Translate this Page

Rating: 3.0/5 (889 votos)



ONLINE
2




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

A Book for Her pdf free, download pdf, download pdf, this site, The Adobe Photoshop CC Book for Digital Photographers 2017 pdf free, fee epub, pdf free, site 969919, this link, link 561655,

doutrina biblica A oração n.1
doutrina biblica A oração n.1

             UNINDO OS ESTUDOS DE ORAÇÃO 

               Itens Para Oração e Louvor  N.1

 

É uma bênção poder cooperar com Deus! O nosso trabalho deve ser um fluir da Sua vida em nós, como Andrew Murray ensina no seu artigo Esperando e Trabalhando. Nós trabalhamos pela inspiração, pela capacitação, pelo zelo do grande Deus que vive em nós.

A alegria de Cristo, o Seu objetivo, a paixão da Sua vida terrena, era fazer a vontade do Pai. Em primeiro lugar, isto diz respeito à redenção da humanidade. Quando Cristo habita em nós, é nossa alegria, nosso objetivo, sim, nossa ambição também, fazer a vontade de Deus. Isto inclui um Getsêmani! Isto inclui um Calvário! Na nossa medida relativamente pequena, há uma cruz que temos que carregar quando servimos a Deus. Mas depois da cruz vem a coroa, a glória. Aleluia!

Vamos orar uns pelos outros pela graça de que precisamos para fazer a vontade do Pai. Note bem: fazer. Não somente orar por ela, embora isto seja importante (Mt6:10); não somente admirá- la e estimá-la; mas fazer a vontade do Pai. Isto nos leva a receber um “muito bem, servo bom.

Deus tem cumprido, de uma forma maravilhosa e perfeita, a Sua parte no Seu plano eterno para a redenção da humanidade. Deus e Seu Filho providenciaram uma salvação muito dispendiosa para ser dada total e gratuitamente a quem quer que a receba. O Espírito Santo chama e capacita obreiros desejosos e envia-os aos confins da terra para tornar esta salvação conhecida.

O plano de Deus é maravilhoso e o Seu papel na execução dele também o é! O Seu papel é infinitamente maior e mais importante do que o do homem, mas Ele deu a cada pessoa convertida um papel neste plano, um trabalho a fazer. Que privilégio e que responsabilidade!

Aqui no Arauto da Sua Vinda nós levamos muito a sério aquilo que Deus nos deu para fazer. Sentimo-nos como os servos inúteis que a Palavra de Deus diz que somos (Lucas 17:10), mas estamos dando tudo de nós na obra que Ele colocou em nossas mãos para ser feita. Esforçamo-nos para sustentar tudo o que fazemos com muita oração.

Muitos de vocês, amigos leitores, estão unidos conosco nesta empreitada. Vocês oram por nós, enviam suas ofertas, pedem e distribuem esta literatura a fim de espalhar esta mensagem. Vocês são essenciais para o nosso ministério. Nós os valorizamos muito. Estamos separados por distâncias muito grandes, e assim não é possível encontrar-nos pessoalmente para nos encorajar mutuamente, mas através de suas cartas e através do Arauto da Sua Vinda mantemos a comunhão e unidade no Senhor.

Não podemos deixar de sentir que fomos chamados para viver e trabalharem uma hora final, crítica e intensa. De repente, nações inteiras estão engolfadas em tragédias. Oportunidades que tivemos antes, de repente não existem mais. Aconteceu assim na Coréia, no Vietnã, na Europa Oriental e mais recentemente em Angola, Moçambique, Libéria, Bósnia, Haiti e Ruanda.

Ah, se, de repente, estas nações fossem engolfadas nas bênçãos de Deus! Isto pode acontecer! Esta é a nossa visão fundamental. Deus disse que derramaria Seu Espírito sobre toda a carne. Nações inteiras podem experimentar uma bênção pelo Espírito de Deus. Mas isto não acontece sem esforço.

Quando suas ofertas e orações, mais o nosso trabalho aqui o tornam possível, nós enviamos o Arauto da Sua Vinda, arautos de salvação e outros materiais para muitos países ao redor do mundo. Algumas das cópias vão para cristãos que têm a visão do avivamento e sentem um peso por isto. Existe um encorajamento mútuo para seguir em frente, para pedir e esperar no Senhor. É verdade que muitos avivalistas do passado morreram crendo que Deus ia enviar um avivamento. As orações deles estão guardadas no Céu, porém ainda não foram respondidas.

