Translate this Page

Rating: 3.0/5 (905 votos)



ONLINE
2




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter


Teologia Sistematica Angeologia
Teologia Sistematica Angeologia

               TEOLOGIA SISTEMATICA ANGEOLOGIA 

 

                                 sinônimos

  1. O escopo deste artigo. -Os Passagens dos escritos apostólicos em que os anjos são mencionados ou referidos serão analisados; alguns deles são ambíguos e foram interpretados de várias formas. A doutrina da OT e do período apócrifo sobre o assunto tem sido tão amplamente discutida no Dicionário da Bíblia (5 vols) de Hasting que não é necessário fazer mais do que se referem incidentalmente a ele aqui; eo angelology dos Evangelhos foi tratado extensamente em Dict. de Cristo e os Evangelhos (ver Literatura abaixo). Mas os outros escritos do NT não foram tão completamente examinada, e é o objeto deste artigo considerar-as particularmente. Destes, o Apocalipse, como seria de esperar do assunto, requer uma atenção especial; nenhum livro da OT ou o NT é tão cheia de referências aos anjos, e é ainda mais notável que os outros escritos joaninos tem tão poucos. O Quarto Evangelho refere-se a anjos única três vezes ( João 1:51 ; João 00:29 ; João 20:12 ; João 5: 4 é um brilho [ver abaixo, 5 ( b )]), e as três Epístolas não em todos. Há referências frequentes ao tema em Hebreus, e os ocasionais no Pauline e petrino Epístolas e em Jude.

 

  1. O significado literal do ἄγγελος . - Ἄγγελος = "mensageiro", é encontrado apenas uma vez no NT fora dos Evangelhos: em James 2:25 , ele é usado de espiões de Josué (em Josué 06:25 [Septuaginta ], que é referido, lemos τοὺς κατασκοπευσάντας οὓς ἀπέστειλεν Ἰησοῦς ). Nos Evangelhos ἄγγελος é usado de João Batista em Mateus 11:10 , Marcos 1: 2 , Luke 07:27 (de Malaquias 3: 1 , mas não da Septuaginta , que, no entanto, também tem ἄγγελος ), dos mensageiros de João em Lucas 7 : 24 , e de mensageiros de Jesus a uma aldeia samaritano em Lucas 09:52 . Em Filipenses 2:25 , 2 Coríntios 8:23 ἀπόστολος é traduzido 'messenger'.

 

  1. Os anjos como seres celestiais. -A Partir das primeiras vezes que os israelitas haviam sido ensinadas a acreditar em anjos, mas depois do Cativeiro a doutrina muito desenvolvido. No entanto, alguns dos judeus rejeitaram toda a crença neles, e isso dividiu os fariseus dos saduceus, que disse "que não há ressurreição, nem anjo, nem espírito; os fariseus confessou ambos ( Atos 23: 8 ).

 

Os anjos são criaturas , como os judeus sempre ensinou (Thackeray, Relação de São Paulo aos Pensamento Judaico , p. 150). Eles foram criados em, através e a Cristo ( Colossenses 1:16 ), que é o início, bem como o fim de todas as coisas (cf. 1 Coríntios 8: 6 ). Eles não são divindades inferiores, mas companheiros de serviço ( σύνδουλοι ) com o homem ( Apocalipse 19:10 ; Apocalipse 22: 9 ). Portanto, eles não podem ser adorado ( ib. ); a adoração dos anjos era um dos graves erros em Colossos ( Colossenses 2:18 ). Então idolatria é descrito como um culto dos demônios ( Apocalipse 09:20 ).

 

Muita ênfase é colocada, para que não se deve pensar que os anjos eram do algum grau como nosso Senhor, no fato de que Jesus é incomensuravelmente maior do que eles ; como em Hebreus 1: 4 e ss. (nenhum anjo é chamado de "o Filho"; anjos adoram a Firstborn), Hebreus 01:13 (nenhum conjunto anjo na mão direita de Deus), Hebreus 2: 5 (o mundo para vir não seja submetido aos anjos, mas para homem-v. 8-F. mostra que o homem Representante se entende, que condescendeu a ser, na sua encarnação, feito um pouco menor do que os anjos). Em 1 Pedro 3:22 "anjos, as autoridades e poderes", sejam submetidos ao Cristo subiu; e assim, em Efésios 1:21 . Em Colossenses 2:15 (um verso obscuro), podemos entender tanto que o nosso Senhor, adiando o seu corpo, fez um show de os principados e as potestades, triunfando sobre eles na cruz (assim os Padres latinos); ou, com os gregos, que Ele, depois de ter retirado e guardado os principados, fez um show deles, etc.- ou seja, que Ele repeliu seus assaltos. Aqui os anjos maus são faladas. Mas a completa sujeição dos poderes do mal a Jesus não terá lugar até ao fim do mundo ( 1 Coríntios 15:23 e ss.).

 

Os anjos são espíritos ( Hebreus 1: 7 ; Hebreus 1:14 ); cf. Apocalipse 16:14 , "espíritos de demônios." Em Atos 23: 8 f. eles parecem ser diferenciado de "espíritos" ( "há ressurreição, nem anjo, nem espírito ... E se um espírito lhe falou ou um anjo? '). Mas isso não é assim. O "anjo" é a espécie, o "espírito" do género (Alford). Todos os anjos são espíritos, embora todos os espíritos não são anjos. Em Atos 23: 8 os fariseus são disse a confessar 'ambos', ou seja, tanto a ressurreição e angel-espíritos; apenas duas categorias são destinados. Devemos lembrar também que, em Atos 23: 9 judeus não-cristãos estão falando.

