Translate this Page

Rating: 2.9/5 (954 votos)



ONLINE
6




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

mmmmmmmmmmm


// ]]>


parabolas de Jesus a parabola do semeador
parabolas de Jesus a parabola do semeador

                                                     A PARABOLA DO SEMEADOR

A parábola:

Mateus 13: 3-8
"Então disse-lhes muitas coisas em parábolas, dizendo:" O semeador saiu a semear a sua semente.Enquanto lançava a semente, parte dela caiu à beira do caminho, e vieram as aves e comeram. Alguns caíram em terreno pedregoso, onde não havia muita terra. E logo brotou, porque a terra não era profunda. Mas quando o sol apareceu, as plantas se queimaram e secaram, porque não tinha raiz. E outra caiu entre espinhos, que cresceram e sufocaram as plantas. Outra ainda caiu em boa terra, onde produziu uma safra - cem, sessenta ou trinta vezes o que foi semeado ".

Mark 4: 3-8
! ". Ouvir O semeador saiu a semear a sua semente Enquanto lançava a semente, parte dela caiu à beira do caminho, e vieram as aves e comeram-na outra parte caiu em lugares pedregosos, onde não o fez. muita terra. e logo brotou, porque a terra não era profunda. Mas quando saiu o sol, as plantas se queimaram e secaram, porque não tinha raiz. E outra caiu entre espinhos, que cresceram e sufocaram as plantas, . de modo que eles não suportar grão Outra ainda caiu em boa terra Ele veio para cima, cresceu e produziu uma safra, multiplicando trinta, sessenta ou até mesmo uma centena de vezes ".. Lucas 8: 5-8 " O semeador saiu a . semear a sua se ed Enquanto lançava a semente, parte dela caiu à beira do caminho; foi pisada, e as aves do céu a comeram Algumas caíram sobre a rocha, e quando ele veio para cima, as plantas secaram, porque não tinham. Nenhuma outra semente umidade. caiu entre espinhos, que cresceram com ela e sufocaram as plantas. Outra ainda caiu em terra boa. Ele veio e deu fruto, cem vezes mais do que foi semeado. " Quando ele disse isso, ele gritou: "Quem tem ouvidos para ouvir, ouça."



 

A Interpretação:

Mateus 13: 18-23
"Então ouça o que a parábola do semeador quer dizer:. Quando alguém ouve a mensagem do Reino e não a entende, vem o Maligno e arrebata o que foi semeado no seu coração Esta é a semente semeadas ao longo do caminho. Aquele que recebeu a semente que caiu em terreno pedregoso é aquele que ouve a palavra e logo a recebe com alegria. Mas desde que ele não tem raiz, ele dura apenas um curto período de tempo. Quando alguma tribulação ou perseguição vem por causa da palavra, logo a abandona. Aquele que recebeu a semente que caiu entre os espinhos, este é aquele que ouve a palavra, mas os cuidados deste mundo ea sedução das riquezas a sufocam, tornando-a infrutífera. Mas a única que recebeu a semente que caiu em boa terra é o que ouve a palavra ea entende. Ele produz uma colheita, rendendo cem, sessenta ou trinta vezes o que foi semeado ".

Marcos 4: 14-20 
"O semeador semeia a palavra Algumas pessoas são como sementes ao longo do caminho, onde a palavra é semeada Assim que a ouvem, Satanás vem e tira a palavra que foi semeada neles Outros,... como semente lançada em terreno pedregoso, ouvem a palavra e logo a recebe com alegria. Mas desde que eles não têm raiz, eles duram apenas um curto período de tempo. Quando o problema ou perseguição por causa da palavra, eles rapidamente cair. Ainda outros, como semente semeada entre os espinhos, ouvem a palavra, mas os cuidados deste mundo, a sedução das riquezas e os desejos de outras coisas chegam e sufocam a palavra, tornando-a infrutífera Outros, como semente semeado em boa terra, ouvi a palavra. , aceitá-lo e produzir uma colheita -. trinta, sessenta ou até cem vezes o que foi semeado "

Lucas 8: 11-15
"Este é o significado da parábola:. A semente é a palavra de Deus Aqueles ao longo do caminho são os que ouvem, e depois vem o diabo e tira a palavra dos seus corações, para que eles pode não acreditar e ser salvos. Aqueles sobre a pedra são os que recebem a palavra com alegria quando a ouvem, mas eles não têm raiz. Eles acreditam que por um tempo, mas no tempo de dificuldades caiem. A semente que caiu entre os espinhos representa aqueles que ouvem, mas como eles entram em seu caminho, são sufocados pelas preocupações, as riquezas da vida e dos prazeres, e eles não amadurecem. Mas a semente em boa terra são os que, com um coração nobre e bom, que ouvem a palavra, a retêm e pela perseverança produzir uma colheita.

