Translate this Page

Rating: 3.0/5 (934 votos)



ONLINE
7




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

mmmmmmmmmmm


// ]]>


Estudo e comentario livro de Jonas (3)
Estudo e comentario livro de Jonas (3)

Comentário Completo de Matthew Henry sobre a Bíblia 

Jonas 3 

Introdução

 

Neste capítulo temos, a missão de Jonas I. renovado, eo comando uma segunda vez dada a ele para ir pregar em Nínive, Jonas 3: 1 , 2 . II. A mensagem de Jonas a Nínive fielmente entregue, pelo qual sua derrubada rápida foi ameaçado, Jonas 3: 3 , 4 . III. O arrependimento, humilhação, e reforma dos ninivitas hereupon, Jonas 3: 5-9 . IV. Revogação graciosa de Deus da sentença sobre eles, e a prevenção da ruína ameaçado, Jonas 3:10 .

 

versículos 1-4

Missão de Jonas Renovado missão do Profeta para Nínive.        BC 840.

1 E a palavra do L ORD veio a segunda vez a Jonas, dizendo: 2Arise, ir a Nínive, a grande cidade, e prega contra ela a pregação que eu te ordeno. 3So Jonas se levantou, e foi a Nínive, segundo a palavra do L ORD . Ora, Nínive era uma grande cidade, de três dias de viagem. 4 E começou Jonas a entrar pela cidade caminho de um dia, e pregava, e dizia: Ainda quarenta dias, e Nínive será subvertida.

 

Temos aqui uma evidência adicional da reconciliação entre Deus e Jonas, e que era uma reconciliação completa, embora a controvérsia entre os tinham em alta.

 

A comissão de I. Jonas é renovada e prontamente obedecida.

 

  1. Por isso, parece que Deus estava perfeitamente reconciliados com Jonas, que ele empregou-o novamente em seu serviço e a comissão de novo dado a ele era uma evidência da remissão de sua antiga desobediência. . Entre os homens, tem sido justamente alegou que a doação de uma comissão para um criminoso condenado é equivalente a um perdão, por isso foi a Jonas A palavra do Senhor veio a Jonas pela segunda vez ( Jonas 3: 1 ) para, 1 . Jonas deve ser julgado, se ele, de fato, arrepender-se de seu antigo desobediência ou não, e se ele ter obtido o bem concebido ele, tanto pelo seu estranho uma punição por sua libertação estranha. Ele tinha abandonado o seu trabalho e dever, e tinha sido preso por isso, tinha recebido uma sentença de morte dentro de si mesmo , mas, após a sua apresentação, Deus o havia liberado, lhe tinha dado sua vida, tinha-lhe dado a sua liberdade, mas é sobre seu bom comportamento que ele é liberado, e ele deve ser novamente colocada sobre o julgamento se ele vai seguir a vontade de Deus ou a sua própria vontade. Depois que ele foi jogado no mar, e jogado fora dele de novo, Deus vem e pergunta-lhe: "Jonas, queres ir a Nínive agora?" Para quando Deus julga que ele vai superar, ele vai ganhar o seu ponto ele vai trazer a criança teimosa desobedientes a seu pé no passado. Nota: Quando Deus nos tristes, e nos livrou da aflição, devemos ouvir a sua voz, dizendo para nós: Agora volte para as funções que antes negligenciadas e que por estas providências você é chamado para. Deus agora disse, com efeito, a Jonas, como Cristo disse a um enfermo, quando ele o tinha curado, "Agora vá e não peques mais, para que alguma coisa pior virá a ti ( João 5:14 ), uma coisa pior do que deitada três dias e três noites no ventre da baleia ". Deus olha para os homens, quando ele oprimiu e tem os livrou das suas tribulações, para ver se eles vão consertar dessa falha, particularmente, para os quais foram corrigidos e, portanto, em que coisa estamos preocupados para ver a ele que nós recebe não a graça de Deus em vão, nem na correção nem na libertação, para ambos são projetados para serem meios de graça. (2.) Jonas deve ser confiável, em sinal do favor de Deus para ele. Deus poderia justamente ter dito a respeito de Jonas, como deveríamos relativa a um único que nos tinha enganado e se portaram aleivosamente com a gente, que, embora nós não avançar para o rigor da lei contra ele, nem arruiná-lo, mas nunca voltaria a depositar uma confiança nele justamente pode o Espírito de profecia, que Jonas tinha resistido e se rebelaram contra, afastar-se dele, com uma resolução nunca mais voltar a ele mais. Seria de esperar que, apesar de sua vida foi poupada, mas ele seria colocado sob uma deficiência e incapacidade nunca para servir ao governo novamente no caráter de um profeta. Mas eis! a palavra do Senhor vem com ele novamente, para mostrar que quando Deus perdoa, ele esquece, e quem perdoa ele dá um novo coração e um novo espírito para que ele recebe aqueles em sua família novamente, e restaura-los ao seu primeiro estado, que tinha sido filhos pródigos e servos desobedientes. Note, fazendo uso de nós de Deus é a melhor prova de estar ele em paz com nós. Nisto ele aparecerá que os nossos pecados são perdoados e temos a boa vontade de Deus para nós é que a sua boa palavra chegará a nós, e nós experimentar a sua boa obra em nós! Se assim for, temos razão para admirar as riquezas da graça livre e possuir nossas obrigações para com o Senhor Jesus, que receberam presentes para os homens, sim, para os rebeldes, para que o Senhor Deus habitasse mesmo entre eles, e empregá-los na sua palavra, Salmo 68:18 .

