem sido escritas hoje,para a sua igreja,pois era Jesus prentendia.Mais que isto,ler como sendo destinadas especialmente a você.Deixe o seu coração ser o destinatario da Palavra de Deus.
Analise a sua vida para se as repreensões se aplicam a você,e trate de corrigir-se com a ajuda do Espirito Santo.Aceite exortação e seja edificado.Para nós,de certo modo,o trecho biblíco mais difícil de entender e de explicar,tendo em vista a sua razão de ser e onde se encontra localizado,é precisamente o compreendido pelos capítulos 2 e 3 de apocalipse.Lendo AP 1.11,encontramos:"o que vês escreve no livro e manda ás 7 igrejas....".Lendo AP1.20,observa que o autor encerra a primeira visão relatada,com uma afirmativa sobre o mistério das 7 estrelas e dos 7 candeeiro.Passando deste texto diretamente para o capitulo 4.1,observa que a preposição grega,regida pelo acusativo e traduzida em português pelo adverbio "depois",que inicia a frase "depois destas coisas",logicamente nos indica a continuação do relato constante da primeira visão narrada no capitulo primeiro do mesmo livro.(notas P.C,Nelson as sete cartas do apocalipse 1988,cpad).
Diante destes conceitos,chagamos á conclusão de que os capitulos 2 e 3 de apocalipse são um autêntico e grande parêntese no conteúdo do livro,que sem eles,o livro propiamente dito e sua menssagem não sofreriam nenhum prejuizo.Aliás,ele poderiam ter sido expedidos ás igrejas como livro á parte do Apocalipse,pois seu relato é descritivo,doutrinario,de certo modo expositivo. 


                           Cartas ás sete igrejas,Apocalipse 2 e 3
                                        introdução geral.


