Translate this Page

Rating: 3.0/5 (915 votos)



ONLINE
2




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter


IRINEUe o canon do novo testmento
IRINEUe o canon do novo testmento

                      IRINEU E O CANON DO NOVO TESTAMENTO

 

IRENEU  era um elo de estar para os apóstolos. Embora ele se tornou bispo de Lyon, na França, ele era originalmente do Oriente. Ele provavelmente nasceu na Ásia Menor (atual Turquia) por volta do ano 130-140. Quando jovem, tinha visto e ouvido Policarpo de Esmirna, que, como Irineu colocou, tinha recebido as coisas concernentes ao Senhor de "testemunhas oculares da Palavra da Vida" (o nome de João, o discípulo é frequentemente citado como um desses ).

Irineu usou esses relatos de Jesus, dado ", segundo as Escrituras", proferida no início pelos apóstolos, para defender a verdade do cristianismo contra uma desconcertante variedade de grupos anti-cristãos e hereges iniciais.Como ele fez isso, ele deu à igreja uma visão clara do quadro bíblico de sua fé.

No coração dessa visão foi o ensino do uso correto tanto do Novo Testamento e do velho Irineu. Antes de Irineu, não havia o Novo Testamento. Ele é o primeiro escritor cristão a usar, como a Escritura, quase todos os livros que estão em nosso Novo Testamento hoje. E ele insistiu que esses livros poderiam ser corretamente utilizado apenas por aquelas pessoas que aceitaram quatro autoridades:

1. A "regra [ canon ] de verdade ", ou seja, a crença em um Deus, um filho e uma base Santo Spiritthe dos credos posteriores.

2. Todo o corpo canônico da Escritura, Antigo e Novo.

3. A tradição apostólica; ou seja, o depósito proferida, uma vez por todas, pelos apóstolos e preservada na igreja ao presentreferring à contemplação de Cristo, segundo as Escrituras.

4. Os bispos cujas muito livesas sucessores diretos dos apóstolos

desde a igreja com um testemunho visível de que o verdadeiro ensinamento de Cristo ainda estava sendo preservado e pregado.

Por toda a sua importância decisiva, sabemos muito pouco sobre a vida de Irineu. Em sua jornada para o ocidente, provavelmente, visitou Roma, onde teria encontrado os professores como o apologista Justino Mártir.

Ele também, provavelmente, levou a igreja em Vienne (perto de Lyons) durante uma perseguição violenta em 177, e, em seguida, ele assumiu a responsabilidade para a comunidade em Lyons quando seu bispo, Pothinus, foi preso aguardando o martírio.

Irineu é lembrado como um martyrthough as datas de reivindicação de muito tempo depois de sua morte, o que não pode ser datada com precisão.Apenas dois de seus trabalhos escritos sobreviveram. A primeira é a coleção de cinco livros intitulados A refutação e derrubar of Knowledge falsamente assim-chamada , também conhecido como contra as heresias. A outra, aDemonstração da pregação apostólica , foi descoberto apenas no início do século XX.

JUSTAMENTE UNIR A PALAVRA

A Demonstração da pregação apostólica oferece a melhor visão sobre a visão de Irineu. Aqui ele liga a pregação do apostlesthe Novo Testamento writersto sua fonte na Lei, os Salmos e os Profetas.

Primeiro, ele descreve a fé transmitida pelos mais velhos, que tinham conhecido os apóstolos, sintetizou em três artigos do "cânone da fé" a um Deus e Pai, a um só Senhor, crucificado e ressuscitado Jesus Cristo, e um Santo Espírito.

Em seguida, ele relata, na forma dos grandes discursos apostólicas em Atos, a narrativa bíblica da obra da salvação que culmina em Cristo de Deus.Finalmente, ele demonstra que o que os apóstolos proclamados como cumprida em Cristo, em forma, pois é pela Escritura, foi de fato predito nas Escrituras.

Irineu salienta a forma como os próprios apóstolos usado Escritura: após proclamação de Paulo de que Cristo morreu e ressuscitou segundo as Escrituras (1 Cor. 15: 3-5), os quatro evangelhos canônicos concentrar suas contas de Jesus sobre a Paixão, e eles sempre dizem a história com referências às Escrituras Hebraicas. Nem Marcião nem escritos gnósticos como o Evangelho de Tomé usar as Escrituras como este em proclamar Cristo.

Irineu critica os hereges, alegando que eles têm "descumprido a ordem e conexão das Escrituras." Eles têm, ele cobra, reorganizados os membros do corpo de verdade, tanto quanto fazer aqueles que tomam um mosaico de um rei e reorganizar a pedras para formar uma imagem de um cachorro ou raposa, alegando que esta é a imagem original. Aqueles que conhecem o "cânone da verdade", entregue no batismo, será capaz de restaurar as passagens em sua própria ordem, revelando assim a imagem do Rei.

Os "cânone da verdade" funções muito bem como o "modelo das sãs palavras" a que Paulo exortou Timóteo a manter firme (2 Tim. 1:13).Mantendo a este cânon, os cristãos podem proclamar em um contexto mudando continuamente a mesma "tradição" gospelthe preservada na Igreja.

Desta forma, é Cristo, para Irineu, o objecto ao longo de escritura. Os apóstolos proclamaram por referência às Escrituras. Os profetas viu "o Filho de Deus como o homem que conversa com os homens; profetizavam que estava para acontecer declarando que aquele nos céus havia descido para o "pó da morte '" (Sl 21.16;. Septuaginta). Cristo ainda não estava presente, mas sua paixão poupança já foi objecto de palavras e visões dos profetas.

JESUS ESCREVEU TUDO

Não só é Jesus Cristo, o assunto das Escrituras, do começo ao fim, mas ele também é o seu autor final: Irineu leva a declaração de Jesus que "Moisés escreveu sobre mim" (João 5,46) para dizer, "os escritos de Moisés são as suas palavras ", e, em seguida, estende esta para incluir" as palavras dos outros profetas. "Assim, Irineu insta Marcião", dizia com grande cuidado que o Evangelho que tem sido dado a nós pelos apóstolos, e ler com cuidado sério, os profetas, e você vai descobrir que toda a conduta, e toda a doutrina e todos os sofrimentos de nosso Senhor, foram previstos através deles. "

"Se alguém lê as escrituras desta maneira", argumenta Irineu, "ele vai encontrar neles a Palavra a respeito de Cristo e um prenúncio da nova vocação." Usando imagem de um tesouro escondido num campo de Cristo (Mat. 13:44) , onde os discípulos são enviados para colher o que os outros semearam (João 4: 35-8), Irineu sugere que o próprio Cristo é o tesouro, escondido na Escritura, nos tipos e parábolas, as palavras e ações dos patriarcas e dos profetas, que prefiguram o que viria a acontecer em e através de Cristo no seu advento humano como contido no Evangelho. Pelos seus escritos, os patriarcas e profetas preparou o mundo para o advento de Cristo, para que o campo está pronto para a colheita.

Antes de sua consumação no advento de Cristo, esses tipos e profecias não poderia ser compreendido. Mas a cruz agora lança luz sobre esses escritos, revelando o que de fato significa e como eles são, portanto, a Palavra de Deus. Para quem lê a Escritura sem conhecer a "explicação" (literalmente "exegese") daquelas coisas que pertencem a Cristo, as Escrituras permanecem apenas fábulas. No entanto, quem ler a Escritura com o entendimento será iluminada e brilhar como as estrelas do céu. 

fonte www.christianhstoryinstitute.org

 

Postado por GOSPEL GOSPEL BRASIL