 

Os muitos milagres que nosso Salvador fez e em torno de Cafarnaum, aproximaram grandes multidões para ver e ouvi-Lo. Alguns, como os escribas e fariseus, e herodianos, misturada com o seu público "para o apanhariam em alguma conversa"; outros vieram para trazer seus amigos mutilados ou doentes para serem curados; outros, impulsionado pela curiosidade, agrupadas em torno dele para ver os milagres que Ele realizou maravilhas; enquanto alguns se reuniram para ouvir Suas palavras de sabedoria celestial, ou ser instruído nas coisas concernentes ao Reino de Deus.

Conhecendo os corações de todos os homens, Ele estava consciente destas disposições diferentes em seus ouvintes, e distinto em cada o motivo que os levou a seu ensino. Assim, dirigiu-lhes uma parábola que se reuniu seus vários casos, e ilustrou suas diferentes recepções de Sua verdade.

Tão grande, no entanto, foi a multidão, que, a fim de evitar a imprensa, Jesus foi obrigado a entrar no barco, e empurrar para fora um pouco da terra, enquanto Sua audiência sentou-se na praia do mar; que, subindo suavemente da praia, feito um anfiteatro natural e finas, onde cada um poderia ver e ouvir.

Como pitoresco cenário que encontra o olho da mente! As multidões densas do povo, misturando todos os níveis e classes; o galileu turbulento; o Gadarene inquieto; o fariseu hipócrita; o Scribe vivo; o herodiano sobrancelha escura - todos agrupados em silêncio à espera nas margens do lago. Para adireita era a cidade de Cafarnaum, com o seu mercado ocupado e cabines de portagem, onde a casa de barro do pescador inclinou-se contra as paredes de pedra do palácio. Atrás dele estava o Mar da Galileia, pontilhada com os barcos passando para lá e para cá entre Tiberias, Genesaré, Dalmanutha, e Cafarnaum. Em torno Dele foram os marinheiros bronzeados-faced, inclinado sobre a armação do seu navio, com as suas redes arrastando a seu lado. E lá ele ficou de pé. . . 
um barco de pesca Seu púlpito ; 
os bancos inclinados de Tiberias Seu templo ; 
as ondas ondulando e farfalhar ventos Sua coro ; 
pregar as doutrinas que ele tinha trazido do Céu, e falando, "como nunca nenhum homem falou," das coisas que fazem para a nossa paz eterna.

Mas ouça! Ele ondas Sua mão para comandar o silêncio; a mudança multidão ficar parado; o zumbido de vozes silenciam para Jesus abre os lábios e verdades, como terra nunca ouvi falar antes, saltar de sua língua com uma eloquência tão simples e majestosa como o Seu próprio caráter.

As verdades foram divina - as ilustrações terrena; talvez seu olho naquele momento chamou a forma de algum fazendeiro galileu, percorrendo seu campo recém-arado, e lançando a sua descendência com ele na mão direita e na esquerda: 
alguns caindo sobre os ainda de pé espinhos ; 
alguns em cima da borda rochosa ; 
alguns na trilha batido ; e 
alguns nos sulcos revolvido - 
enquanto pássaros pairavam atrás dele para pegar a semente descoberto que estavam espalhados sobre a rocha ou o esquecimento.

Tomando esta cena como Seu texto, Ele proferiu a simples ainda requintado parábola do Semeador, em que Ele projetou para representar os diferentes solos do coração humano, e as diferentes recepções eresultados que a semente do Evangelho encontra-se com, como ele é semeado transmitir o mundo.

Nosso Salvador aqui distingue vários tipos de ouvintes que freqüentam sobre o ministério do Evangelho;e em uma ou outra dessas quatro classes - faz todo homem da cristandade encontrar sua verdadeira posição. As causas dessa diversidade são habilmente analisados, e os resultados de tais tipos de audição, são claramente classificadas em sua exposição da parábola, que, em resposta ao seu pedido, Ele posteriormente fez a Seus discípulos.
 

Vamos, então, como crianças, de sentar-se aos pés de Jesus, enquanto ele se desdobra para nós esta bela parábola. Seu olho leve convida inquérito, e olhamos para cima e perguntar: "Senhor, quem são destinados pelos esquecimento ouvintes? " Ele responde: "Quando alguém ouve a mensagem do Reino e não a entende - vem o Maligno e arrebata o que foi semeado no seu coração. Isso é o que foi semeado ao longo do caminho ".

A formulação peculiar da parábola, como registrado por Lucas, sugere uma subdivisão desta classe de ouvintes de beira de estrada em: 
indiferente , que permitem que as aves do céu para pegar e devorar a semente; 
e os infiéis , que tratá-la com desprezo e percorrê-lo sob a pé. Desta última classe não vamos falar - como não há infiéis provavelmente vai ler estas páginas. Da antiga ", os indiferentes," desejamos dar algumas marcas e avisos.

O caminho esquecimento é uma via pública, espancados suave e temperado pelos pés de viajantes, de modo que a semente caiu não pode afundar - mas é rapidamente apanhado pelos pássaros, ou pisada pelos homens.