Nas sete cartas ás sete igrejas da Ásia,João,orientado por Jesus,descrevia igrejas na terra.Cada carta continha a totalidade e um uma menssagem breve e especial a cada igreja,como introdução ao livro.Podemos tomar por certo que foram feitas 7 cópias do apocalipse inteiro e que foram enviadas a cada uma dessas cidades.Cada igreja,podia ler a avaliação que o Senhor fez,não somente dela mesma,como também das primeiras das demais igrejas.Além de ser especificadas sobre igrejas realmente existentes nos dias de João,essas cartas também são aplicaveis atualmente.As igrejas de hoje devem avaliar-se com ajuda dessas sete cartas.Esse exame interior também deve ser aplicado a nós,individualmente.Todos nós devemos orar fervorosamente para que,debaixo de uma avaliação e honesta,nos assemelhamos mais a Esmirna e a Filadelfia!Nada está oculto aos olhos do Senhor,que sabe nossa condição com mais exatidão que nós mesmos.As promessas que Deus fez ás igrejas podem ser percebidas por todos nós,individualmente,se reconhecermos nossas falhas e endireitamos a nossa situação diante Dele!(notas M.B Helley,pp.728,1965).
Essas cartas são breves e muito densas no seu conteúdo.Elas nos lembram os oráculos proféticos breves do (A.T),acima de tudo os de Amós cap 1 e 2,que também são 7 em número.As cartas ás igrejas tem uma descrição de Cristo,extraída da visão inicial,citando elementos que têm relevância especial para igreja endereçada,segue o elogio das caraterísticas louváveis da igreja e então vem a crítica ás suas falhas.Concluem com uma promessa de recompenssa a ser concedida na volta de Cristo,geralmente associada ás caraterísticas da visão da cidade de Deus no final do livro.(notas n.coment.da biblia,D.A Carson,pp.2136).
As 7 igrejas mencionadas eram igrejas reais nas cidades mencionadas.Elas representam todas as igrejas daquela época,bem como as igrejas de todas as gerações subsequentes.As cartas devem ser interpretadas historicamente,pastoral e praticamente,com aplicação imediata instruindo aquelas 7 igrejas asiática,com aplicação continua a todas as igrejas locais por toda a história da igreja,mostrando dicernimento a respeito de onde elas se situam espiritualmente perante o Senhor,e com aplicação pessoal continua,exortando o individuo para ser um vencedor.(notas biblia de estud.plenitude,2010).
A estrutura das cartas apresentam um padrão sétuplo:1.uma comissão para o menssageiro da igreja nomeada 2.Uma descrição do caráter de Cristo 3.Uma recomendação,com execão de Sardes e Laodicéia 4.Uma censura,com exeção de Esmirna e Filadelfia 5.Uma correção com varios imperativos 6.Um desafio repetido 7 vezes.Começando com a quarta carta,o desafio segue a promessa de aliança 7.Uma promessa de aliança,que é uma faceta do própio Cristo e é um dom para cada membro do corpo de Cristo.(ibid,pp,1348,b.estudo plenitude).
Este estudo e comentario é feito admitindo que existiam de fato as sete igrejas da Asia Menor.Baseia-se no principio já anunciado de que o livro deve ser interpretado de modo certo para os cristãos que primeiro receberam a sua menssagem.Por isso,deixamos de lado a idéia mui difundida de que as sete igrejas representam sete estágios do desenvolvimento da apostasia da igreja.Tal idéia de nada adiantará ao propósito do livro e entra em conflito direto com ensino de Jesus.Aceitando o ponto de vista de que realmente aqui se trata de sete igrejas estabelecidas na Ásia Menor daqueles tempos.Havia certamente,muitas igrejas naquela região,igrejas que  representavam o ponto mais alto da atividade cristã dentro do império Romano.(notas Ray Summers,a menssagem do apocalipse,1978).
Mas esta estas sete igrejas eram representativas e estavam estrategicamente localizadas para espalhar a menssagem do Apocalipse por todas as partes da Á sia Menor.O numero 7 sugere a idéia de completo,perfeição,por isso a menssagem do livro é para todas as igrejas da Ásia Menor.As condições discutidas nessas cartas eram condições que caraterizavam e caraterizam ainda hoje muitas igrejas.Uma das maravilhas acerca deste livro está no fato de vemos que as condições das igrejas de cada século,inclusive as do século 21,estão aqui ilustradas pelas condições  destas sete igrejas.Assim,a menssagem tem aplicação universal.Onde quer que existam essas condições,o corretivo aí indicado encontra fácil aplicação.Compreendemos melhor tais cartas quando conhecemos o contexto hitóricos daquelas cidades em que estavam localizadas as sete igrejas.As condições das cidades se refletiam nas igrejas.É por aqui que estudaremos as cartas.(ibid,Ray Summers,pp.110).
  Quando passamos a estudar essas cartas,notamos que devemos observar algumas coisas muito importantes,de caráter geral.Note-se,de inicio,que cada carta é endereçada ao "anjo' da igreja.Muitas interpretações tem aparecido interpretações para explicar o significado desta palavra.Acham vários intérpretes que significa espirito ou sorte da igreja,algum menssageiro talvez enviado para visitar João em Patmos,ou o "anjo da guarda"da igreja.Mas contudo essas falsas idéias,a mais aceita é que se trata do ancião,presbitero ou o pastor lider da igreja.O novo testamento nos lembra,e também outros escritos,que as igrejas ás vezes tinham vários pastores com função de liderança com diferentes deveres na vida da comunidade."o anjo da igreja",então,seria o pastor líder.Era ele que tinha o dever de apresentar a menssagem deste livro á igreja.Ele conduzia o"castiçal"que espalhava a luz de Cristo pelo mundo em trevas.(ibid,Ray Summers,pp.110).
Há um modelo seguido em cada carta.A identificação do remetente(Jesus)em cada carta faz parte da descrição que do Cristo glorificado se nos mostra no primeiro capitulo.Ele revela  possuir profundo conhecimento de cada igreja.Louva a igreja por aquilo que ela tem de elogiável.Demonstra seu desgrado pelo que ela tem de mau,e aconselha,vindo,a seguir,uma promessa para os que permaneceram firmes e fiéis.O conteúdo e a ordem destes elementos variam de carta para carta,mas obedecem a um modelo que predomina em toda as cartas.