 

Mas, embora eles são espíritos, anjos são não onipresente ou onisciente , pois estes são atributos da divindade. Por sua cf. conhecimento limitado Efésios 3:10 (seja bom ou ruim anjos existem falado); está implícito em 1 Pedro 1:12 (os anjos desejam bem atentar os mistérios do evangelho) e em 1 Coríntios 2: 6 . ff, se 'governantes deste mundo "são os anjos maus (ver Demônio). É expressamente indicado em Mateus 24:36 , Marcos 13:32 . A limitação do conhecimento dos anjos também é afirmado no Enoch Etíope , xvi. 3 (. 2º cento bc?), Onde os anjos que caíram em Gênesis 6: 2 (so 'filhos de Deus' são interpretados) são disse não ter tido as coisas ocultas ainda revelado a eles, embora soubessem mistérios sem valor, que que contou às mulheres (ed. Charles, 1893, p. 86f.). Nos Segredos de Enoch . (Eslava), xxiv. 3 (1º cento. Ad?), Deus diz que Ele não tinha dito aos seus segredos, mesmo para os seus anjos. Inácio diz que a virgindade e criança-bearing de Maria e a morte do Senhor foram ocultado ( ἔλαθεν ) o governante desta idade ( Ef 19;. Para esta ideia nos Padres ver a nota de Lightfoot).

 

Os anjos bons são anjos de luz , em oposição aos poderes das trevas ( 2 Coríntios 11:14 ; contraste Efésios 6:12 ); Assim, quando o anjo veio a São Pedro na prisão, uma luz brilhou na cela ( Atos 12: 7 ). O nome "seraph" talvez significa 'aquele ardor, "embora a etimologia é duvidoso; cf. também Salmos 104: 4 .

 

Eles nem se casam nem se dão em casamento ; e assim na vida de ressurreição não há casar, para os homens será "como os anjos no céu" ( Mateus 22:30 , Marcos 12:25 ), "iguais aos anjos" ( ἰσάγγελοι , Lucas 20:36 ). Alguns pensaram que eles têm uma espécie de contraparte dos corpos, descrita em 1 Coríntios 15:40 como "corpos celestes" (Meyer, Alford), embora este talvez seja improvável; Palavras de São Paulo pode referir-se aos "corpos celestes", no sentido moderno (Robertson-Plummer), ou para os corpos humanos pós-ressurreição (cf. 1 Coríntios 15:48 ); não bons homens, em oposição ao mau (Crisóstomo e outros dos Padres).

 

Eles são inumeráveis ​​( Apocalipse 05:11 [de Daniel 07:14 ], Hebreus 12:22 , "miríades"; na última passagem são talvez descrito como uma "assembleia festiva '[margem Versão Revisada, ἀγγέλων πανηγύρει ]).

 

Os anjos não caídos são santo ( Apocalipse 14:10 , Marcos 8:38 , Lucas 9:26 , e alguns manuscritos de Mateus 25:31 ; por isso, talvez 1 Tessalonicenses 3:13 , Juízes 1:14 [ver abaixo, 5 ( a ) ]; cf. Zacarias 14: 5 "todos os santos"). Este é o significado dos anjos 'eleitos' em 1 Timóteo 5:21 anjos feria escolhidos para proteger a Igreja de Éfeso; eles são mencionados aqui, porque eles vão acompanhar o Senhor para julgamento ou (Grimm), porque eles são escolhidos por Deus para governar.

 

  1. fileiras dos anjos. -Houve Uma grande tendência em posteriores escritos judaicos para elaborar a hierarquia angélica. Em Isaías 6: 2 ; Isaías 6: 6 que tínhamos lido dos serafins; em Ezequiel 10 de querubins. Mas em Eth. Enoch , LXI. 10 (.? Estes capítulos são da 1ª cento aC), o exército dos céus, e todos os santos acima, os querubins, serafins, e Ophanim (= 'rodas'; cf. Ezequiel 01:15 ), anjos de poder, anjos de principados, são mencionados (cf. LXXI 7.); nos segredos de Enoch (20), lemos dos arcanjos, poderes incorpóreos, senhorias, principados, poderes, querubins, serafins, "dez soldados. Os "genealogias" de 1 Timóteo 1: 4 e Tito 3: 9 são considerados por alguns para se referir a tais especulações. St. Paul mostra alguma impaciência com o carinho de Colossos para a elaboração dessas divisões; No entanto, no NT encontramos vestígios de fileiras de anjos. Em Juízes 1: 9 o arcanjo (Michael) é mencionado; -lo em 1 Tessalonicenses 4:16 , onde Michael está, sem dúvida, queria dizer. Em Romanos, Colossenses e Efésios hierarquia não organizada é mencionado; e, por vezes, a referência parece ser a de toda a banda angelical, às vezes para os anjos maus, quando os principados, poderes, domínios, tronos são referidas ( Colossenses 1:16 θρόνοι , κυριότητες , ἀρχαί , ἐξουσίαι ; Colossenses 2:10 ; Colossenses 2 : 15 ἀρχή , ἐξουσία ; Efésios 1:21 ἀρχή , ἐξουσία , δύναμις , κυριότης ; Efésios 3:10 ; Efésios 6:12 ἀρχαί , ἐξουσίαι ; Romanos 8:38 ἄγγελοι , ἀρχαί , δυνάμεις ; 1 Coríntios 15:24 ἀρχή , ἐξουσία , δύναμις ). Nas passagens em Col. e Ef. St. Paul leva as idéias correntes na Ásia Menor como para as fileiras dos anjos, mas não se enunciar qualquer doutrina; na verdade, em Efésios 1:21 , ele acrescenta, "e de todo nome que é nomeado [ ὀνομάζεται , ou seja reverenciado] tanto nesta idade e no que está por vir." Alguns têm pensado que ele se refere aos poderes terrestres; mas, embora estes talvez pode em alguns casos ser incluídos, não pode haver dúvida de que ele está falando principalmente de poderes angelicais, bons e maus. "Seja qual for poderes pode haver, Cristo é o Senhor de tudo, muito acima de todos eles. ' Em Efésios 3:10 poderes angelicais única maus são encaminhados para eles são na esfera celestial ( ἐν τοῖς ἐπουρανίοις ); e assim, em Efésios 6:12 , onde eles são contrastados com "carne e sangue" (ver também abaixo). Com essas passagens podemos comparar 1 Pedro 3:22 "anjos, as autoridades e poderes"; e, possivelmente, 2 Pedro 2:10 f, onde o "senhorio" (Revised Version. "domínio"), "glórias" ( "dignidades"), e os anjos são considerados por alguns para se referir a categorias de anjos; em caso afirmativo, o posto mais alto é dos anjos, "que são" maiores em força e poder "do que dos glórias. Os querubins da arca ( Êxodo 25:18 ) são mencionados em Hebreus 9: 5 .