 

  1. Por isso, parece que Jonas foi bem reconciliados com Deus, que ele não era agora, como tinha sido antes, desobediente à visão celestial, não fugir da presença do Senhor, como havia feito. Ele nem se esforçado para evitar ouvir o comando, nem ele recusar obedecer a ela ele não fez objeções, como tinha feito, que a viagem era longa, a incumbência invidious, a entrega do mesmo perigosa, e, se o ameaçado juízo veio, ele deve ser difamado como um falso profeta, ea impenitência de sua própria nação seria repreendido, que ele se opôs, Jonas 4: 2 . Mas agora, sem murmurações nem contendas, Jonas se levantou, e foi a Nínive, segundo a palavra do Senhor, Jonas 3: 3 . Veja aqui: (1) A natureza do arrependimento é a mudança de nossa mente e forma, e um retorno ao nosso trabalho e dever, de que nós tivesse desviado que está fazendo o bem que nós tínhamos deixado de lado. (2.) O benefício da aflição reduz aqueles ao seu lugar que tinha abandonado ele. Jonas pode verdadeiramente dizer com Davi: " Antes de ser afligido andava errado, mas agora guardo a tua palavra e, portanto, embora foi terrível, mas era doloroso para mim e para o presente não de alegria, mas de tristeza, ainda que foi bom, muito bom, para mim, que eu estava aflito. " (3) Ver o poder da graça divina trabalhando com aflição, pois de outro modo aflição de si preferem conduzir os homens de Deus do que trazê-los para ele, mas Deus por sua graça pode transformar os rebeldes à sabedoria dos justos, e fazer aqueles dispostos no dia do seu poder, livremente dispostos a vir sob o seu jugo, cujo pescoço tinha sido como um nervo de ferro. (4.) Ver o dever de todos aqueles a quem a palavra do Senhor vem eles devem, em todos os pontos de conformar-se com -lo e produzir um fiel obediência alegre para as ordens de Deus lhes dá. Jonas levantou-se, e não se sentar ainda na preguiça ou mau humor ele foi diretamente para Nínive, porém, foi uma ótima maneira off, e um lugar onde, é provável, ele nunca foi antes ainda lá ele partiu, de acordo com a palavra do Senhor. servos de Deus deve ir onde ele envia-los, vem quando ele as chama, e fazer o que ele ordena-lhes o que parece ser a palavra do Senhor, devem conscienciosamente fazer de acordo com ele.

 

  1. Vamos agora ver o que era o comando ou a comissão dada a ele, eo que ele fez no julgamento dele.

 