                                Contexto histórico da época 

   
  Segundo o testemunho mais primitivo,João escreveu o apocalipse por volta de 96 d.c,aproximadamente 26 anos depois da destruição de Jerusalém.Isto seria perto do fim do reinado do imperador Domiciano.Atestando isto,Irineu diz a respeito do apocalipse:"foi visto não há muito tempo atrás,mas quase nossa era,no fim do reinado de Domiciano".Melito,clemente de Alexandria,Eusébio e Jerônimo acompanham todos estes testemunho.Domiciano era irmão de Tito,que conduziu os exércitos romanos para destruir Jerusalém.Tornou-se imperador após a morte de Tito,15 anos antes de ser escrito o livro do apocalipse.Este novo rei exigiu ser adorado como deus e assumiu o título de "dominus ac deus noster"(significando:Nosso Senhor e Deus).
A adoração do imperador não pertubou aos que adoravam deuses primitivos,que recusavam transigir a sua fé no tocante a tal ponto.De modo que,perto do fim do domínio de Domiciano,veio severa perseguição sobre os cristãos,em resultado da qual João foi exilado em Patmos.Quando domiciano foi assassinado em 96 d.c,foi sucedido pelo imperador Nerva,mais tolerante ,e João foi pôsto em liberdade.Foi no período desta prisão em Patmos que João recebeu as visões que escreveu.
                                            REFLEXÃO
Certa vez alguém se expressou bem sobre nosso contexto atual veja"tem sido publicado nestes última década muitos livros sobre a igreja.São vários os autores que propões reformas e novos modelos para igreja,principalmente,para a igreja deste século 21.Creio que devemos ouvir mais o que Jesus nos fala através da sua palavra:"quem tem ouvidos,ouça o que diz ás igrejas".Entendo que a igreja avança somente quando retorna ás suas raízes biblicas.citaremos agora o que diz R.Myhue:""reengenharia da igreja"foi o tema de uma recente conferência de liderança pastoral sobre como preparar a igreja para o século 21.Quando li o panfleto da conferência,minha primeira reação foi,por que reengenharia na igreja,se Deus a projetou perfeitamente no início?Não deveríamos inspecionar a igreja primeiro e demolir só as partes defeituosas,para podermos reconstruir a parte demolida de acordo com plano original do Construtor?Quem pode melhorar a engenharia de Deus?A solução não é reengenharia,mas restauração das especificações originais perfeitas do projetista divino.O alvo de qualquer mudança deve ser ser um retorno da igreja ás raízes bibicas,para que reconquiste a glória antiga reavivamento pela palavra. 
 O Espirito Santo continua sempre a sua missão de vivificar a palavra do Senhor.(2COR 3.8 JO6.63),aplicando na vida dos que o buscam(AT 11.15-16 15.13-22).e guiando em toda a verdade(JO16.13).Toda a experiencia de renovação pelo Espirito Santo na vida dos crentes,os torna aptos para sintonizar"o que o Espirito Santo dia ás igrejas"A assim a experiência do batismo com o Espirito Santo faz a voz de Deus ser também ouvida no meio do fogo(AT2.3 DT 5.4 4.33 EX 19.18-19 3.1-3)e leva o cristão a entrar numa comunhão mais profunda com Jesus.     Igualmente,as manifestações dos dons do Espirito Santo (1COR12.7-11)trazem também ,ao povo de Deus uma expressão mais completa da parte divina.

 VEJA ESCATOLOGIA:WWW.AVIVAMENTONOSUL.BLOGSPOT.COM