Translate this Page

Rating: 3.0/5 (914 votos)



ONLINE
4




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter


parabolas de Jesus figueira esteril
parabolas de Jesus figueira esteril

figueira esteril


 

Lucas 13: 6-9
"Um homem tinha uma figueira plantada na sua vinha, e ele foi procurar fruto nela, mas não encontrou qualquer Então ele disse ao homem que cuidava da vinha: 'Para. três anos tenho vindo a procurar fruto nesta figueira e não encontrei nenhum. Corte-o para baixo! Por que ele deve usar-se o solo? ' 
"" Sir ", respondeu o homem," deixá-lo sozinho para mais de um ano, e eu vou cavar em torno dele e fertilizá-lo. Se der fruto no ano que vem, muito bem! Se não, então cortá-la. "


Este, como vários outros de parábolas do nosso Senhor, tem um significado duplo: 
um imediato, pertencentes aos judeus; 
um ulterior, referindo-se a toda a hora.

Refere-se principalmente à nação de Israel como um povo a quem Deus tinha escolhido para ser "Seu povo", a quem ele havia assiduamente cultivados por misericórdias especiais e longas-continuou, e de quem era muito natural que ele deve esperar fruta em alguma medida responsável perante a bênção etrabalho agraciado.

Eles provaram, no entanto, estéril e infrutífera; e quando Ele parecia que eles deveriam ter dado frutos, Ele não encontrou nada, mas a esterilidade mais agravada! Em conseqüência disto, eles foram cortadas como "uma figueira estéril;" arrancada de sua casa antiga, e dispersos, como folhas de outono, por todo vento debaixo do firmamento dos céus.

Em um sentido mais alargada, esta parábola, evidentemente, refere-se aos professores infrutuosas da religião de Cristo , ou para aqueles que estão desprovidos de todos os frutos de justiça, sob as influências e dentro do recinto da vinha Evangelho.

Os professores de religião de Cristo são enfaticamente "plantadas na vinha do Senhor", a Igreja; para baixo a figura de um vinhedo, a Bíblia representa tanto o Antigo eo Novo Testamento Igreja. Neste vinha espiritual que eles têm melhor solo, melhor atendimento, melhor protecção, que no mundo exterior.

Há o Evangelho é totalmente preguei; 
há os sacramentos são devidamente ministrado; 
lá o orvalho do Espírito mais certamente descer; 
há o início ea chuva depois de reviver graça cai; 
lá o Sol da Justiça brilha com esplendor full-Orbed, eo ventos do golpe Espírito, e os jardineiros de Deus de trabalho, para trazer as árvores da sua plantação até à maturidade e fecundidade.

Tudo o que é necessário para enriquecer o solo, tem sido abundantemente derramado, para que quando encontramos qualquer nele que és estéril, sabemos que não é culpa do solo, ou do sol, ou da chuva, ou do jardineiro - mas da própria árvore - é sapless, sem graça. E um professor de religião, cujo coração é desprovido de vitalidade espiritual, e em quem não há pulsações de uma vida piedosa, pode fruta não mais urso que uma árvore plantada no solo mais rico, e tendiam pelo cuidado mais próximo, que ainda não foi sem seiva, nenhum sangue vegetal vitalizante seu tronco, e que circula por todos os seus ramos.O único caso é tão impossível quanto o outro.

O que Cristo busca, e que Ele tem o direito de esperar de todas as árvores de Sua vinha - é fruto, bons frutos; não as folhas de profissão única, que caem com as geadas de tempo; não as flores da promessameramente, que cair fora antes que eles venham até o vencimento; mas "fit fruta para o arrependimento", "fruto para a santificação", "fruto para a vida eterna."

Que existem professores infrutuosas , é evidente para todos os que olhar para a condição da Igreja visível. Nós os vemos que ocupam a mesma posição por ano ano - mas nunca descobrir quaisquer frutos de justiça. Suas vidas não dão nenhuma evidência de piedade; eles são de fato externamente moral ereligioso , decente em todas as exterioridades da dever cristão - mas há uma evidente falta de graça interior . Você descobre. . . 
não ardente amor por Cristo; 
não acender-se de alma sob a pregação da verdade divina, 
não quente fora springings de coração para companheiros cristãos; 
não liberalidade generoso na causa de Jesus; 
não toma prazer em falar sobre o Salvador; 
nenhum prazer em oração privada ou meditação; 
nenhum desejo após uma maior conformidade com a semelhança divina, 
e há fortes cryings de alma depois de mais fé, mais amor, mais graça, mais consagração do espírito.