  1. Ele foi enviado como um arauto de armas, em nome do Deus do céu, para proclamar a guerra com Nínive ( Jonah 3: 2 ): "Levanta-te, ir a Nínive, a grande cidade," que Metropolis, e proclamar aos -la, pregar contra ela, de modo que o Caldeu. O que é contra nós, é pregada a nós, para que possamos ouvi-lo e tomar aviso e que é pregado para nós, se não dá ouvidos a ele, e misturar fé com ele, irá revelar-se contra nós. Jonas é enviado a Nínive, que era neste momento a principal cidade do mundo gentio, como uma indicação das intenções da graça de Deus no decorrer do tempo para fazer a luz da revelação divina para brilhar nas regiões escuras. Deus sabia que se Sodoma e Gomorra, Tiro e Sidom, tinha tido os meios de graça, elas se teriam arrependido, e ainda assim ele negou-lhes esses meios, Mateus 11:21 , 23 . Ele sabia que se Nínive tinha agora os meios de graça se arrependam, e ele deu-lhes esses meios, enviou Jonas, embora não para pregar o arrependimento para eles expressamente (por que não descobrir que ele tinha que em sua comissão), mas para pregar -los ao arrependimento, pois esse era o efeito feliz do que ele tinha em comissão. Se Deus, portanto, na distribuição de seus favores, dando os meios de graça para alguns lugares e não para os outros, e o espírito de graça para algumas pessoas e não para os outros, age por prerrogativa e de uma forma de soberania, que lhe dirá: é o que fazes? que ele não fazer o que quiser com o seu próprio? ele é devedor a nenhum homem. Vá, e pregar (diz Deus) a pregação que eu te ordeno. Ou seja, (1) "A mensagem que eu queria te lance quando eu te pedi primeiro a ir para lá ( Jonas 1: 2 ) ir, e clama contra ela denunciar juízos divinos contra ela dizer aos homens de Nínive que a sua malícia subiu a Deus, e a vingança de Deus está caindo sobre eles ". Esta foi a mensagem Jonas foi, então, muito relutante em entregar, e, portanto, voou e foi para Társis, mas, quando ele é trazido a ele pela segunda vez, Deus não a todos alterar a mensagem, para satisfazer ele, ou torná-lo mais passável com ele não, ele tem agora de pregar a mesma que ele foi, então, ordenou a pregar e não o faria. Nota: A palavra de Deus é uma coisa inalterável, e não será feito para dobrar aos humores tanto de seus pregadores ou de seus ouvintes nunca devem cumprir os seus humores e fantasias, mas eles devem cumprir com suas verdades e leis. Ver Jeremias 15:19 . Que eles voltarem a ti, mas não voltes tu para eles. Ou, (2) "A pregação que eu te lance quando vieres para lá." Este foi um encorajamento para ele em sua empresa, que Deus iria junto com ele, que o Espírito de profecia deve repousar sobre ele, e estar pronto para ele, quando ele estava em Nínive, para dar-lhe todas as instruções adicionais que foram necessários para ele. Este insinuou que ele deveria ouvi-lo novamente, o que seria o seu grande apoio nesta expedição perigosos como, quando Deus enviou Abraão para oferecer Isaac, ele deu-lhe uma intimação semelhante, dizendo que ele deve fazê-lo em cima de uma das montanhas que ele iria depois dirigir -lhe para. Os passos de um homem bom são confirmados pelo Senhor , ele conduz o seu povo passo a passo, e por isso ele espera que eles devem segui-lo. Jonas deve ir com uma fé implícita. Embora ele sabe para onde ele vai, ele não deve saber, até que cheguemos lá, que mensagem ele deve entregar, mas, seja o que for, ele deve entregá-lo, seja agradável ou desagradável. Assim, Deus vai nos manter em uma contínua dependência si mesmo, e os rumos da sua palavra e providência. O que ele faz, eo que ele vai nos fazer, nós não sabemos agora, mas nós saberemos daqui por diante. Admirals, às vezes, quando eles são enviados para o estrangeiro, não são para abrir sua comissão até que eles têm tantas léguas no mar de modo Jonas deve ir a Nínive, e, quando ele chega lá, te será dito o que dizer.

 

