Translate this Page

Rating: 3.0/5 (934 votos)



ONLINE
3




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

mmmmmmmmmmm


// ]]>


breve historia da igreja na NEW ZELANDIA
breve historia da igreja na NEW ZELANDIA

                                        A história cristã da Nova Zelândia

 

Nova Brasão ZelândiaNova Zelândia foi descoberto pela primeira vez pelo mariner holandês, Abel Tasman , no dia 14 de junho de 1643. Foi Tasman que deu esta recém-descoberta terra o seu nome e que foi o primeiro orou pela sua bênção: "Que Deus Todo-Poderoso, vouchsafe Sua bênção sobre este trabalho . "

 Cento e vinte anos depois, o Capitão James Cook chegou a Nova Zelândia em 07 de outubro de 1769. James Cook levou a Palavra de Deus para a Nova Zelândia com muitos registros confirmando sua fé cristã, por exemplo, "Ele se recusou a permitir a maldição e o uso de palavrões, a bordo seus navios, e conduziu pessoalmente os serviços divinos para a sua tripulação aos domingos. Ele também carregava uma Bíblia com ele onde quer que fosse, que ele obviamente bem utilizado como muitos dos lugares que ele descobriu nomes bíblicos de urso. "

 

Início da história cristã

Como a Nova Zelândia é um país de ascendência predominantemente britânico, é israelita na origem e é parte da profecia a Abraão que Israel deve ser uma "nação e uma multidão de nações" , cumpriu na Grã-Bretanha e sua Commonwealth, da qual Nova Zelândia execuções parte integrante.

 O movimento missionário na Nova Zelândia foi iniciada pelo Rev. Samuel Marsden . Durante seus sete viagens para a Nova Zelândia entre 1814 e 1837, ele foi capaz de fazer amizade e ganhar o respeito dos Maori chefes nativos. Isso contrastava com o destino de muitos dos seus compatriotas que foram mortos e até mesmo comido por algumas tribos Maori.

 Tem sido dito que nenhuma personalidade mais forte ou mais dinâmico do que Marsden de jamais foi visto na Nova Zelândia. Ele era incansável em seus esforços para converter o Maori ao cristianismo e inabalável em sua bravura pessoal. Isto teve um impacto tão grande na história da Nova Zelândia com a missão de ser um grande sucesso, que a porta foi aberta por influência britânica e liquidação, bem como explorações do interior para prosseguir.

 A conversão dos povos Maori ao cristianismo continuou com William Colenso trazendo a primeira impressão para a Nova Zelândia. Os primeiros livros a serem impressos foram os livros de Filipenses e Efésios , no Novo Testamento, e por 1838, o Novo Testamento completo (em Maori) tinha sido impresso por William Colenso e William Williams . Isto teve um impacto profundo como o idioma Maori não tinha forma de roteiro escrito antes da impressão do Novo Testamento. Em meados do século 19, dois terços do Maori havia rejeitado seus velhos hábitos e virou-se para a mensagem cristã .

 

Revivals e líderes cristãos do passado

A Igreja Católica Apostólica (nenhuma relação com a Igreja Católica Romana), fundada na Grã-Bretanha pelo Rev. Edward Irving , foi a primeira igreja na Nova Zelândia, que reconheceu livremente o ministério Carismática. Neozelandeses primeiro ouvi sermões proferidos pelos ministros da Igreja Católica Apostólica em 1863.

 Em 1879 a congregação tinha aumentado consideravelmente e o primeiro edifício Igreja Católica Apostólica foi inaugurado no dia Webb Street, Wellington, em novembro de 1890. A igreja continuou a crescer com pessoas de outras denominações que está sendo atraído para os serviços pela ênfase carismática e apostólica.

 Nos anos seguintes, muitos pregadores e evangelistas visitou a Nova Zelândia, lançando as bases para os movimentos pentecostais iniciais. Esses homens e suas missões são descritos nos parágrafos seguintes.

 Henry Varley , um evangelista líder Inglês, realizada cruzadas de muito sucesso na Nova Zelândia durante 1878-1879. Foi durante uma de suas cruzadas em Wellington em 1879 que Harry Roberts foi convertido. Sua conversão foi de profundo significado, como o Sr. H. Roberts viria a se tornar o principal líder da Igreja Pentecostal de Nova Zelândia e abriria o primeiro prédio da igreja Pentecostal, United Mission Hall, em 13 de fevereiro de 1900.

 Thomas Spurgeon , filho do grande revivalista Charles Spurgeon , chegou a Nova Zelândia em 1881. Em poucos anos, sua congregação Auckland tinha crescido para se tornar o maior do Sul do Pacífico.

 Pastor George Müller também visitou a Nova Zelândia e passou noites de semana pregar em várias igrejas em Wellington. Mesmo que ele tinha 83 anos, ele ministrou noite após noite, e centenas de pessoas a experiência de Deus de uma forma maior, através do poder do Espírito Santo.

 Naquele mesmo mês viu o Rev. and Mrs. John Alexander Dowie chegar em Wellington. Eles também visitaram Dunedin onde estavam os convidados de Mr. & Mrs. John AD Adams , que mais tarde fundou a Mission Road Roslyn Cidade em 1903 e apoiado Smith Wigglesworth , quando ele fez campanha em 1922.