Dos muitos um coração humano pode-se dizer, é um caminho de esquecimento, onde todos os pensamentos de viagem; onde imaginações mal, e sentimentos pecaminosos e desejos corruptos conhecer e trocar saudações; onde os "desejos do olho" stand olhando para os cantos da rua; onde os "desejos da carne" olhar pelas janelas de sua casa ", que é o caminho para o Inferno, que desce para as câmaras da morte"; onde o "orgulho da vida" exibe sua trem e caça com armadilhas, que pode excitar o zumbido de admiração, ou da homenagem do vulgar.

O coração de um homem é pisada e fez duro como um caminho, por ultrapassagem pensamentos e pecados. Quando ele entra na casa de Deus - seu coração está repleta de imaginação do mal; quando ele se curva em oração - seu espírito não reza; quando ele se levanta para cantar louvores a Deus - a sua alma só envia de volta ecos de cantigas terrenas; e quando o ministro transmite "a semente da palavra", ele cai em cima de seus afetos, como em cima de um esquecimento - a ser pisados ​​ou por negligência, ou então captado pelo maligno, que vem como as aves do céu para arrebatar o grão recém caiu da graça do evangelho.

Como muitos adoradores ostensivos de Deus são os que, domingo após domingo, sentar sob astransmissões do Santuário, e ainda assim não lhes der ouvidos, por causa da pré-ocupação de seus pensamentos e afetos por parte do grande adversário das almas! A palavra atinge apenas o ouvido externo, nunca vibra no tímpano da alma. Em relação a estes ouvintes à beira do caminho, a palavra de Deus não tem efeito em todos, e aqui eles diferem dos restantes três classes: 
em um dos quais tem pelo menos uma momentânea efeito; 
na outra, ele tem uma imperfeita efeito; e 
no último um bom e produtivo resultado.

Mas nesta classe, é totalmente desprovida de benefício.

Uma vez que seus corações eram suscetíveis e concurso; uma vez que eles foram agitados com a história de amor e morte de um Salvador; ou tremiam das ameaças de um Deus que odeia o pecado.Donde, pois, essa mudança? De onde vem esta de pedra de coração, este endurecido alma esquecimento? Eles resistiram aos esforços do Espírito novo e de novo; eles reprimiram as convicções oft recorrentes de pecado; eles não procuraram compreender a verdade - eles têm até mesmo afetada para não acreditar nela; eles permitiram que outros e mundanos impressões de dominar suas mentes, e renderam às influências hostis do pecado, que, como pairando pássaros, esperaram para recuperar o atraso e arribar a semente tão rápido como ele caiu em seus corações! Este curso, persistiu em para uma série de anos, enquanto, ao mesmo tempo, todas as obrigações externas da vida, e todos os requisitos externos da religião, talvez tenham sido atendidos, conspirou para fazê-los-endurecido evangelho - e não articulados de amor divino pode despertá-los, não há trovões do Sinai quebrar sua indiferença.

A única característica proeminente aqui é negligência - um total desatenção à verdade, uma completanegligência dos meios de graça, um contínuo descuido sobre as suas almas, e um total leviandade sobre Deus, e Cristo, e do Espírito Santo. Tal processo inevitavelmente devasta o terreno do coração, bate-lo para baixo, ele endurece, e torna estéril de toda a vida espiritual.

De todos tristes espetáculos, este é um dos mais triste; para, combinado com um respeito aparente para o Evangelho, e uma moral alta enfraquecida, e uma dispensa honrosa dos deveres da vida - não há. . . 
uma resistência obstinada ao Espírito Santo; 
uma rejeição deliberada do bendito Salvador; 
um impenitência endurecido para Deus Todo-Poderoso; 
e para esses homens, embora eles possam florescer na terra - não está reservada a punição terrível e eterna de um Deus insultado!
 

Mas o nosso olhar indagando é novamente dirigido ao Salvador, e pedimos, "Senhor, quem são designados pelos STONY-terra ouvintes? " "Aquele que recebeu a semente que caiu em terreno pedregoso", ele responde, "é o homem que ouve a palavra e logo a recebe com alegria. Mas uma vez que ele tem nenhuma raiz , ele dura apenas um curto período de tempo. Quando o problema ou perseguição por causa da palavra, logo a abandona ".

Os vários evangelistas, durante a gravação da parábola, tem uma ligeira variação aqui: Mateus diz, "lugares rochosos," Mark ", solo pedregoso," Luke, "rocha". A idéia concebida para ser dada por cada um é, no entanto, uma ea mesma, ou seja, uma rocha com uma cobertura superficial de terra , apenas o suficiente para frutificar a semente, e dar-lhe uma germinação temporária, não o suficiente para permitir que ele profundidade de raiz e consequente permanência e frutas.

Só assim, há muitos corações que são, de fato, de pedra -, mas que são ainda revestidas de novo com uma fina camada de sensibilidades e emoções, apenas o suficiente de solo para iniciar a semente da palavra em vegetação - mas não o suficiente para dar-lhe profundidade de raiz ou perfeição de crescimento.