III. Ele fiel e corajosamente entregue sua missão. Quando ele chegou a Nínive ele encontrou sua diocese grande que era uma imensa cidade de caminho de três dias ( Jonas 3: 3 ) uma cidade grande a Deus, de modo que a frase em hebraico é, ou seja, não mais do que como nós torná-lo, muito grande esta honra que a linguagem faz para o grande Deus que grandes coisas derivam sua denominação dele. A grandeza de Nínive consistia principalmente na extensão dela era muito maior do que a Babilônia, a tal cidade, diz Diodoro da Sicília, como nenhum homem jamais depois de construído. Foi 150 estádios de comprimento e 90 de largura e 480 em compasso das paredes de 100 pés de altura, e tão espessa que três carros podem ir a-peito-lhes sobre eles eram 1500 torres, cada uma delas 200 pés de altura. Ele está aqui a ser dito de três dias de viagem para o compasso das paredes, como alguns referem, foi de 480 estádios, que, permitindo oito estádios para uma milha, faz sessenta milhas, que pode muito bem ser contada três dias de viagem para um lacaio, vinte milhas por dia. Ou, caminhando lentamente e gravemente como Jonas deve, quando ele foi a respeito da pregação, ele levaria pelo menos três dias para passar por todas as principais ruas e becos da cidade, para proclamar sua mensagem, que todos possam ter conhecimento dele. Quando ele chegou lá, ele não perdeu tempo ele não veio para olhar sobre ele, mas aplicado em estreita colaboração com o seu trabalho e, quando começou a entrar pela cidade, ele não retirar-se para uma estalagem, para refrescar-se depois de sua viagem, mas abriu sua comissão imediatamente, de acordo com as suas instruções, e ele clamou, dizendo: Ainda quarenta dias, e Nínive será subvertida. este, sem dúvida, ele tinha determinado mandado e direção para dizer se ele alargada sobre esse texto, como é mais provável, mostrando-lhes a controvérsia Deus tinha com eles, e como provocando sua maldade era, e que razão eles tinham que esperar destruição e dar crédito a este aviso, ou se ele só repetiu essas palavras de novo e de novo, não é certo, mas esta foi o significado de sua mensagem. 1. Ele deve dizer-lhes que esta grande cidade será subvertida ele queria dizer, e eles entenderam ele, que ele deve ser derrubado, e não pela guerra, mas por algum curso imediato do céu, seja por um terremoto ou pelo fogo e enxofre como Sodoma estava. A maldade das cidades amadurece-los para a destruição, e sua riqueza e grandeza não pode protegê-los da destruição quando a medida de sua iniqüidade está cheio e a medida de sua vingança chegou. Grandes cidades são facilmente derrubado quando o grande Deus vem a contar com eles. 2. Ele deve dizer-lhes que deverá em breve ser derrubada, no final de quarenta dias. Tem um indulto concedido. Assim por muito tempo Deus vai esperar para ver se, mediante este alarme dado, que se humilhar, e alterar os seus feitos, e assim evitar a ruína ameaçada. Veja como Deus é lento para a ira que a maldade de Nínive chorou por vingança, mas ele deve ser poupado por quarenta dias, que pode ter espaço para se arrepender e encontrar Deus no caminho de seus julgamentos. Mas ele vai esperar não se naquela época eles não virar, saberão que ele tem aguçar a sua espada, e está aparelhado. Quarenta dias é muito tempo para um Deus justo para adiar seus julgamentos, mas é mas um pouco tempo para um povo injusto, para se arrepender e reformar, e assim afastar os julgamentos próximos. A fixação do dia, portanto, com toda a segurança possível, ajudaria a convencê-los de que era uma mensagem de Deus, pois nenhum homem ousava ser tão positivo na fixação de um tempo, no entanto, ele pode prognosticar a coisa em si seria também assustá-los em preparação para ele. Ele pode justamente despertar os pecadores seguras por uma sincera conversão para impedir a sua própria ruína quando vêem que eles têm, mas um pouco de tempo para virar. E que não deveria despertar-nos para se preparar para a morte, para considerar que a própria coisa é certa, e o prazo fixado no conselho de Deus, mas que são mantidos no escuro e à incerteza sobre o assunto, a fim de que possamos estar sempre pronto? Nós não podemos ter tanta certeza de que viveremos quarenta dias como Nínive agora era que ele deve ficar quarenta dias não, eu acho que é mais provável que vamos morrer dentro de trinta ou quarenta dias do que devemos viver trinta ou quarenta anos e assim por muitos anos no dia da nossa segurança estamos aptos a nos prometer.

 

Fleres, si scires unum tua tempora mensem

Rides, cum não sentar una forsitan morre.

Devemos se assuste se tínhamos a certeza de não viver

um mês, e ainda somos descuidados, embora nós

não tem certeza de viver um dia.

 

versículos 5-10

Arrependimento de Nínive.     BC 840.