 Em 1919, Herbert Booth , filho do falecido General Booth (fundador do Exército da Salvação) veio para a Nova Zelândia. Foi a partir dessas cruzadas que "The Christian Covenanters Confederação" nasceu. Foi pessoalmente dirigido por Herbert Booth e, a fim de fornecer uma plataforma para a atividade futura aliança foi redigida. O terceiro termo dessa aliança tem o seguinte teor:

 "III. Creio no Espírito Santo, o Consolador prometido cuja presença e batismo de poder Eu reivindico como essencial para uma vida de vitória. Estou determinado a buscar a medida mais larga do seu preenchimento, a investidura de seus dons e da outorga de suas graças. "

 Nessa época havia muitas pessoas na Nova Zelândia orando fervorosamente por reavivamento e uma efusão do Espírito Santo. Estas orações foram atendidas com a chegada de Smith Wigglesworth em janeiro de 1922. Muitas almas foram ganhas para Cristo e muitos também foram curados, como pode ser visto no seguinte depoimento, dado por um leiteiro de Wellington:

 "Eu participei da Câmara Municipal de muletas;. Eu vi outros sendo curados e acreditava que Deus iria me curar eu fui para a frente, o Sr. Wigglesworth colocou suas mãos sobre mim, um dos trabalhadores me ungido com óleo, o Sr. Wigglesworth disse-me para andar. Entreguei-lhe minhas muletas e caminhou para casa. Eu me senti como veio a cura, como se um par de meias apertadas estavam sendo removidos de minhas pernas ".

 Foram mais de 2.000 decisões por Cristo , cerca de 800 pessoas cheias do Espírito Santo, com os sinais de falar em línguas , expulsai os demônios e centenas batizado em água.

 Havia tantos novos convertidos em Wellington que a 17 de Julho de 1922, foi decidido chamar a organização emergente da "Mission City Wellington" com o Pastor H. Roberts como missionário para a congregação.

 Esta missão, em seguida, passou a se tornar a Igreja Pentecostal da Nova Zelândia . Muitos dos grupos não ficar com a Igreja Pentecostal da Nova Zelândia, mas filiados a outros corpos. Algumas destas associações, em seguida, iniciou as negociações em agosto de 1949, para a ligação com a Igreja Elim da Grã-Bretanha, fundada por George e Stephen Jeffreys (ver Christian História da Grã-Bretanha ). Após cruzadas curtos, Elim Igrejas foram estabelecidos em Blenheim, em 1954, Christchurch, em 1956, Nelson, em 1959, e Hamilton em 1961.

 As Assembléias de Deus na Nova Zelândia também nasceram fora das Smith Wigglesworth cruzadas em Wellington. A crença na presente operação dia dos nove dons do Espírito Santo, como em 1 Coríntios, capítulo 12, foi proclamado na primeira reunião do Conselho Geral de 27 de setembro de 1927. Um ano depois, Donald Gee , um famoso Assembléias de Deus Pastor de Edimburgo, foi muito bem recebido na Nova Zelândia e seu ministério de ensino foi de grande ajuda.

 Lest We Forget

De acordo com a agência de estatísticas oficial da Nova Zelândia (1996 censo), a nação conta com cerca de 57 mil pessoas ligadas a Pentecostal Assembléia de Deus e igrejas. Embora a Nova Zelândia foi fundada em fortes princípios cristãos, esses valores estão sendo lentamente corroído pelas doutrinas modernas. Nos últimos anos, por exemplo, ter visto declínio moral com a legalização da prostituição e do reconhecimento do estado das uniões homossexuais. Os suicídios juvenis e lares desfeitos também subiram ao longo dos anos. A Bíblia fala claramente de maldições quando as nações se afastar mandamentos de Deus:

 "Mas ela deve vir a passar, se não queres ouvires a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos e os seus estatutos, que eu hoje te ordeno; que todas estas maldições virão sobre ti e te alcançarão ... " ( DEUTERONÔMIO 28:15 ).

 

Hoje, existem alguns com desejos para a Nova Zelândia para se tornar uma república e até mesmo para mudar a bandeira. Muitos neozelandeses lutaram e morreram sob a bandeira da Nova Zelândia para garantir que ele é realmente uma terra livre como cantado no hino nacional, "Deus defenda a Nova Zelândia". É interessante notar que esse hino é, na verdade, um hino. As palavras foram inicialmente escrito como um poema de Thomas Bracken , em 1870, e a pontuação foi composta por John Joseph Woods, em 1876. Não foi até 1976 que este hino tornou-se o hino nacional:

 Bandeira de Nova ZelândiaGod of Nations a teus pés,

Nas ligações do amor que nos encontrarmos,

ouça nossas vozes, rogamos,

Deus defenda nossa terra livre.

estelar triplo do protetor do Pacífico,

Dos eixos do conflito e da guerra,

Faça-lhe os elogios ouvidos afar,

Deus defenda a Nova Zelândia.

 A chave para o futuro da liberdade e da prosperidade da Nova Zelândia encontra-se em retornar aos valores cristãos e princípios que o país foi fundado em cima. Ao experimentar um avivamento, esta nação será capaz de ter a certeza de que as leis satânicas, como as mencionadas acima não será mais uma ameaça à nossa herança e testemunho cristão. Portanto, não esqueçamos as palavras de incentivo e proféticas de Smith Wigglesworth, que uma vez proclamada e previu um maior derramamento do Espírito Santo na Nova Zelândia: "Eu não posso dizer os segredos de Deus, mas você vai se lembrar o que eu digo - este renascimento temos tinha nada com o que Deus ainda vai fazer. "

 Devemos nos arrepender, lembre-se de nossa história como nação cristã e voltar à lei de Deus. Então, e somente então, podemos esperar proteção e bênção de Deus. "Não removas os limites antigos que puseram teus pais" ( PROVÉRBIOS 22:28 ).

 "Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra" ( 2 CRÔNICAS 7:14 ).

FONTE www.estudarhistoriadaigreja.blogspot.com