Enquanto tivermos vida e fôlego, vamos fazer nossa parte. Vamos viver e trabalhar crendo e orando para que toda a extensão das bênçãos de Deus venha a esta terra antes que o fim chegue. Deus ainda é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos (Ef 3:20). Não vamos reter nada que possamos dar ao Senhor e à Sua causa. Uma publicação conta sobre uma equipe de obreiros que passava o filme “Jesus” em Ruanda na época crítica da revolução. Eles fizeram questão de mostrá-lo até diante do perigo de perseguição, e como resultado, perderam suas vidas. Dedicação até a morte! Mas, na morte, quem sabe quantos levaram consigo para a Vida Eterna? Este é um exemplo para todos nós quanto à urgência com que o Evangelho deve ser proclamado nestes dias.

Por favor, ajude-nos com o que Deus colocar em seu coração, a ministrar tanto quanto for possível. Grandes quantidades de literatura estão sendo requisitadas pelos distribuidores em nosso país e nos países estrangeiros. Da Nigéira e do Quênia recebemos cartas a respeito de situações cruciais em seu país e estão ansiosos para dar o Evangelho agora, antes que algo trágico lhes sobrevenha.

Louve a Deus!

  • Por todos aqueles que estão levando a sério o mandamento de Deus de saturar o mundo com o Evangelho e que estão participando a medida que Deus os capacita.
    • Pelos corações humildes e famintos que respondem com tanta alegria ao Evangelho simples repartido com eles e que tão seriamente tentam colocá-lo em prática em suas vidas. Eles são motivo de alegria para o coração do Pai!

Por Favor, Ore!

  • Para que Deus continue a trabalhar e abençoar como já vemos agora, entre o povo judeu, para que muitos outros sejam salvos nestes dias.
    • Para que Deus use esta edição do Arauto da Sua Vinda para Sua honra e Sua glória e para a edificação do Seu povo.
    • Por sabedoria quanto ao uso dos fundos e tempo disponíveis ao Arauto da Sua Vinda. Há muitas oportunidades. Nós queremos o Seu melhor.
    • Para que pessoas, grupos de oração e igrejas com visão de avivamento e que sentem peso pela obra de Deus sejam capacitados a perseverar até que Deus venha e implante a justiça onde agora reina o pecado!

 

 

.Oração Pela Grande Comissão

 

As últimas palavras na terra de nosso Senhor aos seus seguidores foram sobre a missão de fazer discípulos em todas as nações. Ele lhes mostrou a Sua confiança na capacidade que eles tinham de cumprir esta missão e deu-lhes instruções sobre como deveriam realizá-la. Eles deveriam voltar para Jerusalém e não sair de lá até que tivessem orado. Anteriormente já os havia instruído para que orassem por mais obreiros pois a colheita seria abundante. Os discípulos tinham a missão de continuar a obra que Ele havia começado e tinham a promessa de poderes sobrenaturais para cumpri-la.

Esta comissão agora caiu sobre nós que somos chamados por Seu nome. Ele nos pede em primeiro lugar para orarmos. Devemos “rogar ao Senhor da seara, que mande trabalhadores para a sua seara”. C. Peter Wagner do Seminário Teológico Fuller (E.U.A.) chama isto de “Oração pela Grande Comissão”. Este tipo de oração está agora sendo praticada fora da América do Norte, em números e seriedade como nunca se havia visto.

A oração pela grande comissão está sendo praticada em países hoje que têm experimentado falência comercial, financeira e social. Isto também aconteceu nos Estados Unidos em meados do século XIX. A vida religiosa estava em declínio. O Oeste havia aberto suas terras férteis àmultidão de colonos, o que fez com que muitos prosperassem. A questão da escravidão era de grande importância, e as emoções e energias das pessoas estavam sendo desviadas para discussões e contendas. Isto resultou na perda de fé nas coisas espirituais. Então veio a terceira grande aflição da história norte-americana. Milhares de comerciantes se viram repentinamente impotentes quando bancos fracassa¬ram e estradas de ferro faliram. Fábricas foram fechadas e um vasto número de pessoas ficou sem emprego As pessoas, como um todo. estavam muito mais concentradas em examinar as causas políticas e econômicas de seus apuros do que em procurar uma explicação espiritual.

