Translate this Page

Rating: 3.0/5 (890 votos)



ONLINE
7




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter


Apologética cuidado com as seitas
Apologética cuidado com as seitas

                              A Bíblia e o Espírito Santo na Apologética

Defesa da fé só se faz com a Bíblia e com a ajuda do Consolador

 

O ponto de partida para uma apologética sadia é o estudo sistemático das Escrituras. De pouco adianta dominar técnicas de argumentação e de raciocínio lógico se você não tiver conhecimento bíblico suficiente para embasar a sua crença.Infelizmente, muitos que se dizem defensores do evangelho acabam invertendo esses fatores, colocando a técnica na frente do conhecimento bíblico; o que resulta numa apologética espiritualmente deficiente, narcisista e absolutamente racionalista.

Apologética sem Bíblia é o mesmo que Cristianismo sem Cristo. Rende boas discussões, mas não acrescenta nada ao Reino de Deus. Aqueles que se enveredam por esse caminho perdem o foco principal do que seja batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos (Jd. v. 3) e com isso partem para ataques pessoais e discussões inócuas.

A Bíblia é o manual por excelência da defesa da fé. Nela estão arraigados os fundamentos da nossa crença e os motivos da esperança que temos em Cristo Jesus.
Uma resposta contundente do Cristianismo tem início no estudo continuo da Palavra do Senhor, afinal “toda escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra (2 Timóteo 3:16-17), por isso a necessidade do desenvolvimento de uma vida de constante investigação da Palavra.

Outro ponto que não pode jamais ser desprezado na apologética refere-se à necessidade de dependência e auxilio do Espírito Santo de Deus. É ele quem convence o homem do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16.8). Uma defesa da fé sem a ajuda do Consolador até pode ser bonita, bem desenvolvida e inteligível, contudo, não terá o poder do evangelho para a conversão do ouvinte.D. L. Moody escreveu em certa ocasião que “a proclamação do evangelho não pode estar divorciada do Espírito Santo. A menos que Ele dê poder à palavra, infrutíferas serão nossas tentativas em pregá-la. A eloqüência humana – ou a persuasão da linguagem – não passam de mera aparência exterior de um morto, se o Espírito vivo não estiver presente. O profeta pode pregar aos ossos no vale, mas tem de haver o sopro do céu para que tornem a viver”.

Apologética sem o Espírito Santo convence a mente. Apologética com o Espírito Santo converte a alma. Isso porque, a conversão de uma pessoa ao Senhorio de Cristo não depende somente de conhecimento, mas também de vontade. Podemos apresentar todas as respostas plausíveis para um questionador do evangelho, demonstrando a lógica do Cristianismo e a plausibilidade da existência de Deus, sem que ele mude sua forma de pensar. Por essa razão, o Consolador deve ser partícipe da tarefa de defesa do evangelho, afinal, como escreveu Ravi Zacharias “a tarefa da apologética é, com a ajuda de Deus, auxiliar o questionador a enxergar seu próprio coração com a raiz do problema e pedir ao Espírito Santo que o convença do pecado, pois é isso o que realmente representa. Uma vez que essa conversão surja e o coração seja visto pelo que ele é, a cruz manterá a sua magnificência como fonte do perdão”. 

Jesus em mateus 13 ,falou -nos acerca do joio no meio do trigo (mt 13.25),ensinando acerca da influencia que o joio exerce no reino de DEUS(mt13.29),porem seu fim será no lago do fogo(mt13.30).O joio tornou-se nessa grande confusão de seitas que usam a BIBLIApara desviar o povo da verdade e o crente desavisado para essa influencia maliga 2jov.7,10). 

 

1°)Atravez dos falsos mestres

No desejo de enganar o homem,satanas tem estimulado o surgimento de falsos mestres ,o que já havia sido predito pelos apóstolos (atos 20.29,30 2pd2.1).isto ele faz para restringir o crescimento do reino de DEUS,ensinando doutrinas erradas para confundir os incautos  (2cor 11.13).Somente impunhando a armadura de DEUS,conseguiremos vence-los (EF 6.14-17).

