Translate this Page

Rating: 3.0/5 (890 votos)



ONLINE
4




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter


parabolas de Jesus a candeia
parabolas de Jesus a candeia

Lucas 8: 16-21

 

Estes versos formam uma aplicação prática da famosa parábola do semeador. Eles são destinados a unha e apertar em nossas mentes a poderosa lição que essa parábola contém. Eles merecem a atenção especial de todos os ouvintes verdadeiros corajosos do Evangelho de Cristo. 

Aprendemos, em primeiro lugar, a partir destes versos, que o conhecimento espiritual deveria ser utilizada de forma diligente. Nosso Senhor nos diz que é como uma vela acesa, totalmente inútil, quando coberta com um alqueire, ou colocar debaixo de uma cama - só é útil quando definido no velador, e colocadas em locais onde podem ser feitas útil aos desejos dos homens. 

Quando ouvimos esta lição, vamos primeiro pensar em nós mesmos. O Evangelho que possuímos não nos foi dado apenas para ser admirado, das cogitações, e professou - mas para ser praticado. Não era apenas a residir em nosso intelecto, e memórias, e línguas - mas para ser visto é a nossa vida. O cristianismo é um talento comprometidos com a nossa carga, e uma que traz consigo grande responsabilidade. Nós não estais em trevas como os pagãos. Uma gloriosa luz é colocado diante de nós. Vamos tomar cuidado para que a usamos. Enquanto temos a luz andemos na luz. (João 12:35).

 Mas deixe-nos não só pensar em nós mesmos. Vamos também pensar nos outros. Há milhões de pessoas no mundo que não têm luz espiritual em tudo. Eles estão sem Deus, sem Cristo, e sem esperança. (Ef. 2:12). Podemos fazer nada por eles? Existem milhares em torno de nós, em nossa própria terra, que são não convertido e mortos em nossos delitos, não vendo nada e não saber nada corretamente. Não podemos fazer nada por eles? Estas são perguntas para as quais todo verdadeiro cristão deve encontrar uma resposta. Devemos esforçar-nos, em todos os sentidos, para divulgar a nossa religião. A maior forma de egoísmo é a do homem que se contenta em ir para o céu sozinho. A verdadeira caridade é esforçar-se partilhar com os outros a cada centelha de luz religiosa possuímos a nós mesmos, e assim para manter a nossa própria vela que pode dar luz a cada um que nos rodeia. Feliz é aquele homem, que, assim que recebe a luz do céu, começa a pensar nos outros, bem como em si! Nenhuma vela que acende Deus nunca foi concebido para queimar sozinho.

 

Aprendemos, por outro, a partir destes versos, a grande importância da audição direita. As palavras de nosso Senhor Jesus Cristo deve impressionar essa lição profundamente em nossos corações. Ele diz: "Acautelai-vos, como ouvis". 

O grau de benefício que os homens receber de todos os meios de graça depende inteiramente da maneira em que os utilizam. ORAÇÃO privado encontra-se no próprio fundamento da religião; no entanto, a mera repetição formal de um conjunto de palavras, quando "o coração está muito longe", faz bem a alma de ninguém. Ler a Bíblia é essencial para a obtenção de conhecimento Christian som; Ainda a mera leitura formal de tantos capítulos como uma tarefa e dever, com um humilde desejo de ser ensinados por Deus, é um pouco melhor do que um desperdício de tempo. Assim como é com a oração e leitura da Bíblia, por isso é com a audição. Não é suficiente que vamos à igreja e ouvir sermões. Podemos fazê-lo por 50 anos, e "ser nada aproveitar, antes pior." "Acautelai-vos", diz nosso Senhor, "como você ouve."

 Será que qualquer um sabe como ouvir corretamente? Então que ele ficava ao coração três regras simples. Por um lado, temos de ouvir com fé, crendo implicitamente que cada palavra de Deus é verdadeira, e ficará parado. A palavra nos dias antigos, não lucrou os judeus, "não estava misturada com a fé naqueles que a ouviram." Por outro lado, temos de ouvir com reverência, lembrando-se constantemente de que a Bíblia é o livro de Deus -: (Hb 4 2..). Este foi o hábito de os tessalonicenses. Eles receberam a mensagem de Paulo, "não como palavra de homens, mas a palavra de Deus." (1 Tessalonicenses 2:13..) - Acima de tudo, devemos ter com a oração, rezando para que Deus abençoe antes do sermão é pregado, orando para que Deus abençoe novamente quando o sermão é longo. Aqui reside o grande defeito da audição de muitos. Eles pedem que nenhuma bênção, e por isso eles não têm nenhum. O sermão passa por suas mentes como a água através de um vaso com vazamento, e não deixa nada para trás.

 

Vamos ter essas regras em mente todo domingo de manhã, antes de irmos para ouvir a Palavra de Deus pregada. Deixe como se apresse na presença de Deus negligente, imprudente, e despreparados, como se não importava de que maneira esse trabalho foi feito. Vamos levar conosco fé, reverência e oração. Se estes três são os nossos companheiros, vamos ouvir com lucro, e voltar com louvor.

 Aprendemos, por último, a partir destes versos, os grandes privilégios daqueles que ouvem a palavra de Deus e fazê-lo. Nosso Senhor Jesus Cristo declara que Ele os considera como sua "mãe e seus irmãos." 

O homem que ouve a palavra de Deus, e fá-lo, é o verdadeiro cristão. Ele ouve o chamado de Deus para se arrepender e se convertam, e ele obedece-lo. Ele deixa de fazer o mal, e aprende a fazer bem. Ele coloca fora o velho, e coloca sobre o novo. Ele ouve o chamado de Deus para crer em Jesus Cristo para a justificação, e ele obedece. Ele abandona sua própria justiça, e confessa a sua necessidade de um Salvador. Ele recebe a Cristo crucificado como sua única esperança, e conta todas as coisas perda para o conhecimento de Deus. Ele ouve o chamado de Deus para ser santo, e ele obedece. Ele se esforça para mortificar os feitos de seu corpo, e caminhar segundo o Espírito. Ele trabalha para deixar de lado todo embaraço, eo pecado que tão facilmente assedia-lo. Este é o verdadeiro cristianismo vital. Todos os homens e mulheres que são deste caráter são verdadeiros cristãos. 

Agora os problemas de todos os que "ouvir a palavra de Deus e fazê-lo" são poucas nem pequenas. O mundo, a carne eo diabo maltratar-los continuamente. Eles muitas vezes, gememos carregados. (2 Cor. 5: 4.) Eles muitas vezes encontrar a pesada cruz, eo caminho para o céu ásperas e estreitas. Eles muitas vezes se sentem dispostos a chorar com Paulo: "Miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo desta morte?" (Rom. 7:24).

 Vamos todos tomar tal conforto nas palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, que estamos considerando agora. Lembrem-se que o próprio Filho de Deus os considera como seus próprios parentes próximos! Deixem eles não acatam o riso e zombaria, e perseguição deste mundo. A mulher de quem Cristo diz: "Ela é minha mãe", eo homem de quem Cristo diz: "Ele é meu irmão," não têm de que se envergonhar.

fonte www.avivamentonosul.blogspot.com