Então a América começou a orar. Dizem que por volta de outubro de 1857, os corações das pessoas haviam sido completamente curados da especulação e dos lucros duvidosos, enquanto a fome e o desespero os encarava de frente. Não somente a angústia precedeu o despertar: houve também oração e intervenção divina da parte do Deus Soberano.

O que foi chamado o Segundo Despertamento Evangélico foi provavelmente o maior movimento de oração que influenciou a América do Norte. Dez mil executivos, somente em Nova York, se reuniam diariamente para orar. Em dois anos. um milhão de convertidos foram somados às igrejas americanas. Começando com um espírito de oração e convicção do pecado, o despertamento continuou com ênfase em duas grandes doutrinas, a autoridade das Escrituras e o reconhecimento da unidade espiritual de todos os crentes em Cristo. Nenhuma região do país ficou sem sentir os efeitos da oração fervorosa.

Alguns experts políticos nos dizem hoje que a economia norte-americana está melhorando e que agora há esperanças de um futuro melhor. Ignorando o fundamento básico para um futuro melhor, eles estão negligenciando os princípios divinos e estão prevendo tempos melhores. Um dia eles vão retirar suas previsões ou ficarão grandemente desiludidos como aconteceu com muitos comunistas e simpatizantes do comunismo nos últimos anos. Como a situação está agora não há razões bíblicas para crermos que teremos tempos melhores como nação.

O melhor termômetro da saúde espiritual do nosso país é a igreja. A igreja está atarefada mas não está orando. Ela caiu em materialismo por um lado e em aconselhamento piscicológico e misticismo da nova era pelo outro. A igreja moderna não é uma igreja de oração. O pior não é que não temos permissão para orarmos em escolas públicas; os cristãos não sabem nem orar nas igrejas! Orar no Espírito é uma prática pouco conhecida e muitos cristãos têm medo da força do avivamento. Temos teologia sem experiência, sem vida e sem o Espírito Santo. Havendo começado no Espirito, tentamos continuar pela carne. Quando o Espírito Santo não é mais o professor, nossa alma começa a murchar, secar e morrer.

Sim. há orações sendo feitas nas igrejas, mas que diferença isso faz? A maioria de nossas atividades pode acontecer muito bem sem elas. Leilões, piqueniques, bazares e festas da pizza podem continuar muito bem sem orações. Organizações e comitês podem funcionar muito bem sem o Espírito Santo. Salvar almas e transformar vidas é outra coisa. O Espírito Santo é vital para a obra da igreja verdadeira; adoração sem o Espírito Santo é idolatria.

Um dos livros que encontrei na biblioteca antiga do meu sogro foi “O Caminho para o Pentecostes” pelo Dr. Samuel Chadwick. Na parte interior da primeira capa estava escrito: “De Homer R. Gettle D O. na Conferência Bíblica de Winona Lake, doado para aqueles que o pedirem e prometerem colocar 50 centavos no gazofilácio do Senhor. O Dr. Gettle disse (em 15 de agosto de 1946) que havia distribuído setecentos exemplares destes livro.”

Então, na introdução escrita pelo Dr. Robert Lee Stuart, na época presidente da Universidade Taylor, Upland, Indiana; lemos o seguinte:

“Já li muitos livros sobre a vida espiritual mais profunda, mas sinto que “O Caminho para o Pentecostes” por Samuel Chadwick, foi uma bênção maior para minha própria alma do que qualquer outro livro que já li sobre este assunto. O Dr. Chadwick era um grande obreiro. Ele foi o pastor culto e evangelístico da igreja metodista Wesleyana de Leeds, Inglaterra, por dezessete anos. Ele também foi honrado com a presidência da Conferência Metodista Wesleyana. Na época de sua morte, ele era o diretor do Colégio Cliff.

“Neste livro há uma profundidade de espiritualidade, baseada em pensamentos claros e afirmações definidas que ajudam tremendamente ao leitor. A verdade é, o livro é tão bíblico e tão fiel ao Espírito Santo, inspirador da Palavra de Deus, que nos faz cair de joelhos. O livro o abençoará espiritual e intelectualmente. Todo pastor e obreiro cristão deveria ter este livro. Ele trata de um assunto delicado e o faz de maneira que dispersa qualquer dúvida e mostra a necessidade do bendito batismo do Espírito Santo para o cristão.