 

Os padres cristãos e os professores heréticos elaborado em muito a hierarquia angélica; destes, talvez, o escritor que teve maior influência foi Pseudo-Dionísio ( de Coel Hier. vi.-ix.,. c. [Nota:. circa, aproximadamente.] ad 500), que dividiu o exército celestial em três divisões , com três subdivisões em cada um: (1) tronos, querubins, serafins; (2) poderes ( ἐξουσίαι ), senhorios ( κυριότητες ), mights ( δυνάμεις ); (3) anjos, arcanjos, principados ( ἀρχαί ). Por analogia desta lista, as Igrejas de língua siríaca dividiu o ministério cristão em três classes, cada uma com três sub-classes. Para outras divisões de anjos em tempos pós-apostólicos ver a nota de Lightfoot em Colossenses 1:16 .

 

Muito poucos nomes de anjos ocorrem no NT. Dos santos anjos apenas Gabriel ( Lucas 01:19 ; Lucas 01:26 ) e Michael ( Juízes 1: 9 , Apocalipse 12: 7 ) são nomeados (de Daniel 8:16 ; Daniel 9:21 ; Daniel 10:13 ; Daniel 10:21 ; Daniel 12: 1 ). Temos também o bom nome Satanás (trinta e um de um vezes, dezenove fora dos Evangelhos), Belzebu (Evangelhos apenas, seis vezes), e Belial ou Beliar ( 2 Coríntios 6:15 ). Veja Diabo, Belial. Nos apócrifos temos Raphael em Tobit 00:15 , Uriel em 2 Esdras 4: 1; 05:20; 10:28, e Jeremiel em 2 Esdras 4:36 (o último livro, talvez, é para ser datado de c. [Nota:. Circa, aproximadamente.] Ad 90). Muitos outros nomes são encontrados em escritos judaicos; veja D. Stone, Esboços de Chr. Dogma , Londres, 1900, p. 38; Edersheim, Life and Times , Anexo XIII .; Eth. Enoch , 20 (Uriel, Rafael, Raguel, Michael, Saraqael, Gabriel;. A Gr fragmento de [.. Charles, p 356f] tem Sariel para Saraqael, e acrescenta Remiel [= Jeremiel]).

 

  1. Função dos anjos. -O NT representa os anjos como tendo uma dupla atividade, para com Deus e para com o homem. Ambos os aspectos são encontrados em Hebreus 01:14 (veja abaixo), como em Isaías 6: 1-7 , onde o culto serafins diante de Deus, e um deles é enviado para o profeta, e em Lucas 01:19 , onde Gabriel é dito estar na presença de Deus, e devem ser enviados para Zacharias.

 

( A ) em direção a Deus .-Os anjos são espíritos litúrgicos "( λειτουργικὰ πνεύματα , Hebreus 1:14 ; cf. Daniel 7:10 ἐλειτούργουν αὐτῷ [Theodotion;. A versão em nossa Gr OT] para יְשַׁמְּשׁוּנֵהּ , 'o servia' ; o Chigi Septuaginta tem ἐθεράπευον αὐτόν ); o seu ministério é uma ordenou um, diante do trono de Deus: "todo o exército dos anjos ... ministra ( λειτουργοῦσιν ..) até a Sua vontade, de pé por Ele" (Clem Rom Cor .. 34; cf. 4º cento interpolator inaciana , Philad . 9, "os poderes litúrgicos de Deus"). Eles adoram a Deus no céu ( Apocalipse 05:11 f .; Apocalipse 7:11 ; Apocalipse 8: 1-4 ; cf. Jó 1: 6 ; Jó 2: 1 ), e na terra ( Lucas 2:13 f.); eles adoram o Primogênito quando Ele é trazido para o mundo ( Hebreus 1: 6 ), e são testemunhas da Encarnação ( 1 Timóteo 3:16 "visto de angels', mas Grimm interpreta ἀγγέλοις aqui como os apóstolos, testemunhas de Cristo ressuscitado e Swete acha que a referência é a agonia no Getsémani [ Ascensionado Cristo , 1910, p. 24]). Para esse culto celeste parece haver uma referência em 1 Coríntios 13: 1 "línguas dos anjos". No pensamento judaico havia anjos da presença, a mais alta ordem da hierarquia, que estava diante da face de Deus, dentro do véu (Edersheim, Life and Times , i 122;. Tobit 00:15 ; . Eth Enoch , 40). Pode haver uma referência a estes em Apocalipse 1: 4 'os sete espíritos que estão diante do seu trono "(Swete interpreta isso do trabalho de sete vezes do Espírito Santo); Apocalipse 8: 2 ' os sete anjos que estavam diante de Deus" ( cf. Apocalipse 8: 4 ); Mateus 18:10 "no céu [os pequeninos '] anjos sempre vêem a face de meu Pai que está nos céus"; e em Lucas 01:19 (veja acima).