 

)Atravez   das falsas doutrinas

As sitas distinguem pelas falsas doutrinas ,que tão ardosamente ensinam (col 2.8).As falsas doutrinas vão contra as verdades biblicas(jdv.4)e escarnecem da palavra de DEUS(judasv.17-18),pois são oriundas de supostas revelações das mentes de seus fundadores ou lideres ,mas nós temos a mente de CRISTOpara rejeita-las (1cor 2.15-16).

 

3°)ATRAVEZ DO ERRO

POR atuarem de forma diabólica ,as seitas se utilizam do erro para convencer as pessoas (ef4.14).O erro leva os homens a se desviarem da verdade de DEUS(jo 8.32).Desde o antigo testamento ,o SENHOR já era contra os falsos profetas que induziam o povo ao erro (jr 23.32).Erramos quando desconhecemos as Escrituras e o poder de DEUS(mt22.29). 

 

                  A NECESSIDADE DE EXAMINAR AS SEITAS

As seitas distorcem as verdades acerca de DEUS e DE SUA PALAVRA,resultando em um outro evangelho(gl1.7-8).Portanto é necessario conhece-los e estuda-las ,principalmente neste inicio de seculo quando estão surgindo tantas heresias (2pd2.1)e falsos profetas para confundir o povo de DEUS MT 7.15). 

1°)PARA SABER IDENTIFICA-LAS:O TERMO SEITA É ORIUNDO DO GREGO "HAIRESIS"cujo significado é "facção ,partido ,escolha ,seleção ,preferencia,etc.Do ponto de vista cristão ,significa o individuo ou grupo que se afastou da palavra de DEUS,AO ADOTAR e divulgar suas propias idéias ou de outro em matéria de religião.Em resumo ,é a perversão do evangelho (rm 16.17;1cor 11.19).Infelizmente ,as seitas surgem dentro da própia igreja .por um desvio doutrinario (2pd 2.1). 

2°)PARA PRECAVER SE DAS FALSAS DOUTRINAS:A PALAVRA NO ORIGINAL" para outra doutrina "é "heterodidaskalei",que significa ensinar uma doutrina completamente deferente ,ou ensina uma doutrina falsa ou her-etica (1°cor 11.19).O apostolo Paulo nos ensina em sua carta a timótio (1tm 6.3-4). 

3°)PARA DEFESA PRÓPIA:Varias seitas treinam seus membros para irem da casa em casa procurando ganhar adeptos para sua fé.Alguns se especializam em trabalhar entre os evangelicos ,especialmente entre os novos convertidos que são mais faceis de confundir (1pd 2.2).Oferecem para ajuda-lo a melhor compreender a biblia e lhes ensinarem o erro.O crente deve colocar-se a par daquilo que as varis seitas ensinam e conhecer a refutação biblica do erro(2tm 2.15).

 

                  INDENTIFICANDO OS MALES DAS SEITAS

 

Não é muito dificil para o critão sincero identificar uma seita.Existem alguns aspectos basicos que observados mostrarão a moderna estratégia do diabo que é a conquista das mentes (2cor 4.4).A batelha existente no momento em todo o mundo é uma batalha mental,onde as falsas crenças subestimam a PALAVRA DE DEUS.(1TM 4.2;2PD3.17-18).

1°)CONHECENDO OS ARGUMENTOS BIBLICOS:No trato com as doutrinas da biblia ,podemos dividir os argumentos da seguite maneira:1)argumento biblico.2)argumento anti-biblico .O argumento biblico é aquele extraido da biblia em uma interpretação correta e lógica .Foi o argumento usado por JESUS ,em uma sinagoga da NAZARÉ ,acerca de sua missão (lc 4.16-22).O argumento extra biblico é aquele que não tem base na biblia, entretanto não se choca com os seus ensinamentos..O argumento anti-biblico é aquele que fere ,torce ,subtrai ,acrescenta ou  se choca com as verdades encontradas na PALAVRA DE DEUS(2pd2..1-3). 