Uma grande multidão dos que freqüentam as ordenanças de graça têm naturezas delicadas e excitáveis.

Suas mentes são, em certa medida, interessados, 
as suas imaginações o prazer, 
as suas sensibilidades são tocados, e, 
às vezes, eles parecem fortemente afetado pela verdade.

Seus sentimentos estão todos acelerado em excitação, 
eles escutam com intenso interesse, 
lágrimas começam a seus olhos para a história do amor e da morte do Salvador, 
eles resolvem romper com os seus pecados, e convertei-vos, para abandonar seus companheiros maus, e unir-se com a Igreja. A semente do evangelho caiu sobre o solo fino, ele criou raízes - mas em pouco tempo alguns associam mirthful, alguns bobo da corte irreligiosa, algum esquema de prazer, ou algum plano de negócio - chama fora de suas mentes; ea semente que começou a germinar tão rapidamente para o bem - perece assim que o sol quente da perseguição é para cima, porque "ele não tem raiz . "

Grande parte da religião do mundo é o produto de mera emoção, influenciado por uma imaginação animado. É uma piedade surgindo do solo fino da moralidade , que se encontra no topo do coração do rock-like do homem.

Tais "ouvintes rochosas do solo" podem, por algum tempo, pareceu bem, especialmente se a semente tenha caído em alguma fenda da amabilidade. Mas vamos perseguições surgir, vamos atribulações varrem sobre a Igreja - e as suas hastes finas de graça são arrancadas, e se deitar murcho e destruídos.Or. . . 
deixe tal ser expostos apenas às perseguições menores de amigos ímpios e parentes, 
deixá-los ser ridicularizado e desprezado, 
deixá-los ser evitado e negligenciado, 
deixe as tribulações através do qual cada filho de Deus deve passar como ele viaja para o céu, veio sobre eles 
 - e "no momento do teste caem fora ", sendo em breve" ofendido "em uma religião que os expõe a tais ensaios. E, em vez de suportar as provocações dos homens - eles se atrevem as carrancas de Deus , e assim retornar ao mundo que uma vez prometeu renunciar!

Nos wayside ouvintes, a semente é pego pelo maligno. Mas nos rochosas do solo ouvintes, a semente se enraíza, brota, e é então murchas pelo sol escaldante. No primeiro caso, Satanás "caches o que lhe foi semeado, para que não creiam e sejam salvos." No outro caso, ele traz para suportar externa e internaensaios na sequência de uma recepção superficial da verdade, em comparação aqui para os raios escaldantes do sol, ou ao vento do deserto ardente, que começou a soprar quando o sol estava alto.Tinha a planta foi enraizado profundamente o suficiente - que o calor teria favorecido o seu crescimento e apressou o seu amadurecimento. Da mesma forma, essas tribulações teria promovido o crescimento na graça do verdadeiro cristão, e ele amadureceu para o céu. Mas, como o calor queima a lâmina que tem "nenhuma profundidade de terra" e surgiu em solo raso - de modo que os problemas e aflições que teria reforçado uma verdadeira fé - causar uma fé que era meramente temporária para falhar. Assim, não tendo nenhuma "raiz em si mesmo", ou para dentro de raiz, ele ", mas permanece por um tempo", "e no momento do teste cai fora."

Há grande ênfase nas palavras, "não tendo nenhuma raiz em si mesmo." Essas pessoas têm. . . 
convicções não profundamente enraizadas de pecado , 
senso não está profundamente enraizado na necessidade de um Salvador , 
não arraigadas resoluções do abandono das suas iniqüidades, 
a fé não profundamente enraizada no Senhor Jesus, 
não profundamente princípios de uma vida cristã enraizada. 
E onde estes elementos radicais estão faltando - não tudo vai estar solto, mudando, e superficial.

Somente aqueles que são arraigados e alicerçados em Cristo - cuja esperança, cuja fé, cujo amor, cuja alegria, como tantas raízes, golpear profundamente no solo do evangelho, e se entrelaçam ao redor do coração de Jesus, tirando daí a sua seiva da vida e da sua difusão através de todas as artérias da alma - pode suportar as tempestades da adversidade , o sol de perseguição - e assim perseverar até o fim.

Cuidado contra confiando a estas impressões superficiais; 
cuidado com esta superfície mera religião; 
cuidado com essas resoluções ligeiras e transitórias da reforma, que, como "a nuvem da manhã" e "o orvalho da madrugada," em breve desaparecerão.
 

Mas ouça! Cristo é descrever os espinhoso-terra ouvintes, e diz que eles são como "os que ouvem a Palavra, mas a preocupação desta vida eo engano das riquezas a sufocam, tornando-a infrutífera".

Aqui nós temos um bom solo e profundidade de solo - mas um solo em que já estão plantados os germes ou raízes do mal. Consequentemente, quando a semente da Palavra é semeada nele, ele brota de fato -, mas os espinhos brotam com ele e sufocá-lo, de modo que "fica infrutífera."

