Translate this Page

Rating: 3.0/5 (868 votos)



ONLINE
6




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

site, fee epub, link, get pdf, enter link, free book, download book, this link, free book, download pdf,

cronologia historiaca de Israel
cronologia historiaca de Israel

                                       

 

       PRINCIPAIS MOMENTOS HISTÓRICOS

 

séc. XVII-VI
a.E.C. 

 

 

(a.E.C. - antes da Era Comum) 

c. sec. XVII   Os patriarcas: Abraão, Isaac e Jacob - os patriarcas do povo judeu e crentes no Deus Único - estabelecem-se na Terra de Israel.

 

A fome força os israelitas a emigrar para o Egito. 

c. séc. XIII -Êxodo dos israelitas que deixam o Egito conduzidos por Moisés e vagam no deserto durante 40 anos. A Torá, que inclui os Dez Mandamentos, é recebida no Monte Sinai. 

séc. XIII-XII -Os israelitas se instalam na Terra de Israel.  

c. 1020 -A monarquia judaica é estabelecida; Saul é o primeiro rei. 

c. 1000 -Jerusalém torna-se a capital do reino de David. 

c. 960 -O Primeiro Templo, centro nacional e espiritual do povo judeu, é construído em Jerusalém pelo Rei Salomão.  

c. 930-Divisão do reino: Judá e Israel. 

722-720 -O reino de Israel é destruído pelos assírios; 10 tribos exiladas (As "Dez Tribos Perdidas"). 

586 -O reino de Judá é conquistado pela Babilônia. 

             

536-542-Jerusalém e o Primeiro Templo destruídos; a maioria dos judeus é exilada.  

 

 

PERÍODOS PERSA E HELENÍSTICO 

538-515 -Muitos judeus retornam da Babilônia; o Templo é reconstruído. 

332 -Alexandre Magno conquista o país; domínio helenístico. 

166-160-Revolta dos Macabeus (Hasmoneus) contra as restrições á prática do judaísmo e a profanação do Templo. 

 142-129-Autonomia judaica sob a liderança dos Hasmoneus. 

 129-63-Independência judaica sob a monarquia dos Hasmoneus. 

63 -Jerusalém capturada pelo general romano Pompeu.  

 63 a.E.C. 

 

 

DOMINIO ROMANO 

(E.C. - Era Comum) 

 37 a.E.C. - 4 E.C. -O rei Herodes, vassalo romano, governa a Terra de Israel. 

O Templo de Jerusalém é reformado. 

c 02-33-Ministério de Jesus de Nazaré. 

 66 -Revolta dos judeus contra Roma. 

70 -Destruição de Jerusalém e do Segundo Templo.  

73 -Último bastiãojudeu em Massada. 

132-135-Revolta de Bar Kochba contra os romanos.  

c. 210 -Concluída a codificação da Lei Oral judaica (Mishná).  

 313-636

 

DOMÍNIO BIZANTINO  

c. 390 

Concluído o comentário da Mishná (Talmud de Jerusalém). 

614 -Invasão persa. 

636-1099

 

DOMÍNIO ÁRABE

 

691 -O Domo da Rocha é construído em Jerusalém pelo Califa Abd el-Malik, no local dos Templos (Primeiro e Segundo).  

1099-1291

 

DOMÍNIO CRUZADO
(Reino Latino de Jerusalém). 

 1291-1516

 

DOMÍNIO MAMELUCO 

1517-1917

 

DOMÍNIO OTOMANO 

1564-Publicação da codificação da lei judaica (Shulchan Aruch). 

1860 -Primeiro bairro construído fora dos muros de Jerusalém. 

1882-1903 -Primeira Aliá (imigração em grande escala), principalmente da Rússia. 

1897-Primeiro Congresso Sionista, reunido por Teodoro Herzl em Basiléia, Suíça; fundação da Organização Sionista. 

1904-14 -Segunda Aliá, principalmente da Rússia e Polônia. 

1909 -Fundação de Degânia, o primeiro kibutz, e de Tel Aviv, a primeira cidade moderna completamente judia.

1917-400 anos de domínio otomano chegam ao fim com a conquista britânica;

Lord Balfour, Ministro de Relações Exteriores britânico declara o apoio ao estabelecimento de "um lar nacional judaico na Palestina".

 1918-48

 

DOMÍNIO BRITÂNICO 

1919-23 -Terceira Aliá, principalmente da Rússia.

1920- undação da Histadrut (Federação Geral do Trabalho) e da Haganá (organização de defesa judaica). 

O ishuv (comunidade judaica) cria o Vaad Leumi (Conselho Nacional) para dirigir seus assuntos internos. 

1921 -Fundação do primeiro moshav, Nahalal. 

1922-A Liga das Nações confia á Grã-Bretanha o Mandato sobre a Palestina (Terra de Israel); três quartos da área são entregues á Transjordânia, deixando apenas um quarto para o lar nacional judaico. 