5 E os homens de Nínive creram em Deus; e proclamaram um jejum, e vestiram-se de saco, desde o maior deles até o menor deles. 6 A notícia chegou também ao rei de Nínive; e ele se levantou do seu trono, e ele colocou seu manto dele, e cobriu -o de saco, e sentou-se em cinzas. 7 E fez com que fosse proclamado e publicou em Nínive, por decreto do rei e dos seus nobres, dizendo: Nem homens, nem animais, rebanho, nem rebanho, provar qualquer coisa: não comam, nem bebam água; 8 mas o homem e os animais sejam cobertos de saco, e clamarão fortemente a Deus; sim, convertam-se, cada um do seu mau caminho, e da violência que está em suas mãos. 9 Quem sabe se voltará Deus, e se arrependerá, e se aparte de sua ira, que não pereçamos? 10 E Deus viu as suas obras, como se converteram do seu mau caminho, e Deus se arrependeu do mal, que ele tinha dito que lhes faria e ele fez que não.

 

Aqui está I. Uma maravilha da graça divina no arrependimento e reforma de Nínive, sobre o aviso dado a eles de sua iminente destruição. Em verdade vos digo, não encontramos tão grande uma instância dele, não, não em Israel e ele vai se levantar em juízo contra os homens de a gospel-- geração e condená-los para os ninivitas se arrependeram com a pregação de Jonas, mas eis que um maior do que Jonas está aqui, Mateus 00:41 . Não, ele fez condenar o impenitência e obstinação de Israel naquela época. Deus enviou muitos profetas de Israel, e os bem conhecidos entre eles para ser poderoso em obras e palavras , mas a Nínive ele enviou apenas um, e ele um estranho, cujo aspecto era mau, podemos supor, e sua presença corporal é fraca, especialmente depois o cansaço de uma viagem tão longa e ainda assim eles se arrependeram, mas Israel não se arrependeu. Jonas pregou, mas um sermão, e nós não achar que ele lhes deu qualquer sinal ou maravilha pela realização de que sua palavra pode ser confirmada e ainda assim eles foram feitos em cima, enquanto Israel continuou obstinado, cuja profetas escolhiam as palavras com as quais a razão com -los, e confirmou-los por meio de sinais seguintes. Jonah única ameaçada ira e ruína nós não achar que ele lhes deu todas as chamadas para o arrependimento ou orientações como se arrepender, muito menos quaisquer incentivos a esperança de que eles devem encontrar misericórdia se eles se arrependeram, e muito menos quaisquer incentivos a esperança de que eles devem encontrar misericórdia se eles se arrependeram, e ainda assim eles se arrependeram, mas Israel persistiram em impertinência, embora os profetas enviados a eles arrastaram com cordas humanas, com laços de amor, e garantiu os grandes coisas que Deus faria para eles se se arrependeram e de reforma. Agora vamos ver o que foi o método de arrependimento de Nínive, quais foram os passos e casos particulares do mesmo.

 

  1. Eles acreditavam Deus eles deram crédito à palavra que Jonas falou-lhes, em nome de Deus: eles acreditavam que apesar de terem muitos que eles chamem deuses, ainda faltava um Deus vivo e verdadeiro, o Senhor soberano de tudo, --que lhe eram responsáveis, - que haviam pecado contra ele e tornou-se desagradável para a sua justiça, - que este aviso enviou-os de ruína se aproximando veio dele, e, consequentemente, que a própria ruína viria dele em um tempo prefixado, se não fosse impedido por um arrependimento oportuna, - que ele é um Deus misericordioso, e pode haver algumas esperanças da afastando-se da ira ameaçado, se eles se desviou dos pecados para os quais foi ameaçado . Observe, aqueles que vêm a Deus, que voltar para ele depois de terem se revoltaram contra ele, tem que acreditar, tem que acreditar que ele é, que ele é conciliável, que será deles se eles tomam o rumo certo. E observar que grande fé que Deus pode trabalhar por muito pequeno, fraco e improvável significa que ele pode trazer até mesmo ninivitas por algumas palavras ameaçadoras para ser obediente à fé. Alguns pensam que os ninivitas ouvido, dos marinheiros ou outros, ou do próprio Jonas , do seu ser lançado ao mar e entregue daí, por milagre, e que isso serviu para uma confirmação de sua missão, e trouxe-os mais facilmente para acreditar Deus falando por ele. Mas desta não temos certeza. No entanto, a ressurreição de Cristo, tipificado pelo de Jonas, serviu para a confirmação do seu evangelho, e contribuiu abundantemente ao seu grande sucesso, que em seu nome pregou o arrependimento ea remissão dos pecados a todas as nações, começando por Jerusalém.