Isso se aplica aos membros nominais da Igreja: "Aqueles que não chegam a abandonar a sua profissão, e ainda vir curto de qualquer benefício de poupança por ele; o bem que eles ganham pela Palavra - é insensivelmente superados e subjugadas pelas coisas deste mundo ".

Este, então, é o retrato de um em cuja graça coração está lutando pela sobrevivência contra. . . 
os cuidados deste mundo, 
a sedução das riquezas 
e as ambições de outras coisas.

Os originais deste retrato podem ser encontrados em cada congregação domingo. Eles são pontuais em seu lugar habitual na casa de oração; eles manter uma aparência piedosa; a semente é recebido em seus corações, que leva raiz, ela brota-se - mas, infelizmente! lado a lado com a lâmina upshooting de graça - é a asfixia espinho-haste, puxando sua seiva da vida do mesmo solo, e pela sua mais rápida, o crescimento ranker, empobrecendo desse solo, à danificação das brotações concurso da boa semente .

Em vez de fazer uma pausa na primeira aparição desses espinhos, ea depena-los pela raiz; em vez de conceder uma criação cuidadosa sobre o solo, observando a semente do evangelho, e enraizando-se tudo o que iria sufocar seu crescimento - eles permitiram. . . 
as preocupações dos negócios, 
os planos de riqueza, 
os esquemas de ambição, 
o amor de feastings, festas, diversões, 
e os cuidados e ansiedades da vida - 
a crescer sem controle, até que eles. . . 
overtopped as plantas de graça, 
sugado para fora a força dos afetos, 
empobreceu a alma, e 
deixou a boa semente tornar-se sufocado, e "não dão fruto com perfeição."

Várias coisas são mencionados aqui como asfixia a obra da graça no coração:

1. Os cuidados deste mundo - ou seja, essas ansiedades febris, energias ativas, planos frutíferos, preocupações fretting, perplexidade objectivos, conectado com o fornecimento para as necessidades da nossa existência mundana. Tudo bem, que se baseia no pergunta: "Que havemos de comer, eo que havemos de beber, e com o que havemos de vestir?" Estes cuidados devem necessariamente ocupar uma grande parte do nosso tempo. Nossas necessidades físicas, nossas relações sociais, as nossas responsabilidades públicas - exigem atenção e muito sério. Desatenção para eles é pecaminoso, e viola diretamente os preceitos da Bíblia. A maldição está sobre a terra, ea testa do homem deve suar com o trabalho à força de uma subsistência precária. Tudo isso é concedido.

Mas porque estas funções de auto-sustentação e apoio familiar são tão importantes - vamos fazê-los primordial? Porque devemos viver nesta terra por pouco tempo, vamos adotar a máxima epicurista, "Vamos comer e beber - pois amanhã morreremos", e um centro de todos os interesses da vida em uma mera existência animal? É o corpo sozinho para envolver a atenção? Já nos objectivos não maior do que o centro em carne e osso?

Aqui, então, está o defeito nesta classe de ouvintes espinhosos-terra - eles não manter as coisas dotempo e sentido em subordinação aos espirituais e eternas coisas. Eles não consideram as necessidades da alma e seu cuidado, como o primeiro objeto a ser atendido - assistindo contra o que quer que invade-lo, ou é prejudicial aos seus interesses. Mas, pelo contrário, eles são tão cuidadosa dos interesses dos negócios e na vida diária - que vá até as brotações de graça em si, para que não interfira com sucesso em esquemas mundanos.

A verdadeira religião não irá impedir uma devida atenção aos legítimos de negócios e necessários cuidados da vida. E estes, por outro lado, nunca interferir, quando devidamente regulamentada, com o estrito cumprimento dos nossos deveres religiosos. No momento em que os cuidados da vida, sejam eles quais forem - 
multidão
 fora humilde, frequente, a oração sincera, ou 

fazer a leitura da Palavra de Deus de mau gosto, ou 
fazer os deveres e serviços da vida quotidiana cansativo do cristão 
 - que momento deve a homem tomar sua posição, e quer extirpar os espinhos , ou permitir que os espinhos a sufocam a alma!

2. Outro inimigo da vida cristã é encontrada em "sedução das riquezas e os desejos de outras coisas, entrando e sufocando a Palavra, tornando-a infrutífera." A sedução das riquezas prepara o caminho para toda uma comitiva de alma-estrangulamento cobiça! Observe-se, aqui, não é riquezas - mas a sedução das riquezas. Riches em si são um presente de Deus - são valiosos em seu uso legítimo;mas tornam-se enganosa quando nós. . . 
colocar a nossa confiança neles, 
descansar nossa felicidade neles, 
confiamos nossas esperanças para eles, e 
considerá-los como o principal bem de nossa existência.

"Aqueles que seria rico", diz Paulo, "caem em tentação e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na ruína e na perdição!" Como sinceramente que devemos dar atenção a um aviso tão solene e tão decepcionante como este!

Que as riquezas são enganosos, todos nós sabemos. Eles prometem muito conforto - mas o que tem amaior parte do dinheiro tem o menos diversão dele.