Onde nós marcamos a ausência dessas coisas - temos evidência incontestável de um professor infrutífera, uma figueira estéril.

Mas, dando à parábola um escopo mais amplo, ainda podemos dizer que todos os que vivem em terras do Evangelho, e dentro do som do sino curso igreja, são, em certo sentido, plantada na vinha do Senhor, em contraste com os que habitam em terras pagãs, onde o Evangelho do Filho de Deus não foi proclamada. Todos aqueles que vivem em países cristãos, e ao alcance dos meios da graça, mesmo que eles não recorrer a ele - habitar, por assim dizer, sob "os excrementos do Santuário", e participar mais ou menos de sua influência .

A influência da Bíblia, 
a influência da Igreja, 
a influência das instituições cristãs, 
a influência de uma prima santificado, 
a influência das vidas piedosas de cristãos individuais 
 - têm um poder totalmente moldagem efeito sobre a sociedade. Estas influências combinadas, forma e forma, em grande medida os pontos de vista e opiniões das pessoas; e restringir, modificar e governar até mesmo aqueles que têm vergonha de reconhecer o seu poder. Nay, até mesmo o cético, o licencioso, o profano, o infiel raivoso, negá-lo como eles podem - estão sob sua influência potente, e são mantidos de cometer as atrocidades brutas que sua moral brutais permitam - pelo poder de intimidar princípio cristão . É uma coisa abençoada para ser conectado por quaisquer ligações com o povo de Deus, para os fluxos de misericórdia que fluam para eles, e as correntes de influência divina que fluem a partir deles - fazem grandes bandas de verdura em cada lado das suas fronteiras.

A partir de cada um a quem Deus concedeu esses inúmeros favores, o Senhor da vinha espera e procura por frutas . Foi para nos tornar frutífera - que Ele nos cercaram com esses privilégios e bênçãos, e nós somos culpados de grande ingratidão se nós nos permitimos ser estéril; para se produzir nenhum fruto da justiça depois de tanto foi feito - a culpa é toda nossa.

No entanto, no meio da preocupação do Senhor da vinha para obter frutos, Ele manifesta a maior paciência. "Durante três anos, agora eu tenho vindo a procurar fruto nesta figueira e não encontrei nenhum! " o que implica que Ele havia dado tempo suficiente para que ela se manifeste a sua fecundidade se ele tinha alguma - dias, meses, anos se passaram, e ainda não frutas aparece.

Ele não, na primeira indicação de esterilidade, cortou-nos para baixo. Não existe um procedimento apressado com o nosso Senhor - Ele é longânimo e cheio de paciência, esperando para ser gracioso.Homens agir com pressa quente, e repelir lesões com prompt de castigo; mas Deus surge a decisão só depois de longa espera, e quando as aberturas de misericórdia foram signally desconsiderada.

Belamente tem o salmista ilustrou este, onde, falando da perversidade dos filhos de Israel, e longanimidade de Deus para com eles, diz ele, "No entanto, Ele foi misericordioso;. Ele perdoou suas iniqüidades e não destruí-los Vez após vez Conteve sua raiva e não acendeu sua ira cheia. "

Assim, ele está agora. Você talvez tenha vindo a receber bênçãos e misericórdias de sua mocidade, e muitos uma flor de esperança tem aplaudido o olho de ver amigos. Você foi regado e nutrido como plantas tenras na herança de nosso Senhor, e muitos um broto da promessa indicou o início da vida espiritual. No entanto, masculinidade, e meados de vida, e velhice foram atingidos, enquanto que, por enquanto, nenhuma fruta aparece. Durante todo esse tempo, Cristo esperou para ser gracioso. Ele ficou olhando para você com piedade, chamando para você no amor, tornando o solo fértil em torno de você com as ricas bênçãos do Evangelho - mas a esterilidade não é removido - o fruto não aparece. Quando os anjos pecaram, não houve paciência e tolerância para com eles exibiram; sua punição acompanhou de perto, em cima do seu pecado, para tal rebelião high-handed exigida justiça highhanded.