 

                 CONHECENDO A CONTRADIÇÃO  DOS FATOS

 

AS seitas usam histórias e doutrinas baseados em fatos que não fornecem sustentação biblica (tito1.14).Usam partes isoladas das escrituras ,totalmente fora de seus contextos ,para defenderem doutrinas totalmente fora de seus contextos ,para defenderem doutrinas completamente anti-biblica(1tm 4..1).A maioria das seitas não resistem a um confronto lógico com a biblia (2pd1.21) e seus adeptos estão completamente cegos espiritualmente (2pd 1.9).São carentes de salvação e amor ,como disse jesus (jo5.42).

 

                       CONHECENDO AS FONTES DOUTRINARIAS

 

Nas seitas ,jesus não é o centro das atenções.Elas subestimam o valor do nome de jesus(fp2.9).Esta é uma das principais caracteristicas de uma seita.Usam de falsa interpretação ,despresando os principios auxiliares da hermineutica(2pd1.20)E creem apenas em algumas partes da biblia ,pois dizem que já foram reveladas (gl1.8).

 

                      ESTRATÉGIAS PARA REFUTAR AS SEITAS

 

RECONHEÇA que os argumentos são incapazes de mover o coração ao arrependimento ,pois somente o ESPIRITO SANTO pode faze-lo.Ore pelas pessoas que DEUS se o coração para a verdade.Toda pessoa sem sem CRISTO está completamnete perdida ,e, por incrivel que pareça ,e uma parte dos brasileiros estão envolvidos nas seitas e religião.Entretanto existem muitos sedentos  como o eunuco etiope ,que (at8.30-31). 

1°)EVITE DISCUSSÕES ACALADORAS:Demonstre cortesia e o amor de CRISTO,falando com mansidão (2tm 2.25).Nunca critique a religião   da pessoa que voce esta evangelizando  ou os seus fundadores.Quando a atacamos ,ele sente-se na obrigação de defender  sua religião.O mais provavel será ficar ofendida ,não devendo aceitar nada de quem a insultou.Mostre amor e conhecimento biblico (jo 3...16,,13.34). 

2°)APRESENTE A VERDADE POSITIVA DO EVANGELHO:Descubra um meio positivo para iniciar o dilogo ,assim a pessoa estará mais disposta a recebe-lo.Um pregador que começa sua menssagem condenando seus ouvintes ao inferno ,não vai conseguir muitos deles.Dai a nessessidade de se conhecer um pouco de penssamento herético de determinadas seitas(1ts5.21).TESTIFIQUE DE cristo E DO QUE ELE TEM FEITO por voce(MC5.21). 

3°)APROVEITE OS PONTOS CONCORDANTES:Ao evangelizar um membro de uma seita,use os pontos concordantes ,em vez os pontos ,em vez de ir diretamente as diferenças.Por exemplo:pode se dsr graças a DEUS porque ele tem fé nestes temem os de tanta incredulidade.Procure que venha a cristo,arrenpendido de seus pecados ,e ponha sua fé nele(at2.38).CRISTO LHE ILUMINARA a mente para conhecer a verdade(2tm 2..25,26;jo8.32).