Eles não podem curar a doença; 
eles não podem afastar os males; 
eles não podem restaurar a mente desequilibrada; 
eles não podem curar rixas familiares; 
eles não podem dar paz à consciência sobrecarregados; 
eles não podem comprar uma entrada para o céu.

Eles tomam para si asas e voar para longe: 
a tempestade desperdiça-los, 
o fogo queima-los, 
o mar destrói-los! 
Eles são o seu hoje - amanhã você pode, mas embreagem na sua sombra.

No entanto, embora todos nós parecer favorável a estas verdades em nossas mentes - o grande objetivoda maioria é para ficar rico! E quando esse desejo se apodera da alma, como a vara de Arão, que engole todos os outros objectivos, e se torna a paixão dominante! Em seguida, o trabalho é obter dinheiro; em seguida, é ouvido o grito de cavalo-sanguessuga da avareza, "Give! dar!" Em seguida, estão as simpatias para os pobres, e as sensibilidades à tristeza, filé - para que o ouro deve escorrer para fora através desses canais de encargos. Então é Mamom erguido em um ídolo, e adoraram com mais de devoção Oriental. Em seguida, é o homem consagrado a lucre, "torpe ganância;" e ele leva mais prazer na companhia de de Bunyan Mr. Muck-ancinho , falando dos ganhos e pechinchas - do que em associação com o piedoso, comungando sobre Deus eo Céu.

"É mais fácil", diz Cristo, "um camelo passar pelo buraco de uma agulha - do que para um homem rico entrar no reino de Deus." É uma coisa terrível quando o desejo de riqueza obtém progressos na alma.Deve ser estritamente observava - e imediatamente verificados: para se nós não orientar a nossa riqueza em canais de benevolência, e batizar-lo para Cristo e Sua Igreja - que vai nos levar em esterilidade espiritual, e arruinar as nossas almas imortais!

Especialmente nestes dias, este aviso é necessário. O grande aumento dos metais preciosos pelas descobertas na Austrália e na Califórnia; os desdobramentos notáveis ​​da riqueza mercantil e comercial através das muitas novas vias de comércio e do uso da máquina a vapor; o rápido desenvolvimento dos recursos agrícolas e industriais de nosso país com a construção de estradas de ferro, canais, telégrafos; o estímulo maravilhoso comunicada a todos os ramos de comércio e todas as atividades dos homens, pelas invenções e ciência e energia do presente século - tiveram, em alguns aspectos, muito triste influência moral , e têm feito muito para manter a Igreja na um estado comparativamente letárgico.

Tudo, agora, é emoção e depressa! Os métodos de longa data do comércio encontram-se muito lento e silencioso; operações arrojado, esquemas corajosas, aventuras perigosas - são abundantes em todos os lados. O jogo do negócio é profundamente, e muito raramente de forma justa, jogado. Os homens jovens são induziu em cursos que, há alguns anos atrás, teria sido denunciados com horror. Clerks são ensinados os truques do comércio e os artifícios de decoying, a completa destruição das suas sensibilidades morais. E decorre esta, são hábitos de despesas supérfluas, de dissipação, da desonestidade, da especulação erupção, de ruína.

Na vida social, esta sedução das riquezas manifesta-se em pessoal e doméstico de exibição, em. . . 
construção de moradias sumptuosas, 
provendo-os com lindos móveis, 
dando bolas de luxo e festas, 
vestindo-se em roupas caras, 
com o objetivo de deslumbrar e ofuscar as elegantes rega-lugares, 
uma afetação de maneiras cultivadas, sustentados por um punhado de viagens ao exterior, pegou a partir de Murray Guia de Livros, durante a turnê 'um período de três meses na Europa.

Essas coisas são cruéis espinhos , crescendo no coração - sufocando as plantas da graça divina! O homem que cede à sua influência em tudo, logo se torna totalmente absorvido. Há tanta coisa de rivalidade, de empurrões, tanto para excitar e estimular o esforço - que um curso de extravagância sociais, uma vez que entrou em cima, avança com uma velocidade cada vez mais acelerado, até que a maioria são desembarcadas em falência e desgraça!

Nem é este grande mal limitados ao que são denominadas as classes mais altas . As classes da sociedade inferior são sempre se esforçando para subir para cima; e eles trabalham até as rodadas da escada social, considerando que nenhuma posição sobre isso além de seu alcance, e pronto para fazer qualquer sacrifício para alcançar seu desejo. Daí eles imitar os costumes e hábitos dos ricos, procuram seguir um curso que irá recomendar-los ao seu conhecimento, e todo o fardo de sua labuta diária é garantir uma posição em círculos da moda!

É possível, com processos como estes que vão na alma - para que a semente dê fruto? O que a religião de Cristo a ver com tais cenas de luxo, prodigalidade, e sociabilidade sem coração? O que tem o Espírito de Deus para fazer com o lutando depois de posto e nome e riqueza que assim ocupam o coração?