Criação da Agência Judaica, representante da comunidade judaica diante das autoridades do Mandato. 

 1924-Fundação do Technion, o primeiro instituto de tecnologia. 

1924-32-Quarta Aliá, principalmente da Polônia.  

1925-Inauguração da Universidade Hebraica de Jerusalém no Monte Scopus. 

1929-Massacre dos judeus de Hebron por militantes árabes. 

1931-Fundação do Etzel, organização clandestina judaica. 

1933-39-Quinta Aliá, principalmente da Alemanha. 

1936-39-Distúrbios anti-judaicos instigados por militantes árabes. 

1939-O Livro Branco britânico limita drasticamente a imigração judaica. 

1939-45-2a. Guerra Mundial; Holocausto na Europa. 

1941-Formação do movimento clandestino Lechi; criação do Palmach, força de combate da Haganá. 

1944-Formação da Brigada Judaica, como parte das forças britânicas. 

1947-A ONU propõe o estabelecimento dos estados árabe e judeu no país.

 

1948-O ESTADO DE ISRAEL 

1948-Fim do Mandato Britânico (14 de maio)

Proclamação do Estado de Israel (14 de maio).
Israel é invadido por cinco exércitos árabes (15 de maio)
Guerra da Independência (maio de 1948-julho de 1949)
Criação das Forças de Defesa de Israel (FDI) 

1949-Assinatura de acordos de armistício com o Egito, Jordânia, Síria e Líbano. 

Jerusalém é dividida, sob domínio de Israel e da Jordânia. 

Eleição do primeiro Knesset (parlamento)

 Israel é aceito como o 59o. membro da ONU.  

1948-52-Imigração em massa da Europa e dos países árabes. 

1956-Campanha do Sinai 

1962-Adolfo Eichmann é julgado e executado em Israel por sua participação no Holocausto. 

1964-Completado o Conduto Nacional, para trazer água do Lago Kineret, no norte, ao sul semi-árido. 

1967-Guerra dos Seis Dias, reunificação de Jerusalém. 

1968-70-Guerra de Desgate do Egito contra Israel 

1973-Guerra do Iom Kipur 

1975-Israel torna-se membro associado do Mercado Comum Europeu. 

1977-O Likud forma o governo após as eleições para o Knesset; fim de 30 anos de governo trabalhista. Visita do Presidente egípcio Anuar Sadate a Jerusalém. 

1978-Os Acordos de Camp David presentam as linhas gerais para uma paz abrangente no Oriente Médio e uma proposta de auto-governo para os palestinos. 

1979-Assinatura do Tratado de Paz Israel-Egito.O Primeiro-Ministro Menachem Begin e o Presidente Anuar Sadate são agraciados com o Prêmio Nobel da Paz. 

1981-A Força Aérea Israelense destrói o reator atômico do Iraque pouco antes de sua entrada em operação. 

1982-Completam-se as três etapas de retirada de Israel da península do Sinai. 

A Operação Paz para a Galiléia expulsa os terroristas da OLP (Organização para a Libertação da Palestina) do Líbano. 

1984-Formado um governo de unidade nacional (Likud e Trabalhista) após as eleições.Operação Moisés: imigração dos judeus da Etiópia. 

1985-Assinado o Acordo de Livre Comércio com os Estados Unidos. 

1987-Distúrbios violentos e generalizados (intifada) irrompem nas áreas administradas por Israel. 

1988-Governo do Likud após as eleições. 

1989-Israel propõe uma. iniciativa de paz de quatro pontos.

Início da imigração em massa dos judeus da antiga União Soviética. 

1991-Israel é atacado por mísseis Scud do Iraque durante a Guerra do Golfo.Reúne-se em Madrid a conferência de paz para o Oriente Médio.A Operação Salomão traz a Israel por via aérea os demais judeus da Etiópia. 

1992-Estabelecimento de relações diplomáticas com a China e a Índia. 

1993-Israel e a OLP, representante do povo palestino, assinam a Declaração de Princípios sobre os procedimentos do auto-governo interino para os palestinos. 

1994-Implementação do auto-governo palestino na Faixa de Gaza e na região de Jericó.Plenas relações diplomáticas com a Santa Sé.Marrocos e Tunísia estabelecem escritórios de representação de interesses.Assinatura do Tratado de Paz Israel-Jordânia.Rabin, Peres e Arafat são agraciados com o Prêmio Nobel da Paz.

1995-Ampliação do auto-governo palestino implementado na Margem Ocidental e na Faixa de Gaza; eleição do Conselho Palestino.Primeiro-Ministro Yitzhak Rabin é assassinado num comício em prol da paz.Shimon Peres torna-se o Primeiro-Ministro.

1996-Escalada do terrorismo árabe fundamentalista contra Israel.Vinhas da Ira, em retaliação aos ataques terroristas da Hizbullah ao norte de Israel.Abertura de escritórios de representação comercial em Omã e Qatar.O Likud sobe ao poder após as eleições para o Knesset.