“Eu espero que este livro seja amplamente lido e que seja a mesma bênção para você que foi para mim.”

Depois de ler este e outros livros escritos pouco tempo depois do “Segundo Despertamento Evangélico” nota-se que toda a psicologia, política e materialismo encontrados nas literaturas de hoje, não são encontrados naquelas. Nos faria muito bem se reservássemos algum tempo para lermos as mensagens que eram ministradas em nossas conferências bíblicas de alguns anos atrás. Elas eram diferentes daquelas que ouvimos hoje.

O Arauto da Sua Vinda, por cinquenta anos, tem chamado seus leitores para orarem pelo avivamento e evangelismo mundiais. Agora que muitos estão envolvidos na oração pela grande comissão, não queremos ser deixados de fora da grande colheita de almas do fim dos tempos.

 

Guiado Pelo Espírito


Por: Andrew Murray

Você quer saber até onde você é guiado pelo Espírito de Deus? Como todo ser humano sabe por si próprio quando está com fome ou contente, então assim também é em relação ao Espírito de Deus, pois é muito mais fácil distinguir entre o Espírito de Deus e os outros espíritos ou temperamentos do que entre quaisquer de suas outras sensações naturais. Deixe-me mostrar- lhes o seguinte:

“Deus é incansavelmente paciente, uma mansidão que é impossível de ser provocada. Ele é permanentemente misericordioso. Ele é bondade pura, amor universal. Seu prazer é comunicar a Si mesmo, a Sua própria felicidade, a todos os seres de acordo com a capacidade de cada um. Ele é o bem de quem só o bem pode proceder, e resiste a todo o mal apenas com a Sua bondade.”

Esta é a natureza do Espírito de Deus e aqui você tem uma prova infalível, se você é movido e guiado pelo Espírito de Deus ou não. Se o anseio e desejo do seu coração é ser tão misericordioso como Ele é, ser cheio de Sua paciência incansável, viver em Sua mansidão inalterável; se você anela ser semelhante a Ele em amor universal e imparcial; se você deseja comunicar a toda criatura possível todo o bem que você for capaz – então você tem a maior certeza de que o Espírito de Deus vive, governa e habita em você.

Agora, se algum destes sentimentos falta em você, se toda a disposição do seu coração e a sua mente não está focalizada nisso, então qualquer pretensão de estar vivendo pela inspiração e constante operação do Espírito de Deus em sua alma é vaga e improcedente. Mantenha-se dentro dos limites aqui estabelecidos Não chame nada de prova do Espírito Santo ou obra de Deus em sua alma a não ser estes sentimentos e as obras que eles produzem. Só então, e não antes disto, você pode seguramente dizer com João. “E nisto conhecemos que Ele permanece em nós, pelo Espírito que nos deu.” (1 Jo 3:24)

 

Milhares Estão Ansiosos Pelo Avivamento


Por: W. C. Moore “Avivamento! é o grito agudo, penetrante e distinto de um vasto número de pessoas por todo o mundo que foram compradas pelo próprio sangue de Jesus. Será que Deus incita nossos corações a orarmos tão intensamente por avivamento – por um derramento poderoso e vivo do Seu Espírito – apenas para zombar de nós?

Claro que não! Ele que coloca estas orações de fé em nossos corações carregados – Ele mesmo responderá. Ele se despertará (SI 35:23) para responder às orações por avivamento que Ele mesmo implantou tão profundamente em nossos corações.

 

O Espírito Santo nos Ajuda a Orar de Acordo com a Vontade de Deus


Romanos 8:26,27“Andar no Espírito” é muito importante (Gl 5:16). Um certo homem sentiu que havia desapontado extremamente ao Senhor. Ele ficou profundamente abatido. Satanás, o acusador dos irmãos (Ap 12:10), escarneceu dele, acusando-o de ter cometido o pecado imperdoável. Um dos seus amigos, um ministro do evangelho, estava tentando ajudá-lo e estava orando sinceramente por ele, mas ele foi ao seu amigo e lhe disse:

“Não ore por mim. Eu ultrapassei o limite. Cometi o pecado imperdoável.”

Mas seu amigo replicou “Deus colocou em meu coração uma responsabilidade definida por você, e Ele não me instigaria a orar tão sinceramente por você a menos que Ele mesmo se despertasse para responder ” E isto é verdade.