Mas Ele não tratou assim com a gente. Sua postura sempre foi a de um Deus à espera de ser gracioso."A paciência de Deus", diz Peter, "esperava nos dias de Noé, enquanto a arca estava sendo construída, mesmo 120 anos"; e toda a história dos judeus é um registro da misericórdia de Deus tolerante. Nos dias de Moisés, o Senhor perguntou: "Até quando sofrerei esta má congregação, que murmura contra mim?"Centenas de anos depois, Neemias exclama: "Muitos anos se você abster-los." E mais tarde ainda, o Profeta Jeremias acrescenta: "O Senhor não podia suportar, por causa da maldade das suas ações." O Novo Testamento apresenta o mesmo aspecto da bondade divina. "Deus resiste", diz Paulo, "com muita paciência os vasos da ira, preparados para a destruição!" E Pedro declara que o Senhor é paciente conosco, não querendo que nenhum pereça - mas que todos cheguem ao arrependimento.

Assim, ele está agora. Deus espera pacientemente sobre os pecadores, para ser gracioso. Ele gentilmente está à porta de seus corações que batem para a entrada, e lá você tê-lo mantido até que Ele diz: "Minha cabeça está cheia de orvalho, os meus cabelos das gotas da noite." Mas misericórdias tendo falhado, a paciência não ser mais uma virtude - Deus agora vem a alguma determinação: "Durante três anos, agora eu tenho vindo a procurar frutas .! nesta figueira e não encontrei qualquer Cortá-la para baixo Por que deveria ele usa o solo? "

Há duas razões por que Deus deve reduzir a figueira estéril: 
1. a sua própria inutilidade, e 
2. seu uso até o solo que poderia ser melhor ocupado.

Era inútil em si , e fez o chão sem valor em que estava. O homem espiritualmente infrutífero, seja ele professor de religião ou não, é inútil em si mesmo , e ocupa o quarto na vinha com a sua presença.Porque, assim como não há meio termo da acção, todos os que não estão fazendo o bem moral, estão fazendo dano moral; de acordo com o impressionante palavras de Cristo: "Quem não é comigo - é contra mim."

A vida é desperdiçada para ele, que traz não há fruto de justiça. Pode ser cheia com o que o mundo estima nobres e atos generosos; pode teem com os frutos de honra e fama; a vida de um homem pode suscitar elogios, e os seus elogios morte, enquanto o seu nome pode ser dado a aplaudir história. No entanto, se ele foi labutando para as glórias do tempo sozinho; se ele se concentrasse suas energias sobre a constante mudança presente; se ele não fez nenhuma provisão para a sua alma, e garantiu há paz com Deus através de Jesus Cristo - então ele é uma figueira estéril, inútil em um cumberer vinha moral de Deus.

O teste de utilidade espiritual consiste em fazer obras que devem sobreviver as coisas do tempo e sentido. A região de tais trabalhos é a alma - os superiores interesses e eternas de nosso ser. Aqui, é onde a fecundidade deve ser visto. Temos de fazer obras que viverão após a trombeta do Arcanjo soará;ações que a consciência pode aprovar na hora da morte - atos que Cristo pode aplaudir no dia do julgamento - atos que serão lembrados com prazer por toda a eternidade.

Não será solicitado no último dia, se você construir uma cidade, ou erigir um reino, ou liderar um exército para a vitória? Mas você produzirá frutos de justiça, que você cultivar as graças do Espírito, você fez as obras humildes de um filho de Deus. Você já trabalhou para estender o reino de Cristo, e ganhar almas para Seu cetro? E se você tem, apesar de pobres em bens deste mundo, e desprezados pelos nobres deste mundo - você deve provar a si mesmo para ser uma árvore de plantio de Deus, que em breve será transplantado para o Paraíso acima!

Não são apenas as vidas dos homens não convertidos inúteis no que diz respeito as suas almas, eles também são desperdiçadores de chão. Suas vidas e sua influência provar um obstáculo ao Evangelho.Eles se opõem a seu progresso em seus próprios corações, e jogar todo o peso da sua autoridade e exemplo em cima do lado do mundo, a carne eo diabo. Todo homem não renovada virtualmente e publicamente declara que ele se opõe à religião de Jesus Cristo; que ele não tem confiança nas ordenanças da Igreja, nenhuma crença na revelação de Deus. Este, repetimos, é a declaração virtual de cada homem não renovada; é a língua da sua vida diária . Isto pode parecer julgamento severo - mas é verdade Bíblia só planície.