 

Eles vão participar no Filho no Juízo Final ( 1 Tessalonicenses 4:16 , 2 Tessalonicenses 1: 7 , Apocalipse 3: 5 ); e esta parece ser a referência mais provável em 1 Tessalonicenses 3:13 ", com todos os seus santos" (ou "santo ones'- τῶν ἁγίων αὐτοῦ ) e em Juízes 1:14 ", com os seus milhares de santos '(ou' com seus milhares de santos, ' ἐν ἁγίαις μυριάσιν αὐτοῦ ), onde as palavras são de Enoch , i. 9, o texto deste último no fragmento grego Gizeh sendo σὺν τοῖς ( sic ) μυριάσιν αὐτοῦ καὶ τοῖς ἁγίοις αὐτοῦ . As palavras Jude são certamente ser entendido dos anjos, e isso torna a interpretação semelhante de 1 Tessalonicenses 3:13 mais provável. Mas Milligan ( . Com em loc .) Pensa que a última referência é 'justos aperfeiçoados ", que são ditos para julgar, ou para ser' trouxe com 'Jesus no julgamento ( 1 Tessalonicenses 4:14 , Mateus 19: 28 , Lucas 22:30 ; cf. sabedoria de Salomão 3: 8 ; em 1 Coríntios 6: 3 veja 7 abaixo). Sem dúvida, os santos hão de governar com Cristo ( Apocalipse 02:26 f .; Apocalipse 20: 4 etc.); mas, como todos os homens se serão julgados ( Romanos 14:10 , 2 Coríntios 5:10 ), a interpretação das passagens acima como implicando que os próprios santos será juízes do Último Dia é um tanto duvidosa. A presença dos anjos na Grande Juiz é mencionado em todos os quatro Evangelhos ( Mateus 13:41 ; Mateus 16:27 ; Mateus 24:31 ; Mateus 25:31 , Marcos 8:38 ; Mark 13:27 , Lucas 9:26 ; Lucas 12: 8 f e. João 1:51 [onde a referência é a Genesis 28:12 ]).

 

( B ) em relação ao homem .-Os anjos fazer o serviço ( διακονία ) ao homem como herdeiros da salvação ( Hebreus 1:14 ). Eles ministraram a nosso Senhor na terra, em Sua natureza humana, depois da tentação no deserto ( Mateus 04:11 , Marcos 1:13 , e no Getsêmani (e não em || Lc.) Lucas 22:43 : isso não pode fazer parte do Terceiro Evangelho, mas é certamente parte de um 1º cento tradição;. não poderia ter sido inventado pelos escribas [ver Westcott-Hort, NT em grego , ii apêndice. , p 67.] o presente escritor tem. defendeu seu ser mais velho do que Lc., e reflectindo o mesmo estágio de pensamento como Mk. [ Dict. de Cristo e os Evangelhos ii. 124 b ]). Em Mateus 26:53 Jesus diz que os anjos teria o serviam, tinha Ele quisesse, quando Judas traiu.

 

Os anjos são espectadores das nossas vidas : 1 Coríntios 4: 9 'um espetáculo ( θέατρον ) aos anjos'; 1 Timóteo 5:21 "aos olhos de Deus e de Cristo Jesus e dos anjos eleitos"; 1 Pedro 1:12 , os anjos 'olhar para' - 'olhar', ou talvez 'debruçar sobre "(ver Bigg, Com em loc. .) - a Igreja e seu Evangelho; alegram-se sobre o arrependimento do pecador ( Lucas 15:10 ).

 

Eles são mensageiros para o homem . Este é o escritório de anjos que é mais proeminente no NT; veja Atos 7:35 ; Atos 07:38 (Moisés) Atos 08:26 (Philip) Atos 10: 3 ; Atos 10: 7 ; Atos 10:22 ; Atos 10:30 (Peter, Cornelius) Atos 11:13 (Peter ) Atos 12: 7-11 (Peter na prisão) Atos 23: 9 (Paul) Atos 27:23 (Paul em sua viagem), Hebreus 13: 2 (referência a Abraham, Genesis 18), e freqüentemente em Apocalipse ( eg Gênesis 1: 1 ; Genesis 22: 6 ). São Paulo faz alusão a essa obra dos anjos em Gálatas 1: 8 , o que sugere que eles devem ser provado, como espíritos deve ser ( 1 Coríntios 12:10 , 1 João 4: 1 , etc .; ver Demônio, § 2) , para ver se elas são verdadeiras ou falsas, e em Gálatas 4:14 , onde há um clímax: ". como um anjo de Deus, ou melhor, como aquele que é maior do que os anjos, como o próprio Cristo Jesus ' Para esta função nos Evangelhos ver Mateus 1:20 ; Mateus 02:13 ; Mateus 02:19 ; Mateus 28: 2-5 , Marcos 16: 5-7 , Lucas 01:11 ; Lucas 01:13 ; Lucas 01:19 ; Lucas 01:26 ; Lucas 01:30 ; Lucas 1:35 ; Lc 2: 9 f,. Lucas 2:21 ; Lucas 24: 4 ; Lucas 24:23 , João 00:29 ; João 20:12 ; notamos que o "anjo do Senhor" no NT não é o mesmo como o "anjo de Javé" no AT: ele simplesmente significa um anjo enviado por Deus. Este escritório dos anjos não exclui a mensagem divina vindo diretamente para o homem ( Atos 9: 5 ; Atos 22: 8 ; Atos 26:14 , Gálatas 1:12 ).