 

Demoras Não São Recusas

 

Sempre foi verdade que nos grandes planos de Deus, a fé de Seu povo é posta à prova. Veja Abraão que esperou por muitos anos até que se cumprisse a promessa de que Deus lhe daria um filho e herdeiro. José teve que esperar por anos para que seus sonhos, dados por Deus. se tornassem realidade – no Egito.

Davi. apesar de ungido para ser rei, precisou passar por muitas provas e esperar por anos até que o tempo de Deus viesse para ele governar todo o Israel.

Os caminhos de Deus não são os nossos caminhos. Quando fazemos nossa parte, oramos, jejuamos, negamos a nós mesmos, continuamos a obedecer ao Senhor e acreditamos em suas promessas – precisamos agradecer a Ele pelas demoras, mesmo as longas demoras em responder, pois Ele está nos preparando para Suas grandes respostas e nos ensinando a não abandonarmos a nossa fé mas a termos paciência (persistência alegre) até que o tempo de Deus chegue e Ele responda maravilhosamente aos clamores de nosso coração (Hb 10:35,36).

 

As Ações Dvinas Nascem no Coração de Deus

 

Escrevendo a respeito do Avivamento de Gales de 1904, David Matthews, uma testemunha ocular daquele grande movimento do Espírito Santo, em seu livro Eu Vi o Avivamento de Gales, diz: “Há pessoas na atual conjuntura do mundo e da igreja que desejam uma manifestação semelhante na qual as pessoas retomariam a visão de Deus, hoje tão desconhecida, e assim retornariam aos caminhos de retidão descritos na Palavra de Deus… Estão clamando com alta voz por outro despertar no meio do povo de Deus…

“As ações divinas nascem no coração de Deus. Mas, todas as vezes que Ele se propõe a começar um período de bênçãos com a finalidade de elevar a humanidade e Sua igreja em particular, a multidão dos Seus de noite. Jovens, vocês conseguirão tal bênção quando a
escolhidos por toda a terra são tomados misteriosamente pelas dores de parto de um novo tempo…

“Por todo o mundo existem agora muitos milhares de cristãos devotos ardentemente ansiosos por um grande despertar espiritual, convictos que somente um derramamento poderoso do Espírito Santo sobre as nações aflitas pode produzir a mudança na história deste planeta perturbado.

“…Quando os temores pela invasão criaram ansiedade insone nos corações dos habitantes da Grã-Bretanha, evangelistas metodistas do tipo Whitefield ou Wesley, atravessaram o país com seu evangelho ardente, pedindo “arrependimento para com Deus e fé em nosso Senhor Jesus Cristo.” Tão grande foi o impacto moral no caráter das pessoas que o curso da história Britânica foi mudado.”

O evangelista Hyman Appelman, um judeu nascido na Rússia, em seu livro, Fórmula para o Avivamento, diz o seguinte: “O próprio fato de que no coração de todos aqueles que amam a Deus, servem a Cristo e são cristãos cheios do Espírito – existe um anseio por avivamento – é um sinal de que Deus quer que sejamos avivados!”

“Não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los? Digo-vos que depressa lhes fará justiça.”(Lc 18:7,8)

Que creiamos de todo coração no que Deus nos diz e ajamos de acordo com Suas palavras!

 

 

    Um Chamado Para Mais Oração

 

Aqui estão alguns métodos para mobilizar as forças da oração da nação e trazer poderosos reavivamentos em todos os países:

1) Através de reuniões de oração nas igrejas: Um pastor, no fim do culto regular de oração pede a todos que desejarem, para ficarem a fim de orar, única e exclusivamente, pelo reaviva­mento. Ele diz que de quarenta a cinqüenta pessoas ficam a cada semana para interceder em favor de um reavivamento autêntico.

Se centenas e milhares de igrejas ao redor do mundo adotassem tal plano, as próprias igrejas seriam maravilhosa­mente reavivadas, e seria um tremendo passo para ajudar a trazer um outro despertamento espiritual para o nosso país.

2) Reuniões de oração nos lares: Tais reuniões de oração sempre foram um fator tremendo para trazer um reavivamento. Uma mulher que começou, recentemente, um grupo de oração em busca de reavivamento disse: “Que época abençoada nós tivemos! Lágrimas correram. Clamores subiram ao nosso Pai Celestial para salvar as almas dos perdidos e para reavivar os filhos de Deus.”