Suponha que um indivíduo deve apresentar-se diante de ti, e mostrar-lhe títulos de domínio devidamente elaborados e devidamente autenticados, que eram para colocá-lo na posse de uma grande propriedade ainda distante. Você ouvir a sua história, ler as escrituras, examine os selos; se agora de prosseguir sem mais, e tomar quaisquer medidas para garantir essa propriedade - mas, pelo contrário afastar-se todo o assunto - você diz tão fortemente como acções podem dizer que você não acredita que o relatório do mensageiro, e que você desacreditar seus títulos fingiam; e por sua negligência dele, você praticamente desmentir tudo o que ele disse e lhe mostrei. Este seria o julgamento de toda mente imparcial.

Aplique esta à religião cristã. O embaixador de Cristo chega até você com a Palavra de Deus. Ele aponta nele os títulos de propriedade de uma herança reservada nos céus para vós; ele mostra os meios para prendê-lo; ele se oferece para conduzir você através dos processos necessários para alcançá-lo; ele promete solenemente a veracidade de Deus para a sua verdade; e estabelece a genuinidade e autenticidade de sua mensagem por provas de que não pode ser derrubado. Se agora você virar as costas para Cristo, e se recusam a acreditar em seu nome - você praticamente declarar a sua descrença na coisa toda. Ou se, professando a acreditar que com os seus lábios, você adiar a obra da salvação para um dia futuro, você de fato dizer, eu não acredito que Deus vai ser tão rigorosas como ele diz que vai;Vou tentar Sua paciência um pouco mais; e que o Espírito Santo diz: " Agora é o tempo aceitável, eis que agora é o dia da salvação ", mas eu vou correr o risco de adiar o arrependimento para com Deus e fé no Senhor Jesus Cristo, porque Ele sabe que eu pretendo alguns vez ou outra para se tornar um cristão, e Ele não vai, portanto, me derruba como um cumberer do solo.

Nesta ilusão, muitos pecadores passar meses e anos, até que sejam "de repente destruído, sem que haja remédio!" Nós somos muito propensos a esquecer que há um tempo para além do qual o Espírito de Deus não vai se esforçar - há uma linha de fronteira sobre a qual a misericórdia nunca mais passos.

No momento em que a paciência de Deus parece ter fim, um intercessor aparece. Cristo vem na vista, e implora por "um ano" mais de liberdade condicional. "Deixe-a este ano também - e, se der fruto, bem; se não, depois que você deve cortá-la!" Ele não rezar para que ele nunca deve ser cortado para baixo - mas não agora. Todo pecador é neste momento sob a condenação da morte eterna; ea razão pela qual ele não é executado é, que Cristo nos pede: "Deixe-o a este ano!"

Isso, no entanto, é um alívio , não um perdão - um alívio para um curto período de tempo - ainda tempo suficiente para fazer julgamento completo. Durante este indulto Deus está lhe dando a cultura e preparo necessário fecundidade: o meio de graça, o Salvador sangrando, o Espírito luta, as ordenanças da Igreja.

Sua posição é de extremo perigo, e de extrema solicitude. De perigo , porque o tempo é curto - o istmo de estágio entre a terra da esperança e do mundo de desespero é muito estreita, e os seus pés ficar em lugares escorregadios. De solicitude , porque em cima de seus resolvida este ano, pode depender do destino de sua alma para sempre.

Se, através das influências renovadoras do Espírito Santo, buscaram e receberam como dom gratuito de Deus, que se torna uma "árvore da justiça", e "produz fruto." - Então é bem 
"Bem" na vida, 
"bem" na hora da morte, 
"bem" no dia do julgamento, 
"bem" por toda a eternidade!

Se não, então, depois que a liberdade condicional terminou, ele deve ser "cortadas" como um "cumberer da terra." E uma coisa terrível será para ser "cortada", depois de ter sido plantada pelo batismo na vinha, depois de ter tido anos de cultura espiritual sob Evangelho vinhateiros, e especialmente depois de ter sido poupado ainda mais em terreno de estágio, através de a intercessão do próprio Cristo como o Senhor da vinha; para a culpa de desobedecer aos mandamentos de Deus, e de desprezar os preceitos da Igreja - não é superadded o desprezo do Senhor Jesus, sob circunstâncias do desprezo mais deliberada, o que não pode deixar de despertar a ira do Todo-Poderoso.

Para todas essas saudamos a declaração de Paulo aos Hebreus: "Quanto mais severamente que você acha que um homem merece ser punido quem tem pisado o Filho de Deus sob os pés, e que insultou o Espírito da graça? É um terrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo! "

fonte William Bacon Stevens, 1857   

www.avivamentonosul.blogspot.com