 

Eles são ajudantes de nossa adoração . Eles oferecem as 'orações de todos os santos sobre o altar de ouro "( Apocalipse 8: 3 f.). A sua presença no culto cristão é motivo de decoro e reverência ( 1 Coríntios 11:10 : a mulher deve ser velado na assembléia dos fiéis "por causa dos anjos", o que parece ser o significado, e não "por causa do clero que estão presentes ", como Ambrose, Ephraim Syrus, Primasius, nem 'por causa dos anjos maus," com uma referência ao Gênesis 6: 1 . f, como Tertuliano [ . de Virg Vel . 7; cf. 17], nem 'porque os anjos fazê-lo ", ou seja, velar-se perante o seu Superior [ Isaías 6: 2 ], ver Robertson-Plummer, Com em loc. ).. Para a presença de anjos em adoração cf. Salmo 138: 1 Septuaginta e Vulgata , Tobit 00:12 ; Tobit 00:15 , Three 37.

 

Eles lutam para o homem contra o mal , sob Michael ( Juízes 1: 9 , Apocalipse 12: 7 f,. Apocalipse 19:14 ; Apocalipse 19:19 ; Apocalipse 20: 1-3 ); eles são 'exércitos' ( στρατεύματα , Apocalipse 19:14 ) e um 'host' ( στρατιά , Lucas 2:13 ; não em Hebreus 12:22 Versão Revisada onde μυριάσιν é traduzido 'miríades'). Eles são os 'exércitos' enviados pelo rei da parábola do casamento do filho do rei ( Mateus 22: 7 ).

 

Eles foram os mediadores da Lei ( Atos 7:53 , Gálatas 3:19 , Hebreus 2: 2 ); isto é, eles ajudaram na entrega da Lei. São Paulo e o autor de Hebreus argumentam a partir desta a superioridade do Evangelho como sendo dada sem a interposição de seres criados (Lightfoot em Gálatas 3). A presença dos anjos não é mencionado em Êxodo 19, mas cf. Dt 33: 2 , Salmos 68: 7 ; foi enfatizado pelos judeus como exaltando a Lei (ver Thackeray, op. cit. p. 162), e este é, talvez, o significado em Atos 7:53 .

 

Na morte, os anjos levar os fiéis defuntos para o seio de Abraão ( Lucas 16:22 ). Esta era uma crença judaica comum ( Dict. De Cristo e os Evangelhos i. 57 a ).

 

No julgamento eles serão os ceifeiros da colheita ( Apocalipse 14: 17-19 , Mateus 13:39 ; Mateus 13:49 ).

 

Eles são mensageiros de punição ( Atos 00:23 [Herodes], Apocalipse 14:10 ), e do juízo ( Apocalipse 8: 6 ff; Apocalipse 19: 11-14 ; cf. o derramamento das taças, Apocalipse 16: 1 -17 , ea sete anjos, que tinham sete pragas, Apocalipse 15: 1 ). Em 1 Coríntios 10:10 o 'destroyer' ( ὀλοθρευτής ) não é Satanás, bat o anjo enviado por Deus para ferir as pessoas (a referência é a Números 16, onde nenhum anjo é mencionado, mas cf. Êxodo 00:23 , 2 Samuel 24:16 ). Satanás é às vezes chamado de "o destruidor" ( ἀπολλύων , Apocalipse 09:11 ), mas ὀλοθρευτής não é usado em outros lugares na Bíblia (ver Robertson-Plummer em 1 Coríntios 10:10 ).

 

Eles intervêm na terra para ajudar o homem : um "anjo do Senhor 'libera os apóstolos ( Atos 5:19 ) e Peter ( Atos 12: 7 ); e, de acordo com um brilho antigo, provavelmente Africano, originários antes do tempo de Tertuliano, que cita ( de Bapt 5.), "um anjo do Senhor" também "perturbada" a água de Betesda ( João 5: 4 ). (Tertuliano aplica este texto para o batismo cristão, sobre a qual ele diz que um anjo preside.) Geralmente, os anjos guardar os homens de mal. Isso nos leva à questão de anjos da guarda . É uma idéia antiga que cada ser humano, ou mesmo todos os animado criatura e inanimados, tem que lhe são atribuídas uma ou mais especiais guardas angelicais. Esta ideia é, em certa medida, confirmada pelas palavras de nosso Senhor sobre os 'anjos dos pequeninos "em Mateus 18:10 . Era uma crença popular de que esses guardiães tomou a forma de a pessoa protegida, e as pessoas reunidas na casa de Maria, mãe de Mark pensavam que Pedro, quando escapou da prisão, era "o seu anjo" ( Atos 00:15 ). Esta concepção judaica foi longa retidos pelos cristãos. Tertuliano achavam que a alma tinha uma "figura", uma certa corporeidade, um "homem interior: diferente do exterior, mas ainda um na dupla condição '( de Anima , 9); isso não é bem a mesma idéia, mas vamos encontrá-lo mais claramente no 4º cento. Ordem da Igreja, o Testamento de nosso Senhor (i. 40), onde todos os homens têm 'figuras de suas almas, que estão diante do Pai da Luz ", e que, no caso dos ímpios" perecem e são levadas para a escuridão para morar . ' Da mesma forma, existem anjos de fogo ( Apocalipse 14:18 ), de água ( Apocalipse 16: 3 e segs .; cf. Apocalipse 7: 1 f e. João 5: 4 ), dos ventos ( Apocalipse 7: 1 ; cf. Salmo 104 : 4 ), de países ( Daniel 10: 13-20 ; cf. Eclesiástico 17:17 ); e o anjo do abismo, Abaddon ( qv [Nota: vide quod, o que ver.] ) ou Apollyon ( Apocalipse 9:11 ; cf. Apocalipse 20: 1 ). Para idéias rabínicas ver Thackeray, op. cit. p. 168, e Edersheim, op. cit. Apêndice xiii.