Há tanto incompatibilidade entre mundanismo espiritualidade - como entre o fogo ea água. É preciso, necessariamente, destruir o outro. Isso não é verdade nova, embora tempos atuais aplicá-la com nova ênfase. Há muito tempo o pesquisador dos corações declarou: 
"Vocês não podem servir a Deus ea Mamom." 
"Quem será o amigo do mundo - é o inimigo de Deus". 
"Quem não é comigo - é contra mim." 
"Ele que não leva a sua cruz e me segue, não pode ser meu discípulo. " 
"Buscai primeiro o reino de Deus ea sua justiça. "

Você deve, portanto, tomar sua posição nesta matéria. Se você preferir que seu coração deve trazerespinhos - que sirvam exclusivamente para a queima de Hell - rendimento para as influências do mundo, e eles vão surgir com grau exuberância, e cobrir a sua natureza moral com as silvas da iniqüidade!

Vá em frente e desfrutar dos prazeres do pecado! Diga para a sua alma, "Leve o seu facilidade - comer, beber e ser feliz" Encerre a janela de seu coração que olha para fora sobre a eternidade, e cortina ela volta com a tapeçaria pintada de presentes delícias. E, em seguida, estrangulando consciência e razão ludíbrio, persuadir-vos que tudo está bem para o tempo e para a eternidade. Lull-se com estes opiáceosdo enganador - até a morte deve quebrar o feitiço, e você acordar - um espírito perdido em meio a chamas eternas!

Se esses resultados inevitáveis ​​para tal curso, tendo demasiado medo para você risco - em seguida, em nome de Cristo, e no poder do Espírito Santo, e através do dado graça de Deus Todo-Poderoso - definir sobre o trabalho de arrancar-se estes espinhos, e de cultivar essas brotação da semente verdadeira.Morada vos a vigilância e oração, e auto-exame, e da cultura cuidado das vossas almas. E, desconfiando de sua própria força, contar apenas com a ajuda divina, para que você possa trabalho com unrelaxing diligência e vigilância que não dorme no esforço de "trabalhar a vossa salvação com temor e tremor - porque Deus é o que opera em vós, tanto para e vai fazer a sua boa vontade ".

Sob estas três classes, ou seja, as do lado da via , os ouvintes solo pedregoso ouvintes, os espinhosos-terra ouvintes - podem ser classificados todos os que sentam-se sob o ministério do evangelho, que ainda estão fora de Cristo.

E aqui observar que o fracasso em cada um destes casos para darem fruto, não era qualquer defeito nasemente semeada, nem no semeador que espalhou-lo, nem no sol e chuva e orvalho que visitou todos iguais. A dificuldade não era tanto fora o homem - como dentro dele. Em um caso - não havia nenhum poder receptivo; em outro - não havia profundidade do solo; e no terceiro - não havia pré-ocupação do solo pelo posto e espinhos asfixia. Ruína do homem é em todos os casos de auto-produzido - ea consciência disto, será um dos elementos mais terríveis de sua condenação eterna.
 

Mas mais uma vez olhar para o nosso professor Divino, e dizer: "Diga-nos, Senhor, nós vos rogamos, que são as áreas de jogo BOAS ouvintes? " E Ele responde com essas palavras aplaudindo, que são aqueles que, "ouvir o palavra e compreendê-lo. Eles produz uma colheita, rendendo cem, sessenta ou trinta vezes o que foi semeado. "

Embora as Escrituras declarar positivamente que "não há ninguém que faça o bem - não há sequer um", ainda há aqueles que, falando à maneira dos homens, que pode ser dito ter "um coração honesto e bom." Ou seja, eles recebem a verdade sem questionamentos nem contendas; eles não torcer e cavil na palavra; eles tratá-lo honestamente, e agir sobre ela com sinceridade simplória, e um desejo de lucro.

Essas pessoas, quando ouvem a palavra, dar-lhe a sua atenção, e, portanto, a aplicação de seus corações à sabedoria, "entender", reconhecê-lo como palavra de Deus, e abraçá-lo como adequado às suas necessidades - assim formando um contraste com o esquecimento ouvintes, que não compreenderam a palavra do Reino e, consequentemente, não acredito nisso. Mas esta compreensão da verdade só pode resultar do ensino do Espírito ; porque "o homem natural", diz Paulo, "não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente." O fato, portanto, de sua compreensão da palavra - prova que o Espírito Santo tem estado a trabalhar em seus corações, tornando-os receptivos da verdade, e iluminando suas mentes, tornando-os a compreender a verdade.

A espiritualidade deste trabalho é ainda mais evidenciada pela marca adicional mencionada por nosso Senhor, que tal "tendo ouvido a palavra, mantê-lo"; não permitir que Satanás "pegá-lo fora", como os pássaros pegou a semente caiu à beira do caminho em cima -, mas "mantê-lo" em suas memórias , ponderando-o em cuidado, meditação orante; "Mantê-lo" em seus corações , como o conselheiro e guia de suas vidas; escondê-lo lá, que eles não podem pecar contra Deus.