O imperio das Seitas

 

 Dr. Charles Braden, professor jubilado da Universidade Nor­thwestern (1954) e John G. Schaffer, conferencista (1955) e professor convidado da Faculdade Scripps (1954 a 1956), am­bas nos Estados Unidos, fazem diversas observações interes­santes, com as quais concordo plenamente. Com relação ao termo "seita", o Dr. Braden diz o seguinte:

"Ao empregar o termo "seita", não é minha intenção de­preciar nenhum grupo ao qual ele se aplique. Seita, no meu entender, é qualquer grupo religioso que, em doutrina ou prá­tica, difira, de forma significativa, dos grupos religiosos con­siderados a expressão normativa da religião em nossa cultura." (Prefácio, XII.) Gostaria de acrescentar que a palavra pode ser aplicada também a um grupo de indivíduos reunidos em torno de uma interpretação errônea da Bíblia, feita por uma ou mais pessoas. As Testemunhas de Jeová, por exemplo, em sua maioria, são seguidores das interpretações bíblicas de Char­les T. Russell e J. F. Rutherford, Nathan H. Knorr e Frederic Franz. Os atuais adeptos da Ciência Cristã são discípulos de Mary Baker Eddy, pois seguem sua interpretação pessoal das Escrituras. Os Mórmons, como eles próprios confessam, ado­tam a interpretação bíblica feita por Joseph Smith e Brigham Young, registrada nos escritos deles. Do ponto de vista teo­lógico, as seitas apresentam muitos desvios em relação ao cris­tianismo tradicional. Paradoxalmente, porém, continuam a afir­mar que têm o direito de ser consideradas religiões cristas. Não posso concordar em tudo com o Dr. Braden, que se con­fessa um "liberal convicto", nem afirmar como ele que "não defendo nenhuma dessas seitas... e não me oponho fortemente a nenhuma delas".

 Embora esteja de acordo com o fato de que "as seitas, de modo geral, representam uma busca sin­cera de milhões de pessoas que procuram respostas para as profundas e legítimas aspirações do espírito humano, que a maioria delas não encontrou nas igrejas estabelecidas", acre­dito também que haja muito mais para ser dito a esse respeito. Alguém já observou, aliás, com muita sabedoria, que "quem não toma posição em favor de uma idéia, poderá ser levado por qualquer idéia". Então resolvi posicionar-me dentro das fronteiras do cristianismo bíblico, ensinado pelos apóstolos, defendido pelos país da igreja, redescoberto pelos reforma­dores, e chamado por alguns de "doutrina dos reformadores".(notas,Walter Martin,império das seitas,vol 2°,2005,pp.8,)

Os teólogos liberais se preocupam mais com o modo de atuar das seitas do que com a razão de ser das suas doutrinas, e parece que adotaram como norma de conduta a afirmação de Gamaliel. Lembremos, porém, que Gamaliel estava acon­selhando os judeus a não se oporem aos cristãos dizendo que "se este conselho ou esta obra vem de homens, perecerá; mas, se é de Deus, não podereis destruí-los" (At 5.38,39).(notas ibid,pp.8).

Não devemos esquecer também que o conselho dele não constitui doutrina bíblica, e se fôssemos aceitá-lo na forma como é expresso, teríamos de crer que o Islamismo é "de Deus", pois experimentou um crescimento rápido e propagou-se vigorosamente por todo o mundo. , o que a maioria dos liberais não aceita, embora se digam tão liberais. Não quero dizer com isso que devemos examinar as seitas sob "microscópios ecle­siásticos", mas, sim, à luz da revelação divina que possuí­mos, a Palavra de Deus, a qual pode pesá-las "na balança de precisão da verdade absoluta". O Senhor mesmo disse: "Por­que se não crerdes que eu sou morrereis nos vossos pecados". O critério final para se julgar qualquer coisa relacionada a grupos, seitas, crenças, etc, sempre foi e sempre deve ser a pergunta: "Que pensais vós do Cristo? de quem é filho?"(notas,ibid,pp.9).

Sou obrigado a discordar também da idéia de que "todos os caminhos que nos levam a Deus são bons", pois creio na palavra do Senhor que diz: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim". (Jo 14.6.) Obser­vamos que Jesus não diz aí: "Eu sou um dos muitos cami­nhos bons" ou "Sou o melhor caminho, sou um aspecto da verdade, sou um fragmento da vida". Nada disso. Ele fez uma afirmação em termos absolutos, e a aceitação de que ele é o Salvador do mundo anula todas as afirmações semelhantes de outros homens ou religiões.

