Translate this Page

Rating: 3.0/5 (886 votos)



ONLINE
8




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

A Book for Her pdf free, download pdf, download pdf, this site, The Adobe Photoshop CC Book for Digital Photographers 2017 pdf free, fee epub, pdf free, site 969919, this link, link 561655,

Geografia biblica Corinto
Geografia biblica Corinto

                                               Geografia biblica Corinto'                                                                          

CORINTO foi a capital da província romana da Acaia, e, em todos os aspectos, exceto educacional (veja Atenas), a cidade mais importante da Grécia na época romana. Foi também um posto de mais importante na rota entre E. e W., a próxima estação a ele sobre a E. sendo Éfeso, com o qual foi em ligação estreita e contínua. A sua situação tornou um dos principais centros do cristianismo.

 A cidade ocupava uma posição poderosa no S. extremidade do estreito istmo que ligava o continente da Grécia com as Peloponeso. Sua cidadela sobe 1.800 pés acima do nível do mar, e foi além defendida por seus muros altos, que não só rodeava a cidade, mas também atingiram o porto LechÃ|um, por W. (1 1/2 milhas de distância). O outro porto, CenchreÃ|, por E., sobre o Golfo de Salónica, foi de cerca de 8 1/2 milhas de distância. A vista da cidadela é esplêndida.

 A pobreza do solo pedregoso e da vizinhança de dois mares tranquilos fez o Corinthians um povo marítimas. Era habitual para puxar navios através de um mar ao outro em uma trilha feita chamado de Diolkos. Este método ao mesmo tempo economizado tempo e protegidos os marinheiros dos perigos de uma viagem ao redor do Cabo Malea (S. do Peloponeso). Os navios maiores não poderia, é claro, ser transmitida desta forma, e em seu caso, as mercadorias devem ter sido transmitida através e transbordo em outro porto. O lugar estava sempre cheia de comerciantes e outros viajantes, e encontramos St. Paul falando de Gaius de Corinto como "meu hospedeiro e de toda a Igreja" ( Romanos 16:23 ).

 A cidade havia sido destruída pelos romanos em 146 aC, mas exatamente de cem anos depois foi refundado por Júlio CÃ|sar como uma colonia , sob o nome de Laus Julia Corinthus (veja Colony). Uma série de nomes romanos no NT são encontrados em conexão com Corinto; Crispo, Tício Justo ( Atos 18: 7-8 ), Lúcio, Tércio, Caio, Quartus ( Romanos 16: 21-23 ), Fortunato ( 1 Coríntios 16:17 ). A população seria composto de (1) descendentes dos colonos romanos de 46 aC, a aristocracia local; (2) Romanos residentes, funcionários do governo e homens de negócios; (3) uma grande população grega; (4) outros estranhos residentes, dos quais judeus formam um grande número (sinagoga Atos 18: 4 ). Destes alguns se juntaram St. Paul ( Atos 18: 4-8 , Romanos 16:21 , 1 Coríntios 9:20 ), e o ódio contra ele em consequência levou a uma conspiração contra sua vida. A igreja, no entanto, consistia principalmente de não-judeus (veja 1 Coríntios 12: 2 ).

St. Paul não à primeira intenção de fazer Corinto um centro de trabalho ( Atos 18: 1 ), mas uma revelação especial alterou seus planos ( Atos 18: 9-10 ), e ele permaneceu lá, pelo menos, 18 meses.

 A oposição que ele conheceu na sinagoga judaica fez se virar para os gentios. St. Paul deixou o batismo de seus convertidos quase inteiramente aos seus subordinados, e ele mesmo batizou única Estéfanas ( 1 Coríntios 16:15 ), Caio ( Romanos 16:23 ), e Crispo, chefe da sinagoga ( 1 Coríntios 1:14 -16 ). Algumas semanas depois de sua chegada em Corinto, São Paulo foi acompanhado por Silas e Timóteo, voltando da Macedónia. Notícia trazida por Timothy o levou a escrever lá o primeiro EP. ao Tess. ( 1 Tessalonicenses 3: 6 ), eo segundo foi provavelmente escrito há também, imediatamente após o recebimento de uma resposta para a Primeira.

 Enquanto . Paulo estava em Corinto, Gallio chegou lá como procônsul da segunda série de governar Achaia, provavelmente no verão do anúncio anos 52 Os judeus interpôs recurso para o contra St. Paul, mas Gálio, reconhecendo acertadamente que sua corte não aguentou conhecimento de uma carga do tipo que eles trouxeram, negou provimento ao recurso.

 A pregação de São Paulo foi assim declarado para ele de forma alguma uma ofensa contra o direito romano, e, no futuro, ele se baseou mais em sua relação com o Estado, contra a inimizade dos judeus. Após o exame Gallio permitida a população para mostrar seu ódio aos judeus ( Atos 18:17 ). Foi em Corinto que São Paulo conheceu Priscila e Aquila ( Atos 18: 2-3 ; Atos 18:18 ; Atos 18:26 ), e ele viveu em sua casa durante toda a sua estadia. Eles trabalharam na mesma indústria como a si mesmo, e sem dúvida influenciado seus planos para trabalho posterior. Eles também partiu para Éfeso com ele. 

Cristianismo cresceu rapidamente em Corinto, mas as dissensões inevitáveis ​​ocorreu. Apolo haviam cruzado de Éfeso para Corinto ( Atos 18:27 , 2 Coríntios 3: 1 ) e valioso trabalho realizado lá ( Atos 18: 27-28 , 1 Coríntios 1:12 ). Ele inconscientemente ajudaram a realizar esta dissensão, como também Cefas, se (mas veja a próxima art. § 3 ), ele visitou Corinto. O assunto dessas dissensões é, no entanto, tratadas de forma mais adequada no âmbito dos dois artigos seguintes.

 

 O apóstolo escreveu pelo menos três cartas à igreja: a primeira, que é perdida ( 1 Coríntios 5: 9 ); a segunda, que chamamos de Primeira Carta aos Coríntios, e que foi provavelmente realizado por Tito (Timothy também visitou Corinto, no caso de São Paulo, 1 Coríntios 4:17 ); o terceiro, o nosso segundo lugar Corinthians, que foi tomada por Tito e Lucas ( 2 Coríntios 8: 16-18 ; 2 Coríntios 0:18 ). St. Paul passou três meses na Grécia, principalmente, sem dúvida, em Corinto, no inverno de 56 57. Se o Corinthians realmente contribuiu ou não para a coleção de St. Paul para os pobres cristãos em Jerusalém deve permanecer incerta (mas veja p. 159 b , § 2 ad fin .). (notas (1915)(notas 

Dicionário da Bíblia Hastings ') 

fonte www.mauricioberwaldoficial.blogspot.com