 

  1. Eles trouxeram uma mensagem ao rei de Nínive, que, pensam alguns, foi neste momento Sardanapalus, outros Pul, rei da Assíria. Jonas não foi direcionado para ir ter com ele em primeiro lugar, no que diz respeito às suas cabeças dignidade real coroado, quando os chefes de culpa, estão diante de Deus em um nível com as cabeças comuns e, portanto, Jonas não é enviado para o tribunal, mas as ruas de Nínive, para fazer a sua proclamação. No entanto, um relato de sua missão é levado ao rei de Nínive, não por meio de informações contra Jonas, como um perturbador da paz pública, para que pudesse ser silenciado e punidos, o que talvez teria sido feito se tivesse chorado assim, em nas ruas de Jerusalém, que matou os profetas de Deus e apedrejaram os que foram enviados a ela. Sem a conta foi o trouxe do mesmo, não como de um crime, mas como uma mensagem do céu, por alguns que estavam preocupados com o bem-estar público, e cujos corações tremeram por isso. Note-se, aqueles reis estão felizes que têm como sobre eles como lhes dará conhecimento das coisas que pertencem a paz do reino, das advertências tanto da palavra e da providência de Deus, e dos sinais de desagrado de Deus que são sob e essas pessoas estão felizes que têm esses reis sobre eles como vão tomar conhecimento dessas coisas.

 

  1. O rei pôs um bom exemplo de humilhação, Jonah 3: 6 . Quando ele ouviu falar da palavra de Deus enviado para ele, ele se levantou de seu trono, como a Eglom, rei de Moab, que, quando Ehud disse que ele tinha uma mensagem para ele formar Deus, se levantaram do seu lugar. O rei de Nínive se levantou de seu trono, não só em homenagem a uma palavra de Deus em geral, mas com medo de uma palavra de ira em particular, e na tristeza e vergonha pelo pecado, pelo qual ele e seu povo tornou-se desagradável para a sua ira. Ele se levantou de seu trono real, e pôs de lado seu manto real, o emblema da sua dignidade imperial, como um reconhecimento de que, não tendo utilizado o seu poder como ele deveria ter feito para a contenção da violência e do errado, ea manutenção do direito , ele tinha perdido seu trono eo manto da justiça de Deus, tornara-se indigno da honra colocar sobre ele e a confiança nele depositada como um rei, e que era justo para com Deus para tomar seu reino dele. Até mesmo o próprio rei desprezou para não colocar no traje de um penitente, pois ele se cobriu de saco, e sentou-se em cinzas, em sinal de sua humilhação para o pecado e seu medo da vingança divina. Ele também se torna o maior dos homens a humilhar-se perante o grande Deus.

 

  1. As pessoas conformado com o exemplo do rei, ou melhor, ele deve parecer, que abriu o caminho, pois eles começaram a colocar-se de saco, desde o maior deles até o menor deles, Jonas 3: 5 . O menor deles, que tinha menos a perder com a derrubada da cidade, não acho que eles próprios sem se preocupar em o alarme e o maior deles, que estavam acostumados a mentir à vontade e viver em estado, não acho que abaixo-los para colocar as marcas de humilhação. O uso de cilício, especialmente para aqueles que foram usadas para linho fino, era uma coisa muito desconfortável, e eles não teria feito isso se não tivessem tido um profundo senso de seu pecado e seu perigo por causa do pecado, que decide que eles concebido para expressar. Observe, aqueles que não seriam arruinados deve ser humilhado, aqueles que não iria destruir suas almas deve afligir a alma, quando os juízos de Deus nos ameaçar estamos preocupados em nos humilhar sob a sua mão forte e, embora o exercício corporal sozinho lucros nada, e do homem de saco espalhando e cinza debaixo dele, se isso é tudo, não é senão uma brincadeira (é o coração que Deus olha, Isaías 58: 5 ), mas em dias solenes de humilhação, quando Deus em sua providência chamadas para luto e cingir o cilício, devemos pelas expressões exteriores de tristeza para dentro glorificar a Deus com nossos corpos, pelo menos, deixando de lado seus ornamentos.