Quero deixar bem claro também que apesar de fazer al­gumas críticas a certas posições dos liberais nessa questão de seitas e crenças, não deixo de reconhecer as valiosas con­tribuições deles para esse estudo. Mas por mais completa que seja uma pesquisa, por mais longo que seja o tempo dedicado a um estudo, é impossível levantar todas as informações e ava­liar todos os fatos necessários a uma compreensão plena da origem e desenvolvimento das seitas. Meu tratamento do as­sunto segue uma orientação confessadamente teológica, com o objetivo de contrastá-las com o Cristianismo, confirmando-o como a verdadeira religião.

O Dr. Van Baalen está certo quando diz que "as seitas são as contas vencidas da Igreja" (O Caos das Seitas, p. 8). E elas o são de feto; mas são muito mais: constituem um de­safio para que a Igreja afirme mais uma vez os grandes prin­cípios e fundamentos do Evangelho de Cristo, tornando-os relevantes para a atual geração. Não há dúvida de que o rumo geral que as religiões estão tomando hoje em dia é o do sincretismo, isto é, de uma homogeneização das crenças, como já demonstrou mais de uma vez o grande historiador Arnold Toynbee.

Há pessoas que estão sempre tentando convencer-nos, por meio de livros, artigos de revistas e jornais, de pronuncia­mentos em concílios e congressos ecumênicos, que "devemos dar menos valor às questões que nos separam, e mais ênfase àquelas que temos em comum uns com os outros, e que atuam como elos de ligação entre nós e eles". Estamos de acordo com a sugestão desde que aquilo que nos une a outros seja uma firme base doutrinária, uma verdade moral e ética, e que essa unidade de que se rala seja a união verdadeira do corpo de Cristo. Mas, se como querem alguns, esse fator de ligação se ampliar mais, para incluir também aqueles que não se acham em harmonia com os princípios essenciais do Cris­tianismo, então temos de nos opor decisivamente à idéia.(notas,Walter Martin,vol 2°,2005,pp.8-10).

 

                          PORQUE AS SEITAS SÃO PERIGOSAS

 

AS seitas representam muito perigos tanto para a igreja como para as pessoas.Essea perigos são espirituais ,psicológicos e até fisicos.CONSIDERE O SEGUINTE:

1°)OS PERIGOS ESPIRITUAIS REPRESENTAM PELAS SEITAS:A SEITAS ESTÃO ENVOLVIDAS EM SERIOS ENGANOS ,e os enganos são sempre perigosos ,pois desencaminham as pessoas.A biblia declara que o diabo é pai da mentira :(jo8.44).Finalmente ,todo engano é inspirado no diabo.Conforme colocado pelo apostolo 1TM4.1).Aquele que dão crédito a mentiras já estão enganados.E se agirem conforme essas mentiras ,estão em perigo.Alguns exemplos do cotidiano esclerecem esse ponto.Se alguem acreditar que o sinal de alerta de uma ferrovia está piscando apenas por estar com defeito ,estará correndo um ´serio risco de alguem ser atropelado por um trem. Se uma pessoa acredita que o gelo que cobre um lago é grosso o bastente para que possa caminhar sobre ele ,e na realidade a camada de gelo for delgada ,estará correndo o risco de afogar-se.SE ALGUEM acreditar que esta correndo o risco de afogar-se.Se  alguem acreditar que está transitando por uma rua de mão unica ,quando na realidade trata-se de uma rua de mão dupla ,estará sob o risco de uma horrivel coalizão frontal.(notas resposta as seitas cpad p.22-23).