 

  1. Os anjos das igrejas. -Em Apocalipse 1:20 ; Apocalipse 2: 1 ; Apocalipse 2: 8 ; Apocalipse 2:12 ; Apocalipse 2:18 ; Apocalipse 3: 1 ; Apocalipse 3: 7 ; Apocalipse 03:14 o Sete igrejas são disse que cada um tem um 'anjo'. Esses anjos representam as Igrejas; o que é dito a eles é dito que as igrejas ( Apocalipse 3:22 ; cf. Apocalipse 1: 4 ); coisas feitas pelas Igrejas são disse a ser feito por eles. Várias interpretações foram oferecidas. ( Um ) Eles são referidos como sendo anjos como no resto do livro. Os argumentos mais fortes para este ponto de vista é o uso do escritor em outros lugares, e a menção de Jezebel ( Apocalipse 2:20 : "tua mulher 'em alguns manuscritos ), que é claramente simbólica. A dificuldade é o pecado atribuída a esses anjos, como em qualquer caso um anjo bom deve, se esta interpretação ser tomadas, ser destinado; em caso afirmativo, o significado deve ser que os anjos levar os pecados das Igrejas como representando e guardá-los. ( B ) Eles são pensados ​​para ser representantes terrenos das Igrejas, sejam delegados para Patmos ou o bispo ou presbíteros das Igrejas. Essa visão está mais de acordo com o mais tardar, com a data anterior atribuído ao Rev., com o tempo de Domiciano do que com a de Nero. ( C ) Eles são pensados ​​para ser personificações ideais das Igrejas. Em geral, a primeira vista parece ser a mais provável. Comparar e contrastar o seguinte artigo.

 

  1. anjos caídos. -No NT ambos os anjos bons e maus são mencionados; mas quando a palavra "anjo" ocorre sozinho, um anjo bom deve ser entendida a menos que o contexto exija interpretação diferente, embora talvez 1 Coríntios 6: 3 é uma exceção (veja abaixo). A queda é mencionado em Juízes 1: 6 , 2 Pedro 2: 4 ; e, provavelmente, em 1 Timóteo 3: 6 , onde é atribuída ao orgulho (ver diabo, § 2). A Encarnação não se destina a ajudar os anjos. Jesus não 'tomar posse' da, para ajudar, os anjos (ou, como Versão Autorizada , não tomar posse de sua natureza); veja Westcott em Hebreus 02:16 . No entanto, em Colossenses 1:20 Deus é dito para conciliar a (a morte de) Cristo "todas as coisas" para Si-o todo o material universo e espiritual (Lightfoot); mas não foi entregando-os de morte (Alford): os anjos caídos não são salvos pela morte de Cristo. De acordo com algumas interpretações, São Paulo diz que os anjos serão julgados por homens ( 1 Coríntios 6: 3 ). Robertson-Plummer interpretar este verso, provisoriamente, no sentido de que, como juízes Cristo, ou seja, regras mais, anjos, assim será santos, que compartilham na referida norma; mas, se o Juízo Final se destina, anjos caídos, em seguida, devem ser entendidas aqui, por anjos bons, não tendo caído, não pode ser julgado. Para 1 Tessalonicenses 3:13 ver acima, 5 ( a ). No final, Satanás está preso, e Babilônia cai (Ap 18, 20); nada é dito sobre os seus anjos, mas a inferência é que os seus anjos caem com ele, e isso é dito expressamente em Mateus 25:41 . Veja mais, Adversário, Air, Belial, demónio, diabo.

 

Metaforicamente o 'interesse na carne' é chamado de um anjo (mensageiro) de Satanás ( 2 Coríntios 12: 7 ). Veja o artigo Paul.

 

  1. Comparação do ensino apostólico e outros

 

( A ) A comparação com a de nosso Senhor .-Oesterley ( Hastings 'Single-vol. Dicionário da Bíblia , 32) contrasta o ensinamento de Jesus com a dos evangelistas e outros escritores do NT, e diz que nosso Senhor ensinou que a morada e trabalho dos anjos estão no céu, nem aqui embaixo, enquanto Seus discípulos ensinaram (como os judeus fizeram) que estão ativos na terra. Por outro lado, Marshall ( Dict. De Cristo e os Evangelhos i. 54 a ) mantém a identidade completa do ensino entre Jesus e os Evangelistas. Para o presente autor do último ponto de vista parece ser o caminho certo. É verdade que, em palavras de nosso Senhor o trabalho dos anjos na Terra não é proeminente. Mas, em João 1:51 (nosso Senhor está falando) o "ascendente e descendente" ordem mostra que os anjos são "já na terra, embora nós vê-los não '(Westcott, Com., Em loc .). A conta do ministério angélico na tentação, como o da própria tentação, pode, pela sua própria natureza, apenas ter vindo próprios lábios do nosso Senhor. Além disso, em Jesus, o ensino, os anjos vêm à Terra para buscar a alma de Lázaro ( Lucas 16:22 ) e fazer a colheita ( Mateus 13:39 ; Mateus 13:49 ).