Há muita força na palavra aqui traduzida como "mantê-lo." Isso significa que, para ocupar, para habitar, e no uso clássico é aplicado aos "deuses tutelares", que tiveram um lugar de permanência em cada agregado familiar, e como, entre as nações, sem família ou indivíduo foi considerado seguro sem a tutela do um ou mais desses deuses tutelares de habitação em suas salas ou quartos - por isso não deve Christian sentir-se a salvo das más influências de seu grande adversário, sem ter a semente da palavra ocupar e habitar em sua alma; não ser um visitante ocasional, não um inquilino temporário - mas permanentemente permanente lá em plena posse, sem serem incomodados.

Nosso caráter cristão não depende tanto de nossa audiência a palavra - como em nosso mantendo a palavra. Não vai nos beneficiar de tê-lo passar através da mente - deve morar lá. Deve ser mantido lá com um guarda ciumento e um escrupuloso cuidado, como o maior tesouro confiado às nossas mãos.

O resultado necessário dessa habitação do "boa semente" na "boa terra" é, que será produtivo . Mas a semente não vai frutificar igualmente em todos, nem os solos produzir uma quantidade semelhante de colheita. Há circunstâncias de. . . 
a educação precoce, 
disposição natural, 
posição social, 
temperamento mental, 
relações comerciais, 
idiossincrasias do personagem, 
vantagens intelectuais - 
que são cada vez que operam sobre o solo do coração , aumentando ou diminuindo sua fertilidade.Consequentemente alguns trazer trinta, a sessenta, algumas centenas de vezes o que foi semeado.

A nossa própria experiência atesta a veracidade desta. Vemos uma fértil cristã nas graças do Espírito, abundante em frutas, alegres na esperança. E vemos o outro, que se manifesta, mas pouco aumento, produzindo mas pequenos resultados. Mas em todos os casos, há algum aumento. A produção de frutosé a condição absoluta e exigência da vida cristã. Isso por si só evidências que temos recebido a semente, que temos mantido a semente, e que o solo é bom. E enquanto o rácio de aumento é variável - o próprio aumento é o expoente necessário de vitalidade Christian.

Esta fruta manifesta -se de duas maneiras: 
Primeiro, em um crescimento na graça, em que nossos corações se tornam mais e mais conformes à imagem do Filho amado de Deus, através da habitação do Espírito Santo. 
E em segundo lugar, ao aumentar os esforços para a extensão do o reino do Redentor.

Mas esta interior e exterior da alma do trabalho são entrelaçados de modo que eles não podem ser separados. Onde há um crescimento da santidade no coração - há sempre encontrado o amor mais profundo por Cristo; e onde o que existe - não necessariamente nasce um amor pelas almas por quem Cristo morreu, e um desejo de trabalhar para e com Cristo, por isso trazer os homens à verdade, como que o nosso bendito Salvador "verá o fruto do trabalho de Sua alma, e ficará satisfeito. "

Mas este fruto, diz nosso Senhor, é trazido "pela perseverança." Perseverança é aquela graça que capacita a pessoa a suportar aflições, calamidades, e oposições - com constância e serenidade da mente, e com humilde submissão a Deus Todo-Poderoso. É um elemento essencial do caráter cristão, e como tal é muito insistiu na pelos Apóstolos João e Tiago e Pedro, e São Paulo, bem como pelo próprio Cristo.

Falta de perseverança é a marca de uma desequilibrada mente e uncurbed vontade . É um traço perigoso, mesmo em caráter mundano, porque leva a erupção cutânea e medidas precipitadas, e produz um espírito chafed e irritada. Muito mais, então deve ser adverso à piedade de coração, e de todos os esforços produtivos na causa de Cristo. Com o que a verdade pode o apóstolo dizer a nós como aos Hebreus: "Você precisa de perseverança!" E com que seriedade que ele iria repetir para nós, o que ele pediu sobre eles, "correr com perseverança a carreira que você!" Pois, a menos que perseverar com firmeza inabalável, suportando pacientemente o opróbrio e oposição do mundo, resultante, mesmo com mente e vontade submissa, as dificuldades que se encontram diante de nós - 
não podemos dar fruto, 
não podemos glorificar a Deus, 
não podemos garantir "o prêmio da soberana vocação em Cristo Jesus. "

Ao reunir-se em algumas reflexões finais os ensinamentos desta parábola, nós observação: 
em primeiro lugar, que é pessoalmente responsável por cada partícula da semente da palavra semeada em nossos corações; 
em segundo lugar, que nenhum ouvinte "esquecimento" pode ser salvo; 
em terceiro lugar, que nenhum ouvinte "pedregoso terreno" podem ser salvos; 
em quarto lugar, que nenhum ouvinte "espinhoso-terra" pode ser salvo; 
e, por último, que a única ouvinte produtores de fruta pode entrar no reino dos Céus.

Leitor! Em qual classe é você?

 fonte   William Bacon Stevens, 1857