 

                 A DETURPAÇÃO DAS ESCRITURAS E AS SEITAS

 

Tendo tendo em vista esse diluvio de falsificação ,os crentes tem uma necessidade impar de comprender profundamente o autentico critianismo.Isso porque é impossivel reconhecer uma fraude a menos que tenhamos o conhecimento do genuino.Os enganos só podem ser corretamente medidos quando contrastados com verdade da infalivel palavra de DEUS.O fato é que as seitas são notórias deturpadoras das escrituras .Quando se estiver lidando com as seitas ,deve-se ter em mente que elas são sempre edificadas não sobre aquilo que a biblia ensina ,mas que os fundadores ou lideres das respectivas seitas dizem que a biblia ensina.

 

                 A SUTILEZA DE SATANAS NO FIM DOS TEMPOS

1°)SEUS DISFARCES:Desde a fundação da igreja,os mesmos vem disfarçando -se entre os filhos de DEUS para disseminar suas heresias.Jesus disse que os mestres do erro apresentam-se "vestidos como ovelhas ,mas interiormente são lobos devoradores"(mt 7.15).A biblia classifica os tais como "falsos apostolos "e "obreiros fraudolentos ",e identificando -os como agentes de Satanas que se transfiguram "em ministros de justiça "(2 cor 11.13-15).DEVEMOS ,POR ISSO ,ACAUTELAR-NOS DELES.

2°)SUAS ESTRATÉGIAS:Os expositores secterios preocupam -se com a aparencia,pois costumam apresentar o seu movimento como perfeito(2tm3.5).Infelizmente ,muitos são os que caem nessas armadilhas.Uma vez fisgados por e,eles,dificilmente conseguem libertar-se ,uns por causa da lavagem cerebral que recebem ,outros ,em rasão do terrorismo psicológico e da pressão que sofrem de seus lideres.Seus argumentos são recursos retóricos bem elaborados e persuasivos para convencer o povo a crer  num Jesus estranho ao novo testamento(2cor 11.3).

 

                           A PERICIA DOS HERESIARCAS

1°)"PALAVRAS PERSUASIVAS"V.4.Os falsos mestres .a quem o apostolo se refere ,estavam envolovidos com legalismo judaico :circunsisão (col 2.11),preceitos dietéticos e guarda de dias,(col 2.16).Ha tambem varias referencias ao gnostisismo (col 2.18 ,23).O verbo grego "enganar" "paralogizomi""enganar,seduzir com raciocinios capciosos",descreve com precisão a pericia dos falsos mestres na exposição de suas heresias.O nosso cuidado deve ser continuo para não nos tornarmos presas desses doutores do engano.

 

                         O JESUS QUE RECEBEMOS (V.6-7)

O apostolo insiste que devemos andar de acordo com o evangelho ,a fim de ficarmos arraigados,edificados e firme dos na palavra de DEUS.Entretanto ,a menssagem dos agentes de satanas é sempre contra  tudo que cremos ,pregamos e praticamos.As vezes ,há alguns entre nós e eles ,,e nisso reside o perigo ,visto  que é por onde tais ensinos se introduzem.

 

                            A SIMPLICIDADE DO EVANGELHO

A menssagem do evangelho é simples e qualquer ser humano ,indenpendentemente de seu preparo intelectual e origem ,é capaz de entender ;basta dar lugar ao ESPIRITO SANTO ,que convence o homem "do pecado ,da justiça e do juizo"(jo 16.8).A conversão ao cristianismo não é resultado de estratégia de marketing ,nem de tecnicas perssuasivas (1cor2.4).Não é necessario ,portanto ,um "curso de lógica"para alguem ser salvo ou entender os principios da fé cristã.

 

                                    AS SUTILEZAS DO ERRO

1°)"NINGUEM VOS FAÇA PRESA SUA"(V.8A).O significado de "presa"revela o que acontece,ainda hoje ,com os adeptos das seitas.O verbo grego "sylagõgeõ",levar como despojo ,prisioneiro ,roubo ",descreve o estado espiritual dos que seguem os falsos mestres.Um dos objetivos dos promotores de heresias é escravizar as suas vitimas para terem dominio sobre elas(2.18;gl4.17).Hoje como verdadeiros escravos.