 

( B ) Comparação com a doutrina dos falsos mestres .-Em Colossenses encontramos uma elaborada angelology , ministrado por professos cristãos que ataques de St. Paul. Sua heresia era em parte judia, em parte gnóstico, embora alguns pensam que duas seitas diferentes são destinadas. O elemento gnóstica mostra-se na tendência para colocar anjos como intermediários entre Deus eo homem, e fazer anjos emanações de Deus, com uma hierarquia elaborada de poderes, domínios, etc. contra tal ensino St. Paul afirma que Cristo é o único mediador ( Colossenses 1: 15-22 ; Colossenses 2: 9-15 ), e proíbe a adoração de anjos, porque nega isso. Na mediação única de nosso Senhor reside o significado das frases repetidas 'no Senhor', 'para o Senhor "( Colossenses 3:18 ; Colossenses 3:20 ; Colossenses 3.23 ). Jesus é o único ἀρχή , ou "princípio" ( Colossenses 1:18 ; cf. Apocalipse 03:14 ), de criação, como contra a ideia, dos intermediários angelicais quando o mundo foi feito (veja o ensaio de Lightfoot sobre a heresia de Colossos [ Col . , p. 71ff.]). Talvez também na afirmação da única mediação de Cristo reside a importância da passagem retórica em que São Paulo diz que não há poderes celestiais, boas ou más, pode nos separar do amor de Deus ( Romanos 8:38 ). Passagens em Ef. (acima, 4 ) parecem mostrar que a heresia de Colossos era conhecida também na costa asiática.

 

Uma fase posterior de erro angelológico é encontrada no final da primeira cento. no ensino Cerinthus ', que se assemelhava a dos hereges de Colossos. Cerinthus ( qv [. Nota: vide quod, que ver] ) ensinou que o mundo não foi feito por Deus, mas por um anjo, ou por uma série de poderes ou anjos, que eram ignorantes de Deus; a Lei Mosaica foi dada por eles (cf. acima, 5 ( b )). Cerinthus é o elo entre o gnosticismo em Colossos eo gnosticismo desenvolvido do século 2 (por sua doutrina ver Irineu, Haer i 26;.. Hipólito, Refut vii 21, x 17...). Ele afirmou ter tido visões angelicais, e foi um milenar do tipo mais grosseiro (Caius em Eusébio, HE [Nota: E Historia Ecclesiastica (Eusébio, etc.).] Iii 28.). Veja também Lightfoot, op. cit., p. 106ff.

 

Especulações como aqueles atacada por St. Paul encontrou um solo congenial em 'Asia' e da Frígia. Mesmo no 4º cento. no Conselho realizada no frígio Laodicéia (circa, cerca AD 380), os cristãos estão proibidos de deixar a Igreja de Deus e invocar ( ὀνομάζειν ) anjos (lata 35;. ver Hefele, Conselhos ., Eng tradução , iii 317.). É o ciúme apropriado para o único Mediador, por outro lado, o que levou muitos modernos para rejeitar a doutrina da existência de anjos completamente. Mas ambos os seres celestiais e terrestres pode ajudar o homem sem ser mediadores, como podemos ver quando um homem ajuda a outro pela oração de intercessão. O NT ensino sobre auxiliares angélicos, tão potente antídoto ao materialismo, de modo algum afirma que devemos orar a Deus através dos anjos, ou contradiz a doutrina de que Cristo é o único mediador entre Deus eo homem.

 

( C ) Comparação com o atual ensino judaico e que dos rabinos posteriores .-O ensino apostólico é bastante livre das especulações selvagens de judaica angelology . (Para diferenças entre ele e ideias judaicas atuais ver Edersheim, .. Op cit ., I 142 e Apêndice . Xiii) Jewish das especulações a mais elaborada foram os dos essênios ( qv [Nota: vide quod, o que ver.] ), que tinha um tom gnóstico decidido. Esta seita judaica teve uma doutrina esotérica dos anjos, e os seus membros não foram autorizados a divulgar seus nomes para os forasteiros (Jos. Bellum Judaicum (Josephus) ii viii 1;.. Lightfoot, Col. , p 87;.. Edersheim, i 330f .). Algumas especulações judeus podem ser mencionados. Pensava-se que os novos anjos estavam sempre sendo criado-uma idéia derivada de uma wresting de Lamentações 3:23 (Thackeray, op. Cit. P. 150). Os anjos ensinou Noah medicina ( Livro dos Jubileus , 10). Os justos se tornam anjos ( Eth. Enoch , li. 4). Um anjo perturbou as águas de Bethesda para a cura (gloss em João 5: 4 ). Um sistema hierárquico e elaborado numerosos nomes foram inventados para eles (acima, 4 ). Contrastado com estas ideias, temos no NT uma reserva prudente, que se recusa a ir além das coisas que estão escritas.

 

Uma especulação judaica ele deve notado mais plenamente. Os rabinos ensinaram que nenhum dos anjos era absolutamente bom, que opôs-se à criação do homem e tinham inveja dele (Edersheim, ii. 754). Thackeray (p. 151f.) Considera que São Paulo também faz todos eles antagônico a Deus. Se assim for, ele contradiz o ensino tanto de nosso Senhor e dos outros escritores do NT (acima, 3 ). Mas esta visão, baseada na linguagem de São Paulo sobre os principados, poderes, etc, e na ideia de que todos os anjos são os inimigos que devem ser colocados sob os pés de Cristo ( 1 Coríntios 15:25 ), parece ser insustentável. St. Paul, ao afirmar que alguns "poderes" são maus, não diz que todos eles são assim. Veja acima, 4 .

