Translate this Page

Rating: 3.0/5 (865 votos)



ONLINE
9




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

site, fee epub, link, get pdf, enter link, free book, download book, this link, free book, download pdf,

Panorama biblico carta de Filemon
Panorama biblico carta de Filemon

                                                       CARTA DE FILEMON

 

Este é o mais belo de todos de Paul Epístola s, e mais intensamente humana, é um dos chamados Cativeiro carta s dos quais Efésios, Colossenses e Filipenses são os outros. Destes quatro (Que ver) se destaca, e foi escrito mais provavelmente depois de os outros três. Estes são mutuamente interdependentes, enviada pelo mesmo portador de igrejas do mesmo distrito, e em condições semelhantes.

 

  1. Lugar de Escrita: 

Há alguma diversidade de opiniões quanto ao local a partir do qual o apóstolo escreveu estas cartas. Certos estudiosos (Reuss, Schenkel, Weiss, Holtzmann, Hilgenfeld, Hausrath e Meyer) pediram Caesarea em oposição ao lugar tradicional, Roma. Os argumentos apresentados são os primeiros que Onésimo teria sido mais propensos a ter escapado a Cesaréia do que a Roma, pois é mais perto Colossos de Roma é, a que podemos responder que, embora Caesarea está mais próximo, a sua chance de escapar teria sido muito maior na capital do que na cidade provincial. Novamente, é dito que, como Onésimo não é recomendado em Efésios, ele já havia sido deixado para trás em Colossos; contra as quais não são avançados o valor precária de um argumento de silêncio, eo fato de que este argumento pressupõe um curso particular que os portadores das cartas iria seguir, ou seja, por meio de Colossos a Éfeso. Um argumento mais convincente é a que se baseia em visita esperada do apóstolo. Em Filipenses 2:24Filipenses 2:24 , lemos que ele esperava para ir para Macedónia sobre a sua libertação; em Filipenses 1:22 vemos que ele esperava para ir para Colossos. Com base nesta última referência supõe-se que ele estava ao sul de Colossos ao escrever e assim em Cesaréia. Mas é muito provável que ele iria para Colossos através de Filipe como o inverso; e é bem possível que mesmo que ele tinha a intenção de ir direto para Colossos quando escreveu a Filemon, eventos pode ter chegado a ponto de levá-lo a mudar seus planos. O último argumento, com base na omissão de qualquer referência ao sismo de que Tácito ( Ann . Xiv. 27) e Eusébio ( Chron ., O1, 207) escrever, é de força em oposição à origem Rom das letras apenas em a suposição de que esses escritores ambos se referem ao mesmo evento (não significa certeza) e que a epístola s. foram escritas após esse evento, e que era necessário que Paul deveria ter mencionado isso. Se a cronologia início ser aceito cai inteiramente, como data anterior Tácito seria após a epístola s. foi escrito. Além disso, temos os outros factos, favoráveis ​​a Roma, que Paulo não tinha essa liberdade na Cuesarea como ele é representado nestes epístola s como desfrutar; que nenhuma menção é feita de Philip que estava em Cesaréia e um membro mais importante dessa comunidade ( Atos 21: 8 ), e, finalmente, que não há nenhuma probabilidade de que uma tão grande corpo de discípulos e companheiros poderia ter recolhido sobre o apóstolo em sua mais cedo e mais prisão rigorosa, em Cesaréia. Podemos, portanto, concluir que o cativeiro Epístola s foram escritos a partir de Roma, e não de Cesaréia. Filipenses 1:22Atos 21: 8

 

  1. Autenticidade: 

A evidência externa para a epístola é menos extensa do que a de alguns dos outros EPP., Mas é abundantemente forte. A brincadeira com a palavra Onésimo que o próprio Paulo usa ( Filipenses 1:11Filipenses 1:11 ) é encontrada em Inácio, Efésios , ii. Isto pode não significar necessariamente uma ligação literária, mas sugere isso. A epístola é conhecido por Tertuliano, e por meio dele, sabemos que Marcion aceitou ( Adv . Marc ., V. 21). É na lista do Fragmento Muratoriano (p. 106, l. 27), e é citado por Orígenes como Pauline ( Hom . , Em Jer ., 19) e colocado por Eusébio ( Historia Ecclesiastica , III, xxv) entre os reconheceu livros.

 

Ele foi duas vezes o objeto de ataque. Nos séculos 4º e 5º se opunha como indignos da mente de Paul e, como de nenhum valor para a edificação. Este ataque foi realizada com êxito por Jerome ( Comentário sobre Filêmon , Praef.), Crisóstomo ( Argum . Em Philem ) e Teodoro de Mopsuéstia ( Spicil . Em Solesm , I, 149), ea epístola . foi finalmente estabelecida em sua posição firme antes. O ataque mais tarde por Baur foi inspirado pelo seu desejo de quebrar o valor comprobatória de Philem para o outro Cativeiro Epístola s, e tem sido caracterizada por Weiss como um dos piores erros de Baur. As sugestões que se interpolados (Holtzmann), ou alegóricos (Weizsäcker e Pfleiderer), ou com base na carta de Plínio (Ep. IX, 21) para Sabinianus (Steck), são exemplos interessantes dos caprichos de seus autores, mas " merecem somente ser mencionado "(Zahn). Em sua linguagem, estilo e argumento a letra é claramente Pauline.

 

  1. Data: 

A data, como é o caso com o outro cativeiro Carta s, dependem da cronologia. Se o esquema anterior ser seguido pode ser datado de cerca de 58, se o mais tarde cerca de 63 ou 64.

 

  1. Argumento: 

O apóstolo escreve em seu próprio e o nome de Timothy ao seu amigo PHILEMON (que ver) em favor de Onésimo, um escravo fugitivo do último. Começando com a sua acção de graças de costume, aqui despertado pelo relatório da hospitalidade de Philemon, ele intercede por seu "filho gerado em suas obrigações" ( Filipenses 1:10Filipenses 1:10 ), Onésimo, que embora ele seja escravo fugitivo de Filemom é agora "um irmão". É por este motivo que o apóstolo pede, pedindo sua idade, e amizade para Philemon, e seus títulos presentes. Ele defende, no entanto, sem menosprezar delito Onésimo ", mas assumindo-se a responsabilidade financeira para a quantidade de seu furto. Ao mesmo tempo, o apóstolo tranquilamente se refere ao que Philemon realmente deve a ele como seu pai em Cristo, e implora que ele não vai decepcioná-lo na sua expectativa. Ele termina com a sugestão de que ele espera em breve para visitá-lo e, com saudações de seus companheiros em Roma.

 

  1. Valor: 

O charme ea beleza desta epístola foram universalmente reconhecido. Seu valor para nós como dando um vislumbre da atitude de Paulo para a escravidão e sua intimidade com um homem como Philemon não pode ser subestimada. Um dos principais elementos de valor, em que é a imagem que nos dá de um lar cristão nos dias apostólicos; o pai ea mãe bem conhecida pela sua hospitalidade, o filho de um homem de posição e importância na igreja, o ir e vir dos irmãos cristãos, ea vida da fraternidade centralização sobre o agregado familiar.(notas Enciclopedia biblica Standard 1915).

fonte www.avivamentonosul.com