 

                              "POR MEIO DE FILOSOFIAS"9V.8B)

Não há indicios de que o apostolo esteja fazendo alusão ás escolas filosóficas da grécia.O estoicismo e o epicurismo eram as filosofias predominantes do mundo romano na era apostólica e são mencionados em o novo testemento (at17.18).As "filosofias"de que PAULO trata são conceitutos mundanos ,contrarios á doutrina e á etica cristã.Qualquer sistema de penssamento ou disciplina moral ,era naqueles dias ,chamado de "filosofia".

                                     "VÃS SUTILEZAS"V.8C.

 

Engano e sutileza ,nesse contexto ,significam a mesma coisa.A PALAVRA GREGA USADA PARA SUTILEZA É "APATE" isto é "engano"(ef4.22),"sedução"(mt13.22).E usada para referir-se a pessoas de conduta enganosa e embusteiara que levam outras ao engano.É mediante tais recursos que os metres do erro conduzem suas vitimas ao desvio.Tais sutilezas impedem as pessaos de verem a verdade e,como consequencia ,tornam-se cativas das astucias de satanas.

 

                     "SEGUNDO A TRADIÇÃO DOS HOMENS"V.8D

Não é a tradição apostólica nem judaica ,mas um sincretismo de elementos cristãos,judaicos e pagãos:angeolatria e ascetismo ,por exemplo.Eram preticas que se opunham ao evangelho .Trata-se de tradição humana ao passo que o evangelho veio do céu (gl 1.11,12).

 

                              OS RUDIMENTOS DO MUNDO

 

1°)O significado de "rudimentos"(v.8).A expressão "rudimentos do mundo",literalmente é;"ELEMENTO DO UNIVERSO' ou "ou rudimento do mundo",em nossas versões.A palavra stoicheion,"fundamento ,elemento",parece na filosofia grega para os quatro elementos ",terra ,agua,ar e fogo que ,segundo ensinavam os fisicos gregos ,compoem a totalidade do mundo(2pd 3.10-12).Para outra escola filosófica da grecia significava"elementos espirituais"ou "espirto vivo"que se difundia por toda a natureza como força vivificante. 

 

              O APOSTOLO SE REFERE A QUE "RUDIMENTO"?

 

2)Essa palavra é usada ,tambem ,com o sentido de "principio basico"(hb 5.12)e de "elementos judaicos "ou"adoração cosmica" do sincretismo helenico(gl4.3-9).O termo deve ser analizado a luz do contexto e ,aqui ,mostra que são uma referencia aos poderes demoniaco que se opunham a CRISTO.Veja que o apostolo contrapõe os rudimentos a CRISTO:"segundo os rudimentos do mundo e não segundo CRISTO".

 

  3°)O SIGNIFICADO DE "TODA A PLENITUDE DA DIVIDADE"V.9 

TEMOS ,neste contexto .o DEUS verdadeiro com toda a sua plenitude.O sentido de "divindade",no texto original é "deidade".UMconceituado dicionario de grego afirma":"deidade ,difere de divindade ,como a essencia difere da qualidade ou atributo".Na tradução do novo mundo ,diliuiram o v.9 traduzindo por "qualidade divina",para adptar á biblia as suas crençãs .atitude própia dos falsos mestres. 

TEMOS ,neste  contexto,o DEUS verdadeiro com toda a sua plenitude.O sentido de "divindade",no texto original ,é deidade ".UM conceituado dicionario de grego afirma"deidade difere de divindade ,como a essencia difere da qualidade ou atributo".Na tradução do novo mundo  ,traduzindo-o por "qualidade divina",para adptar á biblia as suas crenças ,atitude própia dos falsos mestres.

fonte www.avivamentonosul.com