 

  1. Natureza do angelophanies NT. -Ele Não é rentável para perguntar se os anjos tomou corpos materiais quando eles apareceram aos homens ou se eles simplesmente parecia fazê-lo. De qualquer forma, eles tomaram a forma de homens para a mente, embora em alguns casos não havia algo sobre eles que produziu maravilha ou medo ( Lucas 1:12 , Mateus 28: 4 , etc.). As contas dos anjos que foram vistos depois da Ressurreição variar. Em Mateus 28: 2 o anjo que removeu a pedra era como um relâmpago, as suas vestes brancas como a neve. Em Marcos 16: 5 lemos apenas um homem, jovem com uma túnica branca. Em Lucas 24: 4 há dois homens com vestes resplandecentes (cf. Lucas 24:23 'visão de anjos "). Em João 20:12 , há dois anjos vestidos de branco, sentados. Em Atos 1:10 existem 'dois homens ... em vestidos de branco.' Para Cornelius o anjo era "um homem ... em vestuário brilhante" ( Atos 10:30 ). O rosto de Stephen estava cheio de glória sobre-humana ", como tinha sido o rosto de um anjo" ( Atos 06:15 ; portanto, refletir, como num espelho, a glória do Senhor, 2 Coríntios 3:18 ). Para um argumento que o aparecimento dos anjos era "objetivo" ver Plummer em Lucas 01:11 ; mas este é em grande parte uma questão de definição. Com a morte de Herodes ( At 00:23 ) sem aparência de um anjo é necessariamente pretendido.

 

. 10. Os sucessores imediatos dos apóstolos - Angelology era um tema favorito do tempo; mas, a literatura do período de sub-apostólica sendo muito escassa, as referências são poucos. Para Clemente de Roma ver acima, 5 ( a ). Inácio diz que o conhecimento dos mistérios angelicais foi dada aos mártires ( Trall 5.): "Coisas celestiais e as disposições ( τοποθεσίας ) de anjos, e musterings de governantes ( συστάσεις ἀρχοντικάς ), visível e invisível" (cf. Colossenses 1:16 ). As "disposições" seria nos sete céus. O ἄρχοντες , dos governantes, "seria de São Paulo ἀρχαί isto é, anjos (Lightfoot, Ign . Ii. 165). Em Smyrn . 6, é dito que os anjos, se não crer no sangue de Cristo, são julgados; Isto parece implicar que a sua prisão preventiva ainda não terminou. Sea também acima, 3 . Papias (citado por Andreas de Cesaréia, em Apoc. , Cap 34, serm 12;.. Lightfoot-Harmer, . Apostol Padres ., P 521) diz que para alguns dos anjos Deus deu o domínio sobre o arranjo ( διακοσμήσεως ) de o universo ... mas a sua array ( τάξιν ) deu em nada, pois o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana toda a terra, foi lançado por terra, sim, foi precipitado na terra, e seus anjos "(citação do Apocalipse 12: 9 ). Papias parece datar a queda dos anjos após a criação do mundo. Hermas (para seu encontro, possivelmente, mais cedo ver Salmon, . Introd ao NT ., XXVI) descreve a construção da torre [a Igreja] sobre as águas por seis homens jovens (cf. Marcos 16: 5 ), enquanto inúmeros outros homens trazem o pedras; e os primeiros são considerados os santos anjos de Deus, que foram criados em primeiro lugar; estes últimos são também anjos, mas a seis são superiores a eles ( Vis . III. 1, 2, 4). No Martírio de Policarpo , 2, mártires são disse para se tornar anjos depois da morte (ver acima, 8 ). Na Epístola a Diogneto , 7, é dito que Deus enviou aos homens um ministro ( ὑπηρέτην ) ou anjo ou régua ( ἄρχοντα ). Justin interpreta Salmos 24: 7 ; Salmos 24: 9 [Septuaginta ] como dirigida aos governantes nomeados por Deus nos céus ( Dial 36.). Para anjos foi confiado o cuidado do homem e de todas as coisas debaixo do céu, mas eles transgrediram através do amor das mulheres ( Apol ii 5, referindo-se.. Gênesis 6: 1 . Ff). Anjos, como os homens, têm livre-arbítrio ( Dial . 141).

 

Literature.-A. Edersheim, Vida e Tempos de Jesus o Messias 9 , Londres, 1897, i. 142, II. 748 (Apêndice, xiii.), Etc .; H. St. J. Thackeray, A Relação de São Paulo aos Contemporary Jewish Thought , fazer. 1900; AB Davidson no Dicionário da Bíblia de Hasting (5 vols) , o artigo 'Angel' (quase inteiramente OT); W. Fairweather no Dicionário da Bíblia de Hasting (5 vols) , vol. v., artigo «Desenvolvimento de Doutrina no Período apócrifo, '§ iii .; JT Marshall em Dict. de Cristo e os Evangelhos , o artigo 'Angels'; e os comentários, esp. HB Swete, Apocalipse de São João , Londres, 1906; BF Westcott, Hebreus 3 , fazer. 1906; G. Milligan, Tessalonicenses , fazer. 1908; JB Lightfoot, Colossenses e Filemom , fazer. 1900 (1ª ed 1.875.); A. Robertson e A Plummer, 1 Coríntios , Edimburgo, 1911.

 

fonte www.avivamentonosul21.comunidades.net