 

  1. Uma rápida geral foi proclamado e observada ao longo da grande cidade, Jonas 3: 7-9 . Ele foi ordenado por decreto do rei e dos seus nobres todo o poder legislativo concordou em nomear-lo, e todo o corpo das pessoas concordou em observar isso, e em ambas as formas, tornou-se um ato nacional, e era necessário que deve ser assim quando ele foi para evitar uma ruína nacional. Temos aqui o conteúdo deste anúncio, e é muito observável. Veja aqui,

 

(1.) O que é que é exigido por isso. [1] Que o rápido (propriamente dita) ser muito estritamente observados. No dia marcado para esta solenidade, deixe nenhum homem ou animal provar qualquer coisa que eles não têm a menor refresco, não, não tanto como beber água deixá-los não alegar que eles não podem jejuar tanto tempo sem prejuízo para a sua saúde, ou que eles não podem suportá-lo deixá-los experimentar pela primeira vez. E se eles sentem que um mal-estar, e sentir-se dele por algum tempo depois? É melhor se submeter a isso do que estar querendo de qualquer ato ou instância de que o arrependimento que é necessário para salvar uma cidade afundando. Deixá-los tornar-se desconfortável no corpo, colocando-se de saco, bem como pelo jejum, para mostrar como desconfortável eles estão na mente, através de tristeza pelo pecado e do medo da ira divina. Mesmo os animais devem fazer penitência, assim como o homem, porque eles foram feitos sujeita à vaidade como instrumentos de pecado do homem, e que, seja por suas queixas ou o seu silêncio ansiando por falta de carne, que pode agitar os seus proprietários, e aqueles que participou deles, para as expressões de tristeza e humilhação. Aquele gado que foram mantidos dentro de casa não deve ser alimentado e hidratado como de costume, porque nenhuma carne deve ser mexendo naquele dia. Coisas desse tipo deve ser esquecido, e não mente. Como quando o salmista estava preocupado em louvores a Deus ele chamou as criaturas inferiores para se juntar com ele ali, por isso, quando os ninivitas estavam cheios de tristeza pelo pecado e temor dos juízos de Deus, eles teriam as criaturas inferiores concordar com eles em as expressões de penitência. Os animais que costumavam ser coberto com armadilhas ricas e finas, que eram o orgulho dos seus senhores, e deles também, deve agora ser cobertos de saco para os grandes homens (como se eles) deixar de lado sua equipagem. [2] Com o seu jejum e de luto eles devem juntar-se a oração e súplica a Deus pelo jejum é projetado para caber o corpo para o serviço da alma no dever da oração, que é a questão principal, e ao qual o outro é mas preparatório ou subserviente. clamem fortemente a Deus deixe até mesmo as criaturas irracionais fazê-lo de acordo com sua capacidade de deixar os seus gritos e gemidos por falta de alimento ser graciosamente interpretado como gritos a Deus, como os gritos dos filhotes dos corvos são ( Jó 38 : 41 ), e dos filhos dos leões, Salmo 104: 21 . Mas, especialmente deixar os homens, mulheres e crianças, clamar a Deus deixá-los chorar poderosamente para o perdão dos pecados que clamam contra eles. Era hora de clamar a Deus quando havia apenas um passo entre eles e ruína - hora de buscar o Senhor. Na oração devemos chorar poderosamente, com uma fixidez do pensamento, a firmeza da fé e fervor dos afetos piedosos e devotos. Por clamando fortemente que lutar com Deus tomamos conta dele e nós estamos preocupados em fazê-lo quando ele não só está partida nós como um amigo, mas surgindo contra nós como um inimigo. Por isso, nos preocupa em oração para agitar tudo o que está dentro de nós. No entanto, isso não é tudo [3.] Eles devem ao seu jejum e oração adicionar reforma e alteração da vida: Deixe-se, cada um do seu mau caminho, o mau caminho que ele escolheu, o mau caminho, ele é viciado em, e caminha in, o mau caminho do seu coração, eo mau caminho de sua conversa, e particularmente da violência que há nas suas mãos deixá-los a restaurar o que tinham injustamente tomada, e reparar o mal que fizeram, e deixá-los não mais oprimir aqueles que têm poder sobre nem defraudar aqueles que tem tratos com deixar os homens em posição de autoridade, na praça de-final da cidade, vire da violência que há nas suas mãos, e não decretam leis injustas, nem dar julgamento errado mediante apelos feitos para eles. Deixe os homens de negócios, no comércio de-final da cidade, vire a partir da violência em suas mãos, e não usar pesos ou medidas injustas, nem impor a ignorância ou da necessidade daqueles que negociar. Nota: Não é o suficiente para jejuar para o pecado, mas devemos rápido do pecado, e, para o sucesso de nossas orações, deve não mais iniqüidade em conta, em nossos corações, Salmo 66:18 . Este é o único jejum que Deus escolheu e aceitará, Isaías 58: 6 . Zec 58: 6 . 7: 5,9 . O trabalho de um fast-dia não é feito com o dia não, em seguida, a parte mais difícil e mais necessário do trabalho começa, que é de abandonar o pecado, e viver uma nova vida, e não voltar com o cão ao seu vômito .