Se você não sabe de nenhuma reunião de oração que você possa participar, você mesmo deve tentar

formar um grupo para interceder em busca de reavivamento.

3) Um outro fator para trazer reavivamento é a oração individual e coletiva nos lares. Em um lar onde o marido e a esposa estão profundamente interessados no reavivamento e no futuro da sua nação, eles fazem questão de orar juntos todos os dias, e no domingo esforçam-se para ter ‘uma hora de fervorosa intercessão. Eles não oram somente pelo reavivamento no seu país mas pelo reavivamento mundial.

4) Intercessores individuais podem ter um papel verdadeiro e vital em trazer o reavivamento ao seu pais e no mundo. Há um grande número de pessoas que podem não ser capazes de participar de uma reunião de oração nas suas igrejas ou mesmo nos lares, mas que oram sozinhas. Elas podem direcionar o seu tempo pessoal de oração para o reaviva­mento na Igreja e por todas as autoridades.

Vamos acordar antes que seja muito tarde! Não vamos ficar sentados e continuar calmamente o nosso círculo de obrigações diárias e nunca levantar um dedo ou erguer um clamor a Deus em favor das almas que estão à beira de um terrível precipício. Que jamais deixemos de “ficar na brecha” através de fervorosa oração intercessória pelo reavivamento mundial.

 

.Motivos para Oração e Louvor

 

Os artigos publicados nesta edição do Arauto da Sua Vinda mais uma vez nos encantam pela maravilhosa salvação que o Senhor Deus nos providenciou. É surpreendente o amor que nos concede, a nós, que somos pecadores totalmente indignos mas arrependidos, uma salvação tão rica e tão completa a ponto de nos fazer participantes da natureza divina (2 Pedro 1.4) e co-herdeiroscom Cristo (Romanos 8.17), assentando-nos com Ele no trono celestial (Efésios 2.6), para reinar com Ele em vida (Romanos 5.17). Quão inescrutável é a sabedoria de Deus que planejou tudo isto! Quão insondáveis os sofrimentos de Cristo cuja morte expiatória o providenciou para nós! Quão ilimitados os poderes do Espírito Santo que habita em nós e que torna tudo isso operante nas nossas vidas diariamente!

O Pai e o Filho completaram com perfeição as suas partes. Será que seremos capazes de permitir que o Espírito Santo faça a Sua obra de nos libertar do reino do pecado interior à medida que vivemos a nossa vida diária? Deus chama o seu povo para viver uma vida sobrenatural, o que se torna possível através da nossa cooperação com o Espírito Santo que em nós habita. Não devemos negligenciar, pelo contrário, precisamos buscar a constante plenitude do Espírito Santo em nossas vidas, e precisamos aprender mais e mais a nos entregarmos a Ele, tanto nas coisas grandes como nas pequenas do nosso dia-a-dia. Esta é a única maneira de vivermos a vida crucificada.

Estar crucificado com Cristo leva-nos a viver algo de sacrifício, serviço e sofrimento. Alguns de nós vão desistir disto. Mas não são estas coisas que nos conformam à semelhança de Cristo? A Sua vida foi uma vida de sacrifício, serviço e sofrimento. E não são estas as coisas que ganharão para nós o “Bem feito, servo bom e fiel”, quando chegarmos ao termo final da nossa vida? Deus coloca diante do Seu povo a oportunidade extraordinária de caminhar nos passos salpicados de sangue do Seu Filho. Quantos terão a humildade necessária e a coragem suficiente para atenderem ao chamado?

Um hino de A. B. Simpson diz: “Ó Senhor, sopra em mim o Teu Espírito, ensina-me a inspirar-Te…” Será que nós, leitores do Arauto da Sua Vinda podemos fazer esta oração uns pelos outros? Estes dias perigosos requerem que nós cristãos andemos na salvação completa que Ele nos providenciou se quisermos realizar a obra que nos deu para fazer e glorificar o Seu nome. Isto só pode acontecer à medida que o Espírito Santo nos enche e faz em nós a Sua vontade.

Ore para que o Espírito Santo ilumine as mensagens desta edição nos corações e nas mentes dos leitores. Mas precisamos mais do que encher as nossas cabeças de conhecimento e compreensão. Ore por uma fé avivada que se aproprie da plenitude daquilo que Deus providenciou para nós. Ore por corações tão quebrantados que voluntariamente nos negaremos a nós mesmos por amor Dele. A verdadeira humildade faz das nossas vidas uma doce fragrância para Deus, não importando como os outros nos vejam. O orgulho provoca nas nossas vidas um mau cheiro para Ele, embora os orgulhosos e auto-suficientes sejam muitas vezes honrados pelo mundo.

 

Obrigado por participarem

 

Mais uma vez expressamos os nossos agradecimentos a vocês, leitores do Arauto que, através das suas orações e ofertas, continuam juntos conosco a fim de servir corações famintos em lugares espalhados por todo o mundo. De uma mãe de seis filhos em Uganda vem uma pequena oferta e um pedido para receber mais material de leitura. O seu marido não é cristão e não lhe permite assistir às reuniões regulares da congregação. A leitura é a sua única fonte de suprimento espiritual. Um estudante da Nigéria sacrificou-se para juntar com dificuldade uma pequena oferta, a fim de demonstrar a sua gratidão pelos materiais enviados e para manifestar o seu desejo de receber mais material para a sua alma faminta.

Um irmão do Quênia nos conta da sua alegria em crescer espiritualmente através da literatura do Arauto, de modo que agora tem conseguido testemunhar mais efetivamente. Ele vai a uma favela de Nairobi para ganhar almas para Jesus. “Muitos estão aceitando!” exclama ele. Do interior do Vietnã vem uma carta de agradecimento pela literatura enviada. O pastor pede orações para a sua equipe que diariamente testemunha na sua montanhosa “Macedónia” onde há 15 vilarejos com 26.000 pessoas. Suas orações sobem, dia e noite, no sentido de que estes corações se abram para receber Cristo Jesus.

Uma carta urgente vem de Vanuatu, um país de pequenas ilhas no Oceano Pacífico, antiga Novas Hébridas, onde muitos mártires missionários entregaram suas vidas por Cristo em anos passados. Este irmão está ansioso para receber literatura para distribuir num Seminário de Treinamento de Oração, aonde estarão presentes cerca de 200 pessoas de cinco congregações diferentes. Muitos dos habitantes das ilhas são pequenos agricultores que plantam para seu próprio consumo e não têm fundos para adquirir material de treinamento. Mas são zelosos e ajudam o seu pais através da oração, para que a sua nação se torne cristã. O lema da nação diz “Em Deus estamos firmes”. Damos graças a Deus pela literatura que podemos lhes enviar por causa das ofertas recebidas dos leitores, não só a estes mas a muitos outros. As suas orações também são uma grande ajuda. Pedimos agora as suas orações para os seguintes motivos, e lhes agradecemos.

Louve ao Senhor!

 

  •  Por todos os que sustentam este ministério com orações, incluindo um pequeno grupo de oração que se reúne todas as noites numa prisão, e têm este ministério como um dos objetivos de oração numa das noites.
  •  Pela ajuda inestimável que representou o trabalho de Don Friend como membro da equipe do Arauto Internacional durante quase oito anos antes de se aposentar recentemente.

 

Por favor ore!

  •  Para que a vontade de Deus seja feita no Oriente Médio nas ocorrências que envolvem Israel. Ore pela salvação de muitas almas israelitas.
    •    Para que Deus continue a tocar os corações sensíveis para que com suas ofertas possam sustentar este florescente ministério do Arauto. Ore para que Deus providencie meios para que mordomos fiéis que gostariam de ajudar mais, possam dar maior apoio ainda.
    •    Para que todos nós aqui na equipe do Arauto sejamos cheios do Espírito Santo durante todo o tempo, e sejamos eficientes no nosso ministério e particularmente eficazes na nossa oração.
    •    Por proteção sobre todo o material, tanto o que chega como o que sai, e sobre tudo o que pertence ao ministério do Arauto.
    •    Pelos leitores do Arauto que estão na linha de frente, levando avante o Evangelho em lugares onde ainda não foi pregado, pela sua proteção, para que os poderes das trevas sejam derrotados, e que os corações dos ouvintes sejam abertos e receptivos.
    •    Que Deus proteja as eleições, onde quer que se realizem, para que homens que se sujeitem à Sua Vontade sejam colocados em lugares de responsabilidade para que a pregação do Evangelho possa prosperar.

      fonte jornal o arauto de sua vinda 2001 

      fonte www.avivamentonosul21.comunidades.net