 

(2) Após o incentivo neste rápido é proclamado e religiosamente observada ( Jonah 3: 9 ). ? Quem sabe se voltará Deus, e se arrependerá Observe, [1] o que é que eles esperam - que Deus irá, sobre o seu arrependimento e de viragem, mudar o seu caminho em direção a eles e revogar sua sentença contra eles, que ele vai desviar da sua ira, de que são proprietários que merecem e ainda humilde e insistentemente depreciar, e que assim a sua ruína será impedido, e eles não perecer. Eles não podem opor contra a eqüidade do julgamento, eles não fingir para a sua anulação por apelar a um tribunal superior, mas espero que no próprio Deus, que ele vai se arrepender, e que a sua própria misericórdia (ao qual eles voam) regozijam-se contra a julgamento . eles acreditam que Deus é justamente irado com eles, isso, seu pecado de ser muito hediondo, sua raiva é muito feroz, e que, se ele agir contra eles, não há remédio, mas eles morrem, perecem, todos perecem, e são desfeitas por quem conhece o poder da sua ira? Não é, portanto, a derrubada ameaçou que eles rezam para a prevenção de, mas a ira de Deus que eles rezam para o afastamento de. Como quando oramos para o favor de Deus oramos por tudo de bom, por isso, quando oramos contra a ira de Deus oramos contra todo o mal. [2] O grau de esperança que tinham dele: ? Quem sabe se voltará Deus, para nos Jonas não tinha dito a eles que não tinham entre eles quaisquer outros profetas para dizer a eles, para que eles não poderiam ser tão confiante de encontrar misericórdia de seu arrependimento como podemos ser, que têm a promessa eo juramento de Deus a depender, e especialmente o mérito e mediação de Cristo para confiar para, de perdão mediante o arrependimento. No entanto, eles tinham aa noção geral da bondade da natureza de Deus, sua misericórdia ao homem, e ele estar satisfeito com o arrependimento e conversão dos pecadores e para isso eles levantaram algumas esperanças de que ele iria poupá-los que eles não se atrevem a presumir, mas eles não vão desespero. Nota, a esperança de misericórdia é o grande incentivo ao arrependimento e à reforma e ainda que haja também mas alguns vislumbres de esperança misturado com grandes medos decorrentes de um senso de nossa própria pecaminosidade, e indignidade, e longo abuso da paciência divina, mas eles podem servir para acelerar e envolver o nosso sério arrependimento e reforma. Vamos corajosamente nos lançar no estrado de graça, resolvendo que se percam, vamos perecer lá ainda que sabe, mas Deus olha para nós com compaixão?

 

  1. Aqui é uma maravilha da misericórdia divina na preservação destes ninivitas sobre seu arrependimento ( Jonas 3:10 ): Deus viu as suas obras ele não só ouviu as suas boas palavras, por que professavam o arrependimento, mas viu suas boas obras, pelas quais eles ressuscitados frutos dignos de arrependimento , ele viu que eles se converteram do seu mau caminho, e isso era a coisa que ele procurou e exigiu. Se ele não tivesse visto isso, o seu jejum, e saco teria sido tão nada em sua conta. Ele viu que havia entre eles uma convicção geral de seus pecados e uma resolução geral para não voltar a eles, e que, para alguns dias eles viviam melhor, e houve uma nova face de coisas sobre a cidade e isso ele estava bem satisfeito com. Note, Deus toma conhecimento de cada instância da reforma dos pecadores, mesmo aquelas instâncias que não se enquadram na conhecimento e observação do mundo. Ele vê que se voltam do seu mau caminho e que não o fazem, e atende aqueles com favor que o encontro em uma conversão sincera. Quando eles se arrependerem do mal do pecado cometido por eles, ele se arrepende do mal da sentença proferida contra eles. Assim, ele poupou Nínive, e não o mal que ele disse que iria fazer contra ele. Aqui houve sacrifícios oferecidos a Deus, para que lemos, para a sua expiação do pecado, mas o sacrifício de Deus é um espírito quebrado uma quebrada e coração contrito, tais como os ninivitas tinha agora, é que ele não vai desprezar isso é o que ele vai dar fisionomia a e colocou honra sobre.
  2. fonte